O Coração da Cidade precisa de amigos... seja amigo do coração...

o seu donativo é muito importante para nós...

MILLENIUM- BCP ... 0033 000000 239551298 05 

Quarta-feira, 24 de Agosto de 2016

receber ajuda, sem ter que esmolar ...

LOGO 3B ...MMM.jpg

 

longe vai o tempo em que para receber ajuda, os mais pobres tinham que ser muito pobres, muito sujos e muito esfarrapados...

é necessário mudar o paradigma e abençoar as boas práticas de voluntariado activo e plenamente solidário... 

hoje em dia, tudo muda ao momento e o rosto da pobreza também mudou...

" JÁ NÃO POBRES" como antigamente?... por certo que os há...

mas as famílias que abordam O Coração da Cidade solicitando ajuda, empobreceram pelos mais variados factores...e desses factores, nós temos descartar a pobreza governamental, a ruina das estruturas sociais que se sentem incapazes de oferecer planos de paz laboral a quem investiu, muitas vezes, tudo o que tinha para ser gente com LETRA GRANDE...

este novo programa social, funcionará no sentido da resiliência, e na reestruturação familiar , para que os cidadãos inseridos no programa possam abraçar uma vida mais saudável a todos os nivéis...

todo o cidadão que recebe auxílio, dá de si mesmo, contribuindo também com o seu tempo solidário...

a participação de todos nós no amparo a uma sociedade mais justa, é um dos pontos deste programa...

educar para a cidadania é urgentíssimo...

por tudo isso apelamos a todos os cidadãos de boa vontade que se juntem a nós, para ser sempre possivel ajudar sem que tenham que esmolar...

 

lasalete 

 

publicado por lapieta@sapo.pt às 16:48

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Agosto de 2016

quer um coração novo... ????

não permita que o seu coração adoeça...

faça-se voluntário do Coração da Cidade...

essa é a chave para um olhar mais sublime, mais moderno e mais eficaz sobre a vida que nos cerca...

publicado por lapieta@sapo.pt às 11:59

link do post | comentar | favorito
|

3 B ... O BEM O BOM E O BELO

O BEM o BOM e o  BELO

 

abraça.jpg

 

 

Três palavras para redefinir uma actuação humana…

 

O Coração da Cidade, vai caminhando no tempo, com um objectivo único: o de dignificar os estados de pobreza, sejam eles, materiais ou morais  …

 

Para que pudéssemos avançar em 2016 com a certeza de que estamos a fazer o melhor que podemos e devemos, o ano social que se inicia a 1 de Setembro como habitualmente , introduz alterações que são de grande benefício a quem está inscrito nos nossos programas sociais…

 

Apoiar as famílias que se encontram momentaneamente com dificuldades, é para nós fundamental, mas sempre exigimos que quem pede ajuda , também ajude com a sua colaboração…

 

A partir deste ano e com o novo programa 3B – o Bem o Bom e o Belo, todo o cidadão que receber ajuda no Coração da Cidade tem que colaborar com a comunidade… este programa visa:

CONSTRUIR CONSCIÊNCIAS E ANULAR DEPENDÊNCIAS…

 

A inércia e o ócio não fazem parte da nossa formação social…

 

Por isso mesmo precisamos da ajuda de todos os interessados num mundo melhor…a dignificação da pobreza passa por ajudar a viver com interesse pela vida de forma educada ( BEM) , saudável ( BOM) e inteligente que é o ( BELO)…

 

SE QUERES SER VOLUNTÁRIO, VEM TER CONNOSCO…

 

O MUNDO PRECISA DE GENTE AMOROSA…

 

 

 

lasalete piedade

 

publicado por lapieta@sapo.pt às 09:23

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 21 de Fevereiro de 2016

o BEM e os BONS ...

 

 

fome negra - 11.jpg

 

o mal efectivamente não existe, e ainda que o assinalemos, ele não pode instalar-se, porque, no Universo, tudo é movimento, e essa ( onda de mal) , logo se desfaz, ajustada por esse mesmo movimento, e impulsionada por este, se deixa atrair a uma outra fonte de energia , que paulatinamente vai transformando o mal em bem... 

a grande dificuldade para este tipo de compreensão, prende-se com a incapacidade de esperança que ainda envolve o ser humano... 

se apenas pensássemos e sentíssemos como espírito, de forma consciente, na dimensão onde estamos, e que nos mostra o factor tempo como impedimento para a grande esperança, não sofreríamos tanto, conscientes que ficávamos de que esse mal iria desvanecer-se... 

para que o mal se instalasse de vez, teria que existir uma força superior ao bem, que o colocasse definitivamente e massivamente no nosso plano... ora isso é impossível, porque a única fonte de criação, cria apenas o bem, e funciona como energia inspiradora para resolver o desajuste, próprio de inexperiência, ou seja ( o mal originado na incapacidade de manter o bem)... 

este longo trabalho é que vai fazer de nós espíritos mais completos... 
enquanto isso não acontece, vamos sobrevivendo como espíritos mais complexos... mas estamos lutando ... e isso é maravilhoso... 

abençoados os desafios e aqueles que não desistem de lutar…

ao longo da existência, fomos sendo erradamente informados, que a nossa transformação tinha sempre como sombra ( o pecado original), e os ( pecados que depois iam tendo origem em cada um de nós )…

não houve, por erro de educação, mas também por egoísmo dominador, a preocupação de educarem a humanidade, na base do amor, da paz, da integralidade absoluta, rumo ao bem…os que se iam esforçando nesse sentido, logo eram abafados, pelos dominadores mais atentos… a política e a religião, fez enquanto isso um casamento perfeito e um amparando o outro dominou o mundo desatento…

afastados que éramos então da competição com os santos e com os anjos, continuamos a ser apenas barro que quebrado dificilmente se emendaria, mas ainda que acontecesse ficaria sempre com as marcas dessa doloroso distracção… ou melhor dizendo as marcas do mal continuariam em nós…
hoje já não queremos as políticas ditatoriais e estamos exigindo das religiões maior abertura e completo restabelecimento da Fé e da Paz…
estamos a construir Esperança… o ser humano está tomar o rumo da sua existência…
está a perder o temor e está a construir através do amor, mas como tem pouca experiência está a demorar mais um pouco…

os seres de luz, neste século de esclarecimento urgente , e, encontrando espíritos sobre a Terra, menos egoístas e dispostos a esclarecer a humanidade, foram oferecendo parâmetros de educação espiritual, que motiva moralmente o esforço nessa escalada ascensional…

sabemos então que não ficaremos inertes, nem impunes, e muito menos vivendo como meros observadores dos planos celestiais…
sabemos que somos elementos activos nos planos universais e muito capazes de ascender a voos mais altos…
com esforço ?... que assim seja… 
o plano é nosso, o roteiro é particular, mas o movimento é colectivo, logo, eu mesmo percebo, que tenho responsabilidade no movimento dos outros…

por isso é necessário tomar consciência de que, para que os outros caminhem, eu tenho responsabilidades nesse impulso…
o que me resta portanto?...
confiar e caminhar… respirar fundo e perceber que isso de ser pigmeu, já era…
vamos crescer…
o Bem o Bom e o Belo esperam por nós…

o mal não está para ficar, faz parte do percurso… faz parte da construção universal…
 sejamos positivos…

lasalete 

 

 

publicado por lapieta@sapo.pt às 22:48

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 22 de Novembro de 2015

NATAL COM ALMA

 

AJUDE A AJUDAR QUEM PRECISA MAIS QUE VOCÊ...

 

NÃO IGNORE ... ABRA OS OLHOS E A ALMA...

 

O NATAL É O ANIVERSÁRIO DAQUELE

QUE SÓ FALOU DE AMOR...

publicado por lapieta@sapo.pt às 20:05

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 10 de Maio de 2015

quando o amor faz a diferença...

pão - distribuição .jpg

 

O BOLHÃOZINHO abriu…

No dia certo com as pessoas certas e com o brilho certo  “ A  ESPERANÇA “ …

 

Foi deveras emocionante, perceber que quem está numa situação difícil, precisa de carinho, precisa de atenção e que compreendem o esforço de quem se esforça por elas…

 

A dignidade estava em tudo…

Os lotes perfeitamente equipados com tudo o que a generosidade fez  chegar ao Coração da Cidade…

 

Os bens expostos, estavam a gosto de todos… e quem se ia servindo dizia, com os olhos lacrimejando, é bom demais para ser verdade

 

Outros pediam, que não fechássemos as instalações, porque não havia uma instituição que oferecesse um serviço igual…

 

Um senhora entrou fez as suas compras e depois ao despedir-se segredou… obrigada minha senhora, sabe… hoje nem senti que era pobre, vou com a  ideia que voltei a um supermercado… bem hajam por tudo… deu-me um abraço e saiu…

 

Olhei e pensei… Meu Deus ainda fizemos tão pouco…

 

A minha alma se encheu com vontade de fazer mais e melhor…

Se a sociedade civil me ajudar, farei muito mais do que foi possível até hoje…

 

Foi mais uma vez um dia memorável, porque os nossos programas alimentares, sempre se oferecem com a maior dignidade possível…

 

Terminamos eram 20 h e ainda tínhamos 20 voluntários dentro do espaço a preparar tudo para segunda feira… limpando a asseando o espaço para receber mais uma vez quem voltará a abastecer-se…

 

Só temos que agradecer a Deus e a todos as almas que nos ajudaram…

 

Um bem haja do fundo da minha alma…

euo amor mais uma vez fez a diferença em todos os gestos voluntários...

 

 

Lasalete

publicado por lapieta@sapo.pt às 15:17

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Abril de 2015

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

pobreza.bmp

 

Não entendo como foi capaz de acontecer…

Creio que foi muito rápido… de repente dei comigo a recolher algumas moedas que caíam junto de mim…

Eu apenas me tinha sentado no chão desiludido…estiquei as costas e pensando que eu estava a pedir esmola, deixaram que as moedas tilintassem para eu as apanhar… e durante todo o dia foi assim, até que me habituei e fiz daquele lugar o meu espaço permanente…

 

Mas o meu olhar jamais se levantou…

A que situação havia chegado um homem que sempre trabalhou…

nunca faltei, nunca fui indolente, nem malcriado para com ninguém…

Fui sempre um trabalhador aprumado e agora dispensado…desempregado …

Caminhei por todos os subsídios…até que me vi sem nada …sem direito a mais nada, fiquei esperando a reforma, que tardará em chegar…

 

Reparei com o tempo que mais homens como eu viviam estendendo a mão…

eu lamentava mas nunca me imaginei a fazer o mesmo…

E agora ali estava eu.. eu e o meu pedaço de chão, como se ele fosse propriedade minha…

Nunca levantei os olhos do chão…

ao mesmo nível do meu olhar,  passavam as pessoas que iam e vinham, denunciando mais ou menos pressa…

Apenas as crianças olhavam para mim e estendiam na minha mão a moeda que os pais lhes entregavam…

Lembrei muitas vezes dos meus irmão pequenos e franzinos…

Naquele pedaço de chão, lembrei a minha mãe com saudade e o cuidado que ela teve sempre comigo por ser o mais franzino de oito irmãos…

 

A meio do dia , já não precisava de estar ali, ganhava para uma sopita e uma sande de manteiga ou de queijo e assim me deitava, no quarto que já consegui apagar, porque a casa de aluguer já há muito tempo que a tinha deixado…

 

A minha Teresa não ia gostar de me ver assim, ainda bem que Deus a levou primeiro…

Agora só resto eu, mas inda sou novo… que faço eu neste estado de miséria…

Dizem que é da crise. Então depois de tanto trabalhar, só me resta um pedaço de chão ?...

 

Mas há uns dias fiquei aflito… sentei-me como de costume e percebi que no mesmo lugar estava uma mulher com duas crianças… as moedas caíam como de costume e eu ia para as apanhar, mas não conseguia…

a mulher guardava as moedas e eu continuei ali na esperança de que ela vagasse o lugar…

Não estava entendendo nada…mas ouvi alguém a perguntar … então o senhor Paulo não está qui…que lhe aconteceu?...

 

Paulo…Paulo… era comigo, é o meu nome…apeteceu-me gritar…sou eu estou aqui.. mas não consegui que me escutassem porque me esforcei para falar e não saía som da minha voz…que estranho…

 

Sempre gostei do meu nome Paulo Lima…quando me chamavam para receber, era assim que eu ouvia o meu nome …Paulo Lima…e lá ia eu buscar um envelope de notas que me enchiam os olhos e o bolso…

 

Voltei a olhar para a mulher que ocupava o meu pedaço de chão…

Mas a mulher apressada, disse:- coitado já morreu vai para um mês… estava com os pulmões afectados…

 

Dum salto levantei-me e dei por mim mais leve e mais alto que o chão…

Alguém muito perto de mim me segurou… era a Teresa…

Segurou o meu braço e disse: - vem , já não precisas de estar aqui…

Mas este era o meu lugar………. vem , disse ela… este já não é o teu lugar…

Despertei incrédulo, como se estivesse a sonhar… triste, mas ao mesmo tempo feliz…

Ela disse-me:- tu morreste, não te recordas?...

olhei para trás e fiquei com saudade, mas ao mesmo tempo triste e pensativo…

afinal depois de tanto lutar e trabalhar, apenas fiquei com o meu pedaço de chão…

 

 

Lasalete …9 h... 6-4-2015

psic.( Paulo Lima)( crónicas do outro lado da vida)

publicado por lapieta@sapo.pt às 10:54

link do post | comentar | favorito
|

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

 

 

pobreza.bmp

 

Não entendo como foi capaz de acontecer…

Creio que foi muito rápido… de repente dei comigo a recolher algumas moedas que caíam junto de mim…

Eu apenas me tinha sentado no chão desiludido…estiquei as costas e pensando que eu estava a pedir esmola, deixaram que as moedas tilintassem para eu as apanhar… e durante todo o dia foi assim, até que me habituei e fiz daquele lugar o meu espaço permanente…

 

Mas o meu olhar jamais se levantou…

A que situação havia chegado um homem que sempre trabalhou…

nunca faltei, nunca fui indolente, nem malcriado para com ninguém…

Fui sempre um trabalhador aprumado e agora dispensado…desempregado …

Caminhei por todos os subsídios…até que me vi sem nada …sem direito a mais nada, fiquei esperando a reforma, que tardará em chegar…

 

Reparei com o tempo que mais homens como eu viviam estendendo a mão…

eu lamentava mas nunca me imaginei a fazer o mesmo…

E agora ali estava eu.. eu e o meu pedaço de chão, como se ele fosse propriedade minha…

Nunca levantei os olhos do chão…

ao mesmo nível do meu olhar,  passavam as pessoas que iam e vinham, denunciando mais ou menos pressa…

Apenas as crianças olhavam para mim e estendiam na minha mão a moeda que os pais lhes entregavam…

Lembrei muitas vezes dos meus irmão pequenos e franzinos…

Naquele pedaço de chão, lembrei a minha mãe com saudade e o cuidado que ela teve sempre comigo por ser o mais franzino de oito irmãos…

 

A meio do dia , já não precisava de estar ali, ganhava para uma sopita e uma sande de manteiga ou de queijo e assim me deitava, no quarto que já consegui apagar, porque a casa de aluguer já há muito tempo que a tinha deixado…

 

A minha Teresa não ia gostar de me ver assim, ainda bem que Deus a levou primeiro…

Agora só resto eu, mas inda sou novo… que faço eu neste estado de miséria…

Dizem que é da crise. Então depois de tanto trabalhar, só me resta um pedaço de chão ?...

 

Mas há uns dias fiquei aflito… sentei-me como de costume e percebi que no mesmo lugar estava uma mulher com duas crianças… as moedas caíam como de costume e eu ia para as apanhar, mas não conseguia…

a mulher guardava as moedas e eu continuei ali na esperança de que ela vagasse o lugar…

Não estava entendendo nada…mas ouvi alguém a perguntar … então o senhor Paulo não está qui…que lhe aconteceu?...

 

Paulo…Paulo… era comigo, é o meu nome…apeteceu-me gritar…sou eu estou aqui.. mas não consegui que me escutassem porque me esforcei para falar e não saía som da minha voz…que estranho…

 

Sempre gostei do meu nome Paulo Lima…quando me chamavam para receber, era assim que eu ouvia o meu nome …Paulo Lima…e lá ia eu buscar um envelope de notas que me enchiam os olhos e o bolso…

 

Voltei a olhar para a mulher que ocupava o meu pedaço de chão…

Mas a mulher apressada, disse:- coitado já morreu vai para um mês… estava com os pulmões afectados…

 

Dum salto levantei-me e dei por mim mais leve e mais alto que o chão…

Alguém muito perto de mim me segurou… era a Teresa…

Segurou o meu braço e disse: - vem , já não precisas de estar aqui…

Mas este era o meu lugar………. vem , disse ela… este já não é o teu lugar…

Despertei incrédulo, como se estivesse a sonhar… triste, mas ao mesmo tempo feliz…

Ela disse-me:- tu morreste, não te recordas?...

olhei para trás e fiquei com saudade, mas ao mesmo tempo triste e pensativo…

afinal depois de tanto lutar e trabalhar, apenas fiquei com o meu pedaço de chão…

 

 

Lasalete …9 h... 6-4-2015

psic.( Paulo Lima)( crónicas do outro lado da vida)

publicado por lapieta@sapo.pt às 10:33

link do post | comentar | favorito
|

CONHEÇA MELHOR



mais importante que verbalizar doutrinas é humanizar atitudes


 

e-mail gifs

coracaocidade@gmail.com


free html visitor counters
hit counter




<




body

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

receber ajuda, sem ter q...

quer um coração novo... ...

3 B ... O BEM O BOM E O ...

o BEM e os BONS ...

NATAL COM ALMA

quando o amor faz a difer...

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

RESSUSCITAR PORTUGAL

O CRISTO ILUMINADO

TODOS OS CRAVOS FALAM DE ...

A CRUZ DA CONVENIÊNCIA .....

O BANQUETE DAS FERAS

SEMPRE QUE O AMOR ME QUIS...

MOMENTOS DE SOLIDÃO/ SUIC...

SER CIDADÃO É ESTAR ATENT...

EXECUTORES DO DESTINO

A ALMA ÀS RISCAS ... OU A...

estou quase nascer...vai...

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

TODOS OS NATAIS SÃO SEMEL...

...

O NATAL DOS ANJOS...

O AMOR É A FORÇA DA BOA V...

UMA ROSA PARA QUEM SABE B...

SE O MUNDO TIVESSE A COR ...

À PROCURA DE UM CAMINHO.....

OS BONS TÊM QUE ACORDAR.....

recolha alimentar com gen...

subscrever a vida com amo...

ser mulher ...É SER LIBER...

obrigada...

MIGALHA --- UMA PIRÂMIDE...

MIGALHAS DE AMOR PARA PRE...

2014... só de mãos dadas

ABRACE UMA MESA DE NATAL....

O AMOR ESTÁ CHAMANDO A HU...

ONDE MORA A LIBERDADE ?.....

uma luz na escuridão...

11 ANOS DE AMOR E DOR…

a química da lágrima e a ...

E VOLTAMOS A FALAR DE POB...

O CORAÇÃO DA CIDADE , tem...

ALIMENTAÇÃO...VERSUS...HU...

Oração da Ternura

os artistas de Deus...

AMAR COM AMPLITUDE…

FOME DE PALAVRAS ...

PROJECTO LEI ... LER ...E...

O CORAÇÃO DA CIDADE NÃO P...

mais comentados

8 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

politica

solidariedade

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

pensamentos

solidão

todas as tags