De INCERTO a 17 de Março de 2007 às 16:58
Boa tarde D. Lasalete...

Na história da vida, sabemos e não podemos fugir a isso, ao cruzarmos com as caras da vida, encontramos feições que não mostram lições, nem qualquer outra faceta do momento...

Ao ler este "post" em que a D. Lasalete mostra uma faceta que não é oculta, porque quem acompanha as noticias da cidade do Porto que não pertence a ninguém a não ser ao "povo" que nela faz jus ao nome da bendita e muito nobre cidade do Porto, já deve ter reparado que o Sr. Pinto da Costa é um defensor desta (dessa) casa que tem pelo nome o "Coração da Cidade" e não ficará indiferente ao ver "colada" a imagem do Sr. Pinto da Costa...
A razão deste meu dito é porque em tempos quando alguém me dizia que nada tinha para fazer e que iria procurar, eu citei a vossa casa que sempre aceita voluntários e se tempo ele tinha por certo, aqui (aí) teria com que passar o tempo.. mas a resposta dele foi pronta e frontal... "sabes, ver o Pinto da Costa colado, só por isso não me apetece ir..."
Eu disse, mas afinal o que é que queres? Ser útil ou seres Juiz? Porque ao menos ele (Pinto da Costa) dá a cara e a imagem e parece-me que não esconde isso, ao contrário de muitos que só aparecem quando é para a imagem e rodeados de bajulações e pelo que me apercebo (que é nada) "ele" está sempre pronto a ajudar o Coração da cidade e deve ter ajudado muito a quem precisava de apoio, porque os "Lobbys" da cidade devem ter engolidos sapos ao ver o Pinto da Costa ao lado de quem precisa... não esqueço e foi muito falado a cedência do Estádio das Antas (ou dragão, não me lembro),, agora diz-me em que é que ele procura protagonismo, o problema que vocês tem porque colam tudo que as pessoas do FCPorto aos interesses de uma só pessoa...

Tb não gosto de colagens, mas toda a ajuda é bem vinda para quem precisa e necessita e se vem do Sr. Pinto da Costa que venha, porque quem procura com estes actos (solidariedade) protagonismo, penso que não seja ele, mas adiante porque a inveja é sarna para quem a tem...

Com isto e porque já sabia que a imagem do Sr. Pinto da Costa estava como benemérito da casa que é em prol dos necessitados e faço apenas um voto, que o Sr. Pinto da Costa não deixe de Ajudar sempre que a isso for solicitado e para isso basta aqui o testemunho da D. Lasalete...

Em causa desta história coloco aqui uma pequena prosa em homenagem a Pinto da Costa...

"A LIÇÃO DO RIO

E o RIO corre sozinho.
Vai seguindo seu caminho.
Não necessita ser empurrado.

Pára um pouquinho no remanso.
Apressa-se nas cachoeiras.
Desliza de mansinho nas baixadas.

Precipita-se nas cascatas.
Mas, no meio de tudo isso vai seguindo seu caminho.
Sabe que há um ponto de chegada.

Sabe que seu destino é para a frente.
O rio não sabe recuar.
Seu caminho é seguir em frente.

É vitorioso, abraçando outros rios, vai chegando no mar.
O mar é sua realização.
É chegar ao ponto final.

É ter feito a caminhada.
É ter realizado totalmente seu destino.
A vida da gente deve ser levada do jeito do rio.

Deixar que corra como deve correr.
Sem apressar e sem represar.
Sem ter medo da calmaria e sem evitar as cachoeiras.

Correr do jeito do rio, na liberdade do leito da vida, sabendo que há um ponto de chegada.

A vida é como o rio.
Por que apressar?
Por que correr se não há necessidade?

Por que empurrar a vida?
Por que chegar antes de se partir?
Toda natureza não tem pressa.

Vai seguindo seu caminho.
Assim é a árvore, assim são os animais.
Tudo o que é apressado perde o gosto e o sentido.

A fruta forçada a amadurecer antes do tempo perde o gosto.
Tudo tem seu ritmo.
Tudo tem seu tempo.
E então, por que apressar a vida da gente?

Desejo ser um rio.
Livre dos empurrões dos outros e dos meus próprios.
Livre das poluições alheias e das minhas.

Rio original, limpo e livre.
Rio que escolheu seu próprio caminho.
Rio que sabe que tem um ponto de chegada.

Sabe que o tempo não interessa.
Não interessa ter nascido a mil ou a um quilómetro do mar.
Importante é chegar ao mar.

Importante é dizer "cheguei".
E porque cheguei, estou realizado.
A gente deveria dizer: não apresse o rio, ele anda sozinho.

Assim deve-se dizer a si mesmo e aos outros:
não apresse a vida, ela anda sozinha.

Deixe-a seguir seu caminho normal.
Interessa saber que há um ponto de chegada e saber que se vai chegar lá.

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres