Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

eu sou a Rosa...

 

 

Já lá vão muitos anos...

 

o telefone tocou trazendo até mim, uma voz rouca, sumida, pouco decidida, entrecortada por choro convulso e desligou...

 

no dia seguinte voltou a tocar... o mesmo choro... a ausência de palavras...

 

e os dias foram-se passando ... até que um dia pedi-lhe que me dissesse o nome dela... ignorou a minha proposta e continuou tecendo em palavras a sua infelicidade ... e os lamentos, sabiam a dor profunda e muito pouco auto estima...

 

 

 

quase meio ano depois, a mulher sem rosto e sem nome, aceitou chamar-se Rosa... embora esse não fosse o seu verdadeiro nome...

 

perguntei-lhe de onde me conhecia, já que passava comigo longas horas ao telefone e sempre no mesmo tom de lamúria ... demonstrando constante desapego à vida , o suicídio era a sua meta mais próxima ...

 

revelou que um dia estava num café e ouvira falar de mim e que a pessoa em questão deu em voz audível o meu número de telefone e ela guardou na memória o número que ouviu e que marcou  logo que encontrou coragem...

 

ao fim de muitos meses já era possível dialogar com ela de forma mais franca e demovê-la da atitude mais dramática que a todo o custo queria adoptar...

 

neste vai e vem a " Rosa"  telefonou para mim  mais de dois anos...

 

já não estava tão decida a  terminar os seus dias e para colmatar a sua solidão a Rosa tinha encontrado alguém que a motivara a viver...

 

um dia, resolveu visitar a casa espírita onde eu servia em nome de Jesus e assim aconteceu...

 

quando entrei na sala de palestras, em cima da mesa estava uma rosa vermelha... tinha um bilhete escrito." eu sou a Rosa" ...

 

já tinham passado muitos anos, pelo menos seis longos anos em que também a minha vida tinha sofrido uma volta completa...

 

beijei a flor e coloquei no espaço onde a tinham colocado , mas não associei a flor a ninguém...

 

o encontro espiritual decorreu normalmente e no final como sempre muita gente para falar e pedir esclarecimento...

 

faltava ainda uma mulher que me fitava com um sorriso muito bonito...

-fiquei para o fim de propósito... disse a mulher olhando firme nos meus olhos... vim para lhe agradecer... a senhora salvou a minha vida ...

 

olhei para aquela mulher sem entender o que dizia e perguntei de onde a conhecia... e ela a sorrir mais uma vez repetiu... eu sou a Rosa... a pessoa que durante mais de um ano a senhora aturou ao telefone...

 

não aguentei e dei-lhe o abraço que sempre desejei dar, apesar de nunca a conhecer quando falava comigo eu tinha vontade de a encontrar e lhe falar olhos nos olhos, mas ela sempre fugiu... e incógnita se manteve... mas valeu a pena... ela estava ali diante de mim... aquela alma que um dia necessitou de um ouvido para falar tudo quanto lhe ia na alma...

 

pensei ...e se eu por acaso tinha desligado o telefone e ....

onde estaria a "Rosa" que naquele momento estava na minha frente ?...

 

neste momento já não a vejo há muito tempo... mas o mais interessante é que nunca lhe perguntei o nome... mas ela sempre me atendia pelo nome de Rosa...

 

hoje ao dar mais uma vez o meu ouvido a outra mulher que me pedia ajuda e depois de ela falar muito tempo... eu perguntei o nome dela e ela me respondeu ... eu sou Rosa...

 

mais uma rosa com espinhos e com medo de perder o seu perfume... e afinal é tão fácil... é só escutar e mostrar de forma convicta que a vida vale a pena... a vida é para ser vivida em pleno...

 

quantas Rosas andam por aí... tristes e murchas com lágrimas nos olhos e o coração aos pedaços... por amor... por orgulho... por falta de amor por si próprias...

 

vamos todos salvar as Rosas... sempre que o telefone tocar... vamos medir bem as palavras e conferir como o tempo é precioso e pode por isso mesmo ser repartido com quem precisa de auxílio, mesmo que seja apenas para desabafar...

 

 

 

 

que Deus abençoe todas as Rosas do mundo...

que Deus lhes conserve o perfume e a sorte ,

de pertencerem a este enorme canteiro que se chama Terra

e está ao cuidado do jardineiro divino Jesus...

 

 

 

uma noite de paz para todos e aquele abraço gostoso...

 

 

 

 

lasalete...

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D