Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

minha prece ... meu querer... poema

 

pedi a Deus me fizesse

árvore de meu jardim

p'ra estender minhas raízes

tornar os outros felizes

neste amor que existe em mim...

ser abraçada pelo vento

beijar  a noite em segredo

esperar pela madrugada

suada, bela , sem medo...

sem medo, bela, orvalhada...

 

pedi a Deus me fizesse

tão grande , tão grande assim

que sendo eu tão frondosa

meu coração fosse rosa

com aroma de alecrim...

ter braços longos abertos

como uma cruz num altar

para rezar minhas preces

choradas em meu olhar...

ter orvalho feito contas,

nos olhos que Deus me deu,

num verde de mar revolto

onde meu canto vem solto

e se solta do pranto meu...

tal como as ondas do mar...

meu coração alterado

tem sangue rubro de amar

os sonhos dum condenado...

tenta quebrar as algemas

e as grades duma prisão

onde os anjos guardam penas

soltas em cada oração...

 

Deus atendeu meu pedido

e fez-me filha do vento,

fez-me irmã do pensamento,

deu-me a Lua como amiga

a noite por confidente

e o Sol durante o dia

queimando meu sonho ardente...

deu-me seiva perfumada

num olhar meigo e profundo

mas não se compadeceu

fez-me igual a todo o mundo...

 

insistindo em minha prece

voltei a pedir a Deus

me fizesse uma andorinha

sem Primavera, nem Verão...

Deus escutou meus apelos

afagou os meus cabelos...

deu-me letras, deu-me voz,

deu-me ternura de amar

deu-me vida de poeta

que em minha alma secreta

é o mesmo que rezar...

 

mostrei a Deus minhas mãos,

que bailam como andorinhas

mendigam, como mendigam,

com fome, tão pobrezinhas...

Deus ouviu ... ficou olhando

meus versos  feitos de amor,

sextilhas, quadras, sonetos,

poemas longos, discretos

que falam de pranto e dor...

 

mas a chorar disse a Deus

sincera neste meu crer...

se não puder versejar

vivendo por tanto amar

então prefiro morrer...

 

 

lasalete - 28-8-08  (coisas do fundo da alma)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D