Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

o lado oculto do coração ...

 

dizem que amar é preciso... eu digo que saber amar é essencial...

todos os dias nos chegam problemas de violência em todos os espaços do quotidiano , nas mais variadas relações, nos mais diversos gestos, protagonizados por todas as classes sociais...

 

a menos que não tenhamos olhos para ver e ouvidos para ouvir, o número de casos cresce a cada dia...

 

a violência doméstica está sempre a ser discutido e por todos os meios morais e espirituais, existem entendidos não só a discutir o problema mas a tentar travar o surto dessa violência...

 

quando essa violência acontece sobre idosos ficamos extremamente chocados e mais chocados ainda quando ela é exercida sobre as crianças...

 

no que reporta aos casais em situação de violência as mulheres parecem ser as mais atingidas, mas são muitos os casos em que  o homem é sovado diariamente...

 

a falta de respeito vai acontecendo e vai-se alastrando, porque o lado oculto do nosso coração não aguenta a chama de um amor que um dia existiu... vai-se lá saber porque amainou o prazer de gostar de alguém , a doce magia de querer esse alguém bem perto de nós...

 

todavia, o que me leva hoje a escrever, é um tipo de violência que está a acontecer com os filhos mais jovens a partir dos treze anos, onde se registam casos de grande violência sobre os pais... na sua maioria ainda são pais jovens que não conseguem dominar a má formação dos filhos...

 

quase sempre são crianças que de forma precoce, já fizeram uma viagem pelos consultórios de algum psicólogo... mas que a dado momento fizeram uma paragem obrigatória porque os resultados não se apresentam tão satisfatórios e porque demoram, o abandono vai acontecendo...

 

inúmeros casos de violência doméstica estão a ser acrescentados diariamente e têm como protagonistas jovens , entre os 13 e os 30 anos , que diariamente colocam a vida dos pais à beira de um ataque de nervos , transformando o lar num espaço de dor e sofrimento, alterando por completo a vida de outros irmãos mais calmos e com necessidade de crescer num ambiente mais calmo, como qualquer ser que está em formação...

 

que havemos de fazer?... perguntam esses pais... a polícia não consegue fazer nada... não há ninguém que nos ajude...

 

grave este problema...

falamos de amor firme, que é usual hoje em dia como medida de constrangimento e de aplacamento da situação...

 

será o descuido dos pais?... será o fruto duma educação deficiente ? ... será falta de educação dos próprios  pais ou falta de coragem para corrigir na altura certa os primeiros sinais duma violência ou agressividade crescente ...

 

difícil de entender e mais difícil ainda de aconselhar... mas, sempre temos que ouvir e ajudar na certeza de cada caso é um caso diferente e que desse conflito que converge em violência crescente, o papel dos pais é muito importante, no que reporta a colocar regras bem cedo, para que o bom funcionamento dentro do lar, possa acontecer com as regras dos próprios pais e não com as regras dos filhos...

 

muitos pais deixam que os filhos façam tudo o que entendem por bem fazer, porque sentem receio de que possam "meter-se" em problemas... referindo a droga como o meio mais conhecido e temido desses problemas que invocam...

não pensam que todos os dias, a qualquer hora, seja onde for, o problema da droga está entre nós e os convites ao consumo são constantes ...

 

importante mesmo é educar os jovens no sentido da firmeza para com o meio e cedo lhes mostrar as consequências dos actos menos bons que qualquer um de nós comete...

 

a importância da célula familiar deve ser discutida em casa... a importância de se ser feliz e não a importância de uma boa posição financeira, deve ser o diagnóstico para uma boa saúde mental dos nossos filhos...

 

ser grande é ser bom e ser justo, humanamente tolerante, sem medos e sem receio de críticas de quem nos rodeia...

garantirmos aos nossos filhos a certeza de que se eles falharem nós estamos lá para os socorrer e ensinar e não para lhes facultar os meios financeiros para que eles possam comprar todos os vícios que possuem e que ainda não sustentam...

 

o lado oculto de muitos corações está aí, triste e sofrendo ...

o medo e até o pavor no rosto de muitos pais, é de doer, porque já referem medo de entrar em casa... medo de que chegue a noite e tenham de enfrentar os filhos, que se transformam em carrascos de todos os familiares...

 

eu deixo aqui a pergunta...

quem ajuda estes pais ,quem discute estes casos que estão a aumentar a cada dia que passa?...

 

viver em paz, é o desejo de todos nós...

como sofrem estes pais que um dia vêm nos filhos " monstros" como alguns referem e que quase afirmam já não sentir por eles o amor de outros tempos...

 

há dias surpreendi um homem de 50 anos a chorar e percebi que não queria ir para casa , muito embora já estar a fazer-se tarde... o medo em seus olhos é notório... confidenciou que tinha medo de ir para casa por causa do filho com 23 anos...

 

presos com salvo conduto estão estes pais prisioneiros de uma situação que urge compreender...

 

o amor continua a ter razões que a razão desconhece... vai-se lá saber porquê ?...

mas será isto amor... ou o lado oculto do coração, onde vidas passadas têm um papel evidente...

 

lasalete...

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D