De Maria Helena a 5 de Novembro de 2009 às 22:22
Olá!
Desculpe... só gostaria de rectificar uma coisa:
Deus não é a consciência primária de todas as coisas!
Quando alguém mata, rouba ou viola uma criança, Deus não tem nada a ver com a consciência do indivíduo... logo, não é a consciência primária de todas as coisas.
Mas nouto aspecto tem razão, Não há velinhas que possam fazer alguém chegar a Deus! Só a fé em Jesus Cristo Vivo e ressuscitado, que através do Seu sangue nos ofereceu a salvação!
Se cada um de nós fizesse o que Jesus nos ensinou, este mundo seria bem melhor. O problema é que acrediatr num Jesus morto não transforma vidas, nem mentalidades.
Deus ama-nos incondicionalmente, mas o homem, na sua maioria, decidiu que se conseguiria salvar a si mesmo e deixou de pensar e amar o próximo.
Deus a abençoe!
De lapieta@sapo.pt a 6 de Novembro de 2009 às 11:27
grata pelo comentário

atenção amiga... o que está no blog não é a palavra consciência, mas inleligência suprema, que é difierente ...
eu como espírita não colocaria em Deus a responsabilidade da nossa consciência, já que o livre arbítrio nos faz responsaveis de todos os nossos actos e nunca coloca á responsabilidade de Deus as nossas mazelas espirituais...
ler » O livro dos Espíritos» é fundamental, para entendermos muita coisa que até então não tinha resposta...
retifique por favor

um abraço lasalete
De Maria Helena a 6 de Novembro de 2009 às 11:41
Bom-dia!
Acredito que tenha sido um lapso... mas ontem estava escrito "Consciência primária", e ainda bem que retificaram!
Quanto à literatura fundamental... É a Bíblia Sagrada, a Palavra de Deus Viva e Eficaz que transforma vidas e nos dá a conhecer Jesus Cristo, para além do homem, Ele É Aquele que desceu do Céu, veio a este mundo morrer por nós, para assim nos dar acesso ao Pai, RESSUSCITOU e porque Ele vive posso crêr no amanhã, porque a minha vida está nas mãos de um Deus vivo! Sei para onde vou!
Fique bem!
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres