Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

P E C ...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Porque        ?????????????

Estamos       ?????????????

Confusos       ?????????????

 

 

não sei nada de economia... de política também nada entendo... mas entendo que estamos muito  mal e que há que pôr um ponto final no assunto deste mal estar generalizado...

 

quando se fala no programa de estabilidade e crescimento, percebe-se que esta aventura económica está a chocar de forma concreta apenas aqueles que trabalham diariamente e que se esforçam ainda por singrar na vida...

 

o que me preocupa pessoalmente, é que estamos a gastar verbas enormes com muitos portugueses que com força e em idade activa, dizem de forma declarada que não querem trabalhar e que preferem estar a ser subsidiados, mas que não trabalham por baixo salário...

 

o que mais dói é não ter trabalho e considero uma falta de respeito por parte destes portugueses em relação aqueles que não têm nada, nem subsídio, nem emprego nenhum, por uma série de impasses que sempre acontecem...

 

é degradante ver os cafés sempre cheios e se pudermos averiguar a maioria dos seus frequentadores são os subsidiados e nada querem senão passar férias com carácter continuado...

 

sempre defendi que o subsídio deveria ser repartido pelo novo empregador e depois completado pelo estado, encontrando assim, forma de colocar a trabalhar quase todos os que gostam de passear ao sol...

 

as novas oportunidades e as novas competências também acontecem quando vamos ao encontro de uma nova profissão e de bom grado tentamos acertar os ponteiros e assim conseguirmos desempenhar nova actividade, por vezes bem diferente da que desenvolvíamos, mas sobretudo pelo prazer de estarmos ocupados e de nos sentirmos úteis á sociedade, colaborando no progresso, que depende de cada um de nós ...

 

o estado, com toda a sua máquina de apoio social, não pode suportar por muito mais tempo , este défice de trabalho e não pode sustentar eternamente este caudal de gente que nada faz a não ser dormir, comer e gastar...

 

logicamente que a generalidade dos subsidiários não são assim, mas o que acontece é que o número dos que nada preferem fazer é enorme...

 

há os que recebem por direito o subsídio , mas ao mesmo tempo se esforçam por singrar na vida, procurando exaustivamente forma de o conseguir… mas o caricato é que quando finalmente atingem os seus objectivos, logo lhes cai a máquina do estado em cima e com a vergasta dos impostos os vem sujeitar a uma penúria e a um desgaste emocional que desespera, sabendo de antemão que os impostos que advêm do seu trabalho, vão ser canalizados para os que continuam sem nada querer fazer…

 

continuamos a trabalhar, para sustentar os que se negam a fazê-lo…

 

 

 hoje na imprensa diz-se que 58000 empregos foram rejeitados...

 

era preferível gastar um pouco em fiscalizadores, no que concerne ao trabalho e aos trabalhadores...

 

educar para trabalhar é urgente...

educar para evoluir é essencial...

viver para ter saúde mental é vital...

 

porque senão, o que nos espera, é um banco de jardim ou um sofá onde nos abandonarão por sermos velhos e inúteis de forma tão precoce...

 

é necessário legislar algumas regras no que toca ao trabalho e fazer com os sindicatos também sensibilizem os trabalhadores de que o trabalho é necessário para criar uma vida mais saudável...

as greves isoladas e sem informação não ajudam a ninguém e muito menos os trabalhadores, apenas servem interesses políticos, senão vejamos, quando é que os sindicatos ajudam os trabalhadores quando as situações estão mais difíceis?...

não deveriam ser os sindicatos a promover o emprego e porque não a fiscalizar para que os trabalhadores não fossem explorados, mas também para que não explorem os patrões…

promover a inércia não é correcto e deveriam quanto antes ajudar a educar quem precisa de trabalhar, já que todos conhecemos, pequenas e médias empresas em que o “patrão”, trabalha lado a lado com os seu trabalhadores e por vezes em termos reais, bem menos de seu…

 

é necessário promover quem trabalha com honestidade…

 

viver de subsídios sem nada fazer é desonesto…

 

hoje em dia recusam trabalhos com ordenados de 600€ porque fazendo contas as despesas de transporte e as horas de sono que possam dormir , estão mais bem pagas pelo subsídio que o estado paga…

 

e já agora os políticos deveriam falar de forma mais simples, numa linguagem que se entenda, para que possamos decifrar esta charada a que se chama politica económica...

 

ensinar a crescer economicamente, na maioria das vezes exige sacrifício e há que promover esse investimento… lamentavelmente por vezes há que forçar a isso mesmo…

 

aprender a progredir não é fácil...

 

mas o nanismo politico deixa-me deveras preocupada... os políticos têm uma forma acéfala de convencer, porque estão sempre preocupados com a sua imagem e não com o progresso dum povo com o qual se comprometeram e a quem têm de conduzir…

 

devido á minha posição até parece que não tenho dó das pessoas que estão a receber subsídio… pois é exactamente por isso que lamento esta falta de condução subsidiário…

para mim é uma tragédia humana que ninguém tem coragem de travar…

 

que mundo deixaremos aos nossos filhos ?... em que mundo viverão as gerações futuras ?...

 

a violência crescente , não é nada mais nada menos do que o descontentamento social, que cresce a cada dia que passa…

 

nascemos para sermos felizes e o trabalho faz parte dessa felicidade…

 

lasalete

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D