De jorge aguiar a 31 de Março de 2007 às 15:47
Infelizmente, neste País, no momento assiste-se a uma pressa de arrecadar impostos e, não sendo possível, penhorar tudo e qualquer coisa. Um dia vamos olhar em volta e perguntar: - De quem é aquela casa ?? De quem é aquele carro ??
- É das Finanças ... !
O contribuinte, só por o ser, já é criminoso !
É lamentável que todos os dias assistamos a situações como a deste post . Vivi um caso, ainda ontem, de ter dois polícias à minha espera para me passarem uma multa por estacionamento em local proíbido, porque não havia outro lugar e eu precisava de sair urgentemente com o carro.
Depois ficamos muito admiradas que haja levantamentos populares, mas que outro género de reacção esperam as autoridade deste País que, no final de contas, vivem daquilo que nós produzimos ??
Que respeito têm pelos cidadãos ?? Procuram saber a causa de se ter chegado a uma situação de penhora ?? Acaso será uma situação agradável para o cidadão o chegar a esse ponto ???
De salomé a 29 de Julho de 2008 às 12:37
É capaz de já ser tarde (29/07/2008) mas o sr . não se esqueça que TODOS os trabalhos são importantes desde que sejam feitos com responsabilidade , empenho e honra. Um Polícia ganha o pão do seu trabalho, por enquanto ainda necessário porque sem eles o caus seria insuportável devido à inferioridade moral que ainda existe e prolifera no mundo. Se o sr . estacionou num local proibido seja lá porque motivo foi, tem mais é que assumir o seu acto e pagar a referida multa... não presume que para si fosse diferente... diga-me lá o sr . se todos fizéssemos o que o sr . fez, assim com tanta facilidade o que seria das nossas cidades. A propósito um funcionário publico trabalha, ganha o fruto do seu trabalho como o sr . e também paga impostos o seu trabalho é tão útil como o de qualquer outro trabalhador...actualize-se e crença...
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres