Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

o toque do Mestre...

Manos.gif

era Abril como hoje...

                         estavamos em 1997...

                                              tudo era novo para nós...

a medo, davamos os primeiros passos na ânsia de encontrarmos o caminho que nos havia sido anunciado  " a solidariedade"... mas tudo era tão novo para  nós ...

as instalações da Associação Migalha de Amor -AMA - tinham mudado da Rua do Almada para a Rua do Bonjardim...

Era ali que a espiritualidade nos tinha colocado, era ali que nos queria,  quando nos anunciou que na cidade do Porto tínhamos que abrir um "restaurante" a que iríamos chamar O Coração da Cidade ... e quando fez chegar até nós de forma inusitada essas mesmas instalações...

Tudo fizemos de bom grado...  como espírita, nunca duvidei que o prometido consolador que em meu espírito se desdobrava de cores novas e que me fazia vivenciar dias completamente diferentes , em experiências que eu nunca imaginara viver, me iria desamparar...

No bulício das mudanças e na vontade que a todos nos movia para abrirmos quanto antes o espaço solidário para os sem abrigo do Porto, tudo em nosso redor passava ao lado...  nós vivíamos, como ainda hoje, da boa vontade daqueles que acreditam que é possível construir um mundo melhor...

Mas todos os meses as contas surgem para pagar e  nós temos que cumprir...

Nesse  mês de Abril não era diferente... e nesse dia, bem perto de pagar a renda da casa recolhi ao meu lar, apreensiva , triste e chorei... não tinha como pagar a renda da casa espírita , mas não podia parar ... também não podia estar sempre a pedir a quem me ajudava que o fizesse novamente, já que as obras de renovação sempre custam mais um pouco e por mais pequenas que fossem as instalações, sempre se gastou um pouco mais... o que deveria fazer ?...

Orei e contei ao meu anjo o que estava a acontecer... como se ele não soubesse ... clamei por Jesus e falei ao mentor de casa: -Pai Samuel ajuda-me ... não tenho bens próprios , não tenho nada de meu, precisamos de fazer alguma coisa, aqui na Terra ainda se paga com dinheiro o que precisamos ... por caridade ajuda-me porque não sei que fazer...

Não consegui adormecer sem chorar novamente , mas ao mesmo tempo que experimentava uma dor imensa, uma sensação de paz me invadia como se me retirassem para bem longe... sei que acordei nas nuvens, tranquila e sem medo ...

 

Tal como agora, a hora tinha mudado, mas eu nem dera por ela...

Pela tardinha preparei-me para realizar a palestra habitual e cheguei como sempre mais cedo ... mas estranhei... !!! eu tinha vindo tão cedo e já estava tanta gente à minha espera ?... a que teria acontecido ?...

Uma amiga abordou-me e disse: - então esqueceu-se da hora ? - que hora ?  perguntei... é verdade a hora mudou, nem me lembrava...

Abri a porta e entramos todos, reparei no entanto que nos braços de algumas mulheres, havia muitas flores , em todos uma boa disposição ... mas o que mais estranhei é que muitos dos que ali estavam, já não frequentavam a casa espírita fazia muito tempo... tinham aderido à causa, mas distanciaram-se invocando razões várias ou simplesmente desaparecendo como acontece por vezes...

Depois de nos cumprimentarmos, a maioria começou a querer pagar quotas atrasadas e a entregar donativos, por uma intenção ou por outra e eu chamei a tesoureira e encarreguei-a do assunto em questão...

Só eu e ela é que sabíamos que o  mês estava muito apertado e que o dinheiro não abundava ...

Eu sempre me mantinha na expectativa de que Jesus não me faltaria ... ouvia às vezes com tristeza.. - tu confias demais um dias vais-te ver em maus lençõis...

Realizamos o apoio espiritual como nos competia ... a sala estava cheia de gente e cheia da flores... as rosas da Rainha das Rosas estavam ali... ela era a mentora do projecto solidário que estava para acontecer ...

Quando fiz a prece final lembrei-me que tinha pedido ajuda e ao olhar as flores experimentei uma sensação de paz e disse para comigo... ( vamos ser ajudados... Ela enviou-me flores )...

No final dos trabalhos espirituais todos se retiraram e a tesoureira estava radiante, falando com algumas pessoas da Direcção e contando o facto de eu estar tão aflita para pagar o aluguer... abordou-me feliz e disse:

-olha não é preciso estar tão aflita ... podemos pagar a renda e ainda temos como pagar para o  mês que vêm... não sei o que se passava, mas toda a gente vinha na disposição de pagar o que devia ... houve pessoas que pagaram um ano de atraso ...

-que bom ... disse eu ...

retirei-me e chorei comovida... agredeci :-eu sabia que Tu não me faltarias Senhor... Tu disseste que não nos deixarias  sós ... obrigada...

Voltamos todos para casa mais tranquilos... a Fé a que muitos se referem é  por vezes difícil de entender...

quando me perguntam o que é a Fé eu tenho sempre dificuldade em responder... meu anjo "AURO" fala-me da Fé deixando esta explicação

" a Fé é um sentimento que provém da natureza divina ... tem a força e a coragem da semente, a frescura e a esperança das folhas, a doçura e a vida dos frutos, nutre-se de Deus que ó o tronco universal e alimenta por onde  passa e assim o deseja... as experiências no campo da Fé  exigem do ser humano serenidade... por isso mesmo, quando pedires algo a Jesus, serena o espírito , retira-te para falar com Deus e ora... porém não te esqueças de agradecer os dons já recebidos... se o teu pedido não for atendido, o momento já valeu pelo louvor... isto é Fé...

as primeiras palavras poéticas quando meu amigo Auro fez a sua abordagem para me iniciar nas lides espirituais dizia:

" Confia...

à noite sucede o dia...

à sombra sucede a luz

e no fim de cada dia ... encontras sempre Jesus ...

Este  episódio,  como outros até mais espectaculares que já vivenciamos, sucederam depois que iniciamos a obra social d'O Coração da Cidade... ela tem, sem sombra de dúvida, o toque do Mestre...

lasalete

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D