Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

semana após semana...

 

 

semana após semana , a vida nos pede que olhemos o mundo com outros olhos e que estejamos atentos a todo o movimento...

 

como diz o meu anjo... APRENDE A LER OS SINAIS ...

 

quer queiramos quer não, a vida não pede a ninguém para continuar e os dias sucedem-se uns após os outros e sesundo a segundo, vamos acumulando na memória, vários episódios, uns interessantes e gostosos de rever, outros não menos interessantes mais dolorosos de visitar...

 

e, assim, a vida lá se vai posicionando...

 

uns dizem que assim é que aprendemos e vamos crescendo interiormente, outros até apontam a Deus a falta de visão para o sofrimento que nos vai surpreendendo, mas outros existem que pensam que têm o controlo de todas as situações e que tudo o que passa em sua vida não tem nada a ver com qualquer ser superior ou coisa que o valha...

mas, lá virá o dia em que esse controle pessoal, sai das suas mãos e a vida continua a girar, não da forma que eles queriam e estavam habituados, mas obedecendo, como é normal ás leis naturais, cósmicamente libertas e deliberadas " por essa tal força superior", que loucamente eles rejeitavam...

 

ninguém deixa de viver, porque acredita ou porque deixa de acreditar...

mas, uma coisa é certa...

é que acreditar é um passo seguro para muitas certezas que hoje estão no lugar das dúvidas de antigamente...

 

acreditar, não é cegar sem opinião e rezar, e prometer, sem conta peso ou medida, aos deuses do além, mirabolices emocionais, que não sabemos controlar e que usamos, para ludibriar, como é apanágio do humanozinho que representamos, em alturas de maior confusão...

 

acreditar é ter a nossa vida na mão, sermos humildes o suficiente, para perceber que não controlamos tudo... mas que, existem forças superiores que imprimem movimento, a quem se quer movimentar e que de forma declarada e correcta, ao não inverter, sem subverter o movimento, põem a funcionar uma lei fantástica, sinónimo de justiça universal " a lei de causa e efeito"...

 

desse movimento a que ninguém se pode furtar, saímos efectivamente mais fortes, mais capazes de falar de coisas e coisinhas que desconhecíamos... e  com algum bom senso, ficamos com ánimo para enfrentar os problemas e a eles darmos resolução, porque o movimento nos deu experiência para tal...

 

semana após semana, a vida vai colhendo de todos nós, informações completas da nossa evolução, e não será de estranhar, que de cada vez, a cada dia que passa,  as provas surjam maiores e mais difíceis de ultrapassar...

tal qual como quando mudamos de classe, os exercícios vão sendo de resolução mais difícil, mas também vamos  sendo preparados para tal...

 

semana após semana, ainda existem seres humanos que não fazem esforço para saírem da " cepa torta" e de se endireitarem abraçando a vida e todas as dificuldades que nela encontram...

nesse impasse, arrastam outros seres á sua guarda, mais frágeis e menos capazes...

muitos seres humanos rejeitam a ajuda que chega, cegando perante as dificuldades económicas que estão a entrar em sua casa, ou que até já se instalaram de vez, recusando peremptoriamente um pedido de auxílio...

 

mas, existem os que não têm dificuldades e têm tempo... e aqui me preocupo, é ao deparar com a  dificuldade, que muitos seres humanos têm de se movimentarem e não se integrarem na vida, ajudando os outros na ultrapassagem desses mesmos problemas...

a palavra solidariedade, para os menos esclarecidos, ou seja, para os egoístas e pouco inteligentes, ainda é letra morta...

estes podem ter pão para comer, mas não são felizes... a não ser que estejam cegos interiormente... neste caso são pouco inteligentes, e apenas se movimentam pelo instinto... aqui se manifesta o primitivismo da acção do movimento...

 

estarmos envolvidos com todo o movimento  universal, é um sintomático de inteligência , e mostra que estamos conscientes de que fazemos parte integrante de todo o movimento cósmico, a que nenhum ser se pode furtar...

 

vida após vida na Terra, todos nos movimentamos empreendendo movimento á nossa evolução...constituintes que nos tornamos de acções regeneradoras...

e, quando do outro lado vida nos sujeitamos á inspecção pessoal " o tal juízo final", desses nossos movimentos, verificando as falhas sucessivas, então, nós pedimos para voltar e aprender e respeitar " o tal movimento" e assim conseguirmos em consciência, emendar com sabedoria a sabotagem ao movimento cósmico...

 

o igual atrai o seu igual... tal é a lei...

 

semeemos para colher, e semeemos bem e o bem...

então colheremos o bem,  e bem...

 

este ó o movimento a que não podemos fugir, porque ser algum está acima da Lei Divina...

 

ninguém se furta á emenda...

 

que acreditemos ou não... a LEI DIVINA a todos rege...

 

uma semana de próspero trabalho...

 

lasalete

o Inverno da vida ...

 

 
os olhos dos velhos em luto permanente...
avultados de dívidas á vida que mal aproveitaram...
estão sugados pelo tempo, que sem tempo os empurrou de forma labiríntica e os calca ... e os esquece... e já nem para eles olha como em outros tempos...
 
o Inverno da vida é severo, rigoroso e implacável...
 
ontem o meu Tel. tocou...
uma voz choroso, com muita idade chorava aflita, com frases decoradas por tanta insistência em serem repetidas e a voz que chorava sabia a coração dorido de tanto desgosto...
 
o filho já com idade respeitável, transformara-se no seu carrasco...
os gritos e as agressões constantes, são o pão nosso de cada dia...
mas, não se pode queixar, não pode dizer que a agressão física acontece e sabe de antemão que se o filho souber que se queixa, as agressões serão maiores...
 
esteve internada para uma operação melindrosa e não deixou o cartão de crédito na mão do filho, já que de vezes anteriores ele simplesmente gastou todas as suas economias...
 
viver em conjunto com ele, para ela, é um suplico enorme, mas ninguém a pode ajudar...
 
ela apenas se quer lamentar e fê-lo durante uma hora...
 
depois se despediu duvidando da existência de Deus, e angustiada, pedia que o filho partisse rapidamente deste mundo, para ela ter sossego...
arrepende-se de escolher a companhia do filho , mas tem que viver com ele...
o álcool a que o filho se entrega diariamente, agrava a sua má disposição para com aquela, ela que lhe deu a vida...
 
já muito de noite, lá consegui que fosse dormir, e no meio de muita desculpa, desligou para ver se descansava...
 
quando a vemos a passar percebe-se que carrega uma dolorosa cruz...
cambaleia e chora mal encontra os nossos olhos...
pergunta sempre que mal fez a Deus para ter uma velhice tão difícil...
 
aconselhei o apoio á vitima, mas ela tem medo...
 
assim caminham muitos idosos neste mundo, sovados pelos menos velhos e por alguns bem mais novos...
 
as lágrimas confundem-se com as rugas e sempre que choram pensamos que são as dores próprias dum corpo cansado... mas não... são as dores da alma, bem fortes quando são provocadas por filhos sem coração...
 
o Inverno da vida... quem lhe chamaria assim...
 
que bom seria que com a experiência acumulada pudéssemos na idade mais avançada, voltar a ser Primavera ou Verão... como o mundo seria diferente...
 
o Inverno da vida, gelado de amor e quente de preocupação e desgostos, ainda é o que espera a maioria dos mais velhos neste mundo...
 
por isso eu sempre recomendo, que se esforcem por se manterem activos, física e mentalmente, e parem apenas quando a vida de forma declarada e concreta assim o exigir...
 
até lá, mantenham a força viva que os trouxe até aqui e vivam, vivam todas as loucuras, todos os amores, sem vergonha e com mais energia...
 
nós, os que ainda não estamos velhos, semeemos a Paz e não permitamos que ninguém, nem mesmo um filho nos retire essa paz...
 
um abraço do tamanho do mundo ...
e se você que está a ler esta página tem junto de si alguém mais velho, que simplesmente ignora, corra para ele, abrace-o e fique a contemplar de mente limpa, o Inverno da vida, porque há rosas que ainda florescem no Inverno, mantendo o seu perfume inigualável...
 
 
lasalete
 

volteiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii...

Vai para muito tempo que não venho ao meu espaço de descanso... onde as verdades que escondo no coração são expostas e de forma directa acabam em letras dispersas que revelam sem dúvida os meus sentimentos...

 

todos passamos por crises de revelação e eu não fujo à regra e preferi estar algum tempo ausente...

 

é necessário de quando em vez entrar dentro do nosso coração e solicitar ao nosso anjo um passeio mais expressivo e que de certa forma não estejamos condicionadas ás exigências do dia a dia e que ele nos ajude a raciocinar sobre a vida que nos rodeia...

 

apesar dos tumultos mundiais que a todos os níveis nos deixam perplexos, até mesmo pelo inusitado das situações, eu, enquanto pensava fiquei a administrar o meu raciocínio sobre tudo o que diante de mim por esse mundo fora se manifestava...

 

sofri pelo sofrimento que por todo o lado me mantinha inoperante, pois que tão longe eu estava da paisagem de dor que a TV me mostrava a cada momento...

 

por certo Deus enviaria ajuda e tal como muitos outros apenas me restava orar para que no terreno os que voluntariamente ali prestava socorro o pudessem concretizar de forma célere e humanitária...

 

todavia eu que me tinha retirado das letras para pensar, chegou um dia em que queria escrever para dizer o que me ia na alma e não consegui...

propositadamente fiquei no meu canto, muito embora a saudade que causa escrever a cada minuto...

 

mas fez bem encarar uma paragem, porque me encontrei com as ideias que dentro de mim se arquivavam direitinhas levando-me a repensar o meu caminho e a analisar tudo o que fiz até á data de hoje...

 

que grande aprendizado foi o meu...

 

mas, neste momento ideias novas estão dentro de mim para serem concretizadas e assim continuar a dar corpo a todas as actividades que no Coração da Cidade estão sempre activas e que se desenvolvem livremente para dar apoio a todos os que necessitam de ajuda...

 

já voltei ás letras .... estarei aqui mais vezes e responderei a todos os que tem escrito para mim pedindo mais uns quantos posts para que aqui possam voltar...

 

 

volteiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii...

 

lasalete

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D