Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

escravos de pele clara ...

Parece que deixei meus amigos para trás... não seria impossível fazê-lo...

As minhas tarefas são diversificadas e sempre aparece algo inusitado para realizar e por vezes não temos mãos a medir...

mas hoje quero partilhar com os amigos deste blog, algo que hoje aconteceu...

 

ser pobre é muito triste...

sem querer aos olhos dos outros sempre somos menos e piores que os outros...

 

hoje necessitamos de socorrer um homem que no fundo faz parte dos nosso filhos...

mais de quatro rapazotes bem constituídos se engalfinharam com o pobrezinho e sem mais delongas... bateram, insultaram e não paravam de maltratar...

 

 

Depois de o terem defendido e metido dentro da instituição, fomos saber afinal de que é que se tratava para estarem a agredir o senhor daquele jeito...

 

acusavam o pobre de ter assustado uma irmã deles ... jovem com 13 anos de idade e que tinha agarrado a menina, que chegara à escola a chorar...

a menina descreveu o homem e eles partiram para descobrir o homem... olharam para aquele senhor e parecia pobre, como ele se dirigiu para o Coração da Cidade, só podia ser ele... há que agredir...

 

convencemos a que chamassem a polícia... a polícia chegou, o pobre falou com a polícia e repetia que não se meteu com ninguém...

 

- Venha cá .. dizia o polícia... a jovem vai ver se foi mesmo vocè ...

 

o homem vai à porta ainda com medo e a jovem diz, de forma peremptória ...

- não foi este homem que me agarrou ... não é ele...

 

e agora? ... quem indemniza o homem pelos danos físicos e morais...

 

certamente ninguém, porque ele é pobre...

 

quantos pobres pagam inocentemente apenas porque são pobres...

 

a injustiça social está em todos os campos, mas rompe de forma dolorosa pela  vida de quem nada possui...

 

afastaram-se os jovens sem um pedido de desculpa ... espero que envergonhados pela triste figura que fizeram perante um ser humano que pelo aspecto já parecia capaz de molestar a jovem que queriam defender...

 

a sorte do homem foi estar bem perto da instituição que o apoia ... de outro modo teria ficado bem magoado...

 

é exactamente deste jeito que a violência acontece por aí, porque gratuitamente se espanca, se insulta, se violenta a liberdade dos que apenas querem estar em paz ...

 

estamos na era dos escravos de pele branca ... amarrados a uma sociedade na sua maioria preocupada consigo própria onde o egoísmo parece ser a sua segunda pele...

 

ninguém se lembra que um dia todos estes pobres, também foram os meninos de alguém... meigos e dóceis ... com a inocência a emoldurar-lhes o rosto ... tão distantes nas figuras que agora arrastam por esse mundo de Deus...

 

para quem não sabe o que é a caridade, eles são farrapos humanos...

 

por mais estranho que nos parece um ser humano, ele dentro de si também tem um coração...

 

assim se percebe que não é necessário ir até ao campo de futebol, para se observar tanta violência...

 

necessárias são algumas lições de civilidade ...

 

talvez esteja na hora de formar claques do bem...

 

mas também faz imensa falta mais policiamento nas ruas, para ajudar os que mais indefesos e sós precisam de apoio...

 

casos da rua... rostos da rua na linha da pobreza...

 

lasalete

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D