Sexta-feira, 13 de Abril de 2007

escravos de pele clara ...

Parece que deixei meus amigos para trás... não seria impossível fazê-lo...

As minhas tarefas são diversificadas e sempre aparece algo inusitado para realizar e por vezes não temos mãos a medir...

mas hoje quero partilhar com os amigos deste blog, algo que hoje aconteceu...

 

ser pobre é muito triste...

sem querer aos olhos dos outros sempre somos menos e piores que os outros...

 

hoje necessitamos de socorrer um homem que no fundo faz parte dos nosso filhos...

mais de quatro rapazotes bem constituídos se engalfinharam com o pobrezinho e sem mais delongas... bateram, insultaram e não paravam de maltratar...

 

 

Depois de o terem defendido e metido dentro da instituição, fomos saber afinal de que é que se tratava para estarem a agredir o senhor daquele jeito...

 

acusavam o pobre de ter assustado uma irmã deles ... jovem com 13 anos de idade e que tinha agarrado a menina, que chegara à escola a chorar...

a menina descreveu o homem e eles partiram para descobrir o homem... olharam para aquele senhor e parecia pobre, como ele se dirigiu para o Coração da Cidade, só podia ser ele... há que agredir...

 

convencemos a que chamassem a polícia... a polícia chegou, o pobre falou com a polícia e repetia que não se meteu com ninguém...

 

- Venha cá .. dizia o polícia... a jovem vai ver se foi mesmo vocè ...

 

o homem vai à porta ainda com medo e a jovem diz, de forma peremptória ...

- não foi este homem que me agarrou ... não é ele...

 

e agora? ... quem indemniza o homem pelos danos físicos e morais...

 

certamente ninguém, porque ele é pobre...

 

quantos pobres pagam inocentemente apenas porque são pobres...

 

a injustiça social está em todos os campos, mas rompe de forma dolorosa pela  vida de quem nada possui...

 

afastaram-se os jovens sem um pedido de desculpa ... espero que envergonhados pela triste figura que fizeram perante um ser humano que pelo aspecto já parecia capaz de molestar a jovem que queriam defender...

 

a sorte do homem foi estar bem perto da instituição que o apoia ... de outro modo teria ficado bem magoado...

 

é exactamente deste jeito que a violência acontece por aí, porque gratuitamente se espanca, se insulta, se violenta a liberdade dos que apenas querem estar em paz ...

 

estamos na era dos escravos de pele branca ... amarrados a uma sociedade na sua maioria preocupada consigo própria onde o egoísmo parece ser a sua segunda pele...

 

ninguém se lembra que um dia todos estes pobres, também foram os meninos de alguém... meigos e dóceis ... com a inocência a emoldurar-lhes o rosto ... tão distantes nas figuras que agora arrastam por esse mundo de Deus...

 

para quem não sabe o que é a caridade, eles são farrapos humanos...

 

por mais estranho que nos parece um ser humano, ele dentro de si também tem um coração...

 

assim se percebe que não é necessário ir até ao campo de futebol, para se observar tanta violência...

 

necessárias são algumas lições de civilidade ...

 

talvez esteja na hora de formar claques do bem...

 

mas também faz imensa falta mais policiamento nas ruas, para ajudar os que mais indefesos e sós precisam de apoio...

 

casos da rua... rostos da rua na linha da pobreza...

 

lasalete

neste momento eu estou ...: preocupada
publicado por lapieta@sapo.pt às 16:17

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De zélia neno a 14 de Abril de 2007 às 19:30
Mais um triste caso passado na nossa cidade e desta vez mesmo à porta do Coração da Cidade.
Infelizmente casos como este acontecem a cada minuto em todo e qualquer canto do mundo independentemente do sexo, cor ou religião de quem o pratica e de quem se vê e sente envolvido por eles.
Isto porque vivemos num mundo onde ainda não foi descoberta uma vacina contra a intolerância e o desamor, que se possa aplicar nas crianças e lhes permita crescer e saber viver numa sociedade mais justa e sobretudo mais humana.

O que se passou teve como tristes protagonistas, um pobre homem que teve o azar de passar no lugar errado na hora errada e alguns jovens, auto – denominados repositores da justiça, quando nem sequer devem saber o verdadeiro significado desta palavra, pois até duvido que qualquer um deles soubesse exactamente o que se passara com a menina assediada, pois se assim fora não teriam ido “ajustar contas” com a pessoa errada mas sim dirigido a quem tem o dever e responsabilidade civil de o fazer. Decerto juntou-se amigo atrás de amigo e juntos foram rua fora violentando um inocente.

Isto acontece porque o ser humano é, além de intolerante, um ser viciado em se deixar arrastar pela habituação de factos e um deles é, quando pela força das circunstâncias, agir impulsionado pelo ambiente em que está inserido somente para parecer bem e não ser apontado como desajustado a ele.

Recordo a leitura que fiz há uns tempos sobre um estudo que alguns cientistas fizeram sobre o comportamento dos chimpanzés, nossos “parentes” próximos, e para o qual colocaram cinco destes animais numa jaula, dentro da qual estava uma escada e no cimo desta um cacho de bananas. Quando um chimpanzé subia a escada para apanhar bananas, os cientistas lançavam um jacto de água fria sobre os restantes animais que estavam no chão. Depois de algum tempo repetindo esta acção, admirados ficaram ao verificar que quando algum dos animais queria chegar às bananas os outros batiam-lhe não o deixando subir pois só assim evitariam serem molhados pela água fria. Mais algum tempo passado e já nenhum deles fazia sequer a tentativa de subir a escada apesar de a fruta lá continuar.

Então os cientistas resolveram substituir um dos cinco animais, introduzindo na jaula um novo elemento, que de imediato tentou alcançar as bananas, não o conseguindo pois os outros logo o puxaram dando-lhe uma surra que serviu de lembrança para não mais o tentar. Após isto, foi feita a substituição de um segundo animal e a reacção dos outros foi a mesma, só que nela participou entusiasmadamente o primeiro elemento substituto.

A situação de baterem no recém-chegado que ousava subir a escada foi-se repetindo até serem substituídos os cinco primitivos ocupantes da jaula, após o que pôde ser constatado pelos estudiosos de que aquele grupo de cinco novos chimpanzés, mesmo sem nunca terem levado um banho de água fria, continuavam a bater naquele que tentasse chegar às bananas.

Se fosse possível perguntar a qualquer um daqueles inteligentes animais por que o faziam, com certeza a resposta seria : - Não sei, é assim porque foi sempre assim!...

E também assim reagem os homens, quando em criança não aprendem que se deve viver com o coração desarmado de ódio e a mente de preconceitos mesquinhos, para que não se curve diante qualquer vento que a moda sopre nem do mau humor, da impaciência e da raiva dos outros e sim fazer da Tolerância a bandeira de um mundo melhor.
Zélia

Comentar post

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

AMAR COM AMPLITUDE...

A AVENTURA DO ENVELHECER ...

receber ajuda, sem ter q...

quer um coração novo... ...

3 B ... O BEM O BOM E O ...

o BEM e os BONS ...

NATAL COM ALMA

quando o amor faz a difer...

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

RESSUSCITAR PORTUGAL

O CRISTO ILUMINADO

TODOS OS CRAVOS FALAM DE ...

A CRUZ DA CONVENIÊNCIA .....

O BANQUETE DAS FERAS

SEMPRE QUE O AMOR ME QUIS...

MOMENTOS DE SOLIDÃO/ SUIC...

SER CIDADÃO É ESTAR ATENT...

EXECUTORES DO DESTINO

A ALMA ÀS RISCAS ... OU A...

estou quase nascer...vai...

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

TODOS OS NATAIS SÃO SEMEL...

...

O NATAL DOS ANJOS...

O AMOR É A FORÇA DA BOA V...

UMA ROSA PARA QUEM SABE B...

SE O MUNDO TIVESSE A COR ...

À PROCURA DE UM CAMINHO.....

OS BONS TÊM QUE ACORDAR.....

recolha alimentar com gen...

subscrever a vida com amo...

ser mulher ...É SER LIBER...

obrigada...

MIGALHA --- UMA PIRÂMIDE...

MIGALHAS DE AMOR PARA PRE...

2014... só de mãos dadas

ABRACE UMA MESA DE NATAL....

O AMOR ESTÁ CHAMANDO A HU...

ONDE MORA A LIBERDADE ?.....

uma luz na escuridão...

11 ANOS DE AMOR E DOR…

a química da lágrima e a ...

E VOLTAMOS A FALAR DE POB...

O CORAÇÃO DA CIDADE , tem...

ALIMENTAÇÃO...VERSUS...HU...

Oração da Ternura

os artistas de Deus...

AMAR COM AMPLITUDE…

FOME DE PALAVRAS ...

mais comentados

8 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags