Quarta-feira, 25 de Abril de 2007

L I B E R D A D E

 

   aos poetas do meu país amado...

que partiram para a pátria espiritual...

gritando Liberdade em todo o seu sentir...

aos que se sentaram nos calabouços da ignorância, mas deixaram voar o pensamento...

aos que nunca deixaram colocar algemas na alma ...

aos que souberam dar o sentido perfeita à palavra LIBERDADE ...

 

Lutar a sério na vida,

Invocar sempre a coragem,

Buscar  na fé a guarida

E não parar a viagem ...

Repetir se for preciso ...

Dando de nós o melhor

Acionando a vontade,

Dar as mãos seja a quem for

Então sim ... é liberdade ...

 

 

            Enquanto um homem quiser

            Muitos cravos nascerão ...

Abril será novamente

Bandeira de uma nação,

Rosto de gente com sorte,

Independente  e vivendo

Livre ... livre até à morte...

 

lasalete ... 25 de Abril 2007 ... 17,11 h

neste momento eu estou ...: LIVRE
publicado por lapieta@sapo.pt às 16:46

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De zélia neno a 26 de Abril de 2007 às 15:37
PARABÉNS por mais estes lindos poemas que falam de liberdade e daquele, já quase longínquo, dia 25 de Abril mas que se mantém bem guardado na minha memória.

Eram umas 8 horas da manhã e ia eu com uma amiga de tróleicarro, (para os que ainda se lembram desse transporte publico), a caminho do emprego, sito bem no centro da Baixa. Qual o nosso espanto ao passar pelo quartel junto ao Palácio de Cristal, (hoje, secção hospitalar do Sto António), e o mesmo estar barricado por grandes sacos de areia, como se via nos filmes, e os militares armados e em posições nada habituais no quotidiano de então.

Todos se interrogaram pela anormalidade da situação, já que àquela hora da manhã ainda nada se ouvira, e foi então que um habitual companheiro de viagem de origem alemã, nos informou que ouvira através da Rádio Moscovo, estação proibida de ser ouvida em Portugal, pelo que até se colocava um copo de água sobre o aparelho de rádio para a policia secreta não a detectar, de que estava em curso desde a madrugada um golpe de estado para acabar com a Ditadura e implantar a Democracia.

Um golpe de estado! Seria o mesmo que acontecera no Chile um ano antes e que fez jorrar tanto sangue? E Democracia, seria uma coisa boa ou má? Eu saíra há poucos anos do liceu e nem mesmo na disciplina de Politica Económica e Social que tivera no 7ºano, estas palavras tinham sido abordadas nas suas devidas definições.

E aquele dia foi-se passando com muito alarido nas ruas, muita incerteza e sobretudo comigo e meus pais vivendo grande angústia pois o meu irmão estava na Força Aérea em Paço d’Arcos e nada sabíamos dele, uma vez que as comunicações telefónicas eram praticamente impossíveis, mesmo estando eu nas instalações dos T.L.P. e as estações radiofónicas só transmitiam marchas militares, interrompidas só de quando em vez, para comunicar o ponto da situação entre os militares e os governantes de então.
O que daí em diante se foi passando já toda a gente o sabe, pelo menos os que disso se lembram.

Derrubou-se a ditadura em troca da liberdade de pensamento, de expressão e de acção. Ser livre é muito bom. Mas hoje, passadas mais de três décadas, interrogo-me se na realidade me considero uma pessoa livre…Posso levar meus pensamentos até onde quiser e falar deles com quem quiser, posso agir dentro de parâmetros socialmente correctos, posso sonhar sem que ninguém mo proíba e até posso mesmo voar numa asa delta ou outro engenho para sentir a liberdade de ver e sentir a terra sem ter nela os pés assentes. Mas não sou suficientemente livre para poder acabar com a injustiça social e a miséria humana.

Eu gostaria que a minha liberdade me permitisse colocar todas as crianças do meu país no seio de famílias amorosas, que as fizessem crescer sem traumas nem mazelas físicas; que os velhinhos do meu pais pudessem acabar os seus dias, não “enterrados” em camas ou sofás onde, por força das circunstâncias, se limitam a esperar pelo dia da partida mas sim rodeados de muito conforto e atenção por parte daqueles que eles muito amaram e até cuidaram, enquanto a sua vitalidade assim permitiu; e muito mais gostaria se a minha liberdade me permitisse andar por esta minha cidade e recolher todos os “pedaços” humanos que encontro arrolados em qualquer vau de escada ou pelos passeios, onde além de cartões e jornais só têm o céu como abrigo, e a todos oferecer um novo recomeço de vida.

Mas a liberdade de que disponho é condicionada a um todo que ainda se encontra distante de mim e de todos aqueles que ainda têm Fé e tentam fazer um mundo melhor. Se me fosse permitido acabar com o egoísmo, maldade e intransigência desta sociedade consumista em que vivemos, aí sim, eu me sentiria verdadeiramente livre.
Zélia

Comentar post

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

AMAR COM AMPLITUDE...

A AVENTURA DO ENVELHECER ...

receber ajuda, sem ter q...

quer um coração novo... ...

3 B ... O BEM O BOM E O ...

o BEM e os BONS ...

NATAL COM ALMA

quando o amor faz a difer...

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

RESSUSCITAR PORTUGAL

O CRISTO ILUMINADO

TODOS OS CRAVOS FALAM DE ...

A CRUZ DA CONVENIÊNCIA .....

O BANQUETE DAS FERAS

SEMPRE QUE O AMOR ME QUIS...

MOMENTOS DE SOLIDÃO/ SUIC...

SER CIDADÃO É ESTAR ATENT...

EXECUTORES DO DESTINO

A ALMA ÀS RISCAS ... OU A...

estou quase nascer...vai...

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

TODOS OS NATAIS SÃO SEMEL...

...

O NATAL DOS ANJOS...

O AMOR É A FORÇA DA BOA V...

UMA ROSA PARA QUEM SABE B...

SE O MUNDO TIVESSE A COR ...

À PROCURA DE UM CAMINHO.....

OS BONS TÊM QUE ACORDAR.....

recolha alimentar com gen...

subscrever a vida com amo...

ser mulher ...É SER LIBER...

obrigada...

MIGALHA --- UMA PIRÂMIDE...

MIGALHAS DE AMOR PARA PRE...

2014... só de mãos dadas

ABRACE UMA MESA DE NATAL....

O AMOR ESTÁ CHAMANDO A HU...

ONDE MORA A LIBERDADE ?.....

uma luz na escuridão...

11 ANOS DE AMOR E DOR…

a química da lágrima e a ...

E VOLTAMOS A FALAR DE POB...

O CORAÇÃO DA CIDADE , tem...

ALIMENTAÇÃO...VERSUS...HU...

Oração da Ternura

os artistas de Deus...

AMAR COM AMPLITUDE…

FOME DE PALAVRAS ...

mais comentados

8 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags