Quinta-feira, 7 de Junho de 2007

Infância e Juventude sem berço ...

 

não precisamos nascer negros... basta sermos portugueses...

 

serme-ia mais fácil fechar os olhos ...mas acudi ao pedido da voluntária que recebia um casal de jovens que vinham pedir apoio...

 

perante eles, fiquei atónita...

surpreendiam pela juventude, mas não  deixavam ninguém indiferente, quando olhávamos para os braços da mãe e...

 

a fragilidade da criança que transportava chocava de maneira terrível...

 

a menina nunca mais tirou os olhos de mim...

 

a rapariga era um encanto... muito bonita, o pai apresentava todo o estilo de rapaz de bairro que na moçada mais jovem deve dominar pela destreza e decisão...

 

perguntei-lhes onde trabalhavam... nada disso ...

 

ela afirmava com toda a convicção que tinha bom corpo para trabalhar, ele dizia pensando convencer quem estava a escutá- lo, que já tinha trabalhado, mas que há mais de meio ano que estava á espera de emprego...

 

vivem actualmente numa residencial e quando os aconselhei a falarem com uma assistente social... a mãe desata a declamar um chorrilho de barbaridades e de agressões á assistente social que um dia a atendeu...

 

a sua irritabilidade espelha bem claramente a sua revolta... ficou brava e sem que ninguém a conseguisse calar, revelou-se agressiva, defendendo a cria de tal forma que recusa aproximar-se da Segurança social...

 

a criança parecia uma folha ao vento, passava do colo da mãe e para o colo do pai... e era possível perceber a imaturidade com que vivem e com que se convencem que é possível sobreviver sem ajuda...

 

desasseis anos marcaram um encontro com a rua, dezoito anos com a gravidez... e a juventude deixara por certo marcas profundas, sem o brilho que a devia caracterizar...

 

pensam que estão a fazer o melhor e nada aceitam... querem no imediato apoio para as necessidades mais básicas...

 

quando aconselhamos a colocarem a bebé num infantário, logo disseram que não, porque não  confiavam a menina a ninguém...

 

todavia, ela continuava a dizer que queria trabalhar... o pai toma conta da menina enquanto eu trabalho ... disse a jovem mãe e ... ele imediatamente dá o aval ...

 

aquela jovem ainda não  entende, que só,   não  consegue sustentar, a filha e o pai...

 

é tão difícil entender a juventude... e não  é por falta de apoios nem de vontade...

estão educados á sua maneira... mas pior, no caso destes jovens, os valores essenciais á vida estão perfeitamente colocados de lado e riscados das suas competências como seres humanos...

nem sequer desenvolveram a capacidade de escutar aqueles a quem pedem ajuda...

 

mas... o que me dói mais , é saber que jovens casais como este, estão por aí, com filhos bebés, em pensões de duvidosa clientela e que não são detectados, nunca...

 

a protecção á infância e juventude no nosso país, é tão deficitária, que até dói...

 

circulam por aí tantos jovens nestas condições... estranhamente vivendo e educando crianças, que por enquanto alheias a este despautério, crescem como bichinhos ao sabor do vento da natureza...

 

lutar por um mundo melhor é necessário, mas a sensação de impotência é tão grande...

 

entretanto enquanto a jovem discutia naquele alarido, fomos verificar se tínhamos o leite que necessitava para o bebé ...

 

e enquanto isso, ficamos a tentar convencer a jovem que era mais fácil não  bater em ninguém , nem andar por aí a agredir fosse quem fosse... que tinham de ser mais calmos e mais humildes...

 

perante as nossa considerações, começaram a ficar inquietos, dizendo que estavam com pressa e que precisavam de sair, porque tinham que alugar uma casa e que estava na hora...

 

saíram rápido ,barafustando sem aceitar o que podíamos oferecer...

 

creio que ela, ainda pode arranjar emprego... ele, deixou a certeza que com muita dificuldade se deixará conquistar pela vontade de trabalhar...

 

saíram com ar de quem tem toda a razão... dizendo que prefiram matar a criança a ter que entregá- la para adopção...

 

a revolta da jovem mãe e  passava ( segundo ela) , pela vontade da assistente social que queria intern á la num lar em Aveiro separada do pai da criança... e que se soubesse que eles estavam numa residencial lhe tiravam a bebé ..

a revolta remetia-se ao tempo em que estava grávida e a assistente social nem lhe deu de comer e teve que ficar na rua...

 

não se apresentam mal tratados... estão limpos e a menina está limpinha... não apresentam sinais de pobreza evidente... a pobreza deles é mais moral e espiritual doque material...

 

andam assim fugidos estes jovens, na tentativa de viver a seu modo e nada nem ninguém os vai deter a não  ser que mais tarde ,vencidos pelo cansaço , a vida os coloque na rota certa... mas chegarão em que estado ?...

 

vá- se lá saber ?...que Deus os ajude e proteja esta criança ... 

 

lasalete

neste momento eu estou ...: atenta
publicado por lapieta@sapo.pt às 06:26

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

AMAR COM AMPLITUDE...

A AVENTURA DO ENVELHECER ...

receber ajuda, sem ter q...

quer um coração novo... ...

3 B ... O BEM O BOM E O ...

o BEM e os BONS ...

NATAL COM ALMA

quando o amor faz a difer...

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

RESSUSCITAR PORTUGAL

O CRISTO ILUMINADO

TODOS OS CRAVOS FALAM DE ...

A CRUZ DA CONVENIÊNCIA .....

O BANQUETE DAS FERAS

SEMPRE QUE O AMOR ME QUIS...

MOMENTOS DE SOLIDÃO/ SUIC...

SER CIDADÃO É ESTAR ATENT...

EXECUTORES DO DESTINO

A ALMA ÀS RISCAS ... OU A...

estou quase nascer...vai...

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

TODOS OS NATAIS SÃO SEMEL...

...

O NATAL DOS ANJOS...

O AMOR É A FORÇA DA BOA V...

UMA ROSA PARA QUEM SABE B...

SE O MUNDO TIVESSE A COR ...

À PROCURA DE UM CAMINHO.....

OS BONS TÊM QUE ACORDAR.....

recolha alimentar com gen...

subscrever a vida com amo...

ser mulher ...É SER LIBER...

obrigada...

MIGALHA --- UMA PIRÂMIDE...

MIGALHAS DE AMOR PARA PRE...

2014... só de mãos dadas

ABRACE UMA MESA DE NATAL....

O AMOR ESTÁ CHAMANDO A HU...

ONDE MORA A LIBERDADE ?.....

uma luz na escuridão...

11 ANOS DE AMOR E DOR…

a química da lágrima e a ...

E VOLTAMOS A FALAR DE POB...

O CORAÇÃO DA CIDADE , tem...

ALIMENTAÇÃO...VERSUS...HU...

Oração da Ternura

os artistas de Deus...

AMAR COM AMPLITUDE…

FOME DE PALAVRAS ...

mais comentados

8 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags