Quarta-feira, 13 de Junho de 2007

Pelo amor de Deus ...

 

pelo amor de Deus ...

emerge de ti próprio...

sai do espaço lodacento das águas impenetráveis de teu labirinto mental ...

flutua, ainda que não consigas descobrir as as tuas asas ...

no oceano sem fim, onde o universo se distrai banhando os seres de vida eterna, tu contas consideravelmente ...

aí, o Pai Universal vigia os teus pesares e as tuas aventuras...

se pretendes colher harmonia e paz, não te excluas da humanidade...

participa com todo o teu potencial por um mundo melhor...

por acaso, alguém te garantiu que a Terra estava povoada de anjos ? ... não... quem assim pensa, exigindo dos demais a perfeição, não está preparado para viver ...

viver, é dar respostas continuamente nas mais diversas circunstâncias e a nossa evolução pode medir-se  consoante a resposta que damos á vida nas situações mais adversas...

luta para não ferir os outros, para que consequentemente não saias ferido...

hoje mesmo, pela manhã, eram tantos os feridos que estavam á espera que a vida os aliviasse da fome e da desesperação de nada possuírem e necessitarem inevitavelmente do essencial para sobreviver...

gostoso mesmo é estar aqui... no sítio certo e perceber que a vida nos distribui serviço ...incomensoravelmente melhor do que mendigar o essencial...

amigo, estamos a rodear a questão fundamental da vida ... viver de olhos postos no movimento que em nosso redor nos pede ... VEM ...

se tens  energia para viver, utiliza essa energia em movimentos positivos e sairás de certeza mais beneficiado ...

se a vida te contemplou com abundância de bens intlectuais e materiais e vives em desafogo, paga á vida com disponibilidade para ajudar os outros ...

que o meu amor se estenda até á tua alma e que recebas neste momento, a paz imensa com que o meu coração respira...

um óptimo dia para ti e para todos os que te rodeiam ...

lasalete

neste momento eu estou ...: atarefada
publicado por lapieta@sapo.pt às 08:59

link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Zélia neno a 14 de Junho de 2007 às 01:37
Apesar de todos os dias visitar este, cada vez mais bonito blog, e de na ultima semana ter feito várias tentativas para elaborar um comentário ao que de tão especial cada mensagem faz vibrar em meus sentidos e sentimentos, o certo é que a minha escrita não tem fluido como habitualmente, talvez como consequência de um cansaço a que o meu Eu não estava habituado, até tomar a decisão de ocupar os meus dias de modo diferente ou seja, empenhar-me em acções diversificadas, ocupando o meu tempo tentando ajudar em situações que eu sabia existir mas com as quais não convivia directamente e que, devido á carga emotiva que lhes é inerente, têm dado uns estremeções na minha parte psicológica como pessoa sensível que sou, mas que se vai fortalecendo em cada dia que passa, mostrando a mim própria que basta o facto de me levantar em cada manhã para sair de casa com o propósito de ir ao encontro de um e qualquer tipo de trabalho através do qual eu posso dar a minha quota parte num espaço solidário, onde o ar que se respira tem o cheiro de amor, amor pelos nossos semelhantes carenciados geralmente de tudo, mas que em certos casos até uma palavra ou gesto amável é suficiente para os fazer elaborar um sorriso e sentir que alguém está ali para lhes oferecer o que fora daquelas portas a sociedade lhes recusa dar.

Como não será difícil de adivinhar, estou a falar do Coração da Cidade.

A verdade é que desde que ali entro até que saio, todas as minhas “pretensas” preocupações pessoais “parecem” desaparecer e se antes eu julgava ter alguns problemas como tem qualquer comum mortal, passei a sentir isso não como problemas mas como situações ultrapassáveis com maior ou menor facilidade, desde que Deus não deixe de me acompanhar, e que problemas de verdade, inimagináveis para alguns de nós, são aqueles que são levados por inúmeros homens e mulheres com quem nos cruzamos pelas ruas desta cidade e arredores, transportando dor, sofrimento, degradação e sobretudo o espectro monstruoso da Fome que teima em alastrar como erva daninha devido á situação político-económica que o pais atravessa e que àquela Casa se dirigem na esperança que alguém lhes vai estender a mão, mais ou menos cheia daquilo que necessitam.

Ao optar por dar novo rumo no tempo livre de que disponho e que há muito vinha adiando por diversos motivos, foi dar a mim própria uma hipótese de renovação da minha própria vida, já com mais de meio século, mas sei que tudo nesta mesma vida tem o seu tempo próprio para acontecer nem que seja só o aguardar que a coragem para a mudança chegue.

Acontece muitas vezes connosco o que se passa com a águia, que é a ave que possui maior longevidade da espécie. Chega a viver 70 anos. Mas para poder chegar a essa idade, aos 40 anos, tem que tomar uma séria e difícil decisão, pois nessa ocasião ela já tem as unhas demasiado compridas e flexíveis, não lhe permitindo agarrar as presas das quais se alimenta. Também o bico já demasiado comprido e curvo se inclina contra o peito, além do excesso de peso das asas, provocado pelas penas já velhas pela idade, não lhe permitindo um voar normal e essencial para a sua sobrevivência. Então ela só tem duas alternativas; - morrer ou enfrentar um doloroso processo de renovação que demora cerca de 150 dias.

Como o faz?.. Recolhe-se num ninho em local que não necessite de voar e então aí começa a bater com o bico numa rocha até conseguir arrancá-lo. Após o conseguir aguarda até nascer um outro novo, com o qual irá então arrancar as velhas e frágeis unhas. Quando começam a nascer as novas ela inicia então o arranque das velhas penas e só passados os 5 meses ela está renovada e pronta para um voo triunfal e viver então mais 30 anos.

Assim como as águias, também nós seres humanos, necessitamos muitas vezes de nos libertar de alguns hábitos, costumes e até tradições para que essa renovação nos permita “voar” para locais e novas situações às quais podemos facilmente adaptar a nossa forma de viver e com isso sentirmo-nos mais felizes e realizados na jornada que ainda temos para percorrer.

Por favor, meditem nisto e tentem ser felizes.
Zélia
De lapieta@sapo.pt a 14 de Junho de 2007 às 19:15
a Zelinha é muito culta ... partiu o bico, tirou as unhas velhas, ganhou asas novas e hoje é uma mulher renovada para mais de 30 anos ...
uma voluntário excelente ... um amor de pessoa ...
sorte a minha de ser minha amiga ...

lasalet
Zé Godinho
Mº José Ferreira
De INCERTO a 17 de Junho de 2007 às 11:55
Bom Dia "Coração"

Bom dia vida que ao sol da vida despontou pela aurora da vida....

Quando releio esta mensagem fico a matutar tantas vezes nesta frase citada "Por amor de Deus" e matuto no termo carinhoso quando a citamos.. por Amor de Deus ainda há quem se refugie no Amor escondido e até mesmo Amor possessivo que todos não desejamos porque ainda não aprendemos a Amar...

Em tempo li uma história sobre o Amor de Deus e a lição que retirei de lá (a história) é que todos temos tanto, mas tanto que aprender com quem nos rodeia e especialmente com seres indefesos que com as pessoas habitam no dia a dia...

Dizia alguém, porque é que os animais (especialmente os canídeos ) morrem cedo e sofrem tanto junto de quem amam...

Respondeu a criança com lágrimas nos olhos "Eles morrem cedo porque não precisam de aprender a Amar e Perdoar, porque já nascem com esses "Dons" e por isso estando junto de quem amam, todos os dias colocam esse amor e perdão em prática.. eles vieram para nos ensinar a Amar-mos e a Perdoar-mos, 1º a nós mesmos e depois aos outros, porque ninguém Ama e Perdoa os outros se não o fizer com eles mesmos..

Por Amor de Deus e por Amor a quem me deu o direito de aprender, desejo que o Amor esteja no interior de todos os que dia a dia aprendem a viver com as imperfeições e as reduzem, alterando o rumo do nosso objectivo...

Tantas vezes questiono, afinal o que é que eu preciso para tornar o meu fardo mais leve.. o que é que me falta afinal??

Dou por mim pensando no orgulhosamente só e no orgulho interior que na capa do Amor se esconde por não saber "Perdoar" e se não si "Perdoar" por certo não saberei amar... tanto há para fazer, tanto tenho que crescer e crescer é viver..

Sei que tenho que "Educar a MENTE, para conseguir ensinar o Pensamento" a moldar as minhas imperfeições que tolhem o meu passo para a razão dos meus defeitos que ainda estão camuflados na aparência de que está tudo bem...

Bom dia D. Lasalete e desculpe ter divagado no seu blog, mas ao reler "Por Amor de Deus" despertou em mim este pensamento que aqui coloco..

INCERTO um Amigo certo...

Comentar post

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

AMAR COM AMPLITUDE...

A AVENTURA DO ENVELHECER ...

receber ajuda, sem ter q...

quer um coração novo... ...

3 B ... O BEM O BOM E O ...

o BEM e os BONS ...

NATAL COM ALMA

quando o amor faz a difer...

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

RESSUSCITAR PORTUGAL

O CRISTO ILUMINADO

TODOS OS CRAVOS FALAM DE ...

A CRUZ DA CONVENIÊNCIA .....

O BANQUETE DAS FERAS

SEMPRE QUE O AMOR ME QUIS...

MOMENTOS DE SOLIDÃO/ SUIC...

SER CIDADÃO É ESTAR ATENT...

EXECUTORES DO DESTINO

A ALMA ÀS RISCAS ... OU A...

estou quase nascer...vai...

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

TODOS OS NATAIS SÃO SEMEL...

...

O NATAL DOS ANJOS...

O AMOR É A FORÇA DA BOA V...

UMA ROSA PARA QUEM SABE B...

SE O MUNDO TIVESSE A COR ...

À PROCURA DE UM CAMINHO.....

OS BONS TÊM QUE ACORDAR.....

recolha alimentar com gen...

subscrever a vida com amo...

ser mulher ...É SER LIBER...

obrigada...

MIGALHA --- UMA PIRÂMIDE...

MIGALHAS DE AMOR PARA PRE...

2014... só de mãos dadas

ABRACE UMA MESA DE NATAL....

O AMOR ESTÁ CHAMANDO A HU...

ONDE MORA A LIBERDADE ?.....

uma luz na escuridão...

11 ANOS DE AMOR E DOR…

a química da lágrima e a ...

E VOLTAMOS A FALAR DE POB...

O CORAÇÃO DA CIDADE , tem...

ALIMENTAÇÃO...VERSUS...HU...

Oração da Ternura

os artistas de Deus...

AMAR COM AMPLITUDE…

FOME DE PALAVRAS ...

mais comentados

8 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags