Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Grito de guerra ... ( poema)

 

" homenagem aos soldados de todas as guerras que as ditaduras impõem ...

que os valentões que governam inventam, mas que não têm coragem de combater"

 

um grito de dor por todos os que tombaram , a mando daqueles que nunca tiveram coragem de pegar numa arma...

 

um abraço poético a todos os mutilados de guerra ... no corpo e na alma ...

 

os abraço com alma e deste jeito lhes presto a minha homenagem...

                         

Gritavam chorosas as mães e os amores,

de nada valendo a quem nada mais podia...

e os mandantes do crime emudeceram,

determinados em tal aleivosia...

tinham na alma a esperança de voltar? ... não,

só alguns diziam ter mais fé...

mas ficaram encurralados nesta vida,

sofrendo uma dor sem volta... sem maré...

 

Rasgados... não sei se lutaram livremente...

mas um dia, alguém ludibriou

dizendo obrigatório defender,

aquilo que afinal nunca se herdou...

longe de casa , sem paz e sem destino,

de armas na mão, chorando em desespero,

foram milhares ... talvez milhões os que ficaram,

de corpo aberto em trilho tão austero...

 

Importa o espaço ou a guerrilha ?

Angola... Guiné ou Moçambique ?

se a guerra que inventaram era filha

da ignomínia da ambição e do terror...

mostrando a todos por fim, o excretor

da morte anunciada dum regime,

que negando pela  vida mais amor

desenvolve arrogante, o medo que os oprime...

 

Todos viajaram... alguns estão mutilados...

e embora a dor, de mesmo assim querer voltar,

são apontados com famélica lembrança,

como soldados dum regime a ignorar...

Pelo amor de  Deus ...rendam-lhes na memória um louvor,

amando o esforço heróico de existir,

porque a bota ditadora que esmagava,

tudo tornava mais difícil ... era impossível decidir...

 

Os que voltaram estão  gritando de  emoção,

desesperam ,não sabem prosseguir,

embalam fantasmas rasgando o coração

e ainda os empurram sem dor e sem respeito...

se  houver história fiel e de direito

e os admitir com verdade, como  heróis sobre esta terra

veremos por bem que existe  em Portugal

o respeito e a verdade que o país encerra...

 

 

Lasalete ... 1 de Julho de 2007... 11 horas

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D