Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2007

parece impossível... mas não é !!!!!!!!!!!!

As situações que embrulham a pobreza são cada vez mais gritantes...

Quem é pobre cada vez tem mais dificuldades em viver e cada vez mais angustiante se torna a nossa missão...

Ontem no conjunto das famílias que vieram abastecer-se como habitualmente nos Espaços do Coração, a tristeza era muito grande e estupefactos ficamos quando muitas mulheres se sentiam injustiçadas, lamentando a vida e chorando, porque ainda não tinham recebido o rendimento de apoio social de Dezembro e o subsídio de desemprego e por isso mesmo não puderam pagar o aluguer e outras despesas bem importantes para quem precisa de viver e que tem crianças à sua guarda...

Mas o mais caricato é a singular e disparatada situação dos que são inquilinos da Câmara Municipal do Porto, que sendo pobres e vivendo dum mísero apoio ainda vêem a sua renda agravada com juros por não pagarem a tempo a mensalidade acordada...

A miséria já custa... mas a estupidez e a desfaçatez custa muito a aceitar...

Quem seria o ignorante que se deu ao desplante de agravar as rendas económicas deste jeito ?...não sabia por acaso que estas pessoas não tem ajudas de custo para o que quer que seja, que vivem das sobras duma sociedade que prefere ser indiferente a ter que ajudar a miséria que diariamente se desenrola aos olhos de todos...

Onde está o ministro que conseguir viver com 167 euros por mês ?... até mesmo com 500 euros e ter de pagar renda , água , luz, gás , infantários , etc...?

A indiferença é um tapa  olhos que muitos querem usar e brincam à cabra cega todos contentes...

Eu continuo a dizer se a intenção é exterminar o povo que é pobre, reduzindo esta classe que a tantos incomoda, podiam dizê-lo de uma vez por todas, mas não é admissível que se prolongue por mais tempo este ataque surdo a quem já vive tão mal... porque este holocausto vivo não é virtual, não ... é doloroso de enfrentar e tem que ser denunciado...

Quem manda prender os que deixam as crianças a viver nesta aflicção ? ... sem garantias de futuro...sem condições de progredir mais um pouco no seu percursso escolar?... mulheres grávidas que já não têm mais nada para vender... porque já pouco ou nada tinham...

Se os movimentos que vejo por aí , fossem mais coerentes com a prática da verdade seriam muito úteis fazendo mais barulho para que se aplicassem leis mais justas em relação à pobreza...

Somos um país de mendigos ... onde os topos de gama estão todos vendidos e as famílias portuguesas continuam à espera dum mísero apoio para conseguirem morrer são daqui por algum tempo...

Caricaturalmente somos um país sem água a beber whisky de vinte anos ...

A desilusão com todos os políticos que se alardeiam democratas é total... a democracia sente-se envergonhada de ter tão indignos representantes, que nos arrancaram à ditadura para nos verem agora a agonizar lentamente...

Que dor ... apenas mudamos de cela... e ninguém faz nada por nós...

lasalete

                                                       

 

neste momento eu estou ...: zangada
tags: ,
publicado por lapieta@sapo.pt às 20:02

link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Fernando Correia a 19 de Janeiro de 2007 às 23:59
Olá D. Lasalete
Vou começar pelo fim; a senhora diz: - estou zangada! De facto é impressionante, os dislates daqueles que estão no "poleiro".
Todos os dias a imprensa relata, os disparates que se cometem; - por exemplo, as indemnizações chorudas que como tem vindo a público nos últimos dias, os administradores em organismos oficiais receberam, por serem demitidos. 5 milhões!!!!!! Esta gente, não sabe o quanto custa ganhar o dia a trabalhar, dia após dia, ano após ano. Não sabe o que nos custa pagar impostos para depois os ver a servir para tamanhos disparates. Mas, isto não seria importante, se não estivéssemos em Portugal, um país que tem tanta gente a morrer à fome, que tem tanta família, sem o mínimo para sobreviver e, que desgraçadamente as pode levar ao desespero.
- Eu, nasci numa época, em que a pobreza também era muita; - sou o mais velho de 8 irmãos... aqui no Porto a fome grassava por toda a parte, o trabalho também escasseava... o que deu origem ao êxodo da nossa gente, para as Franças...
Meu pai, desesperou... preferiu... desaparecer...
Que mágoa que eu tenho...
Naquele tempo, não havia o dinheiro, que todos os dias entra nos cofres do nosso Estado... por isso, é mais revoltante, as notícias que nos entram pela alma dentro... não falo dos olhos... é mesmo da alma... isto dói... esta gente, não passou fome... poucos... muito poucos, mesmo em teoria, saberão o pesadelo, que é uma mãe, ter os filhos pequeninos em seu redor, com olhos tristes pedindo pão e, não o ter... para dar.
Malvados...poucos se salvarão do julgamento Divino... de uma coisa tenho a certeza, aqui neste
espaço e no nosso tempo... serão julgados...
Pergunto eu; - será que este povo não tem o direito a governantes justos, que dividam as dificuldades por todos?
Eles dizem, que o País está numa crise extraordinária... mas porque é que eles não nos demonstram, que também estão a fazer sacrifícios.
Eu gostava de ouvir e, aplaudiria se os políticos
dissessem... NÓS VAMOS APERTAR O CINTO... mas não, eles dizem e fazem...NÓS VAMOS APERTAR-VOS O CINTO...
Como diria um Italiano... porca miséria
Eu também estou zangado.
Até sempre
Fernando Correia
De INCERTO a 20 de Janeiro de 2007 às 16:16
Boa tarde...

Em vez de fazer qualquer comentário ao que a D. Lasalete colocou, permita-me mandar uma singela mensagem a quem espalha as migalhas do amor como a D. Lasalete faz e quem a acompanha nesta jornada, de dar de "Graça o que de Graça recebeu"..


JESUS DE NAZARÉ

Aqueles eram dias em que Roma dominava o mundo...
Sua águia sedenta de sangue sobrevoava o cadáver das civilizações e povos vencidos.
Os valores éticos eram esquecidos...

A desconsideração moral permitia que os ideais da humanidade fossem manipulados pelas estruturas políticas odientas que levavam por terra as construções filosóficas e espirituais do passado.
Foi nessa paisagem que Jesus veio apresentar a doutrina de amor, propondo uma nova ordem fundamentada na solidariedade fraternal.
Surgiu na Terra o Homem-Luz para modificar a arcaica estrutura do homem-fera.

Tratava-se de Personalidade inconfundível e única.
Deixava transparecer nos olhos, profundamente misericordiosos, uma beleza suave e indefinível.
Longos e sedosos cabelos modulavam-lhe o semblante compassivo, como se fossem fios castanhos, levemente dourados por luz desconhecida.

Sorriso divino, revelando ao mesmo tempo bondade imensa e singular energia.
Irradiava da Sua melancólica e majestosa figura uma fascinação irresistível.
Sua palavra, Seus feitos, Seus silêncios estóicos dividiram os tempos e os fatos da história.

Conviveu com a ralé, e, trabalhando-a logrou fazer heróis e santos, servidores incansáveis e ases da abnegação...
Utilizando-se do cenário da natureza, compôs a mais comovedora sinfonia de esperança. Na cátedra natural de um monte, apresentou a regra áurea para a humanidade, através dos robustos e desafiadores conceitos contidos nas bem-aventuranças.
Dignificou um estábulo e sublimou uma cruz...

Exaltou um grão pequenino de mostarda e repudiou a hipocrisia dourada dos poderosos em trânsito para o túmulo, quanto a covardia mofa, embora disfarçada, dos déspotas da ilusão mentirosa.

Levantou paralíticos.
Limpou leprosos.
Restituiu a visão a cegos.

Reabilitou mulheres infelizes.
Curou loucos.
Reanimou desalentados e sofredores.

Em troca do amor que dedicou foi alçado à cruz...
Seus pés, que tanto haviam caminhado para a semeadura do bem, estavam ensangüentados.
Suas mãos generosas e acariciadoras eram duas rosas vermelhas, gotejando o sangue do suplício.

Sua fronte, em que se haviam abrigado os pensamentos mais puros do mundo, se mostrava aureolada de espinhos.

O Mestre, todavia, que vivera e falara da Boa Nova que é toda uma cascata de luz e de alegria, prenunciando a vitória da vida sobre a morte, do bem sobre o mal, da bondade sobre a perversidade, roga a Deus com extrema sinceridade:
"Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem!..."

[verde]O amor é o perene amanhecer, após as sombras ameaçadoras.

A palavra de Jesus, na tónica do amor, é a canção sublime que embalou Sua época e até hoje constitui o apoio e a segurança das vidas que se Lhe entregam em totalidade.

Um Bem Haja com muita Saúde e Amor e não esqueça que a quem "Jesus prometeu, nunca faltou"...

Comentar post

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

AMAR COM AMPLITUDE...

A AVENTURA DO ENVELHECER ...

receber ajuda, sem ter q...

quer um coração novo... ...

3 B ... O BEM O BOM E O ...

o BEM e os BONS ...

NATAL COM ALMA

quando o amor faz a difer...

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

RESSUSCITAR PORTUGAL

O CRISTO ILUMINADO

TODOS OS CRAVOS FALAM DE ...

A CRUZ DA CONVENIÊNCIA .....

O BANQUETE DAS FERAS

SEMPRE QUE O AMOR ME QUIS...

MOMENTOS DE SOLIDÃO/ SUIC...

SER CIDADÃO É ESTAR ATENT...

EXECUTORES DO DESTINO

A ALMA ÀS RISCAS ... OU A...

estou quase nascer...vai...

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

TODOS OS NATAIS SÃO SEMEL...

...

O NATAL DOS ANJOS...

O AMOR É A FORÇA DA BOA V...

UMA ROSA PARA QUEM SABE B...

SE O MUNDO TIVESSE A COR ...

À PROCURA DE UM CAMINHO.....

OS BONS TÊM QUE ACORDAR.....

recolha alimentar com gen...

subscrever a vida com amo...

ser mulher ...É SER LIBER...

obrigada...

MIGALHA --- UMA PIRÂMIDE...

MIGALHAS DE AMOR PARA PRE...

2014... só de mãos dadas

ABRACE UMA MESA DE NATAL....

O AMOR ESTÁ CHAMANDO A HU...

ONDE MORA A LIBERDADE ?.....

uma luz na escuridão...

11 ANOS DE AMOR E DOR…

a química da lágrima e a ...

E VOLTAMOS A FALAR DE POB...

O CORAÇÃO DA CIDADE , tem...

ALIMENTAÇÃO...VERSUS...HU...

Oração da Ternura

os artistas de Deus...

AMAR COM AMPLITUDE…

FOME DE PALAVRAS ...

mais comentados

8 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags