Domingo, 22 de Julho de 2007

preto no branco ...

 

Moro em frente de um restaurante muito concorrido, onde todas as semanas é possível perceber uma grande festa...quase todas as semanas um casamento...

 

hoje não fugiu à regra e mais um casamento aconteceu ( a boda do casamento)...

 

estava neste momento a pensar sobre isso e parei para perceber até que ponto as pessoas não se deslocam ao casamento como convidados e nada fazem para que os noivos se aperfeiçoem no seu contacto para serem felizes e não deixarem a sua união engrossar o número de divórcios que estão a acontecer a uma velocidade impressionante...

 

não seria bom que quem vai a um casamento se comprometesse com os noivas no sentido de expressar com verdade votos de uma vida feliz ?...

 

pelos menos os familiares mais próximos estarem mais perto dos noivos nos primeiros tempos para os ajudar , porque a vida a dois sempre oferece desilusões e contratempos...

 

todos comem, todos bebem, alguns até fazem figurinhas indesejáveis , dão na maioria dos casos valiosas prendas ... mas quantos farão de verdade um voto de paz e felicidade para que aquele lar que naquele momento está em embrião nasça e cresça feliz...

 

a boda deveria servir para estreitar os laços dessa família unindo a outra família que vão engrossar o conjunto... mas todos se alheiam do facto deixando por vezes de parte os noivos que entregues à sua sorte ali ficam depois da lua de mel de frente para o palco da vida onde terão de desempenhar um papel para o qual ninguém nasce ensinado, mas que terá que aprender nas mais variadas circunstâncias...

 

o amor é muito bonito e até gostoso, dá prazer e felicidade, mas tem que ser entendido e estendido ao outro na base da tolerância e da educação mutua...

 

amar e ser amado é o melhor que pode acontecer ...

 

todos os cais deveriam fazer o seu casamento em três partes:

  • na primeira boda os convidados apenas comeriam peixe
  • na segundo boda, daí por cinco anos,  o prato de carne
  • na terceira boda , passados 10 anos, então sim , aos convidados servia-se o bolo dos noivos..

até seria interessante, era uma forma de ter os filhos presentes no casamento...

seria o sinal que aguentariam dez anos... e como diz um amigo meu, só custa os primeiros dez anos...

 

assim, até dá para brincar, mas como seria bom , que os convidados compreendessem o papel simpático que lhes foi distribuído , pedir felicidade para os noivos ... esse é o verdadeiro papel dum convidado, brindar à felicidade de quem está a convidá-lo...

 

porque hoje é Domingo... e de certeza que a esta hora, muitos estão a tirar uma sonequinha ... que tal se olhassem o vosso par, lhe afagassem o cabelo e olhando bem nos olhos dele, lhe repetissem as vossas juras de amor, segurando a mão dele entre as vossas mãos ...

 

já se esqueceram? ... não acredito...

 

falem ao ouvido assim... MEU AMOR , OBRIGADO POR ESTARES AQUI...

 

não esperem que a solidão vos bata à porta, porque nesse dia , vão querer que alguém vos escute e já é tarde, apenas silêncio e dor.... a vossas mãos vão procurar outras mãos e só restam as paredes do quarto, a cama vazia...

os vossos olhos vão chorar e as lágrimas vão cair como pingos de chuva numa vidraça, molhando o chão onde já ninguém pisa...

a almofada vai molhar-se de dor e dela soltar-se-ão borboletas entronizando as lágrimas que não querem ficar presas em vosso olhar...

 

nesse dia o vento não sopra , uiva assustando e traz o medo de volta...

 

a casa parece enorme, cheia de sombras gigantes sem rosto e medonhas...

a solidão é poeta e faz poemas de pranto e dor... poemas que os sós repetem na ânsia que Deus os escute e lhes envie o amor...

no mar salgado das lágrimas os braços se alongam para chegarem cedo à outra margem onde ainda se onvem risos que nos lembram outros tempos...

acordando do sonho-pesadelo, das questões que ficaram por resolver, olhando com atenção, no espelho apenas se reflecte a nossa imagem sem outro rosto sobreposto... até o espelho está de luto...

 

na mesa colocaremos sempre a mais um prato que ninguém suja...  no canto da sala uma cadeira que não se mexe ... o comando da televisão saudoso de outras mãos que não as nossas...

a toalha no lavatório nunca mais aparece desarrumada ... a outra escova de dentes continua firme, seca, sem cheiro e sem sabor...

e no dia em que tudo estiver muito arrumado está na hora de despertar ...

 

aproveite enquanto há movimento e mecha o seu coração... não se permita envelhecer por dentro...

 

 

um grande beijinho da   

 

lasalete ...

neste momento eu estou ...: muito bem... amando
publicado por lapieta@sapo.pt às 17:58

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Fernando Correia a 23 de Julho de 2007 às 00:42
Boa noite, D. Lasalete

Ao ler o que a senhora escreveu hoje, e porque hoje é Domingo, permita-me comentar este seu blog com algo que aconteceu, e que vem entroncar em alguma medida com o Domingo e com o casamento...

Há um pouco mais de três anos casou uma filha minha, numa cerimónia muito bonita e que me emocionou extraordinariamente, mas cuja festa ficou marcada por desavenças entre familiares meus...

não interessa aqui dissecar o que se passou, quem teve razão, quem não teve...mas, o que é facto é que pouco tempo depois a minha mulher cortou relações com irmãos e mais familiares meus, tendo a partir daí deixado de frequentar praticamente as casas dos meus irmãos (7), incluindo a minha mãe...raramente se falando desde aí e ficando eu no meio disto, a ter de lidar com isto com pinças, para não melindrar ninguém, mas a sofrer por não poder conviver com aqueles que são as minhas referências mais antigas.

Hoje, como quase todos os domingos de manhã, fui buscar a minha mãe que é viúva, para a levar à missa; quem veio abrir-me a porta foi a minha irmã mais nova, que vive com ela,a qual antes de eu ver a minha mãe, me foi dizendo que estava muito preocupada, porque a minha mãe, há algum tempo que vem dizendo que "sente que alguém" durante a noite está ali consigo, e que vêm para a levar; a minha irmã, para a sossegar disse-lhe que iria dormir com ela e, assim fez...só que aconteceu uma coisa extraordinária, a minha irmã, também sentiu, que alguém estava ali...disse-lhe o que eu pensava, e porque a minha mãe se aproximava, a conversa morreu por ali...

no trajecto, disse à minha mãe, para não ter medo, que ninguém estava ali para lhe fazer mal...penso mesmo que é o meu pai, que está talvez à procura de ajuda para encontrar o seu caminho, embora tendo partido há muitos anos, tem ainda de obter o perdão da mulher e dos filhos para ter paz...disse-lhe para nas suas orações diárias, fazer uma oração precisamente por intenção daquele que certamente está necessitado disso, assim como quando sentir a presença "dele".

Fui almoçar fora, para não dar trabalho à minha mulher; ao almoço sentindo que eu estava com algo no pensamento, perguntou-me o que é que se passava...contei-lhe, embora sabendo que ela se recusa a acreditar que algo existe para além daquilo que nós vemos...não tem fé...por enquanto...

para surpresa minha, diz-me: - que é que tu achas de irmos depois do almoço, lá a casa da tua mãe, visitá-la e à tua irmã?

o meu coração rejubilou!

não foi ainda um encontro de abraços, de alegria, de euforia como era antigamente, mas foi dado o primeiro passo, de muitos que eu tenho a certeza vamos dar para a reconciliação total...

mais uma vez, tenho algo de muito importante para agradecer a DEUS.

Obrigado meu Deus, por trazeres a paz ao coração daqueles que trago no coração.

Obrigado D. Lasalete por ter este sítio, onde eu posso deixar expresso o meu pensamento.

Uma boa semana para a senhora e os seus...

Para os voluntários, muita coragem e sempre um sorriso, de quem os aprecia e admira.

Bem-hajam

Fernando Correia


Comentar post

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

AMAR COM AMPLITUDE...

A AVENTURA DO ENVELHECER ...

receber ajuda, sem ter q...

quer um coração novo... ...

3 B ... O BEM O BOM E O ...

o BEM e os BONS ...

NATAL COM ALMA

quando o amor faz a difer...

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

RESSUSCITAR PORTUGAL

O CRISTO ILUMINADO

TODOS OS CRAVOS FALAM DE ...

A CRUZ DA CONVENIÊNCIA .....

O BANQUETE DAS FERAS

SEMPRE QUE O AMOR ME QUIS...

MOMENTOS DE SOLIDÃO/ SUIC...

SER CIDADÃO É ESTAR ATENT...

EXECUTORES DO DESTINO

A ALMA ÀS RISCAS ... OU A...

estou quase nascer...vai...

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

TODOS OS NATAIS SÃO SEMEL...

...

O NATAL DOS ANJOS...

O AMOR É A FORÇA DA BOA V...

UMA ROSA PARA QUEM SABE B...

SE O MUNDO TIVESSE A COR ...

À PROCURA DE UM CAMINHO.....

OS BONS TÊM QUE ACORDAR.....

recolha alimentar com gen...

subscrever a vida com amo...

ser mulher ...É SER LIBER...

obrigada...

MIGALHA --- UMA PIRÂMIDE...

MIGALHAS DE AMOR PARA PRE...

2014... só de mãos dadas

ABRACE UMA MESA DE NATAL....

O AMOR ESTÁ CHAMANDO A HU...

ONDE MORA A LIBERDADE ?.....

uma luz na escuridão...

11 ANOS DE AMOR E DOR…

a química da lágrima e a ...

E VOLTAMOS A FALAR DE POB...

O CORAÇÃO DA CIDADE , tem...

ALIMENTAÇÃO...VERSUS...HU...

Oração da Ternura

os artistas de Deus...

AMAR COM AMPLITUDE…

FOME DE PALAVRAS ...

mais comentados

8 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags