4 comentários:
De INCERTO a 28 de Agosto de 2007 às 13:27
Boa Tarde D. Lasalete ..

Ao ler o seu post , revi-me em tantos anos a caminhar ao lado de pessoas que nada mais querem que pisar os outros para ficarem por cima.. e com isso mostrarem que são mais humanos que os outros, que são mais capazes sem olhar a meios...

Ao falar desses Senhores que não olham a meios para angariar fundos para o seu dia a dia supérfluo, vestidos em casca de ostra, que demora anos a ser apenas ostra e que pelo caminho amealharam dores e lágrimas de muito suor e lágrimas por aqueles que nada mais queriam do que terem sentido na vida e nos "Empregos" um pouco de respeito e de admiração pelo acumular de tantas riquezas que o tempo trata de ganhar ferrugem e sentirem que afinal a vida é um vazio que não há "Dinheiro" nenhum que encha esse vazio..

"Quem muito recebe, será sempre convocado a repartir em abundância, a fim de ganhar o salário da paz."

"Nunca faltariam os recursos para a sobrevivência humana, caso não houvesse nos corações o predomínio do egoísmo, da avareza e do desinteresse fraternal."

"Na condição de seus filhos, distribuamos os recursos que a vida nos empresta, em Seu Nome, convencidos de que o Céu nos retribuirá sempre, de conformidade com as nossas próprias obras."

Mas ao estarmos condicionados pelas posses e pela obrigação de vivermos em consonância com as posses, muitas vezes vimos que quem poderia fazer mais e melhor por quem não consegue ter apenas o suficiente para viver com dignidade, vê-se lançado para desespero, para a revolta, seja na vontade ou até mesmo sem vontade dos atalhos da vida..

O nosso País é o que temos deixado nos outros a imagem do que queremos ser...

INCERTO, mas triste...
De cariberto a 29 de Agosto de 2007 às 09:47
Pela primeira vez não estou totalmente de acordo. Não precisamos sentir pena dos ricos. Se els não são felizes a culpa é deles, pois a riqueza pode não dar felicidade mas também não a tira se não nos deixarmos cair em excessos. É uma questão de saber gerir o dinheiro para o nosso bem e em favor do próximo. Além disso que seria deste mundo sem os ricos? Que seria deste mundo se só existissem pobres? O progresso seria impossivel. Os ricos são ricos muitas vezes não porque nasceram num berço de ouro mas porque souberam lutar e vencer na vida (e acredito que a maioria o vez com honestiadade). É graças aos ricos que temos computadores, internet, televisão, telemóveis,etc,etc. Quanto aos pobres, esses sim merecem nossa compaixão, pois as mais das vezes estão na miséria por culpa própria em consequência de erros cometidos nesta ou em outras vidas. Quanto á honestidade ela existe tanto nos ricos como nos pobres. Já vi arrumadores riscarem carros só porque o dono do carro não deu gorjeta.
De Xanokinha a 29 de Agosto de 2007 às 20:14
Não venho cá comentar a riqueza vs pobresa. Nunca fui rica a nível material, mas graças a Deus e aos meus "ricos" 3 pais nunca nada me faltou. Tenho o essencial para viver, mas sou uma pessoa MUITO RICA: tenho o amor da minha família, dos meus amigos e do meu querido herdeiro:) Um beijo muito muito carinho parar a mulher que mais admiro no mundo: TU, minha mãe.
De ZELIA NENO a 1 de Setembro de 2007 às 22:06
Nesta linda e quente tarde de sábado,acabei de lêr esta mensagem e estou a escrever estas palavras ao som do roncar dos pequenos aviões que sobem e descem no céu em manobras de diversão, arriscadas mas espectaculares, deixando desenhos brancos no ar e que são os principais elementos que constituem o evento a nivel mundial de emoção e técnica aeronautica que escolheu a minha linda cidade do Porto e o famoso rio Douro para a sua realização, podendo assim mostrá-la ao mundo através dos meios audio-visuais utilizados nestas situações.

Se é que há coincidências, esta mensagem e este evento, que mantém 600.000 pessoas a olhar para o céu, levou o meu pensamento muito para além do horizonte que junta o céu a este mar que daqui vejo, onde estão milhares de milhares de outras pessoas mas onde não vão aviões, nem de "brincar" nem sequer de distribuir alimentos e medicamentos; lá não há a alegria e a adrenalina inerentes a este tipo de acontecimento, mas sim a tristeza e a dor causadas pela fome e pela doença, já que o resto do mundo, o mais rico, parece ter-se esquecido que elas existem e que só tiveram a infelicidade de ali ter nascido, pois são países politicamente "sem rei nem roque" e onde o clima e o terreno árido não é propenso a qualquer tipo de cultura pela falta de água , elementos essenciais para qualquer ser humano poder sobreviver.

Porquê uns ricos, sem nada de materialmente necessário lhes faltar e outros a morrerem aos milhares todos os dias ,pela falta do minimo dos minimos essenciais para não viver mas tão simplesmente sobreviver?

Mas a realidade é esta:- todos nós gostariamos de ter alguma coisa mais e prova disso é que, se não todas as semanas, pelo menos de vez em quando, lá vamos jogando no totoloto ou no euromilhões, não é assim?

E se um dia até acertamos nos numeros ? Hei, que maravilha ! Vamos ficar ricos. Finalmente a Sorte bateu na nossa porta. Será mesmo ela ou a malfadada comadre dela que veio até nós para a podermos acompanhar por caminhos duvios, onde iremos perder o nosso sossego, fisico e moral, os nossos principios espirituais nos quais assentamos a nossa Fé no viver de cada dia e poderemos ser induzidos a seguir em direcção à atracção que é a conquista de uma óptima posição no ranking do poder que só com dinheiro se pode atingir?

Não nos deixemos iludir com as luzes que iluminam a ribalta onde vivem os ricos, porque o dinheiro:
-pode comprar uma ou muitas casas, mas não um lar...
-pode comprar uma óptima cama com a mais sofisticada tecnologia em conforto, mas não umas boas horas de sono ...
-pode comprar um relógio de ouro topo de gama, mas não o tempo...
-pode comprar montes de livros,até uma livraria inteira, mas não o conhecimento...
-pode comprar os serviços do melhor médico do mundo, mas não a saude...
-pode comprar um titulo, mas não o respeito...
-pode comprar sexo, mas não o Amor...

Saibamos viver a Vida sem cerimónias, com Paz, e respeito por nós próprios e pelo nosso próximo; saibamos ser mais solidários com quem precisa de qualquer tipo de ajuda mesmo sem nada nos pedir.

Amanhã é domingo e uma nova semana se inicia. Tentemos vivê-la saudavelmente com muita Alegria e Amor e por favor, com mais ou menos uns euros no bolso, tentem ser felizes.

Zélia

Comentar post