De Fernando Correia a 2 de Outubro de 2007 às 23:37
Olá dois de Outubro...

Há muito, muito tempo, eu festejo este dia...

Mal acordei, ainda o dia não tinha nascido, e eu já estava a pensar nela...

Naquela, que é e sempre será o amor da minha vida...

Aquela que dedicou a sua existência a espalhar amor, esquecendo sempre de viver a sua própria vida, para assim ter mais tempo para o seu amor...

Gostava de a ter sempre até ao fim da minha existência, mas julgo que isso seria doloroso para ela...

Perder-me seria para ela, como o dia não ter sol, era como se fosse sempre noite escura...

Mas hoje é o dia dela, fui vê-la, continua linda...é uma mulher que me entusiasma...sempre

Estava muito afogueada...tinha acabado de chegar da rua...tinha feito o seu treino matinal (duas horas)...beijou-me com muita ternura, como sempre...

Correspondi, aos seus beijinhos, com muitos outros, muito sentidos e um grande abraço...

Os meus olhos debruçaram-se sobre aquele rosto tão lindo, que não me canso de admirar...aquela pele...aqueles olhos...o seu cheirinho...

Desta mulher, não me exijais o seu nome...se não quereis que cubra de lágrimas este apontamento, porque ela está passando na minha vida... desde o dia em que nasci...

E hoje, em paga do alojamento recebido, deixo aqui a minha homenagem.

Faz hoje, oitenta e três anos.

Parabéns minha querida Mãe.

Muita Paz

Teu filho Fernando
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres