Sábado, 1 de Dezembro de 2007

as vidraças da alma...

 

 

 

sugerimos que se sentasse e esperasse um pouco...

 

acomodou-se por instantes nos bancos de pedra que a entrada oferece ao cansaço que a vida envia até nós...

 

com os olhos nus de referências visíveis , vestiu-se de dor e encostou-se...

 

chamado ao consultório médico, veio com passo marcado,  falar com a médica de serviço, a quem de imediato confidenciou que queria suicidar-se...

 

 

 

alheia aos dramas da humanidade, lá fora, a chuvinha miúda continuava a cair...

todos os que vinham para almoçar, se acomodavam também, isolados que se encontram, suspensos de solidões diferentes...

 

um velhinho seguro nas suas muletas já gastas e cansadas , pingava de chuva, como se fosse um pai natal de brancos cabelos e gotas de luz... adornamos o idoso com uma capinha de chuva, para que regressa-se à rua,  mais quente e menos exposto ao tempo,  mas depois de alimentar-se...

 

a voluntária de plantão ao centro médico, veio ao meu encontro e confidencia a intenção do homem que no consultório chora  sem parar...

 

esperei por ele disfarçadamente...

saiu aparentemente sereno, mas... ao olhar para mim, toda a sua tristeza vestiu o manto plúmbeo duma alma torturada ...

 

esbarrei com a sua tristeza e as pálpebras denunciavam lágrimas constantes que se percebiam na face sulcada  pela dor que lhe ia na alma...

o rosto apresentava-se emagrecido e estranhamente branco...

 

perguntei como se chamava, para iniciar a conversa...

 

respondeu indirectamente que não queria viver...

denunciou a sua depressiva expressão e disse que estivera em coma bastante tempo depois da última tentativa de suicídio...

ficara-lhe uma deficiência renal, que a muito custo está ultrapassando...

 

não aguenta a saudade da filha que o divórcio levou para longe do seu coração...

sofre porque ela não quer saber dele, sofre pela família que não tem a seu lado, faz-lhe falta e não sabe como viver...

 

abandonado, talvez não encontre forma de viver a sua solidão...

 

perguntei se lhe restava outro familiar e referenciou a mãe como o único elo que lhe resta...

 

não trabalha vai para algum tempo... era motorista de ambulância, mas não pode exercer a profissão porque entrou numa depressão profunda...

 

mostrei-lhe que a porta do suicídio , não é de certeza, a porta por onde deve passar... e que deve motivar-se pelo amor da sua mãe que de certamente  ficaria muito triste se tal acontecesse...

 

bebeu as minhas palavras e  tenho a certeza que tentava entender-me ... não conseguiu... soltou as lágrimas ardentes e a face molhou-se novamente de incertezas... incertezas que só o olhar sabe abrir...

 

saiu e eu perguntei a mim mesma:

  • como vou devolver-lhe a coragem...
  • como vou conseguir restituir-lhe a esperança...
  • como vou fazer-lhe entender que a vida se sustem da alegria de vivê-la todos os dias de forma diferente...
  • como hei-de fazê-lo acreditar que ainda tem tantos anos pela frente...

eu sei que é difícil e é para estes momentos que peço a Deus coragem e discernimento ... como pesa em minhas mãos a alma dos que choram...

não sei para onde dirigir um caudal de sofrimento , quando as lágrimas inundam a vida afogando a existência...

eu gostaria mais de afogar as mágoas se tivesse a certeza que mais ninguém as viveria...

 

nosso amigo saiu e foi almoçar e entre os presentes ficou o silêncio e o toque incerto dos seus passos enquanto se afastava...

 

voltará? ... passará entre nós o Natal?... quem chorará por ele se ele desistir? ...

 

entre interrogações , marquei as distâncias e propositadamente afastei da minha visão os olhos lacrimejantes desse rosto marcado pela vida, dessa alma solitária que mergulhou em depressão...

 

regressei ao teclado e vim desabafar com o mundo... apenas para pedir-vos ...

 

seja do que for... seja pelo que for... nunca desistam...

 

limpem as vidraças da alma e procurem na paisagem da vida a primavera do acreditar...

 

até amanhã....

 

lasalete

neste momento eu estou ...: vivendo
publicado por lapieta@sapo.pt às 15:52

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

AMAR COM AMPLITUDE...

A AVENTURA DO ENVELHECER ...

receber ajuda, sem ter q...

quer um coração novo... ...

3 B ... O BEM O BOM E O ...

o BEM e os BONS ...

NATAL COM ALMA

quando o amor faz a difer...

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

RESSUSCITAR PORTUGAL

O CRISTO ILUMINADO

TODOS OS CRAVOS FALAM DE ...

A CRUZ DA CONVENIÊNCIA .....

O BANQUETE DAS FERAS

SEMPRE QUE O AMOR ME QUIS...

MOMENTOS DE SOLIDÃO/ SUIC...

SER CIDADÃO É ESTAR ATENT...

EXECUTORES DO DESTINO

A ALMA ÀS RISCAS ... OU A...

estou quase nascer...vai...

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

TODOS OS NATAIS SÃO SEMEL...

...

O NATAL DOS ANJOS...

O AMOR É A FORÇA DA BOA V...

UMA ROSA PARA QUEM SABE B...

SE O MUNDO TIVESSE A COR ...

À PROCURA DE UM CAMINHO.....

OS BONS TÊM QUE ACORDAR.....

recolha alimentar com gen...

subscrever a vida com amo...

ser mulher ...É SER LIBER...

obrigada...

MIGALHA --- UMA PIRÂMIDE...

MIGALHAS DE AMOR PARA PRE...

2014... só de mãos dadas

ABRACE UMA MESA DE NATAL....

O AMOR ESTÁ CHAMANDO A HU...

ONDE MORA A LIBERDADE ?.....

uma luz na escuridão...

11 ANOS DE AMOR E DOR…

a química da lágrima e a ...

E VOLTAMOS A FALAR DE POB...

O CORAÇÃO DA CIDADE , tem...

ALIMENTAÇÃO...VERSUS...HU...

Oração da Ternura

os artistas de Deus...

AMAR COM AMPLITUDE…

FOME DE PALAVRAS ...

mais comentados

8 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags