Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

os beijos que nunca dei...

 

 

 

 

tanto se procura o amor...

tanto se deseja falar com alguém que nos fale de amor...

tanto se faz para não ficarmos sós ...

tanto se diz em nome do amor e do carinho...

tanto se pesquisa para saber a fórmula certa que possa colmatar a solidão...

mas, afinal o que fazemos nós em nome do amor...

passamos a vida a lamentar os beijos que nunca demos... mas, tantos beijos que poderíamos dar...

como? ... a quem? ... tão simples amigos...

o bem que se faz, é um beijo que se dá à humanidade...

o problema é que na maioria dos casos, todos querem ser beijados, todos querem benefícios, mas não logram beneficiar alguém...

a humanidade está carente de carinho, de ser beijada por gente de bem e de paz...

a humanidade está sedenta de amor...

a humanidade sofre, porque o mal tomou consentidamente o lugar do bem e todos nós estamos a assistir a este desfecho e nada fazemos...

sempre se diz ... os outros que façam...

não pode continuar a acontecer...

a humanidade somos todos nós e é preciso agir quanto antes...

o mundo em que habitamos, está fantasiado todos os dias de gente que se convence que está a fazer tudo de bem, mas o certo é que se passeia com todo este raciocínio, apenas na sua imaginação, sonhando com o dia em que tudo estará bem, mas nada faz em benefício dos outros...

cansa, meu Deus como cansa... ver sempre as mesmas caras pregadas às mesmas mesas, sem que os beije a humanidade que tudo possui e que se diz evoluída, apenas porque têm uma conta bancária aceitável...

que mundo é este meu Deus ?,  que não enxerga, que todos estes seres humanos não têm mais ninguém a não ser aqueles outros, que acreditando num plano de vida mais justo, se desdobram em carinho e inventam diariamente, condições de vida diferentes para oferecer, áqueles que nada têm de seu ...

mas,  por ironia, o poder continua na mão daqueles que se convencem que são empresários, que são ministros, mas que no final, morrem do mesmo jeito que aqueles que todos os dias mendigam um prato de sopa para poderem viver no dia seguinte... parecendo  até, que se alimentam para poderem cumprir o papel de pobreza que lhes está destinado...

meu Deus... meu Deus... seria tão simples viver bem num mundo de bem, se afinal todos fossemos pessoas de bem...

que bom seria, se todos os homens, que têm capacidade económica, olhando os seus filhinhos, em verdade, olhando dentro dos seus olhitos inocentes, pudessem dizer :

- meu filho, eu hoje tirei uma criança da fome em que se debatia todos os dias ... vou poder cuidar de ti, mas também vou poder repartir com outra criança o que temos, ajudando aquela mãe a criar esse filhinho, porque ela não tem possibilidades como nós ...

que belo final para um filme que não acontece, porque os homens ignoram, que os roteiros nesta vida são divinos, mas não podem ser desprezados pelos humanos...

mas lá virá um dia, em que o pobre experimentará a riqueza e o rico se debroçará   soluçando, na escassez de meios...

na mesa em que o prato hoje fumega, quem sabe um dia rolará uma lágrima ?...

que na cama em que hoje se experimentam lençóis de seda sem merecimento, um dia não fenecerá um cadáver abandonado ? ...

que na mão onde hoje se passeia um livro sem préstimo , uma mente sem razoabilidade, um dia não balançará um corpo demente à procura de espaço para poder apenas pensar normalmente ? ...

a sementeira é livre a colheita é obrigatória...

os beijos que não demos, serão tão necessários num futuro não muito longínquo ...

muitos viverão isolados e famintos de carinho, chorarão pedindo um colo que ninguém ofertará ...

como dói o abandono... como dói ser empurrado para o fim de uma fila de apoio social que não termina , nunca...

como dói não ter uns míseros 2 euros para um medicamento que nos ia retirar da dor que não sabemos fazer desaparecer...

queria tanto meu Deus ter poder ... muito poder... para conseguir colocar em funcionamento uma máquina enorme de solidariedade, jamais vista em todo o mundo...

dizem que é fantasia , mas não é...

o mundo precisa apenas que o agitem e lhe digam gritando ... a dor precisa de amor... venham curá-la...

VENHAM, CICATRIZAR AS FERIDAS DESTA HUMANIDADE QUE DESESPERA DE TANTO ESPERAR...

venham mas venham já ...

há mulheres que se oferecem na esperança de serem ajudadas, mas estupradas , voltam desiludidas com filhos nos braços...

há crianças que se permitem crescer, apenas porque  acreditam que a humanidade vai perceber que é essa a sua vontade e as vai ajudar...

há velhinhos que se encostam na esperança de um abraço que vai chegar e se deparam com a solidão que os desperta, horrorizadamente isolados...

há fome... há dor... há solidão...

há sim... isto não é drama ... é verdade... porque há gente que nunca soube o que era beijar a vida em nome do amor ao próximo...

é preciso aprender a beijar... para que todos nós possamos engravidar de amor pelo mundo...

então nascerá a felicidade e o mundo será " um paraíso"...

até lá, pensem apenas... 

                                      ONDE ESTÃO OS BEIJOS QUE NÃO DEI?...

lasalete

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D