Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

cadeia humana...

 

 

 

ainda é uma criança...

talvez portuguesa ? ... não sei...

 

ignora por certo que a pobreza e o desemprego construirão para o seu tempo, umas grades mais fortes que os homens maus estão aperfeiçoando...

 

que dessa grades fortes, não poderá ver os passarinhos cantando, nem os amiguinhos brincando na sua rua...

 

 

não sei tão pouco se ele terá direito a um tecto...

 

sei apenas que ele vai crescer e que os seus pais vão dizer-lhe que um dia acreditaram que a política ia mudar e que tudo ia ser diferente, mas que não foi bem assim...

 

os homens deixaram também eles de acreditar e de forma displicente deixaram de ajudar aqueles a quem prometeram protecção, porque ficaram ao serviço dos que miseravelmente se passeiam pela fama dos bastidores e que engordam o seu pecúlio à custa do suor e das lágrimas das populações indefesas...

 

os pais um dia vão ter que contar que os homens de carácter foram morrendo e ficamos com os que não tinham coragem para aguentar a violência do materialismo...

 

o menino vai crescendo...assim vai acontecer e vai tornar-se um cidadão descrente e um dia vai perguntar... o que é a democracia, porque não vai reconhecer o mundo nesse padrão de vida...

 

tristemente teremos que dizer, que foi um sonho que não conseguimos sonhar de forma correcta e simples...

 

vamos ter que mostrar a este jovem as crianças que foram morrendo , a extensão da cadeia humano onde aprisionamos os sonhos de muita gente... a dor de muitos portugueses...

 

nada há de mais hediondo que roubar os sonhos...

 

tantos braços parados...

onde param os homens inteligentes deste país ?...

 

foram engolidos pelo egoísmo e deles ficou apenas a sombra na lembrança daqueles que não tiveram força para sobreviver...

 

inclemente o mar vai sentir-se só , sem homens bravos lidando...

dentro de pouco tempo as ruas vão inundar-se de gente e tudo vai ficar mais intenso , mais duro, mais complicado a nível social...

 

não há recursos, mas ninguém tem capacidade de iniciar uma mudança que ainda podia acontecer...

 

não há armas, nem dinheiro, só falta vender o campo de batalha, porque as almas há muito se renderam à evidência de um país em rotura económica...

 

no entanto perante este catastrófico panorama existem senhores a ganhar chorudas fortunas... isto é fraude constitucional, já que a todos a constituição portuguesa garante direitos iguais...

 

nem todos são pessoas sem abrigo, os desempregados, não são indivíduos drogados ou alcoólatras... são gente honesta que trabalhava e que de repente acordou sem recursos e sem idade na sua maioria para recomeçar...

 

onde está o salvador da pátria? ...

não vejo ninguém com capacidade para dizer:

 

FECHEM O TARRAFAL DOURADO ... CHEGA...

 

O QUE FALTA A QUEM DECIDE É TER QUE CONHECER DE PERTO A FOME, O DESESPERO DE NÃO TER UNS CÊNTIMOS PARA PAGAR SEJA O QUE FOR, VENDO O FUTURO DOS FILHOS ESTAMPADO NA INDECISÃO...

 

o que falta mesmo é coragem para abraçar a democracia e não se deixarem vender por um punhado de solicitações que arrastou este povo para a miséria...

 

apareçam a terreiro e vamos transformar Portugal numa terra feliz...

 

 

lasalete

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D