3 comentários:
De Salomé a 25 de Junho de 2008 às 12:26
Querida Lassalete, esperei anciosamente por este dia, mas infelizmente não pude ir, então estive atenta à comunicação e nada... o que me desiludiu um bocadinho. Assim que tive oportunidade vim ao blog a ver se já haviam novidades sobre a marcha e a festa de S. João... e realmente fiquei chocada e triste com todos os obstaculos que são sempre colocados a quem rema a direcção certa, mas acredito que não são eles que a vão demover, nem à Lassalete nem a todos aqueles que aderiram com tanta dedicação e empenho a esta causa, a causa do bem, de dar vós aos que sofrem e não têm vós... acredito que para o ano irá correr melhor, pois TUDO VALE A PENA, QUANDO É FEITO COM AMOR. Espero de todo o coração puder participar mais activamente para o ano, venham de lá os obstaculos e as perseguições e que Deus nos dê força e coragem para as entrentarmos. Muitos beijinhos cheios de carinho e força para todos.
De cecilia a 25 de Junho de 2008 às 16:31
S.Joao do meu Coração

Dizem que há magia na noite de S. João e este ano ela caiu em forma de chuvinha.
Durante o desfile senti várias vezes a voz embargada, ficando por instantes impedida de cantar a "nossa marcha" e os olhos encheram-se de lágrimas tal era a emoção que se apoderou de mim. Foi maravilhosa a 1ª vez que sai com o Coração.
Apesar de todos os obstaculos com que nos deparamos, podem ter a certeza; fica a vontade que - para o ano haverá mais e melhor.
Nao o que é que alguns estavam há espera...se era que desistissemos, enganaram-se, ou não conhecem a nossa directora e os seus voluntários...
Aprendemos com ela a fazer das fraquezas FORÇA.
Por todo o trabalho, incentivo, entusiasmo e alegria, com que nos contagia,
Obrigado D.Lasalete -uma força da natureza.

Cecilia
De ana raquel gomes barreleiro a 26 de Junho de 2008 às 00:55
A comunicação social podia tr dado ênfase a tod este esforço por parte de vocês que trabalharam intensamente sobre este projecto... mas é preferivel filmar "pessoas sem rumo" que numa noite de S joao percorrem horas a pé sem destino ou finalidade.
O que eu gostei mais foi de ver pessoas que se iam apercebendo da nossa passagem a sorrir e partilhar a alegria! foi mágico mesmo com todos os contratempos que derrubamos! beijinhos e para o ano ha mais ^^

Comentar post