De salomé a 25 de Julho de 2008 às 17:29
Querida Lassalete "às vezes apercebo-me que deixei de ter gente no meu pedaço de céu...
Sinto-me tão só..."

Ao ler esta frase apeteceu-me correr de Gaia ao Porto, por certo ao Coração da Cidade, dar-lhe um forte e caloroso abraço e um beijo nesse seu rostinho fofo e iluminado, que é como a vejo nas palestras que costumo ir ao sábado à noite e que me têm ensinado tanto, ao lado dos livros da nossa doutrina e que me dão tanta força para não desistir do meu voluntariado na escola primária, em prol do "meu mundo" pessoal que também tanto trabalhinho me dá...

Pensei em Jesus, também ele sempre rodeado de tanta gente; uns desconhecidos outros seus amigos, mas eu acho que Ele também se deve ter sentido muitas vezes assim...sozinho...mas não estava tal como você Ele tinha uma missão, uma missão de AMOR... pequena, média ou grande todos os que têm por missão o AMOR e a cumprem, nunca estão sozinhos têm Deus e toda a humanidade com eles.

Minha querida não se sinta só, há tanta gente que a AMA. Beijinhos, muitos, muitos, muitos Beijinhos
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres