Terça-feira, 23 de Agosto de 2011

a carta que nunca recebeu...

 

 

 

 

amigos...

 

 

sei que a esta hora do dia já muitos de vocês estão esgotados... eu ainda não...

ainda tenho pela frente uma longa jornada...

 

tão longa quanto a humanidade que me rodeia...

tenho uma porta aberta e um refeitório que serve alimento a todas as pessoas que ao longo do dia sentem fome...

 

o desespero de muitos tem que ser o meu desembaraço...

 

não tenho cartões de crédito para dar, mas ofereço sopa quente e pão com fartura, bolos e iogurte, a novos e velhos, crianças, doentes e tantos mais...

não os posso mandar para nenhum SPA, mas ofereço um cobertor que os abrigue do frio da noite gélida...

não tenho tempo para ir com eles ao cinema, mas sorrio, para que retenham na sua memória, o meu olhar...

não lhes peço um voto, não eu mesma estendo a minha mão, que eles seguram com firmeza...

não faço campanha eleitoral, mas eles me abraçam do fundo do coração, sem que eu lhes faça promessa alguma...

 

e tudo isto já faço vai para 16 anos... o tempo passa a correr...

um dia dei por mim a alimentar mais de mil pessoas por dia...

 

hoje são quase 500 pessoas a alimentar... todos os dias… chamam-lhes pessoas sem abrigo…todos os dias aumentam... todos os dias se vão ...

 

quando iniciamos o dia pela manhã, não sabemos quantos é que vêm comer, pedir ajuda, agasalho, calçado ou medicação...

a esta hora, os voluntários já estão um pouco cansados, pois que desde manhãzinha recolhem alimentação para podermos ofertar… 

 

os voluntários todos os dias caminham em direcção á pobreza como caravelas, descobrindo novos mares de gente, novos sois, novas galáxias de sofrimento e dor…

e os monstros alados, continuam a empurrar o mundo para o desespero, desempregando, empobrecendo… só agora começamos a perceber, porque é que não cultivaram e educaram  a maioria, porque é que não se investe na cultura… porque um homem sábio desperta com mais facilidade, reivindica e exige…

 

mas a cidade não dorme , tem borboletas quase moribundas de esperança, borboleteando dentro dela…

aos Sábados tratamos os pés... ás borboletas da cidade… aos que palmilham as ruas de pedra basáltica, que  têm os pés doridos, feridos de não saber parar e de calcarem as pedras da indiferença humana ... ainda não disse ... estou a falar da cidade do Porto...

 

eu não sou ninguém com alguma importância... apenas uma mulher que um dia com uma magra pensão, abriu uma porta e nunca mais a fechou... chamou-lhe -O Coração da Cidade.. e este coração nunca mais parou de bater...não precisou de um monte de acções da bolsa, precisou apenas de dizer SIM, á vida…e outros corações fizeram eco com o seu, o amor falou mais alto e o coração se abriu…

 

hoje a crise também lhe bateu á porta... tinha fome... não a pude deixar á porta... só lhe pedi, que se sentasse, que não se  alimentasse de nós  e partisse, mas que não nos  fechasse a porta...

então a crise disse:- para isso é necessário haver na cidade, mais gente com coração...

é por isso mesmo que estou a escrever para vocês...

será que quem me ler tem coração ?...

e espalha a minha mensagem aos quatro ventos pedindo ajuda para O Coração da Cidade?...

 

se assim for, fico-lhe grata... pode contactar-me ...

lasalete.piedade@gmail.com

 

com carinho desejando que o Sol brilhe na sua vida

 

lasalete

neste momento eu estou ...: bem... em paz...
publicado por lapieta@sapo.pt às 18:36

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 17 de Agosto de 2011

mil formas de amar o mundo...

align=

amar o mundo..... é vê-lo com outros olhos...

 

 

 

muitos perguntarão ... como? ... como amar o mundo , do jeito que ele se encontra...

 

é exactamente quando tudo está errado que devemos amar...

 

fazendo sempre o nosso melhor, ajudando na medida do possível, invertendo os factores da preguiça e trabalhar então por um mundo melhor...

 

 

 

são tantos os senhores da guerra... da guerra fria... que se vangloriam de serem os que mandam e os que invertem as situações e deixam os humanos atordoados, a fazer de conta que sabem de tudo e ocultos se riem de tantos papalvos assustados, que somos todos nós, derretidos em frente dos ecrãs a ver as notícias e a descobrir com estão afinal os nossos parceiros europeus...

 

 

 

os continentes, enquanto dormimos vão mudando lentamente a sua rota, estrelas cadentes rompem o céu, sem que nos apercebamos...

 

 

 

no conjunto dos universos, muita vida desponta, no nosso planeta muita vida se transforma...

 

 

 

no nosso mundo parece que tudo adormece e espera que nós acordemos no dia seguinte...

 

 

 

nada nem ninguém espera por nós...

 

a nossa mesquinhez é que nos faz crianças a brincar de faz de conta...

 

 

 

é necessário despertar e acordar deste pesadelo, que alguns até tomam como sonho, para não terem mais trabalho e preocupações...

 

 

 

despertar de vez é urgente...

 

olhemos o nosso mundo em redor, que se divide mil vezes na esperança de que alguém lhe dei-te a mão para não se afundar...

 

 

 

gritemos bem alto ( dêem as mãos)...

 

paremos de vez com a nossa imprudência e construamos de forma diferente o mundo dos nossos filhos...

 

 

 

quem está verdadeiramente empenhado em tudo isto?...

 

 

 

muito poucos... os políticos, não estão de certeza...

 

e os empresários...não, também não estão... estão demasiado preocupados com os lucros que nada sobem neste momento...

 

as mega fraudes sucedem-se e nada se faz... os créditos continuam a ser concedidos e nada se faz...

 

 

 

afinal quem está mesmo atento... uns quantos, mas esses têm medo de reagir...

 

os que querem reagir, ainda pensam que estamos na revolução dos cravos e dizem sempre a mesma coisa... já não convencem ninguém...

 

mesmo que algo esteja correcto eles são sempre contra...

 

 

 

grande parte dos que elegemos neste momento davam tudo para saírem do cargo que ocupam...

 

 

 

dentro de dias o programa de emergência social vai entrar em funções... muitas instituições se não forem ajudadas vão entrar em colapso financeiro... o problema é que muita gente que está a ser ajudada vai deixar de receber ajuda...

 

 

 

amar o mundo é fazer um pouquinho pelo espaço que nos rodeia e estar atento vendo onde é possível ajudar...

 

 

 

enquanto se discute a nível mundial, local ou regional, toda a gente foi de férias como se nada se passe-se ... e agora em Setembro...

 

 

 

amar o nosso mundo, é algo mais que esperar, é arregaçar as mangas  e trabalhar em benefício dos outros, com a consciência de que estamos ao mesmo tempo a trabalhar em benefício de nós ...

 

 

 

deixo-lhe aqui o meu abraço... escrever para vocês é uma das mil formas de amar o mundo…

 

 

 

lasalete

 

 

 

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 02:08

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 13 de Agosto de 2011

guerra surda ... para quem não quer ouvir...

 

 

11 horas da manhã...

 

A maior parte dos meus amigos está de férias...

 

Alguns foram até Fátima, na esperança que a Virgem peregrina, operasse um milagre, outros foram agradecer…

 

As  noticiosices de todo o mundo sucedem-se, os apresentadores estão bem penteados, maquilhados e há que vender meias verdades... e contam quase todos eles as mesmas histórias, debulham as mesmas tragédias de sempre, assustam as mesmas mentes e sentem-se senhores do destino da mentalidade humana, formatando em seu redor os raciocínios mais lentos e mais vulneráveis...

 

O impacto económico em todo o mundo, é a nova guerra surda, fomentada quem sabe, em pleno oceano, por uma quantidade (pequena) de loucos, que não sabe nem sequer fazer um chã, mas que em frente a um computador, está a destruir muito mais que Bin Laden...

 

Apanharam desprevenidas a maior parte das bolsas mundiais, espalharam o caos, porque as economias estavam a ser engolidas, por famintos do poder, enquanto os políticos, lhes lambiam as botas besuntadas com a banha de muitos, para quem o sofrimento humano nada significa...

 

Avessos à humanização, pensando que vão viver eternamente neste planeta, nem sequer têm a capacidade de entender que estão neste momento a destruir o que deveriam construir com muito cuidado, pois que o mundo, que estamos a tentar emoldurar, é o mundo dos nossos filhos e dos nossos netos... que bela herança!!!!!!!...

que dirão os nosso netos um dia, quando olharem para trás e perceberem que somos um bando de idiotas, agarrados ás bolsas de valores, neste jogo de monopólio mundial, onde uns têm tudo e outros nada, nem sequer lhes restou a esperança...

 

Se o mundo que trabalha acordasse e se manifestasse, não através da violência, mas através do trabalho, se não quisesse apenas muitos dias de folga e de bailarico e entendesse de uma vez por todas que esta guerra surda e infecciosa é a pior guerra de todas, porque não conhecemos o rosto de quem está a vender e a comprar e que apenas conhecemos uns logaritmos dispersos, umas quantas equações sem quociente e uns quantos números que os noticiários financeiros despejam semeando o caos em todo o mundo...

 

Esta máquina foi bem montada e de certo que não estão tão certos assim de conseguirem os seus intentos…

No fundo, eles sabem que a força está em terra…

Aqui, onde o sol bate mais forte e se sentem todas as tempestades emocionais, onde morrem e nascem crianças todos os dias, onde se partem montras e se incendeiam cidades, onde se assalta e se mata, mas onde se estende a mão, aqui onde em terra firme estão os homens que choram, aqui também reside a esperança…

 

Aqui onde existe o câncer do egoísmo, também existe a cura ( a humanização)… o problema é que neste momento são muito poucos os que se dizem vacinados, são muito poucos os que lutam desesperadamente, para que os ( mortos vivos) se sintam vivos de vez e possam reagir…

 

Quem manipula as informações, é sem sombra de dúvida a sombra inclemente dos que não sentem temor, nem dor, apenas a mesquinha ambição dum poder paralelo que vai fazendo vítimas…

 

Os que fabricam esta guerra surda, são muitas vezes os que depois dos destroços aparecem como grandes e únicos benfeitores…os salvadores da humanidade… esperam as estátuas, os pódios e aí mostram o rosto… esquecem-se porém de que ( a sementeira é livre, mas a colheita é obrigatória )…

 

Ficaríamos abismados se um dia no fosse mostrado o número impressionante de mentes que saíram da universidade e se transformaram em soldados desta guerra económica, matando as perspectivas de futuro, lançando bombas de discórdia económica, violando leis de concertação, lançando roquetes de terror, mísseis dizimadores de vida, sem compaixão por quem trabalha dia a pós dia…

 

As religiões já nada podem e nada fazem… muitas delas também se deixaram corromper…

 

Parece um quadro negro?… é a realidade em que vivemos …

 

Mas ponderemos bem fundo, porque a força ainda está nas nossas mãos…

 

Viremos para a natureza o nosso interesse, estudemos outra vez as teorias do amor, e coloquemo-lo em prática, registemos todos os passos e todos os gestos que por esse mundo fora se traduzem em situações de paz e pacifiquemos o coração…

 

Ajustemos a nossa vontade a uma vontade única, a do progresso integrado ( moral, intelectual e material )… pois que a matéria está aí desde sempre e é necessária ao progresso em todas as situações…

 

O consumismo foi a forma mais elaborada de paralisação… agora que quase todos são devedores, temos que assumir que a escravatura se instalou, levantando fortes muralhas económicas, onde estão encarcerados e algemados às suas dívidas muitos seres humanos, que apenas queriam ser felizes…

 

Só Deus nos pode salvar… não o Deus que as religiões inventaram… não… o Deus verdadeiro, o Deus que está dentro de nós, que nos fala, que não atropela a nossa consciência, o Deus que se chama LIBERDADE, AMOR, HARMONIA e PAZ…

 

Essa ENERGIA DIVINA, tem um poder imenso, o poder de cada um, a força impressionante da mudança…

Essa ENERGIA CÓSMICA, é a Fé que tantos anseiam e que muito poucos sabem pôr em prática…

Essa ENERGI LIBERTADORA, tem o nosso ADN espiritual, diferente para cada um, consoante o percurso que no transcurso dos séculos fizemos e que pode mudar o mundo…

 

Essa energia, liberta-nos do medo…

 

O mundo neste momento está vestido do medo de perder… o quê? …

 

Que mais há que perder?...

 

Daqui para diante só há a ganhar…

Para isso, anule o medo… não se subestime e avance… em novos moldes, mas avance…

 

Faça a partir de hoje uma vida diferente e confie…

 

Um bom fim-de-semana para si … você, eu e quem quiser, temos a força na mão…

 

lasalete

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 11:03

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Agosto de 2011

ajudar é como amar... é uma arte...

 

num momento em  que a comunicação é tão fácil, em que as novas tecnologias nunca deixam de nos surpreender  tal a rapidez com que se manifestam... mas ainda ficamos surpresos quando percebemos que existem seres humanos em perfeita solidão...

 

a visibilidade que a comunicação social empresta ao crime e nomeadamente ao crime organizado, deveria ser mais bem utilizada se apoiasse de forma intensa e informativa as ajudas que estão ao alcance de quem necessita de apoio...

 

muita gente não come, porque não tem capacidade de se informar das situações que nos planos da boa vontade vão acontecendo um pouco por toda a parte...

 

quando O Coração da Cidade em 2006, criou o Programa VER - vidas em risco,  foi a pensar nestas pessoas que não têm tido coragem para se orientarem no mundo das instituições...

 

é por elas que O Coração da Cidade alerta, para que não fiquem em casa, venham até nós e não tem que receber esmola... trabalham com os voluntários e têm acesso ao mercado social para que aí possam fazer as suas compras...

 

neste momento já estão a começar a aparecer casais com mais dificuldade, pois estão os dois sem emprego...

 

as medidas governamentais têm que ser céleres e devem ser aplicadas junto das instituições que estão no terreno das necessidades e já vão conhecendo as pessoas…

 

os meios que temos ao nosso alcance não nasceram ontem...

 

é necessário saber como privar com quem tem necessidade de ajuda...

 

é necessário fazer com estas pessoas continuem autónomas e não passem a receber os sacos de alimentação, mas continuem no seu habitual despertar para sair de casa, trabalhem ainda que sejam poucas horas, façam as suas compras e não de desabituem de o fazer, para que não esbarrem de vez com a depressão...

 

temos que ajudar o nosso país sem pão, para que não perca a auto-estima…

 

estamos a entender como se portam as pessoas quando são estranguladas durante muito tempo… um dia a tampo salta…

 

é necessário agir com prudência e travar a sofreguidão daqueles que deliram fazer caridadezinha...

 

ajudar é muito difícil... ajudar é como amar... é uma arte...

 

 

lasalete

 

publicado por lapieta@sapo.pt às 17:08

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Abril de 2011

democracia ... uma senhora mal amada...

 

passaram 37 anos...

voltou-se a falar de Abril...

este ano devido á crise política, habilmente instalada e superiormente programada, os discursos foram oferecidos ao país de forma uniforme , porque não era de esperar que perante o cenário nacional fosse de outro jeito...

 

cada um dos intervenientes se fazia acompanhar, para a fotografia das respectivas damas, aliás como é de bom tom em situações de estado e conforme manda o figurino, não fizeram figuras tristes...

mas, olhando bem, de repente coloquei o meu pensamento numa situação um pouco mais humorada e dizia para os meus botões... é natural que compareçam todos, pois é exactamente assim que os familiares e amigos se reúnem para o funeral de alguém...

 

percebendo que a democracia está de luto, pois que não foi alimentada e muito menos amada, era de prever que o funeral mais dia menos dia acontecesse... mas afinal, será que a democracia morreu mesmo...

 

não claro que não, pois que ainda há mais de 9 milhões de portugueses que mesmo sem discurso ainda estão aqui para ver como param as modas...

se bem que desses todos só apenas uma pequena fatia, em abono da verdade se interessa fielmente por este país moribundo e fica atónito por ver um cadáver politico a despedaçar o pouco que resta deste Portugal á beira mar plantado...

 

para onde foi então a boa intenção de amar e amparar o país que ainda só conhece a democracia há 37 anos ?...

 

é de lamentar que os portugueses não tenham sido informados que a democracia é um movimento constante, sempre em construção , porque seria ridículo que ela mesma não se adaptasse aos tempos mas sem desvirtuar o sentido, até porque é a democracia que garante os direitos e confirma os deveres de quem quer evoluir...

 

a nossa pouca sorte, foi de termos á frente do país gente de cabeça política e de coração partidário que não estiveram nem um pouco preocupados em fazer crescer o país, conduzindo a população a um bem estar emocional e organizacional como devia ser, em liberdade...

pelo contrário acorrentaram o país ( o povo) a  plataformas de gestão impressionantemente despropositadas e que não podem ser o garante de prosperidade para ninguém...

 

a preocupação foi de aparecer na fotografia como políticos de primeira apanha e com caracterização partidária, mandaram em abono da verdade ( lixar o país)...

 

subsidiaram toda a gente e não garantiram a ninguém o ensino do prazer de trabalhar, de produzir, de enriquecer o país...

 

assim temos neste momento, uma grande percentagem de pseudo intelectuais, outra percentagem de políticos falhados, outra percentagem de velhinhos sem apoio e cansados de viver, um número incontável de jovens à rasca e sem capacidade de prosperar, um grupo sem conta de gente sem recursos e subsidiados por tudo e por mais alguma coisa e por fim crianças em número elevadíssimo a olhar esta procissão de interesses e de desinteressados a serem sustentados por uns poucos que se levantam cedo e deitam tarde, trabalhando todo o dia, fazendo intervalo para contar os cêntimos que restam para poderem sobreviver...

 

se isto era a liberdade, deveriam avisar, mas como eu sei que isto não é democracia nem liberdade, por favor, deixem o governo do país, na mão de gente honesta, que saiba dialogar, que não critique nem atrapalhe se não tem soluções, que saiba usar uma palavra que não se ouve em discurso nenhum ( trabalho)... a palavra esquecida, para que possamos de uma vez por todas perceber que o país e o mundo só avançam se todos trabalharmos...

 

diziam os presidentes de todos os tempos e o actual, que devíamos estar unidos… claro que estamos unidos , para gastar, para confundir, mas não para trabalhar no interesse colectivo... são poucos os que pensam assim, são inúmeros os que pensam apenas no seu bolso e não se preocupam com o bem estar de quem sofre...

 

que Deus nos ajude e rápido, porque senão, quando pararmos para entender o que somos, vamos perceber que o governo dos Filipes afinal ainda pode acontecer e depois quero ver onde haverá um D. João que nos ajuda...

já não há homens nem mulheres como antigamente...

necessitamos de quem venha para nos ajudar, porque desta vez, do jeito que as coisas estão, quando vierem ao Porto, nem tripas há para alimentar o povo...

 

quando acordarmos, no Natal vemos os mais espertos a oferecerem o Algarve, o Alentejo, a Beira interior e o Litoral ás fatias como pagamento das ajudas que a TROYCA vai inventar…

 

estamos a ser inventariados e depois vamos ser fatiados e oferecidos a quem der mais…

 

e tudo isto, porque a democracia é uma senhora mal amada, traída e desamparada, explorada e esquecida...

 

é preciso salvar a democracia...

 

acorda PORTUGAL...

 

 

lasalete

neste momento eu estou ...: cansada e perplexa
publicado por lapieta@sapo.pt às 13:54

link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Abril de 2011

Páscoa... um encontro marcado há dois mil anos...

 

 

 

 

 

 

hoje furando tradicionalmente o horário, O Coração de Cidade vai abrir as portas ás 12 horas para realizar o almoço de Páscoa com as pessoas sem abrigo que todos os dias estão a receber auxílio em alimentação...

 

ultrapassando o imprevisto, esperamos mais de 500 pessoas neste almoço de Páscoa, dada a afluência de pessoas a solicitar ajuda para poderem sobreviver sem passar fome...

 

no entanto com esta notícia quero pessoalmente deixar a minha mensagem de Páscoa e acordar o mundo para a maior das religiões... HUMANIZAÇÃO...

 

 

Renascer!

 

Este é o verdadeiro significado da Páscoa.
Que neste dia teu coração se encha de esperança,
teus sonhos se vistam de festa,
teus olhos tenham um novo brilho
transformando este instante
no maior dos teus momentos!

Feliz Páscoa

 

 

É assim todos os anos…

Senão com esta, com outras mensagens, por qualquer um dos meios ao nosso alcance… Senão é assim é mais ou menos assim …

No visor dum telemóvel, num e-mail disperso, acontece uma mensagem de Páscoa… que se repete para quantos estão na nossa vontade …

 

Todos os anos se renovam os votos e todos os anos, compramos ovos de chocolate, que pelo menos para os mais novos representem a nossa amizade e o nosso interesse em manter viva a tradição…

 

E do resto do ano…

Que fazemos do Cristo que existe para manter viva a Páscoa dentro de nós…

Que se sacrificou para que pelo exemplo de vontade e bondade , nos os humanos nos apaixonássemos pelo Amor…

 

Que fazemos do Cristo, que apaixonadamente nos ensinou

a rezar o “ Pai Nosso” que tantas vezes citamos sem significado algum, apenas no intuito de expurgar culpas esculpidas na alma…

 

Que fazemos do Cristo que apesar de ser o alimento espiritual, d’Ele tão pouco nos alimentamos e crescemos como pedintes desnutridos de luz e sobrevivendo dos restos que as religiões espalham sem Fé, vinculada na humildade, mas apenas e só para cumprir calendário, ridicularizando na maior parte dos actos um “ Anjo de Amor “, que apenas pediu para permanecer em nós sem exigência nenhuma…

 

Tiremos o Cristo da cruz, dos ovos de chocolate, do pão de ló e saiamos com Ele, pelas ruas do coração, pelas vielas da alma, pelos recantos do espírito e voemos livres pelo universo, mostrando a todos que Ele é só Luz, Amor, Compaixão e que um dia se apaixonou por esta humanidade indolente, porque acreditou firmemente que ela se podia converter e renascer para esse encontro onde apenas o Amor tem lugar…

 

Páscoa é portanto um encontro marcado desde sempre com o Amor…

Para não faltarmos iluminemo-nos de luz e nessa intensidade caminhemos com Ele, firmemente … com Fé…

Ele nunca nos deixará sós…

 

 

lasalete

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 07:59

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 1 de Abril de 2011

a maior mentira de todas ................???????????

 

 

o mundo está em paz... nem queria acreditar...

 

apesar de ser dia das mentiras... devia ser verdade...

 

não havia crianças a chorar...

os mais velhos estavam a rir e com o rosto tão feliz...

os adultos que saiam para o trabalho, saiam de suas casas e tão felizes estavam, que se cumprimentavam uns  aos outros sorrindo...

nas ruas jovens felizes cantavam e abraçavam-se sem desconfiança...

os polícias parados, olhavam o céu, como se já não fossem necessários como vigilantes na Terra...

os albergues estavam encerrados e as instituições de solidariedade, quase todas encerradas, por não haver necessidade de existirem...

as filas intermináveis para qualquer situação não existiam e tudo parecia na mais completa ordem...

nas cadeias de quase todo o mundo as celas vazias e os guardas afadigados limpavam o que já estava limpo e então fechavam os últimos trincos das portas enormes das prisões...

as casas de penhores fechadas mostravam já não haver necessidade económica...

 

as notícias em pleno ecrã motivavam quem via e ouvia o noticiário á calma e á solicitude...

 

havia armamento e material bélico estacionado,  que denunciava uma guerra qualquer, mas que cobertos de poeira  mostravam que essa mesma guerra já não fazia sentido e tinha acontecido havia muito tempo...

 

nos hospitais, os corredores sem macas e as enfermarias no mais absoluto silêncio, atendiam enfermos sem dores lancinantes, tratando apenas problemas de fácil solução...

 

ninguém berrava ou gesticulava...

 

as aves voavam quase conscientes de terem encontrado por fim o paraíso...

e no mais belo cenário de sempre a Primavera brotava em cor e aroma como nunca...

 

nas avenidas outrora nuas, o verde borbulhava ao sabor da aragem fresca motivada pela manhã ensolarada...

 

os golfinhos pareciam subir novamente o Douro e por toda a parte as feras selvagens convertidas pela paz reinante sonolentas se entregavam ás suas necessidades habituais, sem choque nem tortura...

 

nas janelas as flores davam elegância a asseio pela cor que exibiam orgulhosas...

 

parecia que a Terra se havia enfeitado para Deus passar...

 

 

nem queria acreditar... nada em meu redor revelava sofrimento ou dor..

 

feliz espreguicei os braços para me integrar neste abraço de beleza e esplendor...

 

verifiquei então que Deus participava do dia das mentiras e permitiu que o sonho brincasse comigo...

acordei e voltei ao dia das realidades mais tensas... no entanto com a esperança de que um dia acordarei e o mundo vai ser assim...

 

até lá ... vamos viver... do jeitinho que o mundo é , mas com a certeza de que se cada um de n+os fizer o seu melhor, tudo será mais perfeito, mais belo e mais são...

 

até lá... beijinhosssssssssssssssss...

 

lasalete

neste momento eu estou ...: bem
publicado por lapieta@sapo.pt às 12:41

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Março de 2011

o que inspira a pobreza...

 

 

 

estamos a viver momentos muito difíceis...

 

o desespero de inúmeras pessoas, já não se deve ao facto de estarem sem trabalho, porque de certa forma já iam fazendo alguns trabalhitos por fora, mas neste momento até isso está fora de questão...

 

ninguém dá trabalho a ninguém, porque ninguém quer sentir no orçamento mais despesas do que aquelas que já suporta...

 

eles ( os aflitos) aí estão ao deus dará... sem nada ... sem ninguém que os apoie...

 

entram porta adentro do Coração da Cidade, a chorar, de lágrimas vertendo desespero, a dizer que já não têm rendimento mínimo...

 

não estamos a falar de gente com  ordenados de milhares, estamos a falar de seres humanos com 300 ou 200 euros ou até menos que para estas pessoas faz toda a diferença...

 

neste momento está muita gente a viver sem água e a procurar fontes que possam ajudar... muita gente a viver á luz da vela...

 

está muita gente desesperada a pedir à instituição ajuda... mas nós também já não sabemos o que havemos de fazer...

 

a instituição também está com imensas dificuldades, porque está a ajudar muita gente que nada possui...

 

eu pessoalmente, já não sei o que hei-de fazer, cozinho para fora para conseguir ajudar mais uns quantos e faço tudo o que possa, mas está muito difícil... imaginem até já reunimos um grupo que canta fado para entretenimento e com isto vamos atraindo alguém que ainda pode passar uma noite melhor…

 

mas, o que inspira afinal a pobreza a estas pessoas que necessitam de ajuda a não ser desespero ?...

 

é muito difícil encarar homens de meia idade de bolsos vazios a tentar sobreviver...

 

parece que ninguém tem nada para contar... ninguém já quer recordar seja o que for...

 

inventei muitas formas de ajudar e já ajudamos com apoio social financeiro, mais de vinte pessoas, para além de darmos de jantar e de ajudarmos para que em casa muitas famílias tenham o que comer... mas já não suportamos mais ...

 

não temos subsídios e estamos a sobreviver com as lojas que temos espalhadas por aí com a venda de artigos em 2ª mão...

 

peço a quem ler este blog que entregue na Associação roupa e outros bens de que já não necessita na Rua Antero de Quental...

 

quem puder, que divulgue através das redes sociais ao seu dispor este pedido de ajuda...

 

ajudem o Coração da Cidade...

têm aqui o meu e-mail para  mais esclarecimentos

 

lasalete.piedade@gmail.com

 

 

grata por tudo

 

 

lasalete

 

 

 

neste momento eu estou ...: de alma muito triste
publicado por lapieta@sapo.pt às 12:19

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

A ALMA ÀS RISCAS ... OU A...

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

TAKE AWAY SOCIAL

CORAÇÃO DA CIDADE EM EXPA...

JESUS TAMBÉM VAI AO BAIRR...

dia dos namorados ou dia ...

PARTILHAR A PAZ ... a pri...

vem aí o Natal do Coração...

ser positivo é urgente...

FARMÁCIA COMUNITÁRIA

levem meu eco ...

é dando que recebemos...

não se deve violentar as ...

as nossas torres gémeas.....

ajuste o seu horário ao n...

a carta que nunca recebeu...

mil formas de amar o mund...

guerra surda ... para que...

ajudar é como amar... é u...

democracia ... uma senhor...

Páscoa... um encontro mar...

a maior mentira de todas ...

o que inspira a pobreza.....

precisamos de braços para...

todos os caminhos têm flo...

pirataria política...

AVISO URGENTE ...

O Coração da Cidade preci...

P E C ...

flores ... para o pai ...

adopção plena...

construir ... ajudar... s...

O TEU NATAL ... O MEU ABR...

SER SOLIDÁRIO É SER MAIOR...

ainda pelos caminhos da F...

preciso de adormecer ... ...

uma carta para DEUS ...

para que se conste ...

só Deus pode ouvir o meu ...

nacionalizar e ...

está na hora ...

tão simples...

SOLIDÃO...

S. João de toda a gente ....

Criar por criar.....criem...

as loucas e ilusórias pre...

Fome...Fado ... Futebol.....

fome em português...

1 de Maio... onde está o ...

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags