Quinta-feira, 25 de Agosto de 2011

ajuste o seu horário ao nosso CORAÇÂO

foram tantos os horários que O Coração da Cidade já adotou, para resolver os problemas de apoio social, que a cada ano que passa tenta transformar o tempo em algo mais rentável...

 

como não podemos diminuir ao número de utentes que diariamente nos visitam solicitando ajuda, só nos resta mesmo esticar o tempo...

 

 

e assim, vamos mudando de horário em horário, para conseguirmos apoiar todos os que confiam em nós...

 

os voluntários já estão habituados a estas mudanças...

os utentes sabem que nesta instituição nada têm que pagar, e sempre que batem á porta tudo pode acontecer...

as suas vidas deixam de estar suspensas...

e há sempre um voluntário que os acolhe e que os pode ouvir...

 

 viver na dependência dos outros é muito dificil, e não adianta apontar o dedo a esta ou áquela circunstância... 

felizes os que não dependem de ninguém e têm a sua vida organizada... 

 

 

 mas dentro duma instituição as situações alteram-se a cada dia que passa...

 

quando os imigrantes de leste visitaram em 2000 o nosso país , e eram quase mil os que entravam por dia n'O Coração da Cidade, só foi possivel atender tantos seres humanos, porque apenas o tempo e a boa vontade dos voluntários jogava a nosso favor...

 

por essa altura tínhamos quatro equipas que se sucediam para ajudar e a instituição abria de manhazinha para fechar por vezes ás 11 horas da noite...

 

 a pobreza este anos resolver vir para ficar algum tempo...

as novas restrições em todos os sectores da economia, tornou mais pobres os que já conheciam a pobreza...

 

o Coração da Cidade já preparou a nova etapa de apoio social...

 

então novo ano social a partir de Setembro...

 

os poucos dias de férias já estão no fim  e os voluntários com a alegria que lhes é habitual, vão regressar para abraçar com coragem as tarefas que os esperam ...

 

vamos então deixar o horário habitual e assim a instituição estará permanentemente a receber quem necessita ...

 

em novo horário ... entre as 10 horas  e as 20 horas... 

 

com este novo horário,  vamos ao encontro de muita gente que nos contacta, para poderem dispor do seu tempo depois do horário de trabalho...

 

 

 

 

 

 

venha trabalhar connosco, o tempo do seu coração ajusta-se ao nosso tempo 

 


 se pretendem então ajudar, O Coração da Cidade agora trabalha até tarde...

 

 

 

 

venha até nós há sempre tarefas para todos...

 

contamos consigo... o nosso lema para este ano é

 

 

PORTA ABERTA ...SOPA QUENTE ...CARINHO PERMANENTE ...


  

ficamos á sua espera...

 

um grande abraço... lasalete

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 11:05

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 10 de Agosto de 2011

Jovens sem esperança... geração sem norte... geração do Norte...

 

 

Se há cinco anos atrás disséssemos que em Londres tudo quanto estamos assistir iria acontecer, ninguém acreditaria...

 

 Logicamente que a nossa voz não chegou a Londres, mas por aqui, no espacinho á beira mar plantado a que pertencemos, já fomos alertando de que se não pusessem mão sobre a juventude …  isto mesmo, aqui, poderia acontecer...

 

 

A juventude e não só está á beira de um ataque de nervos...

 

Mas será que estão sem esperança?...

 

O grande perigo, prende-se com a falta de legislação que não consegue conter o consumo excessivo, não educou a juventude para que o trabalho fosse valorizado e acima de tudo não se encarregaram os pseudo sábios de educar segundo as capacidades e anseios de cada um...

 

Todos formam doutores e ninguém se preocupa em formar operários, gente que trabalhe e se orgulhe da sua profissão, que pretenda prosperar através do seu esforço e não de práticas abusivas e contrárias aos bons princípios da sociedade ...

 

Em quase todos os países sempre se preocupam em ganhar eleições e os senhores do poder se passeiam para mostrar de sobremaneira a sua suposta democratização...

Mas ignoram que quase todos eles estão a governar sobre um barril de pólvora e pelas imagens que pudemos ver, a juventude já não mostra medo de ninguém e pretende fazer vingar a sua opinião...

 

É necessário criar leis que não tragam a reboque os grandes senhores do poder económico, mas que ajustem os tempos de todos nós, não á miséria mas á prosperidade e que ajudem o mundo a pensar...

 

A Europa ainda não viu uma pequena parte de tudo o que é possível de acontecer , se não recuarem nos seus nefastos métodos financeiros e nos seus pouco convincentes meios e estudos  económicos...

 

A necessidade de viver em paz também faz parte da juventude...

 

Mas atendamos ao seguinte, é que em todo este cenário de insubordinação, ocultos estão outros senhores que não são jovens e empurram os jovens para a linha da frente...

 

É necessário salvar o mundo europeu duma guerra civil e não é com as medidas de austeridade que ninguém está disposto a pagar...

 

Não podemos pôr a falar quem é mudo, nem a ver quem é cego...

 

Alimentamos todas estas mentes com tudo o que era negativo e agora queremos retirar deles acções justas e honestas, quando nós mesmos os mais adultos, fomos desonestos com esta geração...

 

Eles não se sentem donos de nada, muito menos do futuro e por isso mesmo destroem e não olham a meios para atingir os fins...

 

 Vivem em guetos e se as cidades se destruírem, nem se importam… eles entendem que as cidades servem apenas os mais ricos e como eles são desfavorecidos há que partir e destruir, e disso tudo nem pena lhes fica...

 

Talvez ainda possamos ajudar a juventude, senão a inglesa, quem sabe em Portugal possamos fazer alguma coisa...

 

É necessário avançar com medidas de maior justiça social e evitar que os mais carenciados entrem em pânico... quem os deterá depois ?...

 

As instituições estão a fazer o que podem e ainda ninguém se aproximou para saber como as situações estão a acontecer... se há mais gente a pedir auxílio, ou se tudo não passa de uma fantasia, se afinal a fome de que tanto se fala não é invenção ...

 

Os governos deviam fazer o que nós fazemos, evitar as férias e aparecer para verificar o barómetro do tempo de espera de quem está desesperado vai para muito tempo...

 

Senhores ministros venham, ajudar... o Porto está com muitos casos de injustiça social... é necessário actuar quanto antes...

 

 

 

É preferível prevenir que remediar...

 

 

 

lasalete

publicado por lapieta@sapo.pt às 00:57

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Novembro de 2009

SER SOLIDÁRIO É SER MAIOR... ( POEMA)

 

 

SER SOLIDÁRIO É SER MAIOR…
 
 
Há pedras soltas na rua
que vivem de alma nua
esperando a tua mão,
são peregrinos do tempo
que vivem neste momento
gritando ao teu coração…
 
Nesta terra de incertezas
a fome passa nas mesas
passa sem hora marcada…
o amor é indiferente
na boca de muita gente
que tem a alma gelada…
 
ser solidário é amar
é ajudar a sonhar
é dar de beber à dor…
é falar p´ra todo o mundo
que amar assim é profundo
sem querer … é ser maior.
 
 
Lasalete …… 27-11-08

 

neste momento eu estou ...: de olhos abertos
publicado por lapieta@sapo.pt às 17:01

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

abençoa Senhor Jesus...

 

Senhor Jesus... nem todos têm pão...

 

mais uma semana vai começar e, se o trabalho já falta para muitos, para muitos outros o medo de que ele falte é também uma realidade...

 

aprendi Senhor, que não são os que pedem os que mais precisam, mas são os que não têm coragem de pedir, que por ventura são os mais necessitados...

 

ampara Jesus, esses que escondidos, com vergonha ou por orgulho, vivem à mingua de pão e de carinho...

 

nós os que nos comprometemos a vigiar contigo, não Te podemos deixar só...

 

ficaremos atentos a todos os que caem desamparados e não acreditam que Tu os amparas...

 

ajuda-nos  Senhor, a encontrara a melhor forma de nos aproximarmos de quem precisa de aprender a der e a receber...

 

ensinar solidariedade  é difícil ...

 

abençoa todos os lares, para que não falte a Fé e a Esperança em dias melhores...

 

que jamais falte o pão , para que não falte o ãnimo...

 

nos abraça Senhor na tua misericórdia ... estende a tua bênção a quem está neste momento a ler esta mensagem...

 

obrigada Senhor Jesus...

 

lasalete

 

 

neste momento eu estou ...: desperta
publicado por lapieta@sapo.pt às 08:29

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Abril de 2009

ainda vamos a tempo de acordar...

 

cerradas que estão as pálpebras, o sono acontece e nada mais para além do véu que a noite permite...

 

isso pensa a maioria que de vez enquando, quando a vida permite, ainda vai tecendo algumas considerações sobre o plano onírico, para tentar por aí, desmistificar um pouco do futuro, que por vezes se apresente inconsistente de significado...

 

tenho medo dos meus sonhos e neles tenho encontrado, não só os avisos consoladores que me permitem uma vida mais estável e consciente, porque deles decifro as mensagens do plano superior e não só, mas sob o manto da premonição, tenho entendido por diversas vezes a verdade factual que passa do sonho â realidade...

 

não sei de dos anseios com que vivencio a vida dos mais carenciados, no sentido de lhes mitigar o sofrimento, se das notícias constantes de desestabilização , se da crise que efectivamente se instalou por aí... o certo é que ,a noite para mim se desdobra num grande écran onde as imagens ganham forma e movimento e os jogos de intenções e decisões mostram a realidade do momento, deixando em minha mente, depois de acordar, a certeza de que nada vai tão bem assim ...

 

o meu sonho aconteceu numa grande cidade, onde  filas de gente se estendiam, pedindo auxílio ...

nada do que se entregava servia para serenar os ânimos exaltados de muitos dos intervenientes que se percebia, serem pedintes de longa data...

 

a austeridade do cenário dava a entender que já se vivia a situação há demasiado tempo, mas ao longe, uma voz tentava serenar quem pedia e conforme essa voz se ouvia, o pão

ia-se multiplicando e todos os famintos se sentavam a mastigar, dando a entender que a fome se tinha instalado ...

 

as filas eram para todos os fins... perguntei quem governava e ninguém sabia dizer, mas ao mesmo tempo, se viam  tropas nas ruas a tentar por todos os meios estabelecer a ordem de quem tentava trapacear...

 

num écran gigante instalado na avenida, imagens de outras cidades iam passando, mostrando que o mesmo clima social era exactamente o mesmo...

 

pretendi sair do sonho mas não consegui...

os voluntários iam e vinham com enormes caçarolas de alimentos, distribuindo caldo quente e pão, que chegava em camiões para distribuição...

 

a mesma luz , a mesma voz e o carinho de muitos voluntários, que misturavam lágrimas e alimentos...

 

perguntei se era verdade o que eu estava a ver ...

 

e  a voz  não demorou  para me responder...

- esta é a pior das guerras, se o homem não se modificar e parar para pensar o quanto antes... a fome é a pior das guerras...

 

acordei atrapalhada e durante um tempo demorei a baixar à realidade...

 

trazia o cheiro e o som das cenas que enfrentara no mundo dos sonhos e as lágrimas correram nos meus  com as orações habituais...

 

sei que o clima ainda não é o do meu sonho, mas receio que a realidade se aproxime dos cenários que me foram mostrados...

 

resta-nos pedir a Deus força e coragem para nos distribuirmos pelos outros e força anímica para nos desdobrarmos em esforços continuados de ajuda ao próximo...

 

ainda não sei que medidas os governos vão tomar...

vejo que as preocupações prioritárias são com os bancos e os banqueiros... as grandes falências e os grandes magnates...

 

onde entra o auxílio ao trabalhador  modesto ou quadro médio da empresa que resolveu abrir falência e que simplesmente na hora que aprazou, disse... não... não há trabalho para mais ninguém...

 

onde ficam os milhões de trabalhadores que vão ficar sem emprego ?...

governo algum conseguirá sustentar o caudal humano de desempregados...

 

o repasto social passa pela urgente e sistematizada ajuda e não pelo autismo governamental ou voluntarismo das instituições de solidariedade...

 

grandes medidas de  combate à crise têm que ser tomadas ou nos veremos a braços com a maior guerra social de sempre...

 

não adiante distribuir alimentos, se não há electricidade, água e gaz para confecionar os alimentos...

 

é hora de despertar e de desenvolver os meios que obstem a que os mais fortes que despoletaram esta crise financeira parem...

porque todos sabem que ela foi calculada para que ao balancearem os mercados em cima da mesa ficassem apenas aqueles que habitualmente comem mais...

 

este descalabro económico é conhecido dos senhores que do FMI e do Banco Central Europeu ... eles sabem até onde pode ir o teatro das negociações quando devem efectivamente baixar o pano...

 

o povo já não se levanta para lutar e é nesse cenário de inércia emocional que quem governa descança...

 

a vontade para reivindicar esgotou-se...

a desconfiança generalizou-se...

a esperança deixou de fazer sentido ...

e tudo isto porquê ???????????????

 

porque alguém se esqueceu de ensinar, que a formação cívica é a educação principal para atingir a paz social...

 

ainda assim pergunto...

que futuro estamos a deixar aos nossos filhos? ...

com que direito hipotecamos a felicidade dum mundo que queríamos  melhor e mais próspero?...

 

acordar é o lema...

 

que os meus sonhos não se realizem... este pelo menos não ...

 

um abraço de paz --- lasalete

neste momento eu estou ...: alerta
publicado por lapieta@sapo.pt às 19:57

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Fevereiro de 2009

para que se conste ...

 

fazer um esforço para não falar de fome, tem sido o meu esforço...

não tanto para não agravar o medo crescente, ou o desfraldar da bandeira da crise, mas também porque já cansa de tanto falar de fome e de perceber que afinal as instituições, que continuam a resolver de forma dramática o flagelo da pobreza, que vai dia a dia trazendo à superfície  novos rostos com fome, continuam em situação de programação autista que em nada beneficia o país...

 

no meu humilde entender seria de prever, porque é necessário que os representantes do país, se dirigissem a esses locais para constatar " in loco" , o que afinal se está a passar...

 

não estamos necessariamente a produzir uma encenação de La Féria, mas continuamos a protagonizar a peça mais brava de sempre no nosso pais " OS MISERÁVEIS " que em cena está há tanto tempo que já lhe perdi a memória, mas que pelo que está a acontecer está para durar e não sei quando vai encerrar este cenário de dor e sofrimento...

 

ainda hà pouco mais de um mês O Coração da Cidade, retomou as refeições diárias, com 9 horas de trabalho diário e consecutivo e já atingimos os 300 utentes...

 

não são os mesmos rostos, não têm as mesmas maneiras dos sem abrigo, são homens e mulheres que nada têm a ver com a pobreza habitual e não sabem como comer sem que tenham que se dirigir a uma instituição...

 

no Coração da Cidade tudo é gratuito...

na sala onde comem, foi montado um esquema de self - service , para que quem chega para se alimentar possa fazê-lo sem constrangimentos e assim pegando num pratinho as pessoas que lá vão possam servir-se com vontade e naturalidade e dirigir-se para o seu lugar sem ser interpelado...

 

alimentam-se sem atropelos e sem barulho... deixamos à disposição de quem precisa muitas possibilidades em termos de ementa e assim com amor , tentámos resolver a crise da fome de muita gente...

 

está na hora de sermos mais uma vez visitados... e agora em época de crise, para que de uma vez por todas o tão famigerado pavilhão amovível, possa ser instalado no referido terreno, que não tem serventia nenhuma...

 

ser político tem muito que se lhe diga ...e mais do que perceber de leis, é necessário entender de humanização e não deixar à sua sorte aqueles que num dia programado, ofereceram o seu voto para passarem fome depois de algum tempo...

 

na sua maioria são homens os que procuram alimentar-se fora de casa e não é raro surpreender-lhes as lágrimas nos olhos, olhando de baixo para quem está a seu lado, porque a vergonha ainda é um traje que se usa forçadamente...

 

com as famílias carenciadas a postura é semelhante, mas aqui são as mulheres que vêm em nome dos filhos , porque está seu cargo, o encher a dispensa que tem ar e vento por todos os lados...

mães, avós e amigas, são as mulheres que chorando se dirigem ao Coração da Cidade implorando alimentos e medicamentos que já não conseguem comprar...

 

neste sociedade moderna em que aparentemente alguns estão instalados, a fome é o maior crime de sempre e a maior fraude consentida por todos...

 

escravos de paredes brancas, magros salários e açoites no tranco da crueldade que uma Europa que se diz evoluída não deveria consentir...

 

alimentar o polvo do desemprego deveria dar prisão, não só para os que desempregam de forma fraudulenta, mas para aqueles que criam regras e leis que permitem quando oportuno, levantar os troncos das senzalas que se chamas cidades ...

 

no tórrido calor dos conflitos domésticos as enormes depressões e o exaustiva atropelo nos corredores da Segurança Social...

 

ainda assim para que se conste... o povo continua a acreditar num mundo melhor...

 

eu sou uma das pessoas que ainda não perdeu a capacidade de sonhar que alguém cm capacidade de pensar desperte um dia...

 

lasalete

neste momento eu estou ...: sem tempo para respirar
publicado por lapieta@sapo.pt às 21:11

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

só Deus pode ouvir o meu grito...

 OUVE O GRITO DO POVO PORTUGUÊS

não sei o que posso fazer mais para socorrer os que chegam às dezenas diariamente a pedir auxílio pela primeira vez...

não são os pobres habituais...

são mulheres abandonadas, porque os companheiros faliram nas suas expectativas e as deixaram com todos os encargos familiares... vêm com filhos nos braços , quase incrédulas da sua situação e não sabem bem como se movimentar...

 

jovens que quase desistiram de procurar emprego e que já não acreditam num futuro melhor...

 

pais  desesperados pedindo para os filhos que neste momento nada têm que comer e não têm coragem para se dirigirem a uma instituição de caridade...

 

homens e mulheres em conjunto representando o desesperante desemprego que  atingiu dolorosamente famílias completas a quem neste momento nada sobra para sobreviver...

 

idosos que outrora socorriam algum filho ou neto e que agora nada possuem de seu e com a sua magra reforma têm dificuldade em sobreviver...

 

não sei o que fazer... os programas de apoio que inventei e que coloquei em funcionamento são a única porta que encontro de saída para que não sintam vergonha... mas, não é de certeza absoluta a solução...

 

a vida de muitos seres humanos está a tomar proporções inimagináveis e não sabemos como os podemos conduzir  sem ser com palavras de encorajamento...

 

durante o dia vou inventando algumas tarefas que os coloque dentro da instituição e nos espaços que temos espalhados pela cidade, para que se alimentem connosco e connosco possam conviver, injectando esperança em todos eles, motivando-os para um pensamento positivo...mas as contas vão chagando ... a luz... a água .... o gás ...etc...etc...

quem paga estas contas? ... O Coração da Cidade não suporta tantos encargos, pelo menos na totalidade , não tem capacidade para tal...

O Coração da Cidade não tem suporte financeiro para semelhante empreendimento... o certo é que os organismos estatais como a Segurança Social, também não segura ninguém e as entrevistas com as assistentes sociais demoram cerca de três a quatro meses a realizar...

 

frente a frente com uma senhora que vinha pedir auxílio, estarreci quando determinada e muito séria ela disse , que agora só lhe faltava roubar, mas que se tivesse que o fazer para dar de comer aos filhos ela o faria sem hesitar...

 

casos como estes são muito difíceis de equacionar pelos padrões normais de ajuda que damos, porque o desespero é tanto que não sabemos o que dizer...

 

não estou a ver como vamos dar a volta a este panorama social...

 

não vejo programas sociais adaptados aos quadros actuais de pobreza que são de gravidade excepcional ...

 

é urgente que os órgãos competentes, tomem com prioritário este problema...

 

temo graves consequências se efectivamente quem de direito continuar de costas voltadas para os que estão a engrossar o caudal dos mais carenciados...

 

só Deus pode ouvir o meu grito...

valem-me as muitas orações e os míseros tostões que diariamente recebo de esmolas...

mas estas até quando ?...

 

ajudem-nos por favor ...

 

lasalete

neste momento eu estou ...: AFLITA
publicado por lapieta@sapo.pt às 13:36

link do post | comentar | favorito
Sábado, 17 de Janeiro de 2009

o silêncio das horas... na mão de Deus ...

 

não são  de alguma forma malfeitores...

têm o rosto igual ao de muita gente...

trazem no olhar a desesperança e albergam nas palavras silêncios que vocabulário algum conseguirá traduzir...

informam quem passa que estão felizes porque O Coração da Cidade os voltou a acolher...

consideram que são atendidos com carinho e preocupação ...

 

mas... estão tristes e desesperados...

os rostos que agora nos visitam, tirando um ou outro, já não são os rostos dos " sem abrigo"...

são homens que perderam a oportunidade de trabalhar e tentam sobreviver a qualquer preço...

queixam-se que só conseguem entrevistas que não levam a lado nenhum...

estão a habituar-se à ideia de que depender de uma instituição vai ser para sempre a sua herança, como almas vivas de uma crise mundial que traçou destinos de gente honesta e que se desenvolveu pela mão de gente desonesta...

 

viver a qualquer preço, não era bem o que estava nos seus horizontes...

a queixa mais dolorosa é que recorrem às assistentes sociais e as entrevistas só daqui por três meses e com muita sorte...

mas todos eles dizem que só queriam trabalhar...

 

não estão a dormir na rua mas estão durante o dia a tentar a sua sorte...

a rua está a chamá-los para que possam viver no submundo dos que apelam à morte e à corrupção... e de dor em dor... estamos a assistir à absorção completa de seres humanos honestos que se vão ver envolvidos em histórias desonestas...

 

dizem que das 30 penitenciárias , 16 estão superlotadas...

mas, a passividade com que se assiste ao desenvolvimento de mentalidades sem estrutura emocional temperada de coragem, declinando em temperadas reacções de vicio e sofrimento, é que vai engrossar e de que forma os numerosos processos judiciais que estão lotando por completo as cadeias do nosso país...

 

se a justiça social acontecesse e os que nos governam, prestassem mais atenção aos que honestamente contribuem com a força do seu trabalho para o desenvolvimento do país, despertando para enriquecer as suas vidas de um prazer inaudito em termos de cidadania activa, então estaríamos neste momento frente a frente com pessoas desenrascadas e com frontalidade e discernimento capazes de desenvolver novas competências e outras actividades sem a recorrência desesperada aos serviços públicos de apoio...

 

as micro sociedades emergentes que estão a surgir desesperadamente e aparentemente do nada e já se devoram pelas ruas, não são ainda em números reais do domínio de quem de direito...

 

é necessário e urgente que neste momento se faça um rastreio real em termos de emprego e se criem estruturas que permita a homens e mulheres muito válidos que não têm como ocupar o seu tempo, meios de trabalho para que não desesperem de vez...

 

O Coração da Cidade está durante todo o dia sem parar a servir refeições quentes a todos os que nos procuram...

a porta está aberta todo o dia e não se para nesta casa ...

 

hoje muitos seres humanos de boa vontade e puderam constatar sem impedimento algum a azafama que por lá acontecia...

 

algumas pessoas comovidas voltaram com alimentos e foram oferecer o seu contributo pessoal...

 

aumentam à média de vinte pessoas por dia e numa semana ficamos de um momento para o outro com mais de 200 pessoas para alimentar...

 

9 horas de trabalho alimentar diário, é serviço social activo que em muito está a contribuir para o estado aflitivo de uma população desprotegida...

 

se puderem mandem o vosso contributo , porque em qualquer momento esta número subirá...

 

no Coração da Cidade a vida chama-se ... URGÊNCIA ALIMENTAR ...

 

venha até nós ... será bem recebido...

 

um bom fim de semana... e se tem trabalho, agradeç a Deus por essa fantástica oportunidade...

 

lasalete

 

 

neste momento eu estou ...: incrédula
publicado por lapieta@sapo.pt às 02:11

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

NATAL COM ALMA

A ALMA ÀS RISCAS ... OU A...

O AMOR É A FORÇA DA BOA V...

O CORAÇÃO DA CIDADE , tem...

ALIMENTAÇÃO...VERSUS...HU...

a fome atravessa a ponte ...

tenho as mãos cheias de p...

O OVO ESTRELADO...

ajuste o seu horário ao n...

Jovens sem esperança... g...

SER SOLIDÁRIO É SER MAIOR...

abençoa Senhor Jesus...

ainda vamos a tempo de ac...

para que se conste ...

só Deus pode ouvir o meu ...

o silêncio das horas... n...

as loucas e ilusórias pre...

Fome...Fado ... Futebol.....

fome em português...

meu diário de dor e prant...

os beijos que nunca dei.....

uma dor + uma dor, faz um...

acorda...acorda...

ser ou não ser ... eis a ...

quando o telefone toca...

afinal... os homens têm a...

ai, se... OS HOMENS TIVES...

BEM HAJA ... AOS CORAJOSO...

a melhor oportunidade...

aproveite o Domingo... pa...

O Coração das Cidades...

fazer o bem sem olhar a q...

solidariedade em acção .....

surpresa ... surpresa ...

pobreza...

O GIGANTE E O GOLIAS ...

uma cidade com coração .....

efemérides que envergonha...

arroz malandrinho e carap...

as coisas que invento ......

nossos momentos ...

há mar e amar...

as mãos da minha amiga La...

Tenho medo da fome ...

mãos generosas ... mãos d...

não posso fechar os olhos...

Até que a voz me doa...

VIA SACRA ... /via crucis...

a caridade? dos homens ca...

CADEIA ALIMENTAR... URGEN...

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags