Terça-feira, 31 de Março de 2015

A CRUZ DA CONVENIÊNCIA ...

esta é a SEMANA SANTA ...será?...

não lhe chamemos semana santa, se

94de21fea0f27a4b983b1345665834a0.jpg

 

não nos santificarmos...

nem tão pouco falemos de Páscoa se não nos libertarmos do cativeiro onde a alma nos coloca...

a quem adianta as promessas, as via-sacras, as procissões dos passos do Cristo?...os vestes de púrpura ... e os arroxeados dos altares...

a quem tentamos enganar, entretanto, a ELE?...

podemos enganar os homens, mas não podemos enganar a Cristo...

a semana santa, só faz sentido se oferecermos o melhor de nós aos outros, se entregarmos aos outros a nossa atenção, para lhes devolvermos a paz ao coração e o brilho ao seu olhar...

a Páscoa só faz sentido, se fugirmos de dentro de nós, desse recinto mofado que está perfurado de recados, que Deus envia e que jamais serão lidos enquanto formos egoístas...

nós somos mais humanos, se deixarmos os mortos enterrarem os mortos, se nos amarmos uns aos outros como Ele nos amou, se ajudarmos a vida dos outros como lhe fez o Cireneu amoroso,

se enxugarmos as lágrimas de sofrimento do próximo

como fez Verónica...

e se por fim soubermos com amor infinito, descermos os mais sofridos da cruz que a indiferença e a ganância do mundo levantou para os mais frágeis...

aí sim, a Páscoa faz sentido ...

façamos então vias-sacras de flores de amor e carinho, porque de sofrimento já basta ...

embelezemos a vida de solidariedade e paz... foi isso que Jesus pediu...

até quando, mentindo, O manteremos na cruz ?...

 

 

lasalete ... a luz que há em mim...

publicado por lapieta@sapo.pt às 17:16

link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Março de 2015

MOMENTOS DE SOLIDÃO/ SUICIDA

31007_487494714627893_1663693221_n.jpg

 

 

Todos falamos de solidão…

Mas com mais ou menos conhecimento, a grande maioria das pessoas não sabe identifica-la, nem se sabe achar dentro dum quadro de solidão…

Solidão não é estar só… é estar sozinho, dentro da sua própria alma…

A solidão é uma loucura momentânea, que não nos permite andar pelos meandros da paz e da felicidade, onde se passeiam os demais…

E de tal forma se desenha essa loucura, que funcionamos como se fossemos trôpegos, quase paralíticos às vezes, incapazes de andar pelos próprios pés…tão certo o que eu digo, que a solidão por vezes nos paralisa…

Ficamos, quedos, firmes e hirtos…

Parece que as palavras não chegam sequer, para articularmos pensamentos…

Damos connosco a ensurdecer…

E o pensamento, se cruza com muitos silêncios difíceis de entender…

E aparece o medo de ficar só, ou a solidão já dentro do medo nos assusta, o que vai empurrar muita gente, para fazer as suas escolhas erradas…

Escolhas erradas, que depois não se podem apagar, como quem passa uma borracha num texto que se quer simplesmente destruir para ninguém ler…

Mas a solidão que mais fere, é a solidão acompanhada, por silêncios ósseos, suspiros, lentos tremores, risos ou sorrisos, vozes sussurradas, que denunciam a presença humana, mas fora do nosso labirinto emocional onde está esculpida a nossa solidão…

Hoje em dia, são inúmeros os casos de solidão, que se manifestam em pedidos contínuos de auxílio…de tal forma, que as lágrimas brotam, na vez das palavras…

Considero a solidão uma brutalidade, quando podíamos estar mais juntos do que nunca para podermos ultrapassar todas as crises do mundo, que se veste de egoísmo e se passeia disfarçadamente de cristão bem-aventurado…

 

Resolver-se-iam muitos suicídios… porque o suicídio não passa duma crise violentíssima de solidão, que ninguém detectou a tempo…

 

Estejamos mais atentos a quem nos rodeiam para evitarmos a solidão suicida…

 

Lasalete piedade

publicado por lapieta@sapo.pt às 16:59

link do post | comentar | favorito

SER CIDADÃO É ESTAR ATENTO...

63690_327265170714255_579587310_n.jpg

 

EDUCAÇÃO CIVICA , não passa apenas
por não deitar-mos papeis ao chão...por sermos atentamente ecológicos...
há ainda um longo caminho a percorrer na direção de todos os outros..
a maioria dos cidadãos, pensa, erradamente, que a cidade está por conta do Presidente da Câmara, e de todo e elenco de executivos, que laboram no domínio autárquico...engano nosso...
todos somos responsáveis por todos......
devemos por isso estar com mais atenção, a tudo o que nos rodeia...
observa:
se não podes ajudar, vê quem pode...
informa-te, de quem na realidade ajuda...onde se ajuda e que tipo de ajuda prestam as instituições da cidade...
e quando passares na rua, informa aqueles que passam visivelmente mais desfavorecidos...e faz o teu encaminhamento...
anota os números de emergência social...
isso também vai obrigar, a que as instituições, comecem a cuidar das suas tarefas com mais e maior cuidado...
são os cidadãos que pela sua insistência, obrigam os organismos a organizarem-se melhor...
faz a tua parte... não deixes ninguém à deriva ...
os humanos menos favorecidos não são esculturas de pedra dispersas na paisagem... eles precisam da atenção de todos nós...

lasalete

publicado por lapieta@sapo.pt às 16:09

link do post | comentar | favorito

EXECUTORES DO DESTINO

 

 

10377_212799258871674_961937504_n.jpg

 

EXECUTORES DO DESTINO ou facilitadores do karma...
sempre que passas por alguém com fome, com frio ou com dor...
sempre que alguém cruza a tua vida, em situação de rotura emocional...
de cada vez que diante de ti aparecer alguém, precisando de ajuda, tu nem imaginas o que a vida te está a enviar...
se não socorres, tu és o responsável pelo prolongamento da dor daquele ser......
apenas porque decidiste que ela se iria prolongar...
aquele momento era apenas teu...
estás diante de uma prova e não a venceste...
por isso pensemos... as dores dos outros podem ser as nossas dores...
está na hora de cada um de nós, refletir e começar uma etapa de amadurecimento espiritual...
a religiosidade e a espiritualidade são coisas diferentes...
as religiões não são responsáveis por ti, mas tu és responsável pela tua espiritualidade...
cada um de nós, mesmo que não queira, está implicado na execução das dores dos outros......
ainda há tanto para entender, na construção humana...

lasalete

publicado por lapieta@sapo.pt às 15:59

link do post | comentar | favorito
Domingo, 28 de Dezembro de 2014

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

553666_427308380637853_490837465_n.jpg

 

Acordei esta manhã no meio de um sonho fantástico…

Havia festa na minha rua…

 

Toda a gente bem disposta , muita alegria… e eu perguntei : - mas o que se passa ????....e percebi que era o dia da festa na minha rua…

 

Estava na cidade do Porto, a minha cidade berço…

todos tinham concordado que todas as ruas tinham durante o ano um dia de festa…

 

Gostei do que me contaram e perguntei qual era a razão…

 

Diz-me uma senhora muito simpática, que com os tempos modernos, os vizinhos se afastaram e era necessário voltar a aproximar as pessoas…

Que alguns viviam sós e já nem sabiam uns dos outros…

Que muitos viviam desconfiados, porque perderam o hábito de se encontrarem e formarem as grandes e simpáticas conversas de passeio…

 

Que muitos jovens nem sabiam quantos idosos e quantos jovens existiam na sua rua…

 

Achei interessante a ideia e percebi que esta iniciativa era também uma forma de detectar quem estava em situação de pobreza…

 

Soube também, que generosamente, para esses casos, toda a rua contribuía…

 

Então havia UM GABINETE DE RUA, que providenciava o necessário para essas pessoas…

Que o que tinham era generosamente repartido por quem não tinha tantos recursos…

 

Parecia o paraíso… sabiam assim nessa festa que ninguém estava só…

 

Então na cidade, sendo que existem tantas ruas, todas elas tinham um dia de festa, e como são tantas ruas as festas eram na cidade uma constante…

 

Percebi que eram festas solidárias em todos os sentidos…

 

O Porto, uma cidade fantástica , a cidade dos meus sonhos mais amorosos, mais solidários, mais ternos, que se possam imaginar…

 

Acordei, quase com a certeza de que na realidade, quando queremos, pode haver festa na nossa rua…

 

Vou pensar nisto muito a sério…

 

 

Lasaletepiedade

 

 

 

publicado por lapieta@sapo.pt às 10:43

link do post | comentar | favorito

TODOS OS NATAIS SÃO SEMELHANTES…

536775_245883862184446_1586413586_n.jpg

 

 

 

Eu queria um Natal diferente…

Um Natal que falasse apenas de amor…

Um Natal que fosse apenas alegria…

Um Natal que soubesse a fraternidade …

 

 

Mas todos os natais são semelhantes…

As ruas enchem-se de gente a correr, com listas de compras que não tem fim…

E o ar é intoxicante de milhares de pessoas que se emocionam à toa, porque não podem ter aquilo que imaginaram…

As estradas repletas de carros, levam ao volante um olhar vazio, cansado, atónito e até irritadiço…

E as casas?... as casas sabem e cheiram a canela, com aromas de limão à mistura e caramelo esquecido num lume que demora para apagar…

As luzes tentam emprestar ao ambiente um pouco de paz e até de serenidade…

Tentam aquecer os olhos, já que a alma, por vezes está tão fria, que nem parece querer aquecer-se, com os brilhos de Natal…

Mas esquecida por completo, num canto bem escondido da mente, a mensagem de Natal permanece, ela está lá, mas parece adormecer os sentidos…

O menino nas palhinhas está inerte, não diz nada…

Tudo parou no tempo, de tão trivial…

E eu continuo a perguntar: - e a mensagem de Natal ?… não aqueceu pelo menos o coração ?…

Lamentamos os que nas ruas estão com frio, mas passados os primeiros minutos do quente agasalho dum lar, tudo se esquece e a mensagem continua esquecida, ausente , muito ausente da lembrança dos homens de boa vontade…

Hossana nas alturas … e paz na Terra aos homens de boa vontade…

Até os sinos teimam em tocar o mesmo som …

 

Todos os natais são semelhantes…

Mas a nossa alma acentua diferenças emersas na banalidade da festa, da celebridade do momento…

 

É urgente demais fazermos um Natal diferente…

Um Natal de verdade …

 

Lasaletepiedade

publicado por lapieta@sapo.pt às 00:18

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 6 de Janeiro de 2014

MIGALHA --- UMA PIRÂMIDE SOLIDÁRIA

ESTE MOVIMENTO VAI INICIAR-SE NO PRIMEIRO DIA DO ANO DA GRAÇA DE 2014…

 

A QUE OBEDECE PORTANTO?...

 

 

objectivamente,  nasce para apoiar

as famílias que momentaneamente

se encontram mais carenciadas…

o programa abre-se

em dois espaços distintos

de acção, mas ligados entre si:

 

O TRABALHO E O PÃO

 

OS VOLUNTÁRIOS DESTE PROGRAMA SÃO DENOMINADOS DE 

 

MIGALHAS 

 

 

 

GRUPO DO TRABALHO

este grupo terá como tarefa essencial, desenvolver possibilidades de angariação de trabalho, para quem  priva com o desemprego dia após dia...

 

Assim, os Migalhas deste grupo , iniciarão o processo procurando trabalho, através de todos os meios ao seu alcance, constituindo entre todos, um banco de emprego que permita encaminhar quem não tem actividade permanente para um trabalho digno e remunerado…

 

 

este grupo criará duas listas distintas :

1       procura-se trabalho

2       oferece-se trabalho

 

não cabe a este grupo responsabilidade pessoal sobre as tarefas a realizar ou acordos possíveis entre as partes…

 

O GRUPO DO TRABALHO oferecerá apenas, orientação laboral que pode e deve ser assegurada, mediante o  apoio que possamos  prestar…

esta oferta dignificante vai ajudar a controlar as necessidades do quadro familiar, para quem o outro grupo trabalha, o GRUPO DO PÃO...

 

 

o que vem a ser então o GRUPO DO PÃO ?...

 

Este grupo de ajuda tem como objectivo essencial,  a angariação permanente de alimentos, mas com uma particularidade…

 

Vai constituir-se em pequenos grupos de acordo com os alimentos necessários para uma alimentação básica…

 

A lista que oferecemos, é uma lista capaz de oferecer a cada família o necessário para se alimentar  bem e sem preocupações…

 

Não entraremos no campo do desnecessário, nem no exagero que o consumismo imprime, mas educaremos para que as necessidades sejam objectivas e dimensionadas ao quadro familiar, oferecendo possibilidades de uma dieta familiar, honesta e saudável…

 

Sabemos entretanto que muitas das famílias, já são famílias perfeitamente estruturadas, mas que foram empurradas por esta calamidade social… o desemprego…

 

AO INSCREVER-SE COMO MIGALHA AJUDE A FORMAR A PIRÂMIDE SOLIDÁRIA ...

  1. Em primeiro lugar, faz a sua inscrição como MIGALHA…
  2. Depois  tem que escolher o alimento no qual quer estar inserido, para iniciar a pirâmide
  3. A seguir elege 10 ou 5 amigos com os quais contacta iniciando a sensibilização…
  4. Depois ao adquirir o consentimento de ajuda  de cada amigo, deve inscrevê-lo como Migalha também, para que ele possa adquirir o mesmo número de amigos …
  5. Estes amigos também devem ser inscritos como MIGALHAS…

 

esta ideia nasce de forma muito concreta, para que abrandemos de vez com solidariedade sazonal e eduquemos quem dá e quem recebe, a uma regularização dos processos de ajuda…

 

onde ambas as partes têm que estar sensibilizadas para construção de um mundo mais justo, mostrando que sem trabalho, não pode haver dignificação, por isso mesmo não pode existir evolução…

 

o progresso passa pela educação de todos os lares, sem religiões que algemem o ser humano a esquemas que mal entendem…

 

nesta dinâmica de entendimento para com o momento actual, que se apresenta bastante difícil, nasce esta ideia de partilha, onde estão perfeitamente englobados os esquemas de apoio social, que compõem os programas de apoio social do CORAÇÃO DA CIDADE…

 

Depois desta dinâmica de sensibilização, através das redes sociais, e dado o interesse, que quem recebia a ideia entendemos que cada membro deste movimento se chamaria de MIGALHA , que tem um significado muito concreto e amplo, definindo o conteúdo e objectivo  da mensagem do programa…

 

MIGALHA ....

Movimento Independente Garante  Apoio Laboral , Habitação e  Alimento 

 

ASSIM PENSAMOS CHEGAR MAIS CEDO E COM MAIS EFICIÊNCIA A QUEM NECESSITA DE AJUDA ...

ESTE PROGRAMA INSERE-SE NO CICLO DE PREVENÇÃO PARA QUE POSSAMOS CHEGAR ANTES DA POBREZA EFECTIVA...

 

 

junte-se a nós ... inscreva-se ... 914715793... apenas 1 hora do seu tempo por mês é o necessário para dar apoio a quem precisa...

 

 

lasalete piedade 

neste momento eu estou ...: trabalhando
publicado por lapieta@sapo.pt às 08:00

link do post | comentar | favorito

MIGALHAS DE AMOR PARA PRESÉPIOS DE DOR

 

 

a participação num grupo desta natureza,

visa um bem maior e de um alcance inimaginável…

 

todos os peditórios alimentares, são naturalmente aceites, mas como se particularizam por grupos específicos  e quase sempre de forma extraordinária, não têm a capacidade de atingir todas as pessoas , que de força ordinária têm que se abastecer todos os dias…

 

a falta de compreensão para o processo, instrumentalizou a sociedade de tal forma, que as pessoas se reservam para partilhar com os que mais necessitam nas datas preconcebidas…

 

esperar que um ser humano necessite de nós numa situação extrema é desumanizante…

 

as mentes mais abertas e que se dizem sempre actuais, têm obrigatoriamente que mudar este conceito de partilha…

 

ao ser humano, ainda não é possível a caridade que tanto se apregoa…

porque, de forma mais ou menos declarada, aparece a rotulagem ou a suspeita de que, quem está a pedir talvez não precise…

todavia, pela experiência recolhida, verificamos que sempre aparecem, ainda que  numa percentagem mínima, as pessoas que se juntam a quem nada tem, para obterem o que não lhes é devido…

mas a experiência vai ajudando, a que mais ou menos e com alguma perspicácia, possamos detectar esses seres que ainda não evoluíram e aparecem para confundir quem auxilia…

 

mas, arrumando as ideias e não criando obstáculos, a forma mais concreta de ajudar, é estimular o grupo e aparecer como ajuda substancial e de forma organizada, para que não possa perigar a campanha alimentar de continuidade que permita uma ajuda mais directa, por isso mesmo mais eficaz…

 

quando estamos em contacto com grupos organizados, podemos estabelecer metas mais concretas…

 

assim, este programa de apoio social, não se dirige a pessoas sem preparo algum… “simples pedintes como costumam dizer e que só querem comer “… longe disso…

este programa, vai atingir pessoas com capacidade de raciocínio acima da média, podemos entre os que vão receber ajuda, encontrar muitas pessoas com experiência laboral e também dispostas a ajudar…

 

o grande problema, passa sempre pela tenacidade de quem está responsabilizado pelo processo, que ao menor percalço deixa cair os braços…

os responsáveis de grupo, têm que ser muito humanos, corajosos, destemidos e perseverantes…

estes responsáveis, são soldados da paz… da esperança…

porque a fome meus amigos, é uma guerra declarada pelo poder económico…

a fome é a arma do poderoso…

a miséria é o pantanal onde ele gravita e semeia a sua desumanidade…

 

a partilha, ainda não é cristalinamente entendida pela humanidade…

 

neste momento, é pois necessário , repensar a forma de aproximação a este processo aglutinador, para que possamos abrir portas ao futuro, que não nos parece estar para facilidades…

 

construir um espaço de relação com a partilha organizada, estabelecer bases para uma pirâmide solidária com caracter de continuidade, define acima de tudo a consciência plena de que estamos a caminhar com, e pelos nossos filhos e para os filhos dos nossos filhos…

 

quem sabe e pode, deve efectivamente educar para a partilha de forma organizada, os que  podem e não sabem e os que não sabem e podem…

 

os actos esporádicos de solidariedade, apenas permitem que a necessidade se instale de forma efectiva e todos temos assistido a uma eternização da pobreza, que neste momento não se justifica, tal a qualidade de meios e de métodos que a sociedade tem ao seu alcance…

 

a arrogância escolástica das vertentes religiosas, instrumentalizou as grupos religiosos, levando-os a aceitar  que a caridade pode ser o céu tão desejado…

por isso mesmo, a ajuda humanitária não visa essencialmente o outro, o próximo, mas acima de tudo se verticaliza por interesses de caracter pessoal, religioso ou emocional, repartindo com a divindade os pareceres de tal acto… este acto se denomina de  egoísmo endémico…

 

a humanidade tem que ser auxiliada em todos os aspectos e não pode estar à mercê de pagadores de promessas, mas de gente com capacidade organizativa sem pressões politicas ou religiosas…

 

a sustentabilidade do processo é apenas de caracter humano e assim deve permanecer…

 

este programa de apoio, vai direccionar as mentes mais jovens para extractos de pensamento organizado e mais concreto, pois serão os jovens os mais atingidos no futuro…

 

vamos então,  de mãos dadas e de mente mais aberta, prosseguir com esta tarefa, ,  que estou certa ajudará muitas famílias com carências bem fáceis de resolver a viverem mais felizes, porque a nossa ajuda, vai acima de tudo,  ressuscitar a esperança…

 

por isso amigos, lembremos sempre esta máxima :

 

mais importante que verbalizar doutrinas é humanizar atitudes…

 

por tudo isto …abraça sem perguntares se tem braços …

 

 

 

lasaletepiedade /Auro

neste momento eu estou ...: TRABALHANDO
publicado por lapieta@sapo.pt às 07:54

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

AMAR COM AMPLITUDE...

3 B ... O BEM O BOM E O ...

o BEM e os BONS ...

NATAL COM ALMA

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

O MEU PEDAÇO DE CHÃO

O CRISTO ILUMINADO

TODOS OS CRAVOS FALAM DE ...

A CRUZ DA CONVENIÊNCIA .....

MOMENTOS DE SOLIDÃO/ SUIC...

SER CIDADÃO É ESTAR ATENT...

EXECUTORES DO DESTINO

HÁ FESTA NA MINHA RUA ...

TODOS OS NATAIS SÃO SEMEL...

MIGALHA --- UMA PIRÂMIDE...

MIGALHAS DE AMOR PARA PRE...

2014... só de mãos dadas

MIGALHAS DE AMOR ...

TRIPEIRA COM MUITO ORGULH...

tenho as mãos cheias de p...

tão diferentes e tão igua...

O OVO ESTRELADO...

é dando que recebemos...

QUERO SER AMADO Á LUZ DO ...

mil formas de amar o mund...

Páscoa... um encontro mar...

como vai o meu mundo ? .....

o Natal está por aí ...

sou como sou...

ACORDAR PORTUGAL...

semana após semana...

LEVANTA BEM ALTO A TUA ES...

foi mesmo uma noite feliz...

não... eu não quero um pa...

generosidade sem nome...

dia do voluntário ... dia...

quero ser amado á luz do ...

violência ... versus amor...

construir ... ajudar... s...

CADEIA SOLIDÁRIA ...

SER SOLIDÁRIO É SER MAIOR...

cadeia solidária ... um a...

homens ... cidadãos do mu...

fora de serviço...

a dor sem fronteiras ...

filho da cidade...

campanha de sensibilizaçã...

um mundo macabro...

o dedo na ferida ...

AMAR SEM HORA MARCADA ...

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags