Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

Crónicas d'O Coração da Cidade

a instituição que o povo do Porto elegeu para si ...

construir ... ajudar... superar ... é agir... já...

 

 

grande parte das pessoas com quem comunicamos entende que o Natal , é uma quadra de Paz e Amor ... se não  é,pelo menos deveria ser, e, também acrescentam que a solidariedade está mais no auge que em qualquer época do ano...

 

com a crise de consumo que se instalou nos hábitos da maioria , o Natal tem vindo a degradar-se como festa de família, até ao ponto de os mais jovens se puderem, se deslocarem para  longe , para passar a noite numa discoteca, e, até já existem casais que programam essa noite em conjunto com amigos e vão para um qualquer hotel festejar...

 

cada um festeja as festas como bem entende, o importante é que tenha durante todo o ano, motivos para o fazer...

 

mas, o importante, é que todo o ano a solidariedade exista e não tenha que esperar para ser colocada num pedestal e iluminada como se de uma rua pública se tratasse...

 

mas, o mais interessante, é que com o agravamento da crise, até os "cristãos", deixaram de ver o Natal da mesma forma ( quase familiar) e passaram a ver o Natal com a diferença que a crise impõe...

 

dizem por aí, que este Natal, não vai haver tantas prendas e que tudo tem que ser muito bem pensado...

as crianças, não estão a achar piada nenhuma, já que os pais as habituaram a ter tudo o que pedem e assim com esta crise, elas vêm prejudicados os seus sonhos de meninos e as suas brincadeiras vão ficar bastante comprometidas...

 

isto já os meninos sabem...

 

mas, o que estes meninos não sabem, porque há pais que também ignoram, é que, nem todos os meninos têm prendas , e que há muitos meninos que nunca tiveram prendas, que são crianças a quem a capacidade de sonhar, parece estar vedada...

 

mas, pior ainda, é que há meninos, que este ano desconhecem, que os seus pais, vão ficar do lado de fora das montras de >Natal, a lamentar a impossibilidade de comprar e de ver ao toque muitas coisas, algumas até bastante necessárias, porque nao têm dinheiro para comprar...

 

com o aproximar do Natal, está a instalar-se a crise emocional, que já se verificou nas férias, quando, todos podem e eu não posso...

isto , é ao que se assiste , ouvindo falar muitos casais, que não sabem como contar aos filhos, que não podem fazer a vida que tinham programado, e que têm que cortar em muitas despesas, e que alguns, nem podem falar em despesas ou em cortar, porque não têm onde ou como cortar, porque o orçamento deles é 000000000000000000000000000000...

 

as dificuldades aumentam a cada dia que passa, mas tenho verificado, que a crise, consiste , num emaranhado de situações mal pensadas e de muita falta de educação social...

 

de forma irracional, fomos assistindo a um despropositado consumo, que vertiginosamente levou os consumidores á aquisição de cartões de todos os créditos possiveis e imaginários...

 

todo o mundo se deixou contagiar por este lado da economia e nem se apercebeu que o aparelho financeiro, não estava minimamente preocupado na educação ou conforto de ninguém, mas apenas no exacerbamento compulsivo, que empolgou toda a gente, condusindo a sociedade a um facilitismo que assusta, sobrepojando quem tem num mar de lucros perversos...

 

depois de roubados, trancas á porta...

 

começam-se a prender os banqueiros... e qualquer dia os bancários... quem sabe?...acusados de influência negativa de caracter continuado...

 

quem deveria ser preso, é quem assistiu a tudo isto e tinha capacidade de parar o processo...pois que tão ladrão é o que rouba, como o que fica á porta...

 

agora, estamos a assistir a um descalabro emocional, e a um aprofundar de situações, mas por gente mal preparada, que parece que resolve tudo com psicólogos, que apenas dão a sua consulta e deixam o paciente , nu de acompanahmento até á consulta seguinte...

 

enquanto o psicologo vem ou não, toda a vida se vai desenrolando e há que controlar a emoção e repetir todos os dias que somos pessoas de coragem, revisitar os paineis da auto-estima e fazer de conta que está tudo bem...

 

no papel, ou seja ( em teoria)... até que parece fácil, mas meus amigos, para quem nada tem, 1 hora parece 1 dia... tudo conta contra nós, nada está a nosso favor...

é muito dificil remover hábitos antigos, instalados em nossos sensores emocionais...

 

o acompanhamento a estas famílias, tem que ser contornado com muito carinho , com alegria á mistura e com a sensibilidade bastante para que não entrem na recta do suícidio...

 

como vou viver ?... perguntava há dias uma senhora , a quem a vida tinha dado tudo...e quem resolver tomar tudo de volta...

 

muito fácil... respondi eu...

 

faça de conta que está numa grande competição e que apenas tem o que é possivel neste jogo a que chamará ... sugestões de vida...

 

ganha quem conseguir sobreviver com menos recursos...

 

nunca se lembre de que não tem nada...

 

lembre-se apenas que tem aquilo que o júri lhe propoõe, senão perde e fica em último lugar...

 

o importante é que tem que sair vencedora...

 

com muita dificuldade tive que remover da sua mente, os outros... o papão indispensável ao medo da derrota... o que estarão eles a pensar...

e os meus familiares... como vão viver...

 

facílimo... disse eu ...fazem parte do mesmo jogo...

 

já está há um tempo a viver este jogo... com tudo e sem nada...

 

descobriu, que existem seres humanos que têm para viver um milésimo daquilo que ela possuía e que não desistem de acordar diariamente e ir á luta...

 

visitou algumas casas de pessoas mais pobres e percebeu que são pessoas mais felizes doque imaginava...

 

não adianta visitar sem conta o psicologo, mas considero que os mais jovens das famílias endividadas, deveriam ter acompanhamento, porque mentalmente o seu lado emocional se sente atraiçoado...

 

dizia um jovem com quem falei... o nosso pai trai-nos, porque ficou pobre e não nos disse nada e agora não consegue arranjar emprego...

 

é muito importante, mostrar aos mais jovens, que existem situações que nem os pais podem controlar, e o desemprego é uma delas...

 

neste Natal... a procura dos apoios sociais aumenta, como em anos anteriores, mas estamos a assistir a um aumento da classe média, de forma tão declarada, que por vezes ficamos, perplexos, pelo estado a que o nosso país chegou...

muito embora a crise seja mundial, o que me dói é a falta de meios humanos e económicos para superar a crise...

 

não temos capacidade de abordar o assunto, e não se vê a curto prazo alguém que estabeleça parâmetros de abordagem económica e organizativa,que permita a estes portugueses sair da situação em que os colocaram...

 

é importantíssimo, fazer de pequenino , uma educação social correcta, para que cada um de nós possa enfrentar as crises que se sucederem da melhor forma...

é necessário ensinar a viver com o muito e o pouco... e, só há uma forma... em qualquer das situações... poupar e repartir...

 

é dando que se recebe...

 

se nada tem... dê de si próprio...

sempre ensino, venha ao Coração da Cidade e aí nunca lhe faltará de comer, para si e para os seus...

a alegria por poder ajudar, rápidamente substitui as lágrimas...

a surpresa da vida dos outros, aplaca a nossa aflição...

um dia após o outro, e a vida declaradamente enviará algo de bom...

 

quase todos os que tenho requisitado para o voluntariado, e que estavam com crises familiares, encontaram trabalho e motivação para viver...

 

é necessário perder o orgulho e querer acima de tudo salvar os laços familiares...

 

eu acredito que é possivel dar a volta, mas se o governo apostasse forte nesta mudança, ou seja " mudar... mudando"... tudo seria diferente...

 

este Natal é necessário ajudar...

ajude, não sabe quando vai precisar de um mundo melhor...

 

então venha ajudar na sua construção...

 

eu já comecei...

 

lasalete

 

 

 

Corações de Natal....

 recados-coracao-gif-338.gif image by kilatesigor

os Corações da Cidade " os voluntários", estiveram ontem reunidos a deliberar todas as suas necessidades para o Natal...

 

concorrida como é habitual, esta reunião contou com um número elevado de novos voluntários ...

 

todas as tarefas foram como habitualmente distribuídas...

 

este ano de forma singular a ceia de Natal, será realizada de forma que, todas as mesas serão composta na noite de Natal, não só pelos utentes habituais desta noite, mas também por dois voluntários, que em simultâneo irão jantar com as pessoas sem abrigo...

 

cada mesa representará um singular e inesquecível jantar de família...

 

nenhuma mesa estará despida da presença de voluntários...

 

as inscrições já começaram a chegar ao Coração da Cidade, por telefone, via e-mail e de presencialmente, muitos pedidos estão a ser anotados, para que todos os que querem participar tenham o seu lugar á mesa de Natal...

 

este ano o nosso Natal acontecerá sob o tema "O TEU NATAL... O MEU ABRAÇO"...

 

por isso mesmo neste Natal, todos os voluntários terão o privilégio de consoar ao mesmo tempo que as pessoas sem abrigo, que nesta noite são nossos convidados especiais...

 

depois da sobremesa, cada grupo de voluntários acponpanhará os seus convidados até á cabana do Pai Natal, e aí, farão a oferta das suas lembranças...

 

um Natal inesquecível...

 

arranca também hoje a nossa cadeia solidária, que se espalhará como um relâmpago...

 

daqui a instantes darei  notícia da CADEIA SOLIDÁRIA ...e como podem participar...

 

 

até já e um abraço...

 

lasalete

recados ...

 

olá... pai do céu...

Deus dos passarinhos...

das ervinhas do chão...

dos miminhos da mãe e do pai...

da papa que eu tanto gosto...

 

olá Deus de tudo...

 

dá para olhar pelos meninos que estão com muita tristeza...

que não conseguem sorrir...

que passam a vida deles a chorar...

 

olá Deus das coisas grandes...

 

tu que és o Deus dos homens muito altos...

porque é que eles tratam tão mal as crianças...

porque é que eles roubam as crianças aos pais...

porque é que eles abandonam as crianças?...

 

se Tu és o Deus dos grandes e dos pequeninos...

não deixes que os grandes nos façam mal...

 

e quando eu crescer , não quero ser assim...

se é para ser assim, não quero ser grande...

 

também és o Deus das borboletas...

e dos mosquitos... das joaninhas...

das flores... e destas árvores tão altas ?????????!!!!!!!!!

 

tu és Deus de tanta coisa...

com um jeitinho podias obrigar os homens a serem bons...

 

também és o Deus das lágrimas ?...

se és não podes ser o Deus da alegria...

 

se tu és o Deus do sol, manda-o nascer de noite...

se tu és o Deus das estrelas e da lua... manda que apareçam de dia...

 

não sei se será boa ideia...

mas quem sabe os homens na Terra , mudavam também...

 

não leves a mal era só um conselho...

gosto de falar contigo...

 

também dormes ?...

 

então vem nanar comigo e vamos sonhar...

 

um beijinho...   ls..

SER SOLIDÁRIO É SER MAIOR... ( POEMA)

 

 

SER SOLIDÁRIO É SER MAIOR…
 
 
Há pedras soltas na rua
que vivem de alma nua
esperando a tua mão,
são peregrinos do tempo
que vivem neste momento
gritando ao teu coração…
 
Nesta terra de incertezas
a fome passa nas mesas
passa sem hora marcada…
o amor é indiferente
na boca de muita gente
que tem a alma gelada…
 
ser solidário é amar
é ajudar a sonhar
é dar de beber à dor…
é falar p´ra todo o mundo
que amar assim é profundo
sem querer … é ser maior.
 
 
Lasalete …… 27-11-08

 

preciso de adormecer ... ( poema)

 

 

Senhor... conta-me uma história...

preciso de adormecer,

a noite já está cá dentro,

em minha alma, quieta...

eu preciso de aquecer

esta tristeza secreta,

segura e inteligente,

que só quer adormecer

mas sem medo do presente...

 

podes contar-me uma história?...

não daquelas de encantar...

uma história interessante

daquelas que toda a gente

quer saber sem perguntar...

uma história bem humana,

que fale da nossa vida,

que nos diga sem rodeios

se os medos e receios,

não têm razão de ser...

e se afinal o papão

que nos trava o coração

um dia pode morrer...

 

conta Senhor, uma história,

daquelas que na memória

nos falam de amor e paz...

quando pequenos demais,

olhando p'ra nossos pais

tudo parecia diferente...

o mundo dava voltinhas,

e a missa das alminhas

era gostosa de ver...

e sem medo de morrer

nós fazíamos asneiras,

e de todas as maneiras!...

sempre arranhados no rosto,

nas pernas e nos bracitos,

corriam soltos os gritos

das traquinices de então...

o bolor sabia a pão

e o pão a quase nada,

mas na mão da pequenada

sempre dava p'ra mais um...

ninguém ficava em jejum,

porque as árvores do jardim

criavam frutos sem fim

e todos empoleirados

nos ramos quase quebrados

e a barriguita colada,

os olhos esbugalhados

se enchiam de tal prazer,

que á noite, mesmo  sem histórias

era bom adormecer...

 

hoje Senhor... é diferente...

custa tanto p'ra dormir...

não há bonecas de trapos,

mas há crianças sem mãe,

sem carinho, sem desvelo...

não há fitas no cabelo,

mas há crianças doentes,

e há almas indiferentes

á dor dos mais pequeninos...

não há peões pelo chão,

nem sameirinhas laranja,

nem bonecos de papel,

com as repinhas em franja...

 

já não há canções de roda,

não há vestidos aos folhos...

há gotas dentro dos olhos,

com medo da luz do dia...

por isso antes de dormir

as gotas querem fugir,

rolam pela cara,  e molhando

de pranto lá vão contando

histórias que ninguém quer...

contadas por tanta mãe,

histórias tristes de dor,

que nem Tu mesmo Senhor

contarias a ninguém...

 

os homens sabem trair,

e já não sabem sorrir,

estão  com medo de amar,

preferem ficar á espera

que uma nova Primavera,

venha na vez dum Verão...

têm medo de aquecer

por amor o coração...

por isso Senhor á noite

muitos dormem pelo chão ...

 

se as pedras de tanta rua,

pudessem assim contar

a dor de quem passa nelas,

abriam todas as portas

e em todas as janelas

as almas quando inquietas

viriam sempre escutar

essas histórias secretas

que ninguém ousa contar...

 

Senhor... mesmo ocupado,

fica um pouquinho ao meu lado,

e diz-me  a sussurrar,

se o mundo atarefado

precisa de estar calado

perante tanta maldade...

conta a todos uma história,

que lhes avive a memória

e assim os chame á razão...

para que em todas as  mesas

sempre haja calor e pão...

e que na alma dum crente

não haja meia verdade,

para que em toda a cidade

o amor esteja presente...

 

vou trabalhar , porque assim

ficas mais perto de mim,

mas não Te vais esquecer:

_ eu chego a casa cansada,

mas depois de estar deitada

preciso de me aquecer...

abraça-me qual criança

e quentinha de esperança

ajuda-me a adormecer...

 

 

lasalete ... ( poemas do fundo da alma) ... 6-11-2009 ..... 12,00h

 

 

 

 

uma carta para DEUS ...

DOS HOMENS AINDA IMPERFEITOS MAS QUE QUEREM ACERTAR

 

Senhor meu Pai...

venho por este meio escrever-Te...

não Te pergunto se estás bem, já que és infinitamente perfeito, por isso não tens doenças, nem dores, nem problemas, porque não estás sujeito ás molestias, fisicas, morais, emocionais dos humanos...

sendo que és a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas, logo se depreende que tudo está bem em teu redor...

 

só que... na Terra as coisas estão um pouco complicadas...

não pela fome que já estás farto de conhecer, e, quando querem falar contigo, sempre Te falam dos mais pobres, dos doentes, dos infelizes, dos deserdadpos, dos desamparados de carinho, dos sós...enfim ...

 

não é dessas dores que eu quero falar-Te...porque dessas dores,só de falar já doi...

 

quero falar-Te da indiferença...

quero falar dos que vêm a este mundo com capacidades de ajudar os que precisam de auxílio...e se mantêm indiferentes...

dos que deveriam  ajudar os povos a progredir e para eles fomentam a guerra...

dos que aprenderam que, amar é essencial , e semeiam a discórdia entre toda a gente...

dos que recebem medalhas em nome da paz , e voltam as costas aos conflictos, dizendo que estão a trabalhar em Teu nome...

 

daqueles que acendem fogueiras , cremando inocências , derrubando ternuras , matando a Fé...

 

daqueles que são proeminentes oradores em nome da democracia e legislam de forma a que sempre existam escravos...

 

dos que forgam leis para que os mais pobres fiquem mais pobres, e os mais ricos mais distantes ainda, no planalto da sua quase intocável riqueza...

 

daqueles a quem permites intelectualmente um passo mais em frente, e que usam a inteligência para semear a doença e a peste que fabricam em laboratório, e que depois espalham por toda a parte...

 

dos que se esquecem que o amor é a maior de todas as energias e sustentam as sociedades na desconfiança, matando a esperança de quem quer ser feliz...

 

dos que sabem dirigir, mas com medo de empobrecer, forjam falta de trabalho para quem apenas queria trabalhar para sobreviver...

 

falo daqueles a quem deste mar e terra, alimentos para distribuir e jogam fora esses recursos em nome dum estudo económico , matando a vida de tanta gente com fome...

 

eu ainda não entendi porque é necessário matar pessoas para que os outros possam comer, se afinal se deitam tantos alimentos fora...

é verdade Senhor... nos hipermercados todos os dias toneladas de alimentos em bom estado vão para aprensa do lixo...

 

também Te quero falar, daqueles que nasceram com o dom de amar, intuir , alertar e forjam poderes que não têm para tiranizar e empobrecer as mentalidades...

sabes que em Teu nome, vendem a vida, a morte, o céu... é verdade ... e as pessoas acreditam... dizem que se colocarem umas velinhas para Ti , são atendidas... e que Tu Senhor, as ajudas se assim fizerem...diaem que têm o dom de ver o futuro e como todos andam com muito medo do futuro, deve ser para ver se ele lhes vai fazer mal...

 

por isso é que quem não Te conhece, quando qualquer coisa de mal acontece, diz que a culpa de tudo isto é Tua...

 

por tudo isto e por muito mais, que de certeza eu desconheço, eu Te peço Senhor meu  Pai, faz-Te á Terra e vem ver como estão a viver os homens a quem confiaste o planeta azul...

 

nem respeitam os animais e muito menos as plantas...

imagina... levam plantas para dentro de casa e lá dentro fumam todo o dia...

querem ter filhos e não se privam das drogas para dormir, para acordar, das dietas disparatadas, do fumo , do álcool, sabendo que assim podem gerar filhos imperfeitos...

 

quando amam e não podem possuir... matam... e dizem que foi por amor...

vê se tem jeito semelhante afirmação...

 

inventaram a Net, para conseguirmos comunicar mais facilmente e aprender muitas coisas em tempo real...

mas, sempre conseguiram , uns quantos, tornarem-se predadores, da infancia e juventude...

ninguém que aconteça mal aos seus filhos, mas não se privam de fazer mal aos filhos dos outros...

 

Senhor Deus... muita coisa está mal... mas o que mais me doi... é mesmo a indiferença...

 

os que falam em teu nome, só querem ter a primazia da verdade absoluta, como se a sua religião é que fosse a melhor e a mais certa...

os que governam... esses não conseguem diminuir o egocentrismo e politicamente errados, se conduzem por um pretenciosismo sem precedentes... e  nem admitem que podem errar...

 

se der para pôr um termo nisto tudo, eu agradeço... e já agora , se puderes passar pelo Coração da Cidade, traz também uma ajudazinha, porque necessitamos de construir um pavilhão para colocar os mais carenciados a fazer a sua refeição em paz e já vai para oito anos que estamos á espera que isso aconteça...

 

Senhor agora era boa altura... vem aí o Natal e como é a festa do teu filho Jesus, assim Ele tinha uma grande prenda...

 

mas prenda mesmo, mesmo a sério,era abrir os olhos da humanidade que parece que não quer acordar...

 

já me estava a esquecer, se vieres com tempo, quero apresentar-Te um senhor que se chama José Saramago, porque ele diz que não Te conhece...

eu até acho que ele está certo... é que lhe têm apresentado alguém em teu nome e tão mauzinho, que ele diz que não acredita em Ti...

mas quando ele Te conhecer até vai ficar de queixo caído, quando perceber que foste Tu que lhe pagaste os estudos e o fizeste escritor...

há! ... é verdade... essa também ele não sabe... que a casa dele também foste tu que lha deste... que grande partida que Tu lhe pregas-te ...

e ele que têm a mania que é esperto...

olha Pai, mas foi do jeito que pôs toda a gente a falar de Ti...

até aqueles que não falam de Ti por vergonha, vieram dar a sua opinião...

coisas de gente pequena... mas eles vão crescer...

 

Pai, um abraço e um beijinho, por tudo o que me tens proporcionado e que tem contribuido para o meu crescimento...

 

há pouco descobri que aqueles remédios amargos que me deste para tomar, afinal foram para curar umas dorzitas da alma...

 

és o máximo... por isso é que Te chamam Deus...

 

amo-Te muito

 

da tua filha traquina

 

lasalete

 

homens ... cidadãos do mundo...

 

nada mais feio e mais perverso, do que ser gente e não sermos de lado nenhum...

 

estava eu preparada para mais uma reunião espiritual, e entram pela porta dentro dois indivíduos do sexo masculino pedindo ajuda...

 

identificaram-se como cidadãos brasileiros, dentro da legalidade, frequentadores duma Igreja Evangélica local , mas que o pastor lhes tinha dito que pedissem auxílio no Coração da Cidade...

 

tudo bem ... disse eu... mas, qual é efectivamente a vossa necessidade?...

 

- só queremos que nos dê algo para fazer, queremos ser úteis e em troca dê-nos de comer, porque para dormir temos um carro velho, onde já dormimos vai para quase três anos...

 

ficamos sem palavras ao ouvir falar um deles, o mais desenvolto...

perante a descrição deles , percebemos que quer um quer outro, estavam habilitados na área de cozinha e podem  servir á mesa sem problemas nenhum...

 

os meandros da hotelaria onde já tinham trabalhado para eles não tem mistério...

 

tratei de imediato da possibilidade de os colocar excepcionalmente em experiência como colaboradores no Coração da Cidade ...

não tinham fome naquele momento... não queriam estar naquela situação...

reivindicavam apenas dignidade como seres humanos...

o apelo era pungente e percebia-se sincero...

 

o mais velho apenas pedia um banho de imediato...

 

tinha deixado no Rio de Janeiro a esposa e os filhos e veio para Portugal na esperança de que aqui, a vida sorrisse de outra forma e pudesse enviar para o país dele algumas economias...

quando cá chegou encontrou algumas dificuldades e depois de ter encontrado emprego, deparou com patrões pouco escrupulosos que apenas se serviram deles e não quiseram pagar no fim do mês...

 

histórias de vida  como estas, se repetem diariamente nos nosso balcões de atendimento...

 

sem fiscalização nas empresas empregadoras, não podemos fazer de cada ser humano  um cidadão do mundo...

 

dignificar é cumprir , e  é um crime, o aproveitamento do trabalho alheio para enriquecermos , jogando na rua quem honestamente cumpre e nada reivindica...

 

hoje pela manhã cá estavam... de banho tomado, sorridentes e  satisfeitos por estarem a colaborar...

 

já está em tempo das igrejas evangélicas tomarem a seu cargo os seus fiéis...

os fiéis dessas igrajas doam somas substanciais quando as assembleias de culto se realizam...

 

é necessário ajudar quem precisa e se estamos numa época de qualificação, não deixemos ao desamparo os que já estão qualificados...

 

fica aqui o apelo se alguém souber de trabalho para estes dois cidadãos do mundo fale para O Coração da Cidade ...

 

 

 lasalete

 

paisagem governativa ...

 

 

12 horas, e e a sala se compunha duma paisagem política que daí a instantes mostraria ao país a paisagem governativa que compunha o XVIII governo democrático em Portugal...

 

soltei lágrimas de absolvição por todos os governos que de uma forma ou de outra, sempre têm estado á frente do destino do nosso país...

 

chorei de saudades, pelos momentos de há muito tempo atrás, em que ainda jovem, acreditava que o mundo ia ser diferente...

 

tive saudades da pureza das intenções que em Abril, fizeram saltar corações bravos e operosos que mostravam ao país que as grades também se podem quebrar, e, que as algemas não duram para sempre, e, que um povo sabe e pode se não souber, contar e cantar LIBERDADE...

 

as lágrimas corriam, e eu observava que quase todos eram homens e mulheres da minha idade, e que de forma alguma podiam negar Abril...

 

chorei pelos olhos  do povo português, que enquanto a cerimónia durava, porque é necessária, andava pelas ruas pedindo pão e justiça social...

 

mas chorava orando a Deus, para que todos os homens e mulheres eleitos, fossem honestos, porque ali, perante o país, juravam cumprir fielmente a missão a que estavam destinados...

 

o povo ficará na expectativa, e todos iremos cobrar, mas a minha preocupação era sobretudo com os malabarismos partidários, que esperando a ocasião certa, se transformam em oposição cáustica e inclemente, apenas com  o propósito de fazerem valer  as suas ideias políticas,sem a preocupação de que seja o povo e o país a lucrarem com algumas alterações...

 

tristemente, não ouvi ainda, a voz de ninguém da oposição, a dizer que quer ajudar Portugal... que o povo está em primeiro lugar e acima das questões partidárias...

 

não tenho partido, mas tenho voz...

 

mas acima de tudo, amo o meu país, daí que me propus a lutar ao lado dos que têm tão pouco ou mesmo nada...

 

continuo a esperar por leis mais justas e por deliberações mais apropriadas...

 

mais mulheres na cena governativa ? já é alguma alteração ...

esperemos que com elas, as situações possam ser mais humanas ...

 

que nenhum de nós volte a chorar, porque os braços se cansaram e as vozes á força foram obrigadas ao cadafalso do silêncio...

 

peço a Deus que jamais volte a ser conspurcada a palavra Liberdade, e que seja qual for o governo, que sempre possamos colocar á frente dos nossos próprios interesses, os interesses dum povo...

 

ao governo actual, eu ensejo votos de prosperidade governativa e de são e correcto discernimento...

 

lasalete

 

 

saramaguisses...

 

DEUS

 

nunca falta oportunidade para um pé de conversa, nem mesmo para deputados cristianizados ou para cristãos que por tudo e por nada se sentem muito insultados com as opiniões, contrárias ao seu suposto acreditar...
 
mas... até que ponto se defende com dignidade e fidelidade os propósitos proféticos ou as advertências do mestre Jesus?...
 
com que caracterização, fomos assistindo, século após século, a todo um conjunto de barbaridades que em nome de Deus e depois da cristandade, manifestamente, levaram ao cadafalso inúmeros seres humanos, que não professando a mesma fé, ou que supostamente comunicavam com o além, de imediato eram maltratados e martirizados, restando-lhes apenas serem recebidos no outro lado da vida, por espíritos amorosos, que compreendendo a pouca evolução dos chamados crentes, vão ficando na certeza de que a própria evolução fará o resto...
 
todos nós, qualquer que seja a nossa evolução espiritual de que somos portadores, temos direito á nossa opinião… sobre Deus, sobre a vida, sobre qualquer aspecto do mundo espiritual...
 
acreditar em Deus é muito difícil...
 
A inteligência de Deus se revela em suas obras como a de um pintor em seu quadro, mas as obras de Deus não são o próprio Deus, assim como o quadro não é o pintor que o concebeu e executou. Livro dos espíritos - capítulo - 1
 
as opiniões dividem-se, e, de forma controversa, nós assistimos diariamente a  atitudes estranhas, que declaradamente desvirtuam por parte dos crentes, o "AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI" ...
 
como podemos insistir com os que não crêem que Deus existe, se fomos nós cristãos, que pelo exemplo, ao longo dos tempos, mostramos que Deus para nós valia tão pouco… com as atitudes pouco dignificantes que não foram mais do que, tormentos e padeceres infligidos aos nossos irmãos de jornada...
 
não necessitamos de invocar comunidades anómalas,  para termos alguma razão, como  a inquisição, as cruzadas, as fogueiras ou outro tipo qualquer de excomunhão ou arbitrariedade sacrossanta…
 
basta observarmos o comportamento do mundo cristão...
nem necessitamos de apontar o mundo islâmico e todos os fundamentalistas que pululam por aí, pertencentes aos mais variados cultos e crenças...
 
no fundo, Saramago mostrou, sem mesmo ele perceber, que acreditar é realizar...
e foi pela palavra aquilo que nós cristãos somos pelo exemplo…
ferir para vencer...falar sem ponderar...
ninguém é senhor da verdade... todos temos direito á nossa opinião...
 
quem sabe se os ateus, estão é espera de que os cristãos demonstrem o seguinte…
se acreditas no amor... ama...
se acreditas no perdão ... perdoa...
se tens fè ... acredita ajudando...
se acreditas na Caridade ... sé caridoso...
se falas em esperança... então porque retiras a esperança a tantos seres humanos...deixando-os á fome, ao frio, sujeitos á dor, sem instrução e torturando-os nos seus conceitos de liberdade...
 
aqueles que criticam Saramago, ou outros Saramagos por aí, nada percebem de Teologia...
Deus é infinitamente perfeito, e, acreditar é também uma ciência...
 
não é fácil ser-se fraterno ou solidário...
 
se Saramago é ateu, quem sabe, não o é,  porque os que dizem acreditar em Deus, desse Deus deram muito mau exemplo? ...
 
Deus é infinitamente perfeito... Deus é ...
 
quando o homem deixar de perguntar… quem é Deus? … e aprender a perguntar ... o que é Deus ?...
então aí, pode obter a resposta, que os espíritos deixaram á humanidade...
"DEUS É A INTELIGÊNCIA SUPREMA CAUSA PRIMÁRIA DE TODAS AS COISAS "
 
cabe-nos a nós, sermos o efeito dessa causa suprema , amando tudo e todos, e esperando a sua evolução, porque o mundo está a evoluir, e crentes e não crentes fazem parte desse conscencial colectivo, a que nenhuma vontade pode furtar-se, e, donde nenhum movimento pode fugir...
 
que importa que quem é ateu não acredita em Deus ?...
o importante é que Deus continua a acreditar neles...
 
na vida tudo é movimento, e, mais dia menos dia, todos estaremos na mão Deus, cumprindo a sua vontade...
 
mas até lá, fiquemos com a certeza... as trevas não são eternas e Deus está acima das vãs opiniões humanas...
 
provar que Deus existe é difícil...
provar que Ele não existe é impossível...
 
saramaguisses, que sempre ajudam a falar de algo... neste caso de Deus...
graças a Deus... e também a Ele o Prémio Novel do Amor Universal...
 
lasalete
 
 

e agora ?...

FORÇA PORTUGAL

 

como têm reparado, estou sem escrever vai para um tempinho...

 

o calor apertou fora de época e o tempo teve que apertar o coração da gente que já começava a perguntar e agora... que tempo é este... até parece que teremos um Verão duas vezes no ano ...

 

mas nada disso... o friozinho já começa a espreguiçar-se e a despertar ... e as aves já começaram a partir em busca de temperaturas mais altas...

 

o país está então, também ele, e com todo o direito, á espera de que algo mude para além do tempo...

 

a maioria espera que o governo faça alterações drásticas, outros esperam que dê continuidade aos projectos que já tinha anunciado e outros preparam-se para ver de camarote se a oposição faz a sua investida habitual, porque, segundo o que  nos foi dado observar, o apoio político solicitado, está fora de hipótese , porque, o que interessa mesmo, não é o país, mas o egocentrismo que é exacerbado ... e o mais importante, é fazer prevalecer as suas ideias, mesmo á custa dum país á beira de um ataque de nervos...

 

hoje, para variar, falava-se muito de Saramago...

 

sempre se arranja tema para não falarmos do país real...

 

todavia, é necessário lembrar que ainda há muito a fazer, mas que cada um não esqueça do trabalho que lhe compete...

 

que os interesses partidários se coliguem para fazer oposição... o problema é deles... mas nós... nós não...

somos portugueses, cidadãos do mundo, dum mundo que está necessitando da ajuda de cada um de nós, dentro do nosso pequenino mundo, fazendo o que compete a cada momento que passa, e o melhor que soubermos...

 

neste momento é necessário que cada um interrogue a sua consciência e pergunte a si próprio: - e agora ?...

 

é tempo de agir e mudar de atitude perante a vida...

participar dum movimento colectivo a que se chama vida...

deixar de lado baboseiras, como as rivalidades constituídas por questiúnculas económicas e interesses escusos que não dignificam ninguém...

está na hora de mudar e arriscar com o melhor de nós e investir todo o nosso potencial no domínio da positividade e, acreditar que tudo pode acontecer, desde que nós queiramos com força...

 

individualizar o aspecto conscencial, sendo mais tolerante com as faltas alheias, e ser um pouco mais sevro com as suas próprias faltas...

 

ajustarmo-nos ao momento é viver em paz, olhar dia a dia para a vida, e feliz ,entender que pelo menos da nossa parte, estamos fazendo o melhor...

 

agora é hora de dizer... p'ra frente Portugal...

 

lasalete

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



gifs

CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D