Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009

saramaguisses...

 

DEUS

 

nunca falta oportunidade para um pé de conversa, nem mesmo para deputados cristianizados ou para cristãos que por tudo e por nada se sentem muito insultados com as opiniões, contrárias ao seu suposto acreditar...
 
mas... até que ponto se defende com dignidade e fidelidade os propósitos proféticos ou as advertências do mestre Jesus?...
 
com que caracterização, fomos assistindo, século após século, a todo um conjunto de barbaridades que em nome de Deus e depois da cristandade, manifestamente, levaram ao cadafalso inúmeros seres humanos, que não professando a mesma fé, ou que supostamente comunicavam com o além, de imediato eram maltratados e martirizados, restando-lhes apenas serem recebidos no outro lado da vida, por espíritos amorosos, que compreendendo a pouca evolução dos chamados crentes, vão ficando na certeza de que a própria evolução fará o resto...
 
todos nós, qualquer que seja a nossa evolução espiritual de que somos portadores, temos direito á nossa opinião… sobre Deus, sobre a vida, sobre qualquer aspecto do mundo espiritual...
 
acreditar em Deus é muito difícil...
 
A inteligência de Deus se revela em suas obras como a de um pintor em seu quadro, mas as obras de Deus não são o próprio Deus, assim como o quadro não é o pintor que o concebeu e executou. Livro dos espíritos - capítulo - 1
 
as opiniões dividem-se, e, de forma controversa, nós assistimos diariamente a  atitudes estranhas, que declaradamente desvirtuam por parte dos crentes, o "AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI" ...
 
como podemos insistir com os que não crêem que Deus existe, se fomos nós cristãos, que pelo exemplo, ao longo dos tempos, mostramos que Deus para nós valia tão pouco… com as atitudes pouco dignificantes que não foram mais do que, tormentos e padeceres infligidos aos nossos irmãos de jornada...
 
não necessitamos de invocar comunidades anómalas,  para termos alguma razão, como  a inquisição, as cruzadas, as fogueiras ou outro tipo qualquer de excomunhão ou arbitrariedade sacrossanta…
 
basta observarmos o comportamento do mundo cristão...
nem necessitamos de apontar o mundo islâmico e todos os fundamentalistas que pululam por aí, pertencentes aos mais variados cultos e crenças...
 
no fundo, Saramago mostrou, sem mesmo ele perceber, que acreditar é realizar...
e foi pela palavra aquilo que nós cristãos somos pelo exemplo…
ferir para vencer...falar sem ponderar...
ninguém é senhor da verdade... todos temos direito á nossa opinião...
 
quem sabe se os ateus, estão é espera de que os cristãos demonstrem o seguinte…
se acreditas no amor... ama...
se acreditas no perdão ... perdoa...
se tens fè ... acredita ajudando...
se acreditas na Caridade ... sé caridoso...
se falas em esperança... então porque retiras a esperança a tantos seres humanos...deixando-os á fome, ao frio, sujeitos á dor, sem instrução e torturando-os nos seus conceitos de liberdade...
 
aqueles que criticam Saramago, ou outros Saramagos por aí, nada percebem de Teologia...
Deus é infinitamente perfeito, e, acreditar é também uma ciência...
 
não é fácil ser-se fraterno ou solidário...
 
se Saramago é ateu, quem sabe, não o é,  porque os que dizem acreditar em Deus, desse Deus deram muito mau exemplo? ...
 
Deus é infinitamente perfeito... Deus é ...
 
quando o homem deixar de perguntar… quem é Deus? … e aprender a perguntar ... o que é Deus ?...
então aí, pode obter a resposta, que os espíritos deixaram á humanidade...
"DEUS É A INTELIGÊNCIA SUPREMA CAUSA PRIMÁRIA DE TODAS AS COISAS "
 
cabe-nos a nós, sermos o efeito dessa causa suprema , amando tudo e todos, e esperando a sua evolução, porque o mundo está a evoluir, e crentes e não crentes fazem parte desse conscencial colectivo, a que nenhuma vontade pode furtar-se, e, donde nenhum movimento pode fugir...
 
que importa que quem é ateu não acredita em Deus ?...
o importante é que Deus continua a acreditar neles...
 
na vida tudo é movimento, e, mais dia menos dia, todos estaremos na mão Deus, cumprindo a sua vontade...
 
mas até lá, fiquemos com a certeza... as trevas não são eternas e Deus está acima das vãs opiniões humanas...
 
provar que Deus existe é difícil...
provar que Ele não existe é impossível...
 
saramaguisses, que sempre ajudam a falar de algo... neste caso de Deus...
graças a Deus... e também a Ele o Prémio Novel do Amor Universal...
 
lasalete
 
 
neste momento eu estou ...: feliz e atenta
publicado por lapieta@sapo.pt às 15:13

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 18 de Março de 2009

o lado oculto do coração ...

 

dizem que amar é preciso... eu digo que saber amar é essencial...

todos os dias nos chegam problemas de violência em todos os espaços do quotidiano , nas mais variadas relações, nos mais diversos gestos, protagonizados por todas as classes sociais...

 

a menos que não tenhamos olhos para ver e ouvidos para ouvir, o número de casos cresce a cada dia...

 

a violência doméstica está sempre a ser discutido e por todos os meios morais e espirituais, existem entendidos não só a discutir o problema mas a tentar travar o surto dessa violência...

 

quando essa violência acontece sobre idosos ficamos extremamente chocados e mais chocados ainda quando ela é exercida sobre as crianças...

 

no que reporta aos casais em situação de violência as mulheres parecem ser as mais atingidas, mas são muitos os casos em que  o homem é sovado diariamente...

 

a falta de respeito vai acontecendo e vai-se alastrando, porque o lado oculto do nosso coração não aguenta a chama de um amor que um dia existiu... vai-se lá saber porque amainou o prazer de gostar de alguém , a doce magia de querer esse alguém bem perto de nós...

 

todavia, o que me leva hoje a escrever, é um tipo de violência que está a acontecer com os filhos mais jovens a partir dos treze anos, onde se registam casos de grande violência sobre os pais... na sua maioria ainda são pais jovens que não conseguem dominar a má formação dos filhos...

 

quase sempre são crianças que de forma precoce, já fizeram uma viagem pelos consultórios de algum psicólogo... mas que a dado momento fizeram uma paragem obrigatória porque os resultados não se apresentam tão satisfatórios e porque demoram, o abandono vai acontecendo...

 

inúmeros casos de violência doméstica estão a ser acrescentados diariamente e têm como protagonistas jovens , entre os 13 e os 30 anos , que diariamente colocam a vida dos pais à beira de um ataque de nervos , transformando o lar num espaço de dor e sofrimento, alterando por completo a vida de outros irmãos mais calmos e com necessidade de crescer num ambiente mais calmo, como qualquer ser que está em formação...

 

que havemos de fazer?... perguntam esses pais... a polícia não consegue fazer nada... não há ninguém que nos ajude...

 

grave este problema...

falamos de amor firme, que é usual hoje em dia como medida de constrangimento e de aplacamento da situação...

 

será o descuido dos pais?... será o fruto duma educação deficiente ? ... será falta de educação dos próprios  pais ou falta de coragem para corrigir na altura certa os primeiros sinais duma violência ou agressividade crescente ...

 

difícil de entender e mais difícil ainda de aconselhar... mas, sempre temos que ouvir e ajudar na certeza de cada caso é um caso diferente e que desse conflito que converge em violência crescente, o papel dos pais é muito importante, no que reporta a colocar regras bem cedo, para que o bom funcionamento dentro do lar, possa acontecer com as regras dos próprios pais e não com as regras dos filhos...

 

muitos pais deixam que os filhos façam tudo o que entendem por bem fazer, porque sentem receio de que possam "meter-se" em problemas... referindo a droga como o meio mais conhecido e temido desses problemas que invocam...

não pensam que todos os dias, a qualquer hora, seja onde for, o problema da droga está entre nós e os convites ao consumo são constantes ...

 

importante mesmo é educar os jovens no sentido da firmeza para com o meio e cedo lhes mostrar as consequências dos actos menos bons que qualquer um de nós comete...

 

a importância da célula familiar deve ser discutida em casa... a importância de se ser feliz e não a importância de uma boa posição financeira, deve ser o diagnóstico para uma boa saúde mental dos nossos filhos...

 

ser grande é ser bom e ser justo, humanamente tolerante, sem medos e sem receio de críticas de quem nos rodeia...

garantirmos aos nossos filhos a certeza de que se eles falharem nós estamos lá para os socorrer e ensinar e não para lhes facultar os meios financeiros para que eles possam comprar todos os vícios que possuem e que ainda não sustentam...

 

o lado oculto de muitos corações está aí, triste e sofrendo ...

o medo e até o pavor no rosto de muitos pais, é de doer, porque já referem medo de entrar em casa... medo de que chegue a noite e tenham de enfrentar os filhos, que se transformam em carrascos de todos os familiares...

 

eu deixo aqui a pergunta...

quem ajuda estes pais ,quem discute estes casos que estão a aumentar a cada dia que passa?...

 

viver em paz, é o desejo de todos nós...

como sofrem estes pais que um dia vêm nos filhos " monstros" como alguns referem e que quase afirmam já não sentir por eles o amor de outros tempos...

 

há dias surpreendi um homem de 50 anos a chorar e percebi que não queria ir para casa , muito embora já estar a fazer-se tarde... o medo em seus olhos é notório... confidenciou que tinha medo de ir para casa por causa do filho com 23 anos...

 

presos com salvo conduto estão estes pais prisioneiros de uma situação que urge compreender...

 

o amor continua a ter razões que a razão desconhece... vai-se lá saber porquê ?...

mas será isto amor... ou o lado oculto do coração, onde vidas passadas têm um papel evidente...

 

lasalete...

 

neste momento eu estou ...: atenta
publicado por lapieta@sapo.pt às 15:25

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008

aventura humana em corpo de mulher ...

 

 

fora da cidade...
entre os muros invisíveis dum bairro infecto onde a promiscuidade sem sombra de dúvida assusta e ajusta seres em desequilíbrio, desenrolam-se e desenvolvem-se dramas que em nada dignificam o ser humano...
 
embora o esforço de algumas assistentes sociais e a entrega incondicional de muitos homens de boa vontade, que se debruçam e interessam por todas as questões de âmbito social, a vida privada de todos os que são obrigados a viver nestes guetos que tudo absorvem e que tudo resolvem dentro de portas, é horrível e violenta a todos os níveis…...
licito ou ilícito, o certo é que a violência tem tendência a aumentar de forma brutal, dentro destes espaços, sem que alguém com um pouco mais de capacidade organizativa e até com responsabilidade social, ganhe coragem e tente pelo menos acudir a muitos seres humanos que não passam de objectos nas mãos imundas de seres abjectos que só tem por princípio a violência, liderando  na sua personalidade o mais básico de todos os instintos, a violência, a agressão pura e simples …apenas pela oportunidade de se sentirem "mais homens"...
ridículo machismo…! que ainda prolifera na mente distorcida de muita gentinha que não consegue evoluir e que deambula na cidade, nada fazendo, nada realizando, mas vivendo à custa de muita gente...
 
se me fosse lícito dizer uma palavra, mandaria para trabalhos forçados todos os homens que se manifestam sem qualquer responsabilidade, como carrascos de muitas mulheres indefesas e sem capacidade para se afastarem deste género de pessoas que apenas tecem ordinariamente possibilidades de agressão e maldade...
 
a história que eu vou contar , deixou-me profundamente abalada…
 
passava pouco da hora do almoço e no Coração da Cidade como sempre, se reúnem para fazer as suas refeições, todos os voluntários que fazem parte da imensa equipa que a instituição desloca e que desempenha funções  nos mais diversos espaços...
a protagonista desta história chegou como habitualmente para fazer a sua refeição, mas desta vez, vinha com o semblante carregado e lágrimas abundantes no olhar que lhe inundavam a face...
acolhida de imediato por outras voluntárias que suspeitando  do seu drama e percebendo a sua aflição, a trouxeram ao meu gabinete para pedirem auxílio...
 
tinha diante de mim, uma bela mulher, rosto de anjo e porte de menina que apesar das agruras da vida, faz jus à sua juventude...
23 anos, dois filhos e uma beleza interior que a todos confunde...
trabalha como ninguém, nunca tem um enfado, resolve com cordialidade todos os assuntos que lhe são destinados e nunca regateia esforços..
mas, toda a bela tem um senão e ela também não é excepção...
 como costuma dizer, quando era mais novinha e se apaixonou , ele, o companheiro, até era boa pessoa ... bonito, sedutor, elegante e bem falante, atraiu a sua atenção...
 
hoje com dois filhos, a sedução já não existe mais, depois que se juntaram, não mais trabalhou e o café da colectividade, a droga e a pouca vontade de progredir, fizeram dele um ser desprezível e com o qual ele tem muita dificuldade em relacionar-se...
 
mesmo depois de ter sido espancada e ter recorrido à urgência do hospital e ter apresentado queixa na respectiva esquadra, este " ser humano", continua com ela e na mesma casa porque ninguém tem capacidade de ver que esta jovem mulher não pode mais aguentar tanta selvajaria...
 
depois de ter pedido mais dinheiro para comprar o que pensa ser a sua necessidade vital e ter constatado que o dinheiro já não existe, ele não se demora para a descompor e lhe fazer todo o tipo de ameaças e mensagens de telemóvel que tivemos oportunidade de ler e que em nada dignificam um ser humano e que ofendem de forma brutal quem as recebe...
 
ameaçando tirar-lhe o filho mais novo se ela não lhe pagar aquilo que ele quer este homem passa a sua grande parte do dia de guarda, para ver quando tem oportunidade de levar com ele o filho e quando é que a sós apanha a jovem, para dela dispor através da única linguagem de que dispõe mentalmente ( a violência)...
 
execrável mensagem, que me obrigou a tomar medidas severas, direccionando para o infantário e escola dos filhos, a jovem na companhia de uma psicóloga voluntária, que foi testemunhar o facto junto das professoras e a reconduziu posteriormente até à residência da mãe que a colherá por uns dias...
 
necessitamos de uma casinha , ainda que pequena, para esta jovem que não tem onde morar e que tem que refazer a sua vida, longe do seu carrasco...
 
quem quiser ajudar esta jovem mãe, corajosa, dinâmica, amorosa e responsável, batalhadora e trabalhadora... é só dizer... ela necessita de uma casa , de um emprego,. porque a precariedade dos empregos  que  consegue, não lhe garantem financeiramente a possibilidade de um arrendamento...
 
amar para chegar a este ponto de relação a dois, não pode acontecer nos nossos dias, mas parece ser o pai nosso de muitos lares...
 
alheios aos dramas instituídos e quase " normais", muita gente nem imagina a capacidade que o ser humano tem de ultrapassar essas barreiras, de enfrentar esses monstros e de fazer amor no dia seguinte, fingindo que tudo voltou a ficar perfeito...
a dor é tão grande que nem conseguimos distinguir se doeu mais a violência física se o abraço que o carrasco deu no dia seguinte...
as celas que o mundo tem e que todo o mundo ignora..
o bater da porta anunciando a entrada de quem voltou apenas para castigar inocentes, por pecados que inventa...
o medo nos olhos de quem é castigado, defronta-se a medo com a violência do olhar de quem castiga..
o corpo a tremer e a alma a morrer um pouco todos os dias...
a juventude e a beleza vai escapando por entre os dedos ...
mas, de repente, tudo termina a imaginarmos que um dia vamos ser felizes...
quando a noite acontece, no silêncio dos horas na cela que nos está destinada somos obrigadas a amar , sem recusa, engolindo as lágrimas, na esperança de que o álcool, venha por fim adormecer o carrasco... e tudo isto no silêncio a noite...
 
não há leis que guardem verdadeiramente ninguém, enquanto não sofrermos os dramas de muitos seres humanos que apenas tem o dever de viver e calar seja a que preço for...
 
enquanto na televisão se realizam programas de profanação programada das intimidades de muita gente, a vida vai realizando sem câmara outros dramas, que quase sempre terminam em tragédias humanas...
 
a esta hora, creio que a jovem da nossa crónica estará a salvo no lar materno... mas até quando ? ...
 
sofrimento e dor, pranto continuado, violência a todos os níveis sem explicação palpável, apenas pelo simples prazer de magoar e destruir...
 
quem vigiará a sociedade que está repleta de actos de violência que no fundo ninguém assume a  fundo, porque em sã consciência sabe que são inúmeros...
 
para quando meus Deus a abertura de todas as celas do mundo ?...
quando se libertarão estas mulheres que não têm o apoio da sociedade? e se sentem indefesas?...
 
sem grande esforço Tu libertarias todas estas mulheres... Sabes como meus Deus? ... educando todos os homens...
 
lasalete
neste momento eu estou ...: atenta
publicado por lapieta@sapo.pt às 18:07

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Julho de 2008

pouco a pouco...

 

 

Com todas as dificuldades que o mundo tem, para unir este puzle social em que foi transformada a sociedade portuguesa... quiça mundial... O Coração da Cidade,

hoje e durante a parte da manhã,  vai ser recebido pelo Director da Segurança Social, DR. Luis Cunha, para dar conhecimento oficial, do novo programa de acção social, sobre a escola abrigo, que pretende levar a efeito a partir do mês de Setembro...
O programa SE " socialmente educados",  para além de proporcionar apoio psicossocial, vai proporcionar orientação profissional a quem se encontra com dificuldades de por si só, se mobilizar e encontrar na vida, um novo rumo, depois de conhecer sucessivamente os patamares do desemprego e consequentemente o empobrecimento galopante...
 
 O Coração da Cidade conta com a ciência de técnicos capacitados ,que aceitaram o desafio de encarar de uma vez por todas este programa de prevenção e profilaxia social, evitando assim, que um menor número de seres humanos terminem na rua, como se a rua fosse passivamente uma opção de vida...
Queremos chegar antes da rua e ensinar todos os que vierem até nós a não desistir...
 
Com a abertura deste programa, O Coração da Cidade, vai criar também um serviço de apoio emergente, mais capaz e mais eficiente que o actual, direccionando para os serviços competentes todos os que de alguma forma nos procuram em situação social deficiente...
 
Pretendemos também com acções de rua programadas alertar as autoridades competentes e a população em geral para a equalização da justiça social e para uma melhor gestão dos nossos recursos humanos que não devemos transformar apenas em demonstrações de violência ou desrespeito pela vida humana, que em muitos casos avança de braço dado pela simples indiferença perante o sofrimento humano...
  
Alertar também para o desperdício de recursos ambientais e materiais, é um dos motivos que teremos que fazer crescer, para que paralelamente possamos ajudar a enfrentar as crises de endividamento que geram crises de rotura a nível familiar, rompendo de vez com a estabilidade entre crianças e jovens, que na maioria dos casos ficam afectadas para a vida inteira...
 
A falta de entendimento racional entre gerações é também a nosso ver, a grande responsável pela crise económica que estamos vivendo, por tudo isto O Coração da Cidade se viu obrigado a mudar o rumo da sua acção social para que mais seres humanos, através da nossa acção, possam encontrar uma maior qualidade de vida...
  
Se está a ler esta notícia e ainda não se decidiu pelo voluntariado, venha para que na nossa companhia possa ajudar a formar um mundo melhor...
 
 
 
Um bom dia de trabalho para si e um abraço do tamanho do mundo...
 
 
 
lasalete

 

neste momento eu estou ...: trabalhando
publicado por lapieta@sapo.pt às 07:51

link do post | comentar | favorito
Domingo, 25 de Novembro de 2007

flores no chão...

onde está a liberdade?

 

 

asas sem liberdade...

 

flores no chão...

 

lágrimas soltas...

 

medos ocultos...

 

não sei se de propósito... mas quando hoje se falava de violência no que respeita às mulheres, de repente passaram pela minha mente os rostos desta semana no Coração da Cidade...

 

esta semana , tive a possibilidade de contactar com cinco mulheres que estão sob o peso da violência... e com, outras tantas que são violentadas nos seus mais secretos desejos, que seriam se realizados , simplesmente a possibilidade de não passar fome nem mais um dia...

 

mas as mulheres que mais me comoveram foram mulheres mutiladas na sua liberdade, porque estiveram detidas, porque um dia resolveram dizer não à violência e de forma inesperada o seu golpe foi mais violento e a prisão passou a ser a sua casa durante muito tempo... quase infinitamente...

 

em liberdade, depois de terem pago a sua falta... estas mulheres continuam presas do preconceito e ficam sem possibilidades de sobrevivência...

 

como vão poder voar, se estão proibidas de serem livres ?...

 

uma delas ainda conseguiu trabalho... mas ... depois de confiar o seu segredo, a rua foi o lugar que a sua empregadora lhe indicou...

 

esta semana a vida  trouxe o recado da liberdade que não é consentida e das mulheres que serão penalizadas a vida inteira, como se aquela violência estivesse destinada a perpetuar-se...

 

senti-as tristes, com fome de serem livres ...

 

não sei se vou ser capaz de lhes reconstruir as asas... mas vou tentar...

 

vou voar com elas... vou mostrar a estas mulheres que sempre é possível recomeçar...

 

no Coração da Cidade, tivemos uma semana difícil , porque casos como estes foram lições de altíssima responsabilidade,...

 

os técnicos responsáveis , enviam para nós casos como estes,  porque têm a certeza que nunca negamos ajuda e levamos a sério nossas tarefas até ao fim...

 

que Deus ajude o nosso voo ...

 

uma semana de bom trabalho para todos vocês.... um grande braço...

 

lasalete

 

neste momento eu estou ...: atenta
publicado por lapieta@sapo.pt às 23:25

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

neste momento estou a chorar ...

 

tenho a vida de muita gente na minha mão ... que responsabilidade ...

 

mas ...

 

hoje fiquei a olhar no fundos dos teus olhos ... VIDA ...

 

 

perguntei a mim mesma porque se agridem os homens, se no fundo são todos iguais...

perguntei se o amor é assim tão difícil, que não seja possível amar guardando silêncio, sem tentar levantar o bastão, como se sempre fossemos policias na vida dos que connosco privam e que de nós esperam mais e melhor...

 

eu hoje estou a chorar, porque a luta que travo é imensa e preciso de grandes seres humanos perto de mim para conseguir vencer esta luta, que não é apenas minha , mas de todos os que comigo vivem, dia a dia ...

 

tenho acompanhado diversas facetas de pessoas próximas, que exibem o seu lado pior e de forma gratuita e tenho sentido alguma dificuldade, em entender porque se comportam de forma tão violenta...

 

estou neste momento a deparar com a violência descontrolada, não por parte daqueles que dia a dia tememos e de quem esperamos o pior, mas por parte dos que dizem que combatem o mal...

 

porque são violentos os que se dizem bons?...

 

está a doer tanto dentro da minha alma...

 

neste momento, precisava que Deus fosse homem, preciso de lhe dizer umas coisas que tenho guardadas dentro de mim...

 

não estou conseguindo entender tanta maldade , não consigo perceber porque se ferem os seres humanos e se espezinham as pessoas apenas porque precisam de nós...

 

como dói viver com alguém violento... principalmente quando esperamos mais dessa pessoa...

 

o mundo está diferente , todos estamos a notar essa diferença... é necessário entender que já nem perservamos os amigos da nossa mesquinhez... quando o melhor da vida são os amigos...

 

eu hoje estou a chorar... tenho uma dor tão grande dentro de mim...

 

vocês estão a pensar ... como é possivel que uma mulher que tem a seu cargo esteja tão em baixo... não, não estou em baixo... estou  simplesmente a chorar, porque neste momento a dor que experimento é violenta demais ...

 

se há dor que não aguento é a maldade gratuita sobre os que mais precisam de nós..

 

meu Deus liberta esta minha dor...

 

lasalete ...

publicado por lapieta@sapo.pt às 23:43

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 12 de Setembro de 2007

o amor à distância de um clik ...

 

até os lobos são capazes de carinho ... até os animais têm expressões de amor ...

porque passa o homem a imagem da dor nos gestos mais diversos ...

 

pasmo...!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 

sobre a preguiça espiritual de muitos que até se dizem evoluídos e que abrem a boca perante os crimes hediondos que estão a ser cometidos diante dos nossos olhos, com a brutalidade que conhecemos...

 

abra as suas asas e desfrute da possibilidade de ser mais objectivo , mais doce, mais terno e corajoso...

siga o seu coração... não obedeça ao seu medo...

 

clik em seu coração...

 

o mundo precisa de todos nós...

 

desejo um bom dia de trabalho

 

um abraço de paz ... lasalete

neste momento eu estou ...: com coragem
publicado por lapieta@sapo.pt às 09:34

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 13 de Abril de 2007

escravos de pele clara ...

Parece que deixei meus amigos para trás... não seria impossível fazê-lo...

As minhas tarefas são diversificadas e sempre aparece algo inusitado para realizar e por vezes não temos mãos a medir...

mas hoje quero partilhar com os amigos deste blog, algo que hoje aconteceu...

 

ser pobre é muito triste...

sem querer aos olhos dos outros sempre somos menos e piores que os outros...

 

hoje necessitamos de socorrer um homem que no fundo faz parte dos nosso filhos...

mais de quatro rapazotes bem constituídos se engalfinharam com o pobrezinho e sem mais delongas... bateram, insultaram e não paravam de maltratar...

 

 

Depois de o terem defendido e metido dentro da instituição, fomos saber afinal de que é que se tratava para estarem a agredir o senhor daquele jeito...

 

acusavam o pobre de ter assustado uma irmã deles ... jovem com 13 anos de idade e que tinha agarrado a menina, que chegara à escola a chorar...

a menina descreveu o homem e eles partiram para descobrir o homem... olharam para aquele senhor e parecia pobre, como ele se dirigiu para o Coração da Cidade, só podia ser ele... há que agredir...

 

convencemos a que chamassem a polícia... a polícia chegou, o pobre falou com a polícia e repetia que não se meteu com ninguém...

 

- Venha cá .. dizia o polícia... a jovem vai ver se foi mesmo vocè ...

 

o homem vai à porta ainda com medo e a jovem diz, de forma peremptória ...

- não foi este homem que me agarrou ... não é ele...

 

e agora? ... quem indemniza o homem pelos danos físicos e morais...

 

certamente ninguém, porque ele é pobre...

 

quantos pobres pagam inocentemente apenas porque são pobres...

 

a injustiça social está em todos os campos, mas rompe de forma dolorosa pela  vida de quem nada possui...

 

afastaram-se os jovens sem um pedido de desculpa ... espero que envergonhados pela triste figura que fizeram perante um ser humano que pelo aspecto já parecia capaz de molestar a jovem que queriam defender...

 

a sorte do homem foi estar bem perto da instituição que o apoia ... de outro modo teria ficado bem magoado...

 

é exactamente deste jeito que a violência acontece por aí, porque gratuitamente se espanca, se insulta, se violenta a liberdade dos que apenas querem estar em paz ...

 

estamos na era dos escravos de pele branca ... amarrados a uma sociedade na sua maioria preocupada consigo própria onde o egoísmo parece ser a sua segunda pele...

 

ninguém se lembra que um dia todos estes pobres, também foram os meninos de alguém... meigos e dóceis ... com a inocência a emoldurar-lhes o rosto ... tão distantes nas figuras que agora arrastam por esse mundo de Deus...

 

para quem não sabe o que é a caridade, eles são farrapos humanos...

 

por mais estranho que nos parece um ser humano, ele dentro de si também tem um coração...

 

assim se percebe que não é necessário ir até ao campo de futebol, para se observar tanta violência...

 

necessárias são algumas lições de civilidade ...

 

talvez esteja na hora de formar claques do bem...

 

mas também faz imensa falta mais policiamento nas ruas, para ajudar os que mais indefesos e sós precisam de apoio...

 

casos da rua... rostos da rua na linha da pobreza...

 

lasalete

neste momento eu estou ...: preocupada
publicado por lapieta@sapo.pt às 16:17

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

A AVENTURA DO ENVELHECER ...

SEMPRE QUE O AMOR ME QUIS...

SER CIDADÃO É ESTAR ATENT...

ONDE MORA A LIBERDADE ?.....

Tu não paras o meu rumo… ...

Jovens sem esperança... g...

o Inverno da vida ...

violência ... versus amor...

saramaguisses...

o lado oculto do coração ...

aventura humana em corpo ...

pouco a pouco...

flores no chão...

neste momento estou a cho...

o amor à distância de um ...

escravos de pele clara .....

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags