Segunda-feira, 11 de Agosto de 2008

obras em casa...

 

não precisa encerrar para obras... não precisa deixar de viver...não exagere...

 

arrumar a nossa casa requer uma certa habilidade e também um pouco de tempo... gosto para decorar, mas acima de tudo força e vontade para limpar...

 

não basta dizer eu quero, ou eu preciso... assumir com determinação que é urgente e que está na hora, é o mais necessário...

 

obras na nossa casa... na nossa casa interior...

 

iniciemos sem pressa uma vista de olhos a todos os departamentos...

  • os gostos
  • os pensamentos
  • os anseios
  • os sentimentos
  • os relacionamentos

ficaremos logo com uma panorâmica abrangente, mas que só é possível se partimos com disponibilidade total para tal empreendimento...

 

a sós não conseguimos?... não tem importância... recorramos a um especialista e assim debatemos o problema com alguém que possa oferecer um pouco do seu tempo, alugar o seu ouvido, onde vamos depositar o que está errado e logo saímos com um conselho sobre decoração interior que depois poderemos aproveitar ou não...

 

partindo do princípio que aceitamos a ajuda, vamos reunir os materiais necessários...

mas, atenção...

não deite nada fora sem que parta da sua vontade ...

não violente o seu interior...

assuma de uma vez por todas se é efectivamente isso que quer...

tudo no nosso interior tem significado... por isso mesmo revisite-se pela última vez apenas para testar se está apegado de forma ridiculamente ilusória a situações do passado ... há pedaços de vida que só permanecem para complicar a nossa decoração...

 

esvaziemos  então a casa interior de todos os sentimentos menores, deitemos fora também apontamentos antigos... de rixas que não resolvemos, de mágoas que teimosamente conservamos... de saudades que já nada trazem de bom e de novo e só nos fazem sofrer...

reunamos  o que estiver partido e que faz parte do lixo mental e joguemos fora...

isso não vai ser aproveitado para ninguém... o que não serve para nós , também não serve para os outros...

 

depois vejamos  com atenção... há aspectos em todas as casas que com um toque diferente e aproveitados de outro modo, até  mostrariam a todo o mundo um ser humano mais aprazível, sereno e a quem todos teriam desejos de visitar mais vezes...

 

o que vamos reparar? ...

as paredes? ... elas representam os nossos alicerces, a nossa educação, os nossos princípios e nunca é demais descobrir se ao longo do tempo, por distracção, deixamos que pequenas fendas do nosso carácter se alonguem e abram brechas enormes...

solidifiquemos a nossa postura interior, reforçando com generosidade e solidariedade a nossa forma de estar... sem queixume... e com firmeza, as paredes engrossam na ausência do medo...então arrumemos de vez com os medos que enchem de caruncho os nossos alicerces...e os podem fazer ruir...

 

 

as janelas?... os nossos olhos... responsáveis pelas nossas emoções pois que registam as imagens boas e mais que a vida oferece... recebem e devolvem e nem sempre a melhor imagem... alugam a nossa mente e distorcem emoções revelando fraquezas e fracassos nossos e de outros também... limpemos os vidros das janelas e passaremos a ver a vida com outros olhos e de certeza a descobrir na paisagem, encantos que outrora nem perceberíamos...

 

a porta ? ... a nossa porta é muito importante... é por ela que entra tudo quanto permitimos... ele representa a nossa mente ... os nossos sentimentos ... o nosso consciente activo... que por vezes, indolente, se deixa penetrar por todos os que desejam aproveitar-se da falta de disciplina mental que é mais comum do que o que podemos imaginar... é também por ela que quem habita espiritualmente nas proximidades,  entra facilmente e passa a fazer parte do nosso condomínio espiritual... levando perturbação e dor... ajustemos portanto a nossa porta... pintando-a de novo... para que ela inspire quem dela se aproximar a realizar também as suas reparações...

 

depois decoremos com gosto a nossa casa interior...

no quarto ... coloquemos em situação de destaque os nossos pensamentos para que após louvarmos e agradecermos a Deus por mais um dia tenhamos a possibilidade de fazer um sono repousado... aí ,decorado a gosto não ficaria mal uma flor branca agradecendo ao nosso anjo pela sua companhia...a flor da gratidão

 

no banho ... a serenidade seria o ideal... banhemos então a nossa emoção sem pressa e com calma deixemos que a nossa personalidade se adopte às novas nuances que estão a acontecer...e que as lágrimas aceitem cair, por amor, embelezando o rosto...

 

na sala ... uma novo tom de verde mar que espelhará a confiança e a solicitude , deixando transparecer o cuidado para com os nossos familiares e amigos... a festa permanente do nosso coração que nos mostra de imediato o propósito de mudar e assim permanecer...aí não desperdice energia ... é muito importante cuidar do amor...sem pressa, sem egoísmo, sem sentimento de posse... o amor quer-se tranquilo onde apetece permanecer constantemente...o maior esperança... confiante... perfumado...

 

na cozinha ... o carinho, a coragem de uma higiene  comportamental sem precedentes onde os sentimentos se exprimirão de forma declaradamente mais sólida... sem emoções desregradas e onde as variadíssimas cores rapidamente lembrarão a disposição imediata de quem se está a alimentar de novidades frescas e salutares...a satisfação plena e consciente de que fazemos parte da natureza e por isso aprendemos a ser naturais e iguais a nós mesmos...

 

no conjunto e sem dúvidas, em toda a casa, o branco da paz  vai ser o motivo dominante e todos os que nos visitarem vão perceber que estivemos realizando modificações visiveis e que ficamos com muito melhor aspecto...

 

desapareceu o homem velho e surge de forma mais interessante um homem novo...

 

é verdade ... estava esquecendo algo muito importante...

um pequeno canteiro de flores, sempre empresta à nossa decoração exterior, um ar bem agradável e aprazível... então aqui , recomendamos a humildade dos miosótis, a elegância e a força dum belo jacarandá e a beleza lúcida e permanente das rosas ... a determinação dum salgueiro ondulante e a frescura dum amor perfeito... mas, tudo necessita da sua atenção...não se esqueça de colocar aqui o mais belo e doce sorriso... os braços estendidos dos pinheiros de Natal que todo o ano inspiram solidariedade e fraternidade, dirigindo o seu perfume a quem passa...

 

bem de frente ,não se esqueça de solicitar uma luz na entrada da sua porta e dentro de sua casa... aí, só um especialista ,"DEUS", iluminará a sua casa e você permanecerá nela confortável pronto para qualquer vendaval...quente e com a sensação de ser embalado ...

 

sente-se desenhe com o pensamento borboletas e solte a criança adormecida... convide as andorinhas e ensaie a primavera dos sentidos... e voe... tanto quanto seja possivel... sem limites...

 

convive então seus amigos, faça uma festa e diga... AQUI ESTÁ UM SER NOVO... diga-lhes como gosta deles, prepare os seus melhores petiscos, dance, cante e siga em frente...

 

a vida continua... e o trabalho de cada um é imenso...

 

todo aquele que se quer melhorar está em obras constantemente...

 

um bom dia e um abraço do tamanho do universo ... eu também estou em obras...

 

lasalete

 

 

 

 

 

neste momento eu estou ...:
publicado por lapieta@sapo.pt às 14:28

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2007

o caminho do medo...

NÃO PERMITAS QUE ENTERREM OS TEUS SONHOS ... VIVE SEM MEDO

 

 

 sons

do

medo ...

mais que do medo, do que tenho medo é do som... do som do medo...

um dia um amigo meu dizia... do que eu tenho medo é do medo de ter medo...

os caminhos que trilhamos ou que nos fazem trilhar, ou que nos obrigamos a trilhar , nem sempre são os melhores...

conheci alguém, muito ruim, que se fazia passar por boa pessoa, mas que a possibilidade de meter medo aos outros o entusiasmava terrivelmente, por isso mesmo nunca perdia a oportunidade de o fazer...

hoje vi no rosto de uma jovem o medo que um dia vi no rosto das vitimas desse homem...

o medo que essa jovem tinha de ficar sem nada e na rua... o medo que ela sente ao pensar que um dia possa ter que passar tanta fome, que se possa ver envolvido em algum escândalo ou episódio menos saudável , já lhe causa pânico por antecipação...

o programa que a nossa instituição está a desenvolver, é exactamente pela vida daqueles que estão assim com a sua vida em perigo... que um dia tiveram tudo e que neste momento estão colados ao medo de um dia passarem fome, de um dia arrastarem para o infortúnio os seus filhos...

estas vidas em risco são neste momento a nossa preocupação... é preciso salvar a célula familiar e ter a certeza que durante um ano esta família volta de novo ao caminho da tranquilidade e da paz...

hoje mesmo eu disse e repito, não estamos vocacionados para dar de comer a quem não quer trabalhar e está disposta a viver apenas com um subsídio... não se quer cultivar, não quer evoluir e não colabora com a vida para ter um espaço de vida diferente...

os cristãos ainda estão habituados a exercer a caridade com os pobres muito sujos e esfarrapados e não querem admitir que uma pessoa bem vestida também possa passar fome... mas se vissem o medo que eu hoje vi... desfaziam esse engano de uma vez , porque ao mesmo tempo que olhei aquele rosto eu ouvi a voz da caridade...

é preciso ajudar a viver... é preciso ajudar a não perder a esperança ... é preciso ajudar a sair desse túnel infecto e terrível ... ( O MEDO)

neste ano, nós vamos investir nessa libertação, vamos quebrar as grades dessas prisões onde muitos portugueses estão a deixar-se sepultar e vamos investir em mais meios humanos...

estamos a recrutar muita gente, vamos tentar virar a cidade do avesso para ajudar os que estão tentando chegar com vida à outra margem...

só peço à vida ... força e coragem para continuar ...

Portugal preciso de sair deste impasse...

o medo tem que morrer... de dor do seu próprio medo...

precisamos de encontrar gente sem medo...

se você não tem medo junte-se a nós... pergunte o que é possível fazer ... 

existem mil maneiras de ajudar...

por favor estenda os braços à vida...

venha nós precisamos de si...

um abraço de paz... lasalete

neste momento eu estou ...: lutando
publicado por lapieta@sapo.pt às 23:36

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

obras em casa...

o caminho do medo...

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags