Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

se eu pudesse desistir...

 

 

já passaram mais de oito anos...

 

ontem pela tardinha um telefonema para o meu número particular, retirou-me por momentos dos problemas, que com alguma trivialidade têm que ser enfrentados...

 

fazemos parte de um todo onde as coisinhas que se repetem têm que ser cumpridas e são extremamente necessárias, para que a engrenagem desta vida de marinheiros não pare e sempre possamos enfrentar a ondulação, que mais hora menos hora, se apresenta em franca tempestade...

 

no que diz respeito às tempestades emocionais, todos mais ou menos, enfrentamos  de vez  em quando, uma ou outra, que conforme a nossa capacidade vamos contornando, o importante é  nunca deixar de lutar...

 

mas como estava contando, ... toca o telefone... uma voz bonita e suave leva-me atrás no tempo:

- olá lembra-se de mim...???????????

-sabe quem sou ??????????

- sou a M.........

e vai daí, traz à minha memória a mulher menina, belíssima e de olhos muito vivos, que um dia, debaixo de uma dose fortíssima de heroína, quase me ficava nos braços...

o mundo tinha vencido a sua luta de mulher abandonada por um amor, que ia e vinha como as ondas da praia , que flutuava diante dos seus sentidos e o qual ela nunca conseguia alcançar...

mas,  no dia em que ele chegou mais perto, ela sem se aperceber tentou salvar e com ele se afogou... lutou e mergulhou já sem forças, no mar onde a droga estraçalha aqueles que lá vem buscar a inacção e o torpor...

 

nunca facilitou a sua ajuda... mas sempre aparecia com um sorriso, mesmo quando era agressiva ...

mudava de personalidade em segundos... e do choro convulso passava à agressividade mais pura e de imediato à necessidade extrema de um abraço e agradecia , cumprindo o ritual do mundo ... partia dizendo sempre: -obrigada...

 

durante algum tempo fez as refeições na instituição na Rua do Bonjardim e hoje ao telefone recorda esses tempos, porque foram os tempos da sua juventude...

 

sem mágoa, pronunciou o nome do namorado que já não está entre nós ... partiu com uma pneumonia ...

 

parou de falar... percebi que chorava do outro lado da linha...

- então ????...!!!!! perguntei eu ... para quebrar o choro...

-afinal porque ligou para mim?... posso ajudar ?...

- pode sim, falar consigo é tão importante para mim... já não me vê há muitos anos , estou mais velha e agora já não posso ir ter consigo, mas uma amiga, deu-me o seu número, perdoe por eu estar a ligar, mas precisava de ouvir a sua voz...

 

.................... parou novamente e de repente saltou para a descrição que me gelou...

 

- estou em casa, amputaram a minha perna e estou com SIDA... está foi a herança que me deixou a droga... estou numa cadeira de rodas e faço tudo com muito custo... ajudam-me com uma refeição por dia , mas não posso comer mais nada, porque não tenho... pode ajudar-me pelo menos com leite...

 

-claro que sim... diga tudo o que precisa... mas fale si...

- se eu pudesse desistir... já o tinha feito... o que ando aqui a fazer... mas sabe... quando penso em fazer um disparate, não consigo ...e sempre encontro força para ficar quieta... estou mais calma e agora a vida obriga-me a pensar nos erros que cometi...fiz muitos disparates...

 

fiquei a escutá-la durante alguns momentos e preferi fixar-me numa imagem bonita de quando ainda muito jovem, se apresentava com os cabelos ao vento, vendendo juventude à vida que passava sôfrega de amor e emoções fortes...

 

prometi que a ajudaria...  deu-me o número de telefone...

 

passavam mais ou menos 30 minutos e ela já recebia tudo o que lhe fazia falta e a visita de duas voluntárias do apoio social...

 

foram encontrá-la num anexo minúsculo de uma ilhazinha do Porto, perto dum quintalzinho , movimentando a cadeira de rodas com muita dificuldade...

recebeu com alegria o que lhe enviamos e ficou feliz... pôde desabafar mais uma vez olhos nos olhos com as voluntárias de piquete...

 

prometemos voltar ... a nossa mulher heroína ... prometeu não desistir...

 

registamos o seu nome e morada,como apoio ao domicílio , que cumpriremos religiosamente...

 

Deus fará o resto...

nas nossas mãos, ficam apenas as possibilidades limitadas da condição humana...

o grande esforço está na mão dela, que espero aconteça...

 

-VOU ESFORÇAR-ME PARA NÃO DESISTIR...

 

tem apenas 35 anos...

 

meu Deus, eu tenho filhos com esta idade...

 

que Deus guarde os nossos filhos...

 

lasalete ...

 

 

neste momento eu estou ...: resistente
publicado por lapieta@sapo.pt às 10:20

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Junho de 2007

sobre brasas ...

 

dá prazer vê-la chegar e vê-la partir...

 

é uma mulher despachada e muito preocupada com as suas obrigações...

os filhos estão numa instituição de caridade e aí recebem a educação que ela de certeza não conseguiu alcançar e segundo ela estão felizes...

 

mas ela respira de felicidade ... tem a sua casa, o seu companheiro ...

 

sou feliz... repete muitas vezes e agradece a Deus a oportunidade que lhe deu novamente...

 

a droga e a consequente prostituição, deram-lhe acesso a todo o tipo de desilusões e de perigos...

 

dançou sobre brasas muitas vezes, viu a morte diante dos olhos, foi agredida, espoliada , seviciada, detida, expulsa por todos, mal amada... mas finalmente ficou em paz...

depois de várias tentativas está bem, já vai para um bom tempo...

 

dessa vida de fogo cruzado só quer distância...

hoje conseguiu um emprego fixo... é bem capaz de lhe dar uma posição estável ...

 

namora a vida no que ela tem de melhor e mais confortável... economiza quanto pode sempre a pensar nos filhos ...

 

com tristeza lembra o seu passado ... ensinei-lhe hoje a valorizar o presente , falamos durante algum tempo e ela ainda fala com dor do passado e das dificuldades que teve para se libertar...

 

o facto de não ter contraído doença alguma, fez-lhe pensar que a vida lhe reservou mais tempo e que Deus ainda lhe está a dar outra oportunidade que não pode nem quer desperdiçar...

 

mas a dor maior ... a mais lancinante, apesar de tudo quanto passou, foi  ser obrigada a entregar um filho que acabava de nascer , para adopção ...

 

quando o filho nasceu apenas pediu para lhe dar um beijo, abençoou o menino e entregou-o para adopção... serenamente disse: -  vai ser melhor para ele , não tenho condições para o criar...

mais um passo sobre brasas que lhe queimaram o coração ... doeu muito, mas era inevitável ...

mais tarde muda de vida, mas já não tem o seu menino ...

hoje é uma mulher feliz ... ainda pensa no filho, mas os que tem á sua guarda são o seu enlevo...

suas mãos desdobram-se em gestos expectantes , denunciando alegria...

as palavras saem com a certeza de quem venceu um monstro ... e venceu...

Parabéns a esta brava mulher ... abençoada seja ...

lasalete

neste momento eu estou ...:
publicado por lapieta@sapo.pt às 18:52

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

se eu pudesse desistir...

sobre brasas ...

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags