Sábado, 8 de Março de 2014

ser mulher ...É SER LIBERDADE ...



ser mulher é ser gente, é ser mais, é ser único...

porém até as mulheres se esquecem , que devem e podem ser tudo isso...

masculinizam-se os termos , os métodos e pervertem-se os sistemas...

ser gente no feminino, quer queiramos quer não é diferente de sermos gente no masculino...

homens e mulheres podem ser mais do que realmente são sem inverterem o seu sistema...

mas nem sempre vem acontecendo e parece que muitas mulheres entendem que exibir atitudes um pouco mais masculinas, as faz maiores, talvez, entendo eu, se pensam mais aceites pela sociedade...

esquecem essas mulheres que é exatamente a diferença que faz da mulher mais mulher...

a graciosidade, a sublimação, a beleza, na forma, no trato, na fala , no olhar...

ser mulher é tão próximo de semear estrelas numa noite escura, é só iluminar...

ser mulher é tão somente colocar flores nos montes, nas casas de toda a gente e cantar...

porém ainda se fala de igualdade, de paridade...
e neste disparidade ainda lamento o quão amarradas as mulheres continuam, às traves da submissão...

vale sempre a pena lembrar neste dia a palavra ...LIBERDADE....


lasalete piedade
neste momento eu estou ...:
publicado por lapieta@sapo.pt às 18:01

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Outubro de 2013

Oração da Ternura

 

 

 


 

Senhor, louvado sejas  pela graça deste novo dia,

que o teu amor me convida a viver.

 

é mais uma jornada de vida a ser percorrida sob o teu olhar,

em companhia daqueles que me deste por amigos e irmãos.

 

não permitas Senhor,

que eu caminhe só.

que eu me feche num mundo limitado e egoísta.

que eu guarde ódio no coração.

 

quero libertar o meu irmão ao perdoar-lhe, e sentir a alegria de ser perdoado.

dá-me a graça de sustentar o desejo de paz, para que eu não alimente o desejo de vingança.

 

quero muito viver o amor que não se cansa de ser bom.

não permitas  ó meu Senhor, que eu me instale no meu comodismo.

 

ajuda-me a ser um cristão solidário e fraterno, um homem de fé;

não de uma fé morta em si mesma, mas de  uma fé viva, participativa,

que me impulsione no exercício das boas obras.

 

inunda-me  com a  Tua luz, para que, á transparência de um jeito bem fraterno de viver,

eu revele a todos a Tua presença amiga e a tua ternura paterna.

 

que assim seja

Autor desconhecido



AMA . Associação Migalha de Amor

Grupo Espírita de Fraternidade Cristã






neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 18:48

link do post | comentar | favorito

os artistas de Deus...

 

 

não deixes que os rios levem a tua emoção,

nem deixes que a chuva chore as tuas lágrimas,

não deixes que o vento leve teu pensamento

nem deixes tão pouco, que o sol possa emitir o calor da tua alma,

não deixes que a lua faça os teus versos...

não deixes que alguém tente imitar teu coração...

 

segura nas tuas penas,

faz delas duas asas para voar...

 

se alguém tiver que imitar algo, que sejas tu...

imita tu o vento e espalha a tua esperança...

imita o calor do sol e aquece o coração daqueles que estão gelados de solidão...

imita a paz imersa na natureza,

imita a velocidade dos rios, levando com prontidão a tua ajuda, onde a tristeza parece fixar-se ...

imita acima de tudo a imensidão do mar e faz-te imensa...

 

sim... é para ti alma querida, que ainda não despertas-te, que eu estou a escrever...

é para ti,  que ainda não percebes o que estás a perder...

 

nem imaginas como é bom ser-se universo...

 

corre, corre veloz, pois que na Terra está tudo por fazer e o Deus do Universo, todos os dias envia artistas para retocar a sua obra...

 

um desses artistas és tu...

 

faz-te livre … quebra as algemas ..

 

VEM... VEM APENAS ...

 

lasaletepiedade

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 18:12

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2012

o amor precisa de palavras...

 

se o coração prende a voz...

doloroso mesmo é perceber, que já não há linhas para escrever o que queríamos dizer no tempo certo... 
ficam na voz as palavras que nunca foram proferidas... 
saltaram do pensamento para voarem pela voz e o coração não teve força para as soltar... e a emoção ficou emoldurada de palavras... com tanto significado que nem nós mesmos sabemos se temos o direito de as reter... 


falta de coragem?...egoismo?... quem sabe... 

e um dia vamos dizê-las de uma vez á pessoa que não as sabe receber... e aí o medo volta de novo... 
por isso suavizemos, e deixemos o coração ter voz... dizendo simplesmente :-( EU ESTOU A APRENDER A GOSTAR DO MUNDO... TU FAZES PARTE DESSE MUNDO...)

DEIXA-ME APRENDER A AMAR-TE... 

UMA BOA SEMANA PARA TODOS OS AMANTES DA POESIA

lasalete
neste momento eu estou ...: bem
publicado por lapieta@sapo.pt às 09:16

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2012

dia dos namorados ou dia do amor?...afinal em que ficamos?

 

 

dizem por aí à boca cheia que é dia dos namorados...

 

as montras são sugestivas...

as ementas nos restaurantes são de grande energia alimentar e as camas nos hoteis são feitas com grande cuidado, muito charme e extremamente convidativas para o amor...

dizem que todos viemos a esta vida à procura do amor...

como é triste nem todos os namorados saberem amar...

mas, mais triste é que nem todos sobre a Terra tiveram a sorte de ser amados, e partem deste mundo sem conhecerem o amor de ninguém...

nesta solidão kármica ou programada, escondem-se muitas vezes os medos ancestrais, de amores sofridos, vividos em outras vidas, e que deixaram marcas bem vincadas dentro da alma...
a mente reage fugindo, ou cortando a hipótese de uma aproximação...

é possível descobrir estas almas, fugindo do diálogo, quando se fala de amor, virando para o lado o rosto quando descobrem carinho entre os amigos ou familiares, coram ao menor gesto de ternura , mas sobretudo fogem como podem do amor...

impossível é descobrir se magoaram estas almas ou se foram elas que magoaram aqueles que as amaram...

mas um dia, vão descobrir que amar é bonito, belo demais, mesmo que não seja para a vida toda, como dizemos de todas as vezes que nos apaixonamos...
e sempre que o fazemos nós experimentamos aquele friozinho na barriga que nos diz que a paixão veio para ficar...
seja ela proibida ou não, quando chega, deixa tudo em revolução... e assim surgem os namorados...
olham-se como se fossem duas estrelas de frente uma para a outra, brilham em silêncio...
depois falam como se fossem passarinhos a cantar...
quando se tocam, finalmente parecem vulcões explodindo, e nessa catarse de amor quase todos acreditam que esse momento será eterno...

só há um erro no amor ( todos devíamos casar primeiro) para por fim terminarmos a namorar, e então sim... talvez o amor fosse eterno...

até lá, vamos tentando, dividindo o coração, ouvindo aquela canção que é só nossa, alimentando a ilusão de que somos apenas nós a dançar, a patinar, a nadar, a viver, na mente daquele que um dia nos disse quase a medo, ( EU AMO-TE) ...

lasalete...

neste momento eu estou ...: amando
publicado por lapieta@sapo.pt às 13:50

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2012

O AMOR NÃO PRECISA DE PALAVRAS...

 



não... o amor não precisa de palavras, de gestos, de sons, de aromas, ou sabores...
o amor não precisa de ensaios, de exotismos, de fantasias, de fetiches...
o amor é espontâneo... 

mas, na ânsia de nos sabermos amados, nós queremos os gestos, sejam de que forma forem, as palavras e tudo o que nos possa garantir que somos amorosamente lembrados e embebidos...

amor com todas as certezas... existe ?... não, sempre ficará a dúvida...

imponderável, o amor não se pode medir...
ele é absolutamente livre... e, quando amamos, também não conseguimos dizer como, quanto...
faltam palavras no dicionário para expressar, para definir, de que forma estamos a amar...

impotentes os sábios... líricos os amantes, que inventam mil formas para mostrar que amam... e, sem que propositem, terminam como quase todos, no lago das suspeições amorosas... 

o amor é um patamar de ideias, que nascem espontâneamente, mal a semente desabrocha...

o amor é um emaranhado de emoções, que nos desviam o são discernimento, para o palco, onde o passado, o presente e o futuro se misturam, actuando em simultâneo... e num vislumbre peregrino, se percebem, as sombras do passado, as luzes do presente e as estrelas do futuro, brindando à fantasia, com a qual os humanos vestem o amor...

por isso, amar, é surpreendentemente bom...

é sempre diferente de cada vez...
é sempre divino em cada palavra...

amar é fenomenal... 

parece que respondi... a quem me perguntou o que é o amor...

ele... o amor ... é ... simplesmente...

se dele duvidarmos , depende da nossa insegurança...
se não o adoptarmos, depende do nosso egoísmo...
se nos embebedarmos dele, depende da nossa imaturidade...
se nos revestirmos de cada vez que ele vem... estamos no caminho certo...

amar serena e tranquilamente, sem exigência, sem paixões desmedidas, com carinho, ternura, partilha e compreensão... uma receita ancestral, intemporal e ajustada...

louco, aquele que se furta ao amor... 
não importa se ou outros me amaram... importante é que eu amei e de cada vez que o fiz, fiquei mais perto de Deus...

amem, com capacidade de ver, de sentir, de existir, de prosseguir e de saber parar a tempo...

lasalete

 
 
neste momento eu estou ...: amando
publicado por lapieta@sapo.pt às 15:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 24 de Outubro de 2011

Tu não paras o meu rumo… poema

 

 

ninguém me rasga o ventre, que pariu

um amor verdadeiro, sem medo  e tão sincero,

ninguém me arrasta no escárnio, se rugiu,

porque eu não quero, apenas…  eu não quero…

 

eu sou filha da luz, da vida, do universo,

eu sou filha do amor, razão da vida,

eu não sou perturbação , minha vida é feita em verso,

sou poema de  Deus e filha muito querida…

 

eu não sou mais folha ao vento, que desmaia,,

sem saber aonde cai, ou permanece…

não sou gota d’água numa face que desmaia…

sou abraço, sou beijo, sou calor, que se oferece…

 

nas almas mais tristes que encontro, deixo rosas…

e na voz de quem fala sofrendo, eu ponho amor,

não sou lava de vulcão, não queimo rosas,

eu sou eu, eu sou eu, não causo dor…

 

não sou mentirosa, nem fria, nem astuta,

torno visíveis meus gestos quando quero,

sou fã de quem é justo, de quem luta,

por um mundo amoroso e não austero…

 

ainda são pálida imagem, num mundo tão cruel,,

sou ainda uma voz trémula falando,

mas, quando o coração fala mais alto,

levanto minha voz e vou amando…

 

crio raízes longas, e em todos me alimento,

tenho folhas soltas cantando em alegria,

sou bela se apareço, ou se me ausento,

dou frutos de amor , quer de noite quer de dia…

 

crio raios de luar , de luz, de sol, de infinito,

tenho braços fortes , e abraço sem temor…

ninguém morre comigo ou por mim, que eu não permito,

porque sou a face voluntária do amor …

 

por isso mesmo te aviso… terror… fera ou maldade,

não perturbes quem trabalha, quem se oferece,

num trabalho solidário, sem barreiras, nem idade,

porque eu sou a força de quem luta e permanece…

 

eu sou a força do tempo, que Deus ama e aumenta,

sou o aviso prévio, de que o mundo está à espera,

sou o coração fraterno de quem  ama e aguenta,

para que na cidade, haja sempre  Primavera…

 

por ordem divina, muitas vidas voluntárias,

se vieram   oferecer, por caridade,

e fiz elos bem fortes, de  mãos bem  solidárias,

que  formam,  o coração desta cidade …

 

 

eu sou a SOLIDARIEDADE…

por isso te deixo um aviso, sem medo e não me escondo…

 

desiste…  que és fera que ruges escondida…

não paras o meu rumo, não consegues…

porque louca, desconheces, que á partida,

é  somente o amor , que tu persegues…

 

lasalete…24.10.2011…16h

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 16:49

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Setembro de 2011

QUERO SER AMADO Á LUZ DO DIA ... poema

 este poema leva-nos a entender um pouco mais a alma de quem na rua tem o seu estado permanente... obrigado pelo egoismo que ainda veste a humanidade...

 

 

 

se a humanidade me permite querer...

eu.....................

quero ser amado á luz do dia,

sem o frio do chão que á vida faz doer,

quero ter como todos a louca fantasia

duma cama onde possa adormecer...

não quero ser acordado pela noite

pelos olhos mecânicos de alguém,

que me dá de beber e de comer

mas que no fundo chega e parte

e eu fico sem ninguém...

 

quero ter uma porta onde entrar

um número qualquer só para mim,

para onde Deus por amor manda recados

em cartas perfumadas de jasmim...

quero ser como aqueles que passam pela rua

ligeiros com certezas guardadas em seu peito

quero ser a verdade deles, quase nua,

de que se chegam a mim sem preconceito...

quero fugir do chão sujo e molhado,

que guarda em si os pecados de ninguém...

porque os de toda a gente sem saber

é o meu louco coração que os retém...

 

quero dizer de frente á madrugada,

que fugi da noite e sonhando adormeci,

numa cama com lençóis e perfumada

tal e qual o berço onde outrora assim dormi...

quero louca e sofregamente possuir

um lugar para amar como um qualquer,

um lençol amarrotado  de suor

e a recordação em minha pele de uma mulher...

quero sentir  na mão uma cortina amarrotada

daqueles que vêm á janela para olhar

a lua que se esconde envergonhada

quando alguém rouba o direito de sonhar...

 

por tudo isto...

não me dês um cobertor... dá-me os abraços...

que o mundo não me deu por ser sincero,

não me dês meias para os pés, porque os meus passos

tomam sempre a direcção que eu nunca quero...

eles ?... oh !...já conhecem as ruas como a alma

da cidade que nunca está dormente,

que acorda a cada hora quem sossega

no chão onde passa toda a gente...

 

não me dês de comer... dá-me a certeza,

de que tudo pode mudar para melhor,

e que todos os filhos da desgraça

vão poder fugir de vez a tanta dor...

demora-te em mim um segundo... amigo... eu sou humano...

não me evites, nem me olhes assim tão de repente...

não sou divino... amigo ... eu sou profano...

mascarou-me a dor ,sou pobre, mas sou gente...

 

sou o rosto do amor ignorado

que sepultou a caridade em agonia,

eu só quero um lençol amarrotado

eu quero ser amado á luz do dia...

 

 

lasalete ... ( poemas do fundo da alma)... 1-12-2009 ... 3 h 

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 01:14

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

ser mulher ...É SER LIBER...

Oração da Ternura

os artistas de Deus...

o amor precisa de palavra...

dia dos namorados ou dia ...

O AMOR NÃO PRECISA DE PAL...

Tu não paras o meu rumo… ...

QUERO SER AMADO Á LUZ DO ...

dia da mulher ... dia da ...

até onde o olhar me levar...

heróis sem medalha...

criança... versus AMOR

PÁSCOA FELIZ ... é liberd...

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags