Terça-feira, 22 de Outubro de 2013

a química da lágrima e a força do dor ...

 

 


quanto pesa uma lágrima?

quanto dói uma dor?... por um amor que morreu ...

ninguém sabe...

o grande erro ao amar, é isolar-mo-nos sofregamente dentro desse amor...

quando o amor chega ele deve vir para dentro do nosso mundo, com tudo de bom que ele quiser...

então nós devemos amar partilhando...

nesse mesclar de emoções ninguém é de ninguém , ninguém detém a nossa exclusividade, assim como não queremos esse amor apenas para nós...

quando o amor começa a desfalecer, dá sinais de que vai morrer, mais dia menos dia...

mas a nossa alma não quer ver, não quer sentir, tem medo da solidão, da experiência que virá a seguir, do recomeço, da diferença ao amar... sim, porque todos os amores são diferentes e nós somos diferentes ao amar, todas as vezes e de cada vez...

então se nunca sairmos do nosso mundo e conseguirmos equilíbrio entre o nosso mundo e o nosso amor, se ele por um acaso morrer, nós continuaremos vivos...

e-nos permitido chorar, olhar bem fundo da alma e suspirar...

a seguir limpar as lágrimas e descobrir que o céu está no mesmo lugar, a chuva cai do mesmo jeito e o sol mantém a mesma chama...

elevemos o rosto e as mãos gritando para o Universo...

estou de novo pronta para uma nova lição de amor...

 

 

lasaletepiedade

neste momento eu estou ...: amando
publicado por lapieta@sapo.pt às 15:29

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Outubro de 2013

FOME DE PALAVRAS ...

 

Sempre me causará impressão a forma pouco disponível de quem se limita a ouvir os outros sem que sobre o assunto possa emitir a sua opinião…

 

Vemos vezes sem conta, que as redes socias de alguma forma servirão para melhorar os relacionamentos, mas por outro lado, o alheamento ao processo dialogante, me assusta, porque as opiniões são de tal forma singelas que se limitam a iniciais sem sentido… ou sem dialéctica alguma, apenas percebemos pelo sentido dos sinais, copiados vezes sem conta de outras opiniões, que querem dizer , sim ou não…

 

Quem emite opinião não é bem entendido, nem sequer parece ter lugar para reparo, porque parece absurdo que alguém possa estar a dizer o que não deve, mas a maior arte das pessoas partilham posts  que se repetem sem sentido e com mensagens coladas na maior parte das vezes a religiões ou espaços de pensamento que nem sequer fazem parte de si…

 

Mas o que procuro mesmo é a linguagem concreta, sobre o quotidiano, sobre os assuntos que interessam a todos nós e que de algum jeito, até podiam esclarecer pessoas que acompanham o movimento social…

 

A virtude de quem emite a notícia é trazê-la a diálogo, mas quase sempre esbarra numa parede de surdos…

 

Os amigos trocam piropos de amizade explosiva…

Os mais sós imitem sinais de quererem companhia…

Os mais descarados passam informações palavratórias…

Os mais escrupulosos, por sinais monossilábicos, lá se vão expressando…

 

Mas as ideias, essas, ficam no sítio de onde ninguém as tira…

Talvez se espere mais das redes sociais…

 

Eu assim o faço…

 

 

a mente fez-se para pensar e para passar as suas ideias…

Quão fértil seria a sociedade se dialogasse mais…

 

Uma óptima semana

 

Lasaletepiedade

neste momento eu estou ...:
publicado por lapieta@sapo.pt às 11:59

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

a massificação dos desejos ...

Há dias assim…

 

não sei se já aconteceu a alguém, tal qual me acontece a mim...

acordar e não ter nada para dizer, quando é habitual estarmos sempre a falar de qualquer coisa...

hoje aconteceu que eu até queria falar, mas recusava-me a escrever, como se ao escrever os meus pensamentos se perturbassem e as imagens se sentissem espiadas com letras que as podiam denunciar...

 

passei então diante de mim imagens da minha infância, o mais atrás que pude eu recordei de mim e dos outros que tinham perante mim responsabilidades e amores que nunca mais encontrei em alguém...

 

senti de repente a pureza de ser criança e a certeza daquele tempo, o tempo que nos embrulhava  e que ficava nos sentidos...

senti a ausência de conhecimento no que diz respeito do saber como se cresce...

senti que naquele tempo, sentia que a vida e o meu tamanho, ficariam sempre assim...

creio que era o desejo secreto de ser sempre criança, ou talvez, a ausência do conhecimento de como se pode crescer e dos problemas que arrasta esse mesmo crescimento, que hoje eu já sei o que é ...

 

foi interessante, poder recuar no tempo, e não ser interrompido por nada nem por ninguém...

dei por mim a perguntar como eram os meses de Março daquele tempo?... e lembrei já mais adiante os preparativos da Páscoa, a azafama das igrejas e a maneira prazeirosa com que idealizávamos o enfeite das flores...

 

lembrei como estávamos sempre aflitas a polir os cálices do sacrário, as patenas e os turíbulos para o incenso, que o padre fazia voar com mestria e que nos encantava o olhar...

 

dei por mim a lembrar o gosto das roscas que se ofereciam naquele tempo e que simbolizavam a madrinha, que no meu caso eram oferecidas pela superiora do convento onde habitava...

gostos de outros tempos, gestos que o próprio tempo engoliu e que ninguém registou, ficando apenas na nossa memória, e aí sim, ficarão sem o direito de serem removidos ou visitados por curiosos que não os puderam experimentar...

 

procurei o Sol... não estava para nascer e a esta hora a que escrevo, se não nasceu, já não nasce...

o dia está cinzento, mas eu pude experimentar o sol que brilhava naqueles dias e o frio que fazia ao mesmo tempo... dias de fome de amor, mas de concretização de calendário exigente e obrigatório...

 

dei então por mim… e tomei consciência de que já estava há  mais de uma hora a viajar no tempo e achei maravilhoso…  o registo de memórias… mesmo que não sejam as memórias de muita abundância de carinho ou de pão, mesmo que sejam de solidão á mistura… mas são as nossas memórias, onde podemos ir de vez enquanto, porque lá também estão aqueles que já não fazem parte do nosso dia a dia, mas que ausentes deste mundo, permanecem em outro lugar, não muito distante do nosso, e que nos observam , quem sabe agasalhando o desejo secreto de se reunirem connosco outra vez … um dia...

 

há dias assim, de fotografar a alma, e de entrar dentro dela… nesse labirinto, onde os gestos, os cheiros, os sons, são apenas nossos, e nos dizem que foram eles que nos deram a certeza de que vale a pena continuar...

 

voltei á realidade deste dia, porque  me esperam, novas , úteis e urgentes decisões...

 

bendito o tempo e o Senhor do tempo...

 

 

um abraço e um dia de boas e gratas memórias para todos...

 

lasalete

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 11:06

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 1 de Janeiro de 2012

2012... O ANO DA ESPERANÇA...


bela hora...
uma hora sem sombra de dúvida, em que uns e outros estão a pensar na hora em que o calendário deu mais um pulo...

ora aqui vai um conselho...

como dizem os futebolistas, prognósticos só no fim do jogo...
o que interessa mesmo, é que cada um dê o melhor de si em campo...
o mais importante é que ninguém pise na bola, que ninguém caia e se deixe ficar no chão, que ninguém se atire para cima do adversário para ganhar seja de que forma for...
é necessário que cada um saiba jogar, porque a vida é um jogo, e todos estamos mesmo em campo...

não queiram ficar no banco... vamos lá todos à molhada e vamos jogar limpo, muito limpo, para que cada um de nós saia com a sua consciência limpa desta refrega que vai ser o ano 2012...

vai ser um ano mau?... 
não não vai, nem vai ser pior do que o ano de 20111, vai ser um ano de muito trabalho e não liguem a isto de estarem sempre a atormentar as pessoas sobre os preços...
parem para pensar... em quantas coisas durante o ano se desperdiça dinheiro?...
quanta roupinha se compra sem se ter efectivamente necessidade?...
quantos cigarrinhos se fuma numa casa onde todos estão sempre a queixar-se da vida...
o vício do cafezinho?... quanto dinheiro por ano se gasta...
e agora está tudo preocupado porque vai pagar mais uns euros por que a luz encarece...

poupem pelo menos na saúde, senão como diz o povo, querem poupar na farinha e mais tarde vão gastar no farelo...

escutem a vossa intuição...
sejam mais alegres...
o ano 2012, vai passar muito rápido...

aqui vai um truque... se mudar de hábitos o ano passa a correr...
porque quando na vida existem novidades o tempo passa mais depressa...

procure ser feliz a sério...
cante, dance, respire fundo e levante os olhos ao céu... está vivo e a vida espera mais de si...

se conseguiu ler esta mensagem, é porque quer mesmo mudar...

nada de pessimismos...
á meia noite , levante o copo e faça um brinde à paz do mundo...
eu na paz do meu lar, vou fazer esse brinde por toda a gente, principalmente por aqueles que não conseguem amar-me, para eles vai a minha paz, e um grande desejo de saúde espiritual...

estou viva, estou aqui para dar e durar...
prevejo um grande ano pela frente para o Coração da Cidade , de muita luta de muito trabalho, mas acima de tudo de grande ajuda por parte dos seres de luz que nos guiam o caminho...
quem estiver deste lado sentirá mais próxima essa luz inextinguível...


um bom ano 2012... 
olhe a vida com os olhos da esperança...

lasalete

publicado por lapieta@sapo.pt às 13:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 30 de Agosto de 2011

NOVO HORÁRIO...

 

 

a partir de 1 de Setembro O Coração da Cidade, vai passar a funcionar com o horário mais alargado...

 

das 1o horas da manhã até às 20 horas, vai receber todos os que estão em situação de carência...

 

já estão a chegar mais voluntários que vêem assim as suas possibilidades de voluntariado comtempladas , para que possam exercer a sua solidariedade depois do seu horário de trabalho normal...

 

muitos pedidos aconteciam nesse sentido...

 

muita gente quer colaborar, mas não tinha tempo no tempo...

no tempo em que estavamos a laborar estavam eles a trabalhar...

 

assim, as situações vão também ao encontro desses voluntários...

 

as condições de ajuda neste momento são estas, porque com a quantidade de pedidos de ajuda, só temos é que esticar o tempo...

 

serão 10 horas de trabalho por dia, só no Coração da Cidade...

 

depois ainda se prolonga o nosso serviço, porque outros afazeres acontecem á porta fechada...

 

no Coração da Cidade trabalhamos cerca de 14 horas diáriamente...

 

 a todos os que nos visitaram nestes dias e encontraram a porta fechada,pedimos desculpa,  deveu-se ao facto de estarmos encerrados para reequipamento e desinfecção, limpeza e reestruturação dos espaços, devido á afluência de pessoas que vamos receber agora em Setembro...

 

o ano social na Associação Migalha de Amor tem sempre inicio em Setembro e vai até final de Agosto...assim como os departamentos de apoio social...

 

todos os que nos visitaram e não puderam estar connosco, se assim o entenderem podem fazê-lo, a partir do dia 1 de Setembro...

 

 muita paz... e...................


lasalete 

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 11:56

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Agosto de 2011

mil formas de amar o mundo...

align=

amar o mundo..... é vê-lo com outros olhos...

 

 

 

muitos perguntarão ... como? ... como amar o mundo , do jeito que ele se encontra...

 

é exactamente quando tudo está errado que devemos amar...

 

fazendo sempre o nosso melhor, ajudando na medida do possível, invertendo os factores da preguiça e trabalhar então por um mundo melhor...

 

 

 

são tantos os senhores da guerra... da guerra fria... que se vangloriam de serem os que mandam e os que invertem as situações e deixam os humanos atordoados, a fazer de conta que sabem de tudo e ocultos se riem de tantos papalvos assustados, que somos todos nós, derretidos em frente dos ecrãs a ver as notícias e a descobrir com estão afinal os nossos parceiros europeus...

 

 

 

os continentes, enquanto dormimos vão mudando lentamente a sua rota, estrelas cadentes rompem o céu, sem que nos apercebamos...

 

 

 

no conjunto dos universos, muita vida desponta, no nosso planeta muita vida se transforma...

 

 

 

no nosso mundo parece que tudo adormece e espera que nós acordemos no dia seguinte...

 

 

 

nada nem ninguém espera por nós...

 

a nossa mesquinhez é que nos faz crianças a brincar de faz de conta...

 

 

 

é necessário despertar e acordar deste pesadelo, que alguns até tomam como sonho, para não terem mais trabalho e preocupações...

 

 

 

despertar de vez é urgente...

 

olhemos o nosso mundo em redor, que se divide mil vezes na esperança de que alguém lhe dei-te a mão para não se afundar...

 

 

 

gritemos bem alto ( dêem as mãos)...

 

paremos de vez com a nossa imprudência e construamos de forma diferente o mundo dos nossos filhos...

 

 

 

quem está verdadeiramente empenhado em tudo isto?...

 

 

 

muito poucos... os políticos, não estão de certeza...

 

e os empresários...não, também não estão... estão demasiado preocupados com os lucros que nada sobem neste momento...

 

as mega fraudes sucedem-se e nada se faz... os créditos continuam a ser concedidos e nada se faz...

 

 

 

afinal quem está mesmo atento... uns quantos, mas esses têm medo de reagir...

 

os que querem reagir, ainda pensam que estamos na revolução dos cravos e dizem sempre a mesma coisa... já não convencem ninguém...

 

mesmo que algo esteja correcto eles são sempre contra...

 

 

 

grande parte dos que elegemos neste momento davam tudo para saírem do cargo que ocupam...

 

 

 

dentro de dias o programa de emergência social vai entrar em funções... muitas instituições se não forem ajudadas vão entrar em colapso financeiro... o problema é que muita gente que está a ser ajudada vai deixar de receber ajuda...

 

 

 

amar o mundo é fazer um pouquinho pelo espaço que nos rodeia e estar atento vendo onde é possível ajudar...

 

 

 

enquanto se discute a nível mundial, local ou regional, toda a gente foi de férias como se nada se passe-se ... e agora em Setembro...

 

 

 

amar o nosso mundo, é algo mais que esperar, é arregaçar as mangas  e trabalhar em benefício dos outros, com a consciência de que estamos ao mesmo tempo a trabalhar em benefício de nós ...

 

 

 

deixo-lhe aqui o meu abraço... escrever para vocês é uma das mil formas de amar o mundo…

 

 

 

lasalete

 

 

 

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 02:08

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 30 de Janeiro de 2011

receita sorrisos ...

 

 

hoje procura sorrir...

 

vais descobrir de certeza que muita gente não sorri...

 

olha os rostos que se cruzam com o teu, e verifica que parecem alheios a tudo o que os rodeia...

 

a maioria saiu da sua rotina, que é trabalhar para alguém e fazerem o que os outros mandam...

 

hoje ninguém manda sorrir porque é Domingo e então não sabem dicidir sozinhos...

 

então parte para a rua e receita sorrisos...

 

quando alguém está com dores, toda a gente receita o analgésico que costuma tomar

 

...

vai para a rua e receita sorrisos...

 

leva o coração cheio para dar...

 

todos, de uma forma ou de outra, necessitamos que nos digam o que fazer...

 

avança mundo fora e sorri...

 

hoje é Domingo... pede que façam feriado da má disposição...

 

sorri... sorri... sorri...

 

sê feliz e que Deus te abençõe o esforço...

 

 

lasalete

neste momento eu estou ...: felliz
publicado por lapieta@sapo.pt às 09:03

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

a química da lágrima e a ...

FOME DE PALAVRAS ...

a massificação dos desejo...

2012... O ANO DA ESPERANÇ...

NOVO HORÁRIO...

mil formas de amar o mund...

receita sorrisos ...

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags