Domingo, 11 de Maio de 2008

Fome...Fado ... Futebol...

 

 

muita gente vai perguntar...

-mas afinal que tem o Coração da Cidade a ver com  o Pinto da Costa ?...

 

 é um amigo voluntário, incondicional, desta instituição ...

 

como dever moral, nós sabemos estar ao lado de um amigo,  nos momentos mais difíceis... e todos nós sabemos que este momento não é fácil para este homem...

 

 

a qualquer um de nós, é fácil julgar, a qualquer um de nós é fácil condenar, porque no final das contas, não é de nós que estão a falar... até nem somos assim tão conhecidos da opinião pública, para que venham bisbilhotar na nossa vida e condenar os nossos comportamentos...

 

mas quando assim acontece e nos tornamos numa figura mediática, estamos sujeitos a todo o tipo de ingerências, na nossa vida e no nosso trabalho ...e se falharmos, todos tomam conhecimento da nossa vida e dos nossos erros...

 

esta semana, não falhando nos meus números, atendi seis trabalhadores com contrato efectivo de trabalho, que despedidos sem justa causa, foram descobrir que afinal o patrão os despediu sem preocupação alguma, nunca fez os descontos devidos para a segurança social, rompeu com eles o contrato e, a três deles, nem sequer os patrões se prontificam a pagar os seus direitos como trabalhadores efectivos...

 

não será também isto um crime ?...

 

o futebol, não deveria ser de modo algum a matéria informativa que deveria prender a nossa atenção...

muito dinheiro circula no meio do futebol e todos sem excepção que ocupam qualquer cargo desportivo neste sector, vivem à custa dessa luxúria de que se reveste o mundo desportivo...

todos estão circulando nessa montanha russa, onde todos os perigos morais estão lactentes...

mesmo os que de peito aberto vêm à frente condenar uns e outros...

 

eu pergunto: - onde estão esses senhores quando é necessário defender uma causa justa?

  • onde estão os que condenam, no momento de dar algum conforto a quem sem trabalho, vive das migalhas que caem das nossas mesas?
  • onde se encontram esses senhores engravatados, muito faladores, quando é necessário defender as populações mais indefesas?
  • onde estão os senhores do desporto e da política, a quem os que foram condenados fizeram favores sem monta?
  • onde param as vozes condenatórias, que falam do alto da sua "cátedra" e que nunca falaram a favor das populações mais desfavorecidas?
  • onde estão os homens e as mulheres do Norte, a quem nada é pedido, que nada dão,  a não ser a sua louca e suposta sabedoria em matéria de condenação?

 

e se neste momento, a comunicação social começasse a bisbilhotar a vida privada dos senhores "juízes de bancada" ?... quantos escapariam das bancas dos jornais com actos imorais, colectivos e particulares, que de certeza derrogariam os mais impostores e disfarçados modus vivendi, que ocultos ninguém consegue perceber...

 

o homem, ou os homens que esta semana se julgaram e condenaram, conheço-os por serem no Norte, homens sem tempo, sem vida própria e com capacidades extraordinárias de ajuda ao próximo...

 

deles ouvi um conselho...

-D. Lasalete o mundo é muito feio, nem todos estão disponíveis para ajudar, do que lhe prometerem, conte apenas com uma parte, ninguém tem tempo para a pobreza...

 

mas ... neste momento recordo sem dificuldade, as vezes que Pinto da Costa, no meio das suas viagens, quer em Portugal quer no exterior, telefonava a perguntar se estava tudo bem e se faltava alguma coisa no Coração da Cidade, que estava longe, mas se ele pudesse ajudar em alguma coisa ?...

 

no momento em que pessoalmente todos os loucos me queriam condenar, porque eu insistia em dar protecção aos sem abrigo e por tal acto me queriam prender, ele Pinto da Costa estava lá ao meu lado...

hoje com os meus fracos recursos eu estou aqui ao seu lado...

 

nas suas viagens a Lisboa, a trabalho pelo clube que ele ama como ninguém e ao qual entregou a maior parte da sua vida, sempre dispunha de tempo para ir junto das autoridades falar dos mais desfavorecidos e por diversas vezes o vi defender o Norte como zona à parte, mas que não devia ser esquecida...

 

ele não distribui apenas o seu dinheiro por diversas causas, como muita gente pensa, mas sensibiliza amigos e conhecidos para esta causa...

 

por sua ordem, O Coração da Cidade tem a possibilidade de recolher, tudo o que sobra dos jantares que se realizam no final dos jogos... outros buffets, espalhados por aí já fazem o mesmo...

porque este homem sabe o quanto custa ter fome, porque não é difícil vê-lo nas ruas do Porto a ajudar mesmo de noite, os sem tecto... e aí , dando do seu bolso, para que possam ir comer ou dormir...

 

não é de estranhar portanto que nós aqui o defendamos, porque dele conhecemos o lado melhor de qualquer ser humano... e sempre que se aproxima, somos nós que chamamos a comunicação social, porque, quer queiramos ou não, a sua imagem atrai a comunicação e assim a causa da pobreza sai a ganhar...

 

aqui portanto eu apraz-me perguntar?

  • de que crime são acusados os que deixam à fome milhares de pessoas ?
  • de que crime são condenados os que mudaram as cotas alimentares só para terem mais lucro ?
  • de que crime são acusados os que estão onerando os medicamentos na mira de lucros obscenos ?
  • de que crime são condenados os políticos, que sabem que existe desemprego e nada fazem para colocar um travão em todo este escândalo?
  • quantos em abono da verdade, se deitam de consciência tranquila, dizendo... nada faço de errado para com a humanidade ?
  • e onde estão aqueles que já beneficiaram das situações menos correctas de políticos e ricaços influentes, com consciência de que estavam a defraudar a lei?
  • que crime cometem  os  políticos que sabem que estão a matar a consciência portuguesa, defraudando a nossa constituição?
  • como se sentem os que sabem que estão a governar contra os direitos humanos, reduzindo à escravatura a maior parte do país ?

e a estes ? ...quem os condena ?... a União Europeia ?... quem são ?... ainda é preciso dizer ?...

não ...porque  estes, têm vergada a sua cerviz...

os que governaram ontem e hoje o nosso país, sempre se colocam ao serviço dos que mais têm, se assim não fôra, a pobreza no nosso país não estaria a crescer a uma margem de 37% ao mês...

 

acordem e não condenem ninguém... o futebol não é de interesse público... sempre será do domínio privado... do interesse público é a matéria dos impostos, da fome, da precariedade laboral, da habitação... enfim ,da não menos polémica educação... da justiça social e da lamentável saúde...

 

tudo isto é que deve ser discutido... mas enquanto formos manipulados, por quem sabe fazê-lo, estaremos a descobrir nos écrans de televisão os sebastiões que só saíram do nevoeiro, porque se esqueceram que, homens como Pinto da Costa, emprestaram ao futebol português a chave para abrir fronteiras...

 

a este amigo, a este nortenho, a este voluntário, nós levamos o nosso abraço solidário e o fazemos na certeza de que saírá mais uma vez vencedor desta batalha, ou seja de cabeça erguida...

 

a força de um campeão, não se mede apenas pelas vitórias, mas principalmente pela forma com encara as derrotas...

 

se a união faz a força, a força de vencer vem daqueles que sempre estão a nosso lado...

 

força campeão... ainda é cedo para parar...

 

lasalete

neste momento eu estou ...: lutando
publicado por lapieta@sapo.pt às 09:49

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 18 de Março de 2007

a todos os pais do mundo...

PAI...

amanhã é o teu dia...

Hoje quis reter em mim a tua voz...

Estranho não consegui... o eco está cada vez mais longe ...

Lembro-me apenas que oculto não te transmitias com tanta facilidade como a mãe...

Como foi importante o teu papel para que eu nascesse.

Gostava de reter na minha memória o momento de amor que deu origem ao meu ser.

Nada sei a esse respeito, não tenho registos que me permitam recordar os momentos da minha concepção...

Sabes pai, dizem que todos os momentos são de amor, o meu de certeza que o foi também.

Há dias especiais para a mãe, mas o dia do pai é muito importante.

Pai, ainda tens o colo onde me sentavas quando eu era pequenina? ... a tua barba era tão dura e eu brincava e ria feliz enrolando as minhas mãozinhas no teu rosto.

A mãe gostava muito de ti... eu sei eu espreitava pelos olhinhos miúdos os beijos que tu lhe davas e a forma como ela te devolvia o carinho ... que bonito par tu fazias com a mãe.

 

Pai sinto saudades tuas ...

Porque me deixaste crescer ? porque não me avisaste que crescendo eu ia ficar longe de ti?

Porque não me disseste que se eu  não permanecesse amorosa um dia ia berrar contigo ?

Porque não me avisaste que os homens também se podem enervar e mesmo assim não deixam de gostar da gente.

Porque não avisaste que um dia eu ia precisar de ti e tu não ias estar perto de mim?

Pai ... não me ensinaste que as minhas mãos também iam ficar enrrugadinhas como as tuas ... que a vida me ia obrigar a resolver muitos problemas que antigamente eras tu que resolvias...

 

Pai ... estás tão ausente ... será que fui eu a culpada dessa distância?

 

Pai ... não envelheças, pai tu és o maior ... a mãe dizia sempre : - o teu pai tem mais força ... eras sempre tu que:

·          pegavas em tudo o que era mais pesado

·          trabalhavas mais fora de casa

·          comias na cabeceira da mesa

·          consertavas a minha bicicleta

·          martelavas os pregos com muita força

·          falavas mais alto do que a mãe

·          trazias o pinheiro de Natal para casa

·          limpavas a garagem com aquelas ferramentas todas

·          montavas a barraca na praia

·          conduzias com muita elegância

·          compravas as flores para mãe

·          deitavas ao vento o balão de S. João

·          passeavas o cão pela trela

·          lias o jornal e dobrava-lo muito bem para dar o exemplo

·          assobiavas quando tomavas banho

·          molhavas o chão todo, que eu limpava a seguir para a mãe não ralhar

·          compravas chocolates que eu devorava sem pestanejar

mas um dia eu cheguei a casa e tu estavas calado ... triste ... só ...

não perceberam que eras o melhor homem do mundo... o mais bonito, o mais amoroso, o mais correcto, o mais inteligente... que eras mais em tudo... que eras meu pai... e, despediram-te.

Tantos anos a trabalhar e nem te perguntaram se estavas preparado para ficar triste ... que maldade pai.

 

Pai eu estou aqui, eu amo-te muito, não fiques triste:

·          eu agora trabalho para ti, como outrora tu trabalhavas para mim.

·          Eu lei o jornal para ti e dobro-o direitinho como me ensinaste

·          Continuas na cabeceira da mesa, mas deixa ser eu a cozinhar

·          Eu pego nas coisas mais pesadas

·          Eu compro os teus doces preferidos

·          Eu dou-te o braço e vamos juntos comprar o pinheiro de Natal

·          Eu seguro o balão de S. João e tu acendes o fósforo

·          Eu conduzo muito bem, deixa-me levar-te a passear

·          Eu coloco uma música suave para quando tomares banho e se molhares o chão não tem importância pai, eu limpo, mas por favor não deixes de assobiar...

 

Pai ... pai ...  eu amo-te tanto

neste momento eu estou ...: tenho saudade do meu Pai...
publicado por lapieta@sapo.pt às 19:24

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

Fome...Fado ... Futebol.....

a todos os pais do mundo....

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags