Sábado, 3 de Maio de 2008

mãe ... minha mãe...

 

Mãe amanhã é o teu dia... 

   
O dia em que confirmamos a vida…
O dia em que de verdade, eu posso chamar-te... Mãe…
O dia de todas as mães…
O dia do grito eterno…
O dia do direito de nascer…
Mãe …
Vás tu para onde fores , estejas tu onde estiveres, vivas da forma que quiseres, sejas tu quem fores… serás sempre minha mãe…
E eu ?...
Vá para onde for levo o teu cheiro comigo…
Nos meus ouvidos , ainda que de forma indelével, vai o som do teu coração, que eu gravei quando me embalavas em teu ventre…
Nas minhas veias corre o teu sangue…sangue que me segurou à vida…
Em meu coração pulsa a vida batendo como me ensinaste, ao ritmo do teu amor…
Não és mais a menina jovem de outros tempos, mas, vida da minha vida, ainda que velhinha o teu coração fala de ti…
Na minha pele ainda pode notar-se a sombra da tua pele…
Os teus cabelos irão embranquecer e eu copiarei por eles o dom de envelhecer docemente…
Mãe, minha mãe…
Em ti como em mim… há vida que jamais alguém cortará…
Os vínculos da vida são eternos e tu serás minha mãe pela eternidade…
O meu tributo eterno às mães que deixaram acontecer a vida...
Lasalete … 4.4.08 
neste momento eu estou ...: amando
publicado por lapieta@sapo.pt às 19:20

link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Setembro de 2007

quando Deus nos vem secar as lágrimas...

quando acavaba de escrever meu recado não percebi que Deus estava a ler o post que eu escrevi...
passados alguns minutos recebi este recado ...
creio ser esta a forma de Deus tem de nos secar as lágrimas...
venho trazer um recado
Fragmentos de mim...
 
Eram 18h50 do ano de 1977, e na Ordem da Trindade na cidade do Porto alguém me obrigava a sair daquela bolsinha tão aconchegada que durante 9 meses me suportou!
Mas o que é isto? Quem são estas pessoas que estão a olhar para mim?
Acho que a voz daquela senhora me é familiar! É bonita, e tem o olhar tão meigo... ah, já sei! Deve ser a minha mãe!!!
Vá lá, senhores de bata de branca acabem de me limpar porque quero ir para o colo, é que a bolsa era tão quentinha e agora estou aqui, sem roupa e com um monte de gente a olhar para mim.
E finalmente lá estava eu, ao colo da minha mãe! Gosto muito destas coisas que ela faz e que chama de mimos!
Os adultos são engraçados, são grandes mas ao mesmo tempo têm medo de pegar em mim! Sou pequenina, mas não sou de vidro! Portanto, podem lá pegar mais um pouco... isto de andar em colo em colo até que é engraçado!
 
E foram assim, os meus primeiros minutos de vida...
 
Agora sou adulta, bem maior do que era em 1977 e também tenho medo de pegar em bebés! :)
 
Obrigado mãe, por me teres ajudado a crescer!
 
Beijinho docinho,
Lena


neste momento eu estou ...: serena
publicado por lapieta@sapo.pt às 11:50

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

as lágrimas dum dia feliz...

 

hoje deveria estar feliz...???????????? ... !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

feliz , porque faz anos que fui mãe pela última vez ... pelo menos na última reencarnação ...

 

vou fazer um almocinho gostoso, para que eu e as minhas filhas e o meu neto, ainda possamos sentir que a família existe...

 

triste... muito triste... porque me sinto só ...

 

de manhã senti um percurso de solidão sobre a minha alma...

 

as famílias naturais nunca deveriam deixar de o ser...

 

sei que não devo fazê-lo, talvez nem deva sentir-me assim... mas estou profundamente triste...

 

talvez por pensar que como eu, existem mães que também estou sós e eu ainda tenho os amigos e um elo de ligação muito forte a Deus, que me permitiu uma família...

uma casa ...e na mesa ainda tenho alimentos e os sorrisos daqueles que Deus me destinou...

 

a solidão aparece até no meio de uma grande multidão...

 

neste momento, eu estou a sentir esse friozinho ... afinal sou humana...

 

perdoem o desabafo... mas a técnica de parar as lágrimas ainda não a descobri...

 

mas se as minhas lágrimas, não se perderem no tempo, que pelo menos sirvam para diluir o sofrimento das mães que têm fome, frio , das que não têm casa...

das mães que nunca tiveram filhos...

 

ás vezes parece que a vida nos convida a chorar o choro dos que já nãm têm força para o fazer...

 

se posso dar um presente a alguém, envio meu desejo às mães que neste momento estão a dar à luz ... que sejam muito felizes... que os seus filhos venham viver em nome da paz e no seio dela...

 

que Deus abençoe todas as mães do mundo...

 

que Deus abençoe os meus filhos...

 

lasalete

 

neste momento eu estou ...: mãe
publicado por lapieta@sapo.pt às 11:09

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 6 de Maio de 2007

os partos do coração...

Hoje é dia da mãe...  Abençoada seja ...

 

Mas hoje não quero lembrar as mães que têm uma vida normal com os seus filhotes levando uma vidinha perfeitamente " normal" ... não não é dessas que pretendo levar até ao coração.

 

Nesta p á gina quero lembrar uma mãe que ainda não tem o devido valor na nossa sociedade ... a mãe adoptiva.

 

No Coração da Cidade tivemos este ano a grata satisfação de ver em duas voluntarias distintas a possibilidade de serem mães adoptivas ...

 

Uma adoptou um lindo menino ... j á com cerca de 3 anos e porque era portador de v á rios problemas ao nível da fala e da motricidade , o menino encontrou mais  dificuldade em ser adoptado...

 

Mas um dia o encanto divino preparou um encontro com aquelas três almas e for amor à primeira vista...

 

A vida da criança não tinha sido fácil até então e devido á falta de carinho e de tratamento tão deficiente o estado de subnutrição a que chegou agravaram de tal forma a vida do menino enquanto bebé que ele se apresentava com problemas muito graves...

 

O certo é que depois de encontrar o amor neste novos pais que o fizeram nascer de novo no seu coração ele é um menino muito feliz, apresentando j á progressos consideráveis na fala e anda muito bem embora com algumas dificuldade mas com alegria , prevendo-se que recupere quase a cem por cento...

 

Outra volunt á ria solteira, adoptou uma menina abandonada, crê-se que de etnia cigana ... muito lindo com una belos olhos negros, mas dotada de um carinho infinito... ambas se deslocam na vida com muito amor, revelando nas suas carícias que j á caminham h á muito tempo juntas...

 

Como é difícil a adopção de crianças mais velhas, estas volunt á rias não tiveram dificuldades e são como podemos perceber, muito felizes, mas acima de tudo fizeram felizes aquelas crianças que ninguém queria e que Deus conduziu até elas.

 

Este dia deveria servir de reflexão para que o problema de adopção permitisse entregar a muitas mães bebés que precisam de carinho, para que se formem mais lares felizes, para que as nossas crianças cresçam fora das instituições e em paz.

 

Mas terminar esta p á gina sem lembrar os pais da pequena Esmeralda, não é justo...

Adoptaram essa criança no seu coração cercaram-na de carinho e conforto, revelaram-se pais extremosos pela coragem com que a defendem e neste momento, estão com a espada da justiça sobre eles...

 

O meu forte abraço vai para essa mãe que est á prestes a ser julgada... e tudo em nome do amor...

 

Continua na mão da justiça a problem á tica da adopção e seria muito bom que os Juízes e Magistrados do nosso país pelo critério de julgamento imprimissem por seu turno mais celeridade no problema das adopções e contribuíssem de alguma maneira para " pôr ordem na casa "...

 

Cabe á justiça portuguesa ensinar, optando por sentenças mais justas e justificadas no bem senso e quando o problema tem a vida das crianças em julgado que fosse o interesse duma sociedade mais justa a sair vitorioso, para que futuramente não nos vejamos como tantas vezes na mão de oportunistas, revelando pouco amor e muito interesse próprio e escuso...

 

Quem tem consciência de que os seus filhos estão em primeiro lugar não os transporta duramente para as primeiras p á ginas... mas garante-lhes o direito á estabilidade e ao afecto permanentes.

 

O mau apreço por essa mulher e o meu grande abraço para ela neste dia... abençoada seja por ter adoptado esta menina, gerando-a no seu coração...

 

Que Deus lhe permita a vitória final, sobre a loucura do mundo actual.

 

Lasalete 

neste momento eu estou ...:
publicado por lapieta@sapo.pt às 10:07

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

mãe ... minha mãe...

quando Deus nos vem secar...

as lágrimas dum dia feli...

os partos do coração...

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags