Segunda-feira, 30 de Julho de 2012

tenho as mãos cheias de pranto...

 


estou desde manhãzinha... bem cedinho, a arquivar as minhas memórias...
e não é sem lágrimas nos olhos que percorro os últimos momentos vividos entre os mais carenciados, que na última semana, fui encontrar no Vale do Sousa onde O Coração da Cidade está a concentrar esforços, no sentido de amparar inúmeras famílias carenciadas...
Como sabemos na capital do móvel, grandes espaços comerciais estão a vagar e aí nos instalamos com os recursos que vamos recolhendo em bens , como roupa calçado, mobiliário, ect... enfim produtos usados que podemos transaccionar para alimentar mais de 2500 pessoas que temos à nossa responsabilidade...
lembro o caso de uma senhora, que nos abordou no sentido de ficar connosco durante o dia ( para ela e o marido poderem comer)...não têm comido... 
aceitamos e ela passou o dia de sábado, mas á hora de almoço, verificamos que ela retirava do prato o frango que deveria comer... perguntamos discretamente, porque fazia isso, e ela respondeu que era para comerem à noite...

providenciei que ela fosse ajudada de imediato e garantimos assim que eles não passariam mal no fim de semana...

á semelhança deste casal outros casos bem difíceis estão a acontecer, por esse Portugal fora...
estes nossos amigos que vêm trabalhar connosco em serviço comunitário em Paços de Ferreira, andam a pé mais de gora e meia para poderem procurar auxílio...
há crianças em situação muito precária...

O Coração da Cidade necessita muito de ajuda...
por favor inicie, entre os amigos campanhas de sensibilização que nos possam apoiar... isoladamente não conseguimos sobreviver...

qualquer ajuda para nós é vital...

não nos abrace apenas com o olhar... estenda os seus braços...

lasalete

neste momento eu estou ...: em paz mas sofrendo
publicado por lapieta@sapo.pt às 09:18

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Setembro de 2007

os sons da noite ...

os sons da noite no coração da cidade

 

 

QUANTOS SÃO OS QUE SABEM ESCUTAR A NOITE...

 

alguns conseguem...

quantos porém se deitam pensando na humanidade...

 

quantos conseguem adormecer em paz e sentirem que à sua volta no dia seguinte tudo vai ficar bem e a sua vidinha vai continuar de vento em popa...

 

quantos podem permitir que os sonhos os arrebatem e voarem para dentro dos sonhos inventando a paz...

 

os sonhos são indiferentes aos sons da noite, querem apenas plateias e secam as bocas e as mentes que dentro deles se encontram para resolver os sons de outros dias que não foram de sonho...

 

hoje falei com um menino de dez anos... vivo de olhitos flamejantes e indagadores, que me olhava com curiosidade e ansioso pude notá-lo no seu pestanejar constante...

 

falava a linguagem do encontro marcado com alguém desconhecido que lhe iria propor um sono reparador...

 

o menino não consegue dormir sozinho ... diz com toda a certeza da sua alma, que pode ser raptado de noite...

 

teme sempre acordar e não estar ao lado dos pais...

 

estes temores que demonstra , não dormindo e não sossegando mal se aproxima a noite, têm os sons da noite...

 

diz ele: - de noite está tudo sossegado... tenho medo que me levem... a minha casa pode ser assaltada...

 

falamos durante uma hora e como pude tentei convencê-lo que não iria acontecer aquilo que ele tanto teme...

 

os medos começaram a surgir após as notícias que todos os dias passam na comunicação social e a invasão dessa notícias suscitou na criança esse medo pesadelo que não consegue abandonar...

 

quantas crianças estarão a sofrer do mesmo medo e estranhamente ainda não conseguiram confessar a ninguém...

 

este menino não conseguiu nem junto dum médico encontrar solução para o seu caso...

 

de forma amigável e convicta consegui falar com ele...

 

ficou a olhar para mim e perguntou... : -como tem a certeza de que não vou ser raptado...?

 

nesta resposta que teria que dar ... eu não hesitei e tentei brincar com o facto, porque fosse qual fosse a resposta o medo ia continuar lá...

 

ele saiu mais aliviado, mas...

 

e os outros meninos... que mal estamos a fazer às nossas crianças que não vamos dar sossego a estes seres pequeninos que deveriam ser felizes e não vão conseguir...

 

que mundo estamos nós a construir, que as crianças não se sentem seguras dentro desse mundo ?

 

quem somos nós, pais e educadores que não levantamos barricadas frente à descomunal comunicação que não desperta na humanidade mais do que o medo por vezes infundado e não inventa oura forma de avisar e apelar que não seja complicando a mente dos mais pequeninos...

 

só nesta semana atendi com o mesmo problema mais de seis crianças ...

os casos sucedem-se e os tablóides em letras garrafais previnem assustando em generalíssima franqueza sem ajudar os mais pequenos na sua defesa pessoal...

 

é preciso dotar a noite de música suave, para que os sons da noite não falem de terror...

 

os meninos também desaparecem de dia, mas este menino confia nos seus olhos, mas tem medo de que se ele os fechar, alguém venha raptá-lo... dormir com os pais é a solução que encontrou...

 

como ele diz : -  eu preciso de viver mas tenho medo...

 

durante uns minutos ausentou-se da sala onde estávamos a conversar na presença dos pais... saiu na companhia do pai, mas antes de sair olhou para a cadeira perto da mãe e disse como aviso : -mãe, olha a mala tem cuidado...

 

que Deus proteja os meninos deste mundo, para que não se tornem adultos temeroso ou temidos...

ninguém tem o direito de roubar a infância a ninguém...

 

os dramas familiares de muita gente, que ninguém pagina e que ninguém lê , são demasiado urgentes de tratar... mais tarde sofremos os reflexos dum mundo inversamente colocado frente à vida...

 

e tudo em nome do progresso e sem responsabilidade...

 

apenas porque muito poucos se deitem pensando na humanidade...

 

uma noite de paz para todos vocês...

 

lasalete

 

 

neste momento eu estou ...: com sono... vou dormir
publicado por lapieta@sapo.pt às 02:25

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 18 de Agosto de 2007

o quarto escuro...

 

 

 

 

sempre que contactamos alguém que nos parece diferente temos tendência a catalogar as aparentes diferenças, ou as diferenças referenciadas por quem antecipadamente já nos contactou...

 

todo este palavreado, refere em duas linhas aquilo que pretendo dizer... as aparências iludem...

 

suspeita-se que grande parte da população não se entenda consigo próprio, mas de uma forma ou de outra se vai psico adaptando e com o decorrer da idade, vai deixando para traz seus ideais, suas ideias começam a amadurecer e deixa de lutar... instalou-se ...

 

as depressões cegarão mais tarde, porque podemos fingir durante algum tempo, mas não vamos poder fazê-lo durante todo o tempo...

 

na situação de auto pesquisa, encontramos alguns jovens, já que jovem o fomos todos, que se encontra nesta fase de procura, de vivência com espaços desconhecidos da sua mente e de encontros mais ou menos fugazes com figuras quase fantasmagóricas que se soltam na sua visão, consolando ou amedrontando, legendando o seu quotidiano e por vezes virando de pernas para o ar o seu dia a dia e o dos seus familiares...

 

para quem tem familiares jovens neste estado é angustiante, mas para quem está vivendo pessoalmente este drama é desesperador, muito embora pareça, que como estão no mundo deles , com medicação até vão passando menos mal...

 

é um grande erro deixar que tudo isto aconteça sem que as situações sejam esclarecidas...

 

na vida, nem sempre sabemos tudo ... há que procurar...

 

quem é menos avisado e está aflito tende a procurar as bruxinhas e os adivinhos, porque pensa que são coisas do mal e assim quem sabe, podem passar...

quem não acredita em nada disso, vai ao médico e espera que a situação acalme e tudo fique normal...

 

o problema é que não estamos a fazer nada normal, a vida não é normal, o dia a dia preenche-se de anormalidades e tudo parece fugir ao padrão de descanso mental... todos falam em cansaço... stresse...

 

nada pode ser pior para a mente de qualquer um de nós , do que a falta de tempo, de apoio , de palavras e de gente que nos permita falar de nós ...

 

quando reencarnamos trazemos ajustados cambiantes mentais que mais cedo ou mais tarde têm que ser divididos com alguém... o caso da afeição ou até da revolta...

 

temos também ideias que precisamos colocar em prática e daí a necessidade de os revelarmos a alguém ... a imaginação... as artes... os dons...

 

tudo se vai processando em aparente normalidade, mas quando reencarnamos com fantasmas dentro de nós... OS MEDOS ... as tais fobias que a psiquiatria estuda e que tenta ultrapassar , será bem pior...

 

fazem, os pseudo sábios, grandes excursões à memória para encontrar os culpados de semelhante anomalia, mas não pensam que a memória tem, também ,consigo, nos arquivos do nosso tempo, a capacidade de ocultar o que quer e o que lhe interessa deixar para depois...

 

diversos agentes, trabalham em nós manipulando energias de consequência para que o nosso karma se possa cumprir ...e assim , o que parecia fácil de apurar, até porque deu resultado no filho de uma amiga, no nosso caso não resulta...

 

é necessário aceitar as diferenças e saber que a nossa mente não obedece a moldes de sistematização , mas os encaixes próprios e propiciados de adaptação curricular, mediante a lei de Deus e a nossa necessidade evolutiva ,com características muito particulares ,que definem a nossa individualidade, mantendo-nos por isso mesmo, apenas iguais a nós próprios, actuam neste frenesim de consequências que visam apenas o crescimento do ser... ...

 

quando perguntei ao meu guia espiritual, depois de várias sugestões de amigos, que me diziam, faz assim, faz assado, isto ou aquilo... quando lhe perguntei.. ( mas afinal o que faço?) meu guia me respondeu ... SÊ IGUAL A TI PRÓPRIA ...

 

deu-me mais tarde a explicação de como efectuar as mudanças de sequência , conforme eu fosse necessitando de as fazer na vida ...e então explica ele... se tu quiseres imitar alguém porque parece melhor, iniciando essa mudanças que estás a alterar em ti?... nada ... trabalha em ti o que não te parecer  menos bem, risca de teu carácter e muda para melhor... mas para isso pensa em ti e sobre ti ...faz os ajuste em teu material afectivo e darás expressões cognitivas ao teu ser que se adaptará com o teu ADN espiritual e assim as emendas são feitas do teu e no teu material mental ... nunca imites ninguém, mas faz dentro de ti e contigo o melhor que souberes... porque na nossa vida todos dão leis sem nos conhecerem as particularidades ... são essas particularidades que nos torrna mais especiais...

 

por isso mesmo e para aqueles que se sentem diferentes...

aceitem-se como são... procurem saber afinal o que querem... não se assustem com visões que possam surgir... com vozes que falam na mente... eu também as tenho e não ando a fazer anomalias... sopram ao vosso ouvido coisas desagradáveis ... ouçam e nivelem o vosso parecer, porque já sabem o que é correcto e não é... procurem o apoio de um médico e contem o vosso problema, porque a medicina tem componentes químicos que ajudam a compensar o nosso cérebro,  que gasta nessas viagens sem tempo , mais do que é normal... visitem alguém que espiritualmente vos fale com racionalidade porque nada está oculto... não tenham medo nem se pensem diferentes...

 

se tiverem que procurar uma casa espírita que tem conhecimento para isso, não tenham vergonha, porque o conhecimento de muitas coisas está aí para ser utilizado e assimilado por todos... espiritismo nada tem a ver com bruxarias ou coisas esquisitas ... nada tem a ver com ocultismo...

 

saiam do quarto escuro ...não vão atravessar um túnel desconhecido ... é a vossa vida da qual têm profundo conhecimento...

 

procurem falar de dentro para fora ... sem medo e dentro de vocês vão encontrar o material de mudança de que precisam para serem felizes...

 

ai !... mas eu sou diferente ... que bom, por isso é tão especial...

 

não sei se falei para alguém... mas tenho a certeza, que está aqui material para pensar...

 

um bom fim de semana e um grande braço... estou sempre aqui ...

 

lasalete

 

neste momento eu estou ...: pensando
publicado por lapieta@sapo.pt às 10:15

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 22 de Julho de 2007

preto no branco ...

 

Moro em frente de um restaurante muito concorrido, onde todas as semanas é possível perceber uma grande festa...quase todas as semanas um casamento...

 

hoje não fugiu à regra e mais um casamento aconteceu ( a boda do casamento)...

 

estava neste momento a pensar sobre isso e parei para perceber até que ponto as pessoas não se deslocam ao casamento como convidados e nada fazem para que os noivos se aperfeiçoem no seu contacto para serem felizes e não deixarem a sua união engrossar o número de divórcios que estão a acontecer a uma velocidade impressionante...

 

não seria bom que quem vai a um casamento se comprometesse com os noivas no sentido de expressar com verdade votos de uma vida feliz ?...

 

pelos menos os familiares mais próximos estarem mais perto dos noivos nos primeiros tempos para os ajudar , porque a vida a dois sempre oferece desilusões e contratempos...

 

todos comem, todos bebem, alguns até fazem figurinhas indesejáveis , dão na maioria dos casos valiosas prendas ... mas quantos farão de verdade um voto de paz e felicidade para que aquele lar que naquele momento está em embrião nasça e cresça feliz...

 

a boda deveria servir para estreitar os laços dessa família unindo a outra família que vão engrossar o conjunto... mas todos se alheiam do facto deixando por vezes de parte os noivos que entregues à sua sorte ali ficam depois da lua de mel de frente para o palco da vida onde terão de desempenhar um papel para o qual ninguém nasce ensinado, mas que terá que aprender nas mais variadas circunstâncias...

 

o amor é muito bonito e até gostoso, dá prazer e felicidade, mas tem que ser entendido e estendido ao outro na base da tolerância e da educação mutua...

 

amar e ser amado é o melhor que pode acontecer ...

 

todos os cais deveriam fazer o seu casamento em três partes:

  • na primeira boda os convidados apenas comeriam peixe
  • na segundo boda, daí por cinco anos,  o prato de carne
  • na terceira boda , passados 10 anos, então sim , aos convidados servia-se o bolo dos noivos..

até seria interessante, era uma forma de ter os filhos presentes no casamento...

seria o sinal que aguentariam dez anos... e como diz um amigo meu, só custa os primeiros dez anos...

 

assim, até dá para brincar, mas como seria bom , que os convidados compreendessem o papel simpático que lhes foi distribuído , pedir felicidade para os noivos ... esse é o verdadeiro papel dum convidado, brindar à felicidade de quem está a convidá-lo...

 

porque hoje é Domingo... e de certeza que a esta hora, muitos estão a tirar uma sonequinha ... que tal se olhassem o vosso par, lhe afagassem o cabelo e olhando bem nos olhos dele, lhe repetissem as vossas juras de amor, segurando a mão dele entre as vossas mãos ...

 

já se esqueceram? ... não acredito...

 

falem ao ouvido assim... MEU AMOR , OBRIGADO POR ESTARES AQUI...

 

não esperem que a solidão vos bata à porta, porque nesse dia , vão querer que alguém vos escute e já é tarde, apenas silêncio e dor.... a vossas mãos vão procurar outras mãos e só restam as paredes do quarto, a cama vazia...

os vossos olhos vão chorar e as lágrimas vão cair como pingos de chuva numa vidraça, molhando o chão onde já ninguém pisa...

a almofada vai molhar-se de dor e dela soltar-se-ão borboletas entronizando as lágrimas que não querem ficar presas em vosso olhar...

 

nesse dia o vento não sopra , uiva assustando e traz o medo de volta...

 

a casa parece enorme, cheia de sombras gigantes sem rosto e medonhas...

a solidão é poeta e faz poemas de pranto e dor... poemas que os sós repetem na ânsia que Deus os escute e lhes envie o amor...

no mar salgado das lágrimas os braços se alongam para chegarem cedo à outra margem onde ainda se onvem risos que nos lembram outros tempos...

acordando do sonho-pesadelo, das questões que ficaram por resolver, olhando com atenção, no espelho apenas se reflecte a nossa imagem sem outro rosto sobreposto... até o espelho está de luto...

 

na mesa colocaremos sempre a mais um prato que ninguém suja...  no canto da sala uma cadeira que não se mexe ... o comando da televisão saudoso de outras mãos que não as nossas...

a toalha no lavatório nunca mais aparece desarrumada ... a outra escova de dentes continua firme, seca, sem cheiro e sem sabor...

e no dia em que tudo estiver muito arrumado está na hora de despertar ...

 

aproveite enquanto há movimento e mecha o seu coração... não se permita envelhecer por dentro...

 

 

um grande beijinho da   

 

lasalete ...

neste momento eu estou ...: muito bem... amando
publicado por lapieta@sapo.pt às 17:58

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 21 de Julho de 2007

carinho...

tem calma que os humanos estão a mudar...

 

carinho é o que todos desejam, mas que a maioria se recusa a dar...

 

é fácil senti-lo e demonstrá-lo com as  crianças...

 

não é raro oferecê-lo aos animais...

 

não é raro percebê-lo entre os animais, em relação aos humanos...

 

deveria ser menos raro entre os humanos...

 

carinho é dar sem receber... é afagar... é estar presente... é aconchegar... é olhar...

 

mas também é escrever...

 

é soltar a alma... assim desta forma, o meu carinho chega a muita gente ...

 

aos que estão mais perto eu abraço com as mãos... aos que estão mais longe só posso abraçar com a alma...

 

então, do fundo da minha alma eu desejo... que todo o carinho do mundo não passe em vão nas vossas vidas... façam dele registo... amem o quanto puderem a possibilidade de fazer carinho, porque chegará o dia em que não terão ninguém ao vosso alcance para fazer carinho, nem ninguém que faça carinho em vocês ...

 

e aí,  a dor passa a ser companheira de todos os dias...

 

acreditem ou não... quando fazemos carinho em alguém, mesmo que essa pessoa parta para o outro lado da vida, no momento em que ela nos perceba chorando ela vem fazer o carinho em nós ...

 

dar e receber está impresso na lei divina...

não dê na esperança de receber ... a lei actua sempre...

 

um bom domingo e muito carinho...

 

lasalete ... ( com todo o carinho) Kcarreg15.gif

neste momento eu estou ...:
publicado por lapieta@sapo.pt às 06:53

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 13 de Julho de 2007

dentro de mim ... ( poema)

 

dentro de mim existes,

como um fogo que devora

e não se esconde,

como um eco que se demora

e vem ... não sei de onde...

 

dentro de mim existes ...

como luz que ilumina

e me encaminha,

como estrada indefinida

mas que é minha ...

 

dentro de mim existes ...

rompendo os sons da vida...

mas... se não existisses ?

baterias do mesmo modo a outras portas?...

gostaria de gritar... se tu me ouvisses....

 

quero-te muito...

porque quero...

porque no fundo teu apelo é sincero

... ou porque tenho medo

que partas e não voltes...

 

dentro de mim existes como fome,

dum sentimento

que dia a dia me consome

e que transpõe as dores

de quem me atrai...

dentro de mim ...

és como gente viva que amedronta...

és análise da alma sempre pronta

a confrontar-me... a exigir sem duvidar...

 

dentro de mim,

respiras e vives ... sem enfado...

és veloz... firme ... és vendaval

também és prisão ...

às vezes tribunal...

rasgas meu ventre consciência

e queres impor-te...

estás em mim... não tenho opção...

 

não te pareces com ninguém

és tu somente...

entraste em mim,

qual louco  feito gente

me obrigaste a aderir ao teu prazer..

as vezes quero expulsar-te ...

 

não tens rosto ... és ... emoção

dentro de mim és apenas coração...

 

obrigada ... Deus ...

por estares dentro de mim

 

 

 

lasalete

neste momento eu estou ...: vibrando
publicado por lapieta@sapo.pt às 08:21

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Julho de 2007

mais importante que verbalizar doutrinas é humanizar atitudes:::

 será que estão a falar de mim ?

 

 

 não, aclaro que não...

 devem estar a falar deles...

 mas os humanos são tão complicados...

 nunca se sabe ...

 

 

não sei se na realidade , todos já se aperceberam que entre o macaquinho e o homem ,vai uma distância muito grande ... e a vida com autorização superior, foi introduzindo as suas modificações, para que, de uma forma ou de outra, o ser humano percebesse essa diferença...

 

mas criar um conceito de humanização, continua a ser complexo, já que na maioria dos casos parece que ninguém sabe de que se trata afinal...

 

 

se conseguirmos plantar flores em vez de construirmos grades ou barreiras...

 

se conseguirmos espiritualizar e discernir sem as correntes doutrinárias à mistura que tripudiam por vezes e de forma exagerada, sobre as preocupações dos homens, para vender um lugar no céu, que nem eles sabem onde fica...

 

se conseguirmos sublimar o pensamento, ensinando que humanização é um passo para a felicidade...

 

se formos capazes de humanizar , ensinando que os deuses são mais humanos do que possamos imaginar...

 

se humanizarmos, ajudando a caminhar, sem medo dos infernos, mas apontando alternativas siderais...

 

se podermos humanizar, contando as pequenas estrelas, sem apontar os sóis, que dificilmente se alcançam...

 

aí sim... estaremos a dar um passo muito grande ...

 

 quantos anos distam

destes pés acorrentados ?...

quantas correntes ainda se colocam,

apenas porque

não sabemos humanizar...

 

 

 

 

 ponderemos nas indumentárias mentais, de que muitos homens se vestem , para convencer os que estão mais fragilizados, de que eles é que são os salvadores da pátria... e só eles têm a chave do céu...

introduzir humanização nas religiões e nas bases doutrinárias, ainda não é um hábito, porque os homens não se sentem com coragem para mostrar aos outros homens, a forma extraordinária da nossa igualzinha condição...

 

o rei quer mostrar que é mais divino que os súbditos ...

 

o presidente e o ministro mais poderoso que o povo...

 

o sacerdote mais santo que os fieis...

 

assim, caminharemos com mais dificuldade que os animais, que em igualdade de circunstâncias, apenas recorrem às suas capacidades instintivas, porque sem consciência formada, só tem que contornar essa faculdade ...

 

mas o ser humano, dotado de consciência, tem que a validar a cada minuto, senão a cada segundo, para se poder distinguir dos animais seus companheiros de existência...

 

com relativa facilidade neste mundo se distinguem...

os humanóides ... aqueles que se movem apenas pelo instinto ...

os hominúsculos ... aqueles que só se manifestam através da opinião dos outros...

os hominuberos ... os que tentam a todo o custo desumanizar , não ajudando o ser humano , a progredir rentabilizando os seus próprios recursos, consultando os seus próprios registos emocionais... enfim, os que apoiam dentro do medo e não sabem ensinar através da doutrina mais correcta ( O AMOR)...

 

a paz, deve ser sempre o cenário que todos devem, pintar para a humanidade...

 

a guerra é um sintoma de involução , que os ditadores preferem, porque não sabem amar...

 

os medos dos ditadores, são fantasmas com corpo de matralhadora...

 

devemos aprofundar as regras insanas da luta armada ...

porque elas próprias ainda lidam com o instinto, que nos introduz rapidamente nos parâmetros do belicismo exagerado, para onde os políticos empurram os incautos , apenas porque não conseguem depreender , que estão tão somente, a retardar o processo humanizador do planeta, onde não poderão existir armas, guerras, ódios ou quezílias...

 

os dramas sociais são difíceis de ultrapassar, porque os prosélitos de quase todas as religiões aderem através do medo às doutrinas existentes...

 

na maioria dos casos, essa mesmas religiões, rentabilizam recursos financeiros ,que determinam e alimentam outras guerras ... porque o medo impera...

 

quando se sabe falar de DEUS , não se pode falar de lucro, mas de amor...

 

quando se sabe falar de DEUS, não se deve falar de precariedade , mas de abundância de dons...

 

quando a espiritualidade superior, pediu para que O Coração da Cidade, abrisse as portas aos mais carenciados, criando um restaurante próprio, onde diariamente houvesse um prato de sopa e um cobertor, para quem fosse necessitado, logo surgiram aqueles que pensando errado , estavam na esperança de que fossemos ensinar alguém, recorrendo à doutrina espírita...

mas, o meu amigo espiritual, veio em meu socorro e colocou tudo no seu devido lugar... e para que ninguém mais se esquecesse do seu papel, apontou o caminho de carisma ecuménico e introduziu a frase que conduz esta obra solidária e tem sido o meu caminho de vida...

 

MAIS IMPORTANTE QUE VERBALIZAR DOUTRINAS É HUMANIZAR ATITUDES ...

 

é necessário informar a humanidade, que todos, com religião ou sem ela, são ricos em recursos próprios, apenas os devem descobrir e aplicar ...

nasçam então os pescadores de almas... pois entendo que JESUS ... estava a falar de humanizadores, mas todos inverteram o facto, porque era  e ainda é, "politicamente correcto"...

 

o despautério com que muitas religiões funcionam, na mira do lucro fácil, criando patrimónios incalculavelmente poderosos, não é para mim preocupação pelo montante , mas o que me preocupa, é a forma como esse património foi conseguido...

 

as promessas pecuniárias com que se tenta negociar com DEUS... são um escândalo...

 

Deus existe... é um facto... é energia surpreendente e que surpreende pela grandeza que se desdobra a nossos olhos todos os dias...

o fenómeno a que chamamos natureza , diz da grandeza infinita desse DEUS...

 

o DEUS humanizante que falo, não está preso nas letras de um livro qualquer... está, no mar,no ar ,no sol, no vento,na chuva,na lua, nas estrelas, na noite e no dia,no luar, no olhar e no pensamento, na poesia, na música ,no silêncio... e agita a na sossa consciência...

 

só não existe, é o deus pequenino que as religiões inventam, como se a esse deus, não lhe fosse possível sair do antigo testamento , sem direito a êxodo ... recluso do sistema incolor de homens com pouca imaginação...

 

 

a grandeza divina é um facto inquestionável ... chama-se humanização...

 

dessa verdade ... todos somos arautos...

 

mas os predadores da mente humana, vinculam DEUS ao excursionismo exagerado do prémio e castigo, sem culpa formada , mas regrante das leis dos homens...

 

DEUS , expressa bondade em sublime atitude, só possível a um DEUS amoroso, quando nos  possibilita  nascer , viver , morrer e renascer segundo a lei...

 

a reencarnação, que muitos ainda não entendem muito bem o que é ... é a expressão máxima da humanização e do amor de DEUS...

 

DEUS, aposta fortemente nos homens ... poderia dizer até , que ...

 

O AMOR É UMA  APOSTA  ETERNA...

 

a energia máxima dos recursos humanizantes ...

 

 

lasalete ...

neste momento eu estou ...: aprendendo
publicado por lapieta@sapo.pt às 08:03

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 28 de Junho de 2007

para além do medo...

 

 

  indefinidos ... mas voando

vão os nossos medos

os Deuses seriam incapazes de os perceber...

 

os anjos que nos acompanham, deixam que voem e voltem para acertar connosco nova forma de estar...

 

já dói chorar durante o voo ...

 

as asas batem em silêncio para que ninguém acorde, sem ter que despertar...

 

somente as florestas do medo sabem que passamos lá ...

 

mas a final para onde vai o medo ? ...

 

para lado nenhum, apenas vai passear durante algum tempo , esperando pacientemente voltar e depois iluminar feito luz...

 

os voos não se fazem à toa...

 

são por vezes rasantes ... mas, ainda que não pareçam têm direcção certa... 

caminham conforme o vento da nossa esperança... 

mas voltam ao aeroporto da nossa consciência...

  

não mande o medo sem direcção, pois que ele sabe sempre a caminho de volta...

 

o caminho para além do medo, é sempre a própria alma, que no torvelinho das suas emoções, é obrigada a trabalhar a fé para acertar a mente...

 

segurando os nossos medos está Deus, amoroso e constante, convidando ao repouso na hora certa, para que aconchegados na sua misericórdia, possamos acordar refeitos e predispostos a novos desafios ...

 

no mundo imenso das viagens siderais, apenas os homens se atrapalham... Deus não... sob a sua tutela, jamais se perde o horizonte ...

 

lasalete                          

neste momento eu estou ...: voando
publicado por lapieta@sapo.pt às 10:13

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

tenho as mãos cheias de p...

os sons da noite ...

o quarto escuro...

preto no branco ...

carinho...

dentro de mim ... ( poema...

mais importante que verba...

para além do medo...

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags