O Coração da Cidade precisa de amigos... seja amigo do coração...

o seu donativo é muito importante para nós...

MILLENIUM- BCP ... 0033 000000 239551298 05 

Sábado, 9 de Agosto de 2008

nova oportunidade...

 

 

a cada dia que passa ...
a cada momento que nos abraça...
a vida se desdobra em mil razões para nos ensinar...
 
de novo o fim de semana ?...
 
se durante a semana nos dizemos pressionados por razões de ordem laboral, no fim de semana se não temos a nossa emoção bem arrumadinha, dizemo-nos pressionados pela família... porque não nos entendem, porque nos consomem... porque .... porque ... porque… enfim...
não será, porque nós mesmos, já não estamos verdadeiramente  ligados aos que fazem parte do nosso círculo mais próximo ?...
 
ou então...
porque destruímos a capacidade de nos encantarmos com coisas simples ?...
porque consentimos paulatinamente a destruição da inocência e a pureza de carácter das nossas emoções ?...
porque deixamos que tomem conta de nós, os desejos reprimidos que nos castraram as emoções e os anseios ?...
porque nos permitimos envenenar pelos medos alheios, tecidos no manto de leis de moral social, que Deus não criou ?...
porque esquecemos como é bom gritar " eu quero a liberdade"...
ou porque ignoramos um laboratório fantástico e muito particular que se chama consciência... onde de forma sequencial realizamos e guardamos as fórmulas secretas das nossas experiências?...
 
 
tudo porque, por ignorância... 
arrumamos erradamente na nossa ideia, que temos um plano Kármico que se cumpre com enorme sacrifício... errado...
o plano kármico de cada um de nós é nada mais nada menos que a súmula do passado, do presente e do futuro, apenas a pedir brilho espiritual...
então, o karma é o nosso despropósito e o nosso propósito, daí que estejamos e ser solicitados constantemente para darmos respostas cada vez mais elevadas, por isso mesmo os nossos problemas sobem de grau de dificuldade, ou se apresentam repetidamente, porque a vida nos quer  mostrar que sobre o assunto ainda não demos  a resposta adequada...a mais correcta...
 
a fragilidade do nosso ser, ainda se mede pela falta de compreensão sobre a missão de cada um no seu plano kármico... é afinal é tão simples ... é darmos à vida uma resposta mais consciente... menos egoísta e mais dinâmica...
 
não temos que aguentar nada, nem ninguém, pois que este tipo de raciocínio se constitui num apreciar medíocre da nossa razão de viver e até da bondade divina...
cada um de nós tem uma ferramenta de acção utilíssima que se chama livre arbítrio...
 
entender o que nos é solicitado e entendermos quem somos e ao que viemos, é o grande desafio das geração actual…
todos reencarnamos numa época áurea… viemos à Terra na era de novo conhecimento, onde nada está oculto, onde nada está vedado e onde tudo está à espera dum parecer conclusivo...
 
a nossa escolha é por isso mesmo a batuta kármica que vai permitir a modelação duma obra maravilhosa... da sinfonia de vida que espelhará a nossa elevação
no painel de opções que se desdobra à nossa frente, fazermos a escolha certa, é na realidade um alívio… e pelas escolhas que fizermos podemos aferir do grau de adiantamento que temos...
 
o percurso de cada um de nós dita portanto a cada dia, nova oportunidade...
é só querer saber quem são os que nos rodeiam, observá-los e entendê-los dentro das suas dificuldades e carências afectivas e espirituais...
 
a cada momento a sua oportunidade...
a cada oportunidade a sua resposta...
a cada resposta o seu conhecimento...
a cada espaço de conhecimento a sua aplicação...
a cada aplicação a sua escolha...
a cada escolha a devida protecção...
a cada protecção o seu merecimento...
 
a sementeira é livre... a colheita obrigatória...
 
navegamos num mar de indecisões, apenas porque nos assiste ainda a ausência de esperança e de consciência absoluta de que somos um ser cósmico, a trabalhar para o bem do universo...
 
não nos quedemos porque as nossas resposta ainda são menores de conceito... mas arrisquemos mais, que logo, logo, nos observaremos a dar respostas mais completas e de maior ordem de grandeza espiritual...
 
neste fim de semana... pensemos... será que até têm razão... quem sou eu afinal ?... o que vim cá fazer ?... quais são afinal os meus anseios ?...
 
não acreditemos, que tantos sacrifícios são apenas o ensaio para o grande espectáculo da nossa incompetência, onde os nossos ideais se sintetizam no querer uma casa nova e mais bonita que a dos amigos, ou no desejar a todo o custo o carro de última marca... tudo isto é muito pouco, para quem foi criado por Deus...
 
nós somos grandes… então tenhamos desejos de sabor divino ...
nós somos grandes… então tenhamos atitudes de características universais...
nós somos deuses... assim o disse o Mestre de Nazaré... então coloquemo-nos nos parâmetros de grandeza de que dispomos...
 
todos os dias um pouco de cada vez e estaremos cumprindo o que Deus destinou para nós.. sermos inevitavelmente felizes...
 
avancemos vida fora, com consciência e vontade resolutiva de abraçar-mos as novidades que a vida tem para nos oferecer… acreditemos em nós…
 
acreditemos ou não… quer queiramos ou não… somos vida em movimento e cada um dos nossos gestos mentais influi grandemente na vida do universo…
 
solto de mim  o desejo eterno de que esta mensagem atinja quem a ler no maior manto de felicidade possível...
 
um abraço de paz ...  lasalete

 

neste momento eu estou ...: feliz e muito ocupada
publicado por lapieta@sapo.pt às 13:55

link do post | comentar | favorito
Sábado, 29 de Dezembro de 2007

2007... autocracia ... os gestos silenciosos...

 

 estamos contando os últimos momentos deste ano...

a humanidade quase sem premeditar avançou, vida adentro, sem ilusões, pelos corredores das experiências mais incríveis que podia imaginar...

 

as mesmas caras, os mesmos olhos e os mesmos ouvidos, foram colocados ao serviço de outros gestos mentais e fervilharam de emoções inimagináveis, para quem apenas queria a paz...

aliás foi esse o grito mais ouvido em 2006... quase a finalizar o ano...

 

porém, as vidas de toda a humanidade se cruzaram e mesmo sem premeditar ou sem ter a oportunidade de escolher ,elas foram sendo vividas, coarctadas , algemadas, acorrentadas...

as democracias, conseguidas à custa de muito suor e lágrimas, muito embora vestidas de eminentes protagonizações, são colocadas em perigo constantemente...

os povos cansados de promessas permitem-se à promiscuidade do faz de conta...

 

o povo vai a votos quando não chove e revê-se dolorosamente nos números da abstinência, que quase sempre se desculpam, porque as eleições ou os referendos de fim de semana, facilmente se substituem por férias bem cuidadas...

na terra do tudo é desculpável , a cidadania também o é...

 

no sistema sbsidiário em que estamos incrustados , o que mais dói, não é de certeza a iliteracia , mas a falta de civilidade, de compostura, de amor próprio, de auto-estima , de miserabilismo, que a cada dia mais se processa ... porque, os que nos haviam de dar exemplos de bons cidadãos , partem para as  primeiras páginas dos jornais, de forma a que quase sejamos tentados a pensar que o crime compensa...

 

os romances cor de rosa de bordel barato, enxameiam as páginas cor de rosa e é só vender, a publicidade e a desmesura que se empresta a todo o tipo de atitudes despudoradas e caprichosamente expostas, são o alimento da mente portuguesa que devora tudo, como se de lauto cozido se tratasse, regado à boa maneira do povinho com bom vinho à mistura em altas velocidades, pela mão de altas personalidades...

 

nas barbas de quem passa, lá vai o cortejo de famosos, é só formatar mentes juvenis para a moda e o prazer... tudo pelo sexo barato que até se vende em todas as revistas e com os prognósticos à mistura, não há santo que não faça as suas previsões... o mistério para todo o tipo de gastos a quem é ignorante...

 

os programas recreativos sucedem-se e é dos escândalos que se alimentam as televisões expondo fotocópias angulares ... passados os programas em revista ao fim de oito dias já os sabemos de cor... a imaginação também neste quadro não tem sido muito forte...

 

abrandou-se um pouco o escândalo dos jovens adolescentes escandalosamente vendidos como carne para gasto brutal e logo o país, senão o mundo, fica preso do desaparecimento misterioso da criança que põe em cheque , democracias, monarquias e planaltos judiciários...

 

mas, enquanto tudo isto se desenrola a uma velocidade vertiginosa, os governos gozam de impunidade na sua tão lenta e improdutiva governação...

 

depois de ontem ver a derrocada de espaços de saúde... fiquei pasmada... com os gastos que não deviam ser feitos, quando são levantados e equipados pavilhões, para acudir ao povo indefeso e logo a seguir, se isolam , se encerram, deixando maior a desertificação de meios e de métodos e de propósitos prósperos , que a todos satisfaria e de certeza absoluta, daria mais paz, a quem nada possui a não ser a fé que ainda lhes resta...

 

ainda não estávamos refeitos do encerramento das escolas , onde aglomerados se encontram , magotes de jovens, impossíveis de educar e que não têm ninguém interessado na sua educação a não ser os professores, pobres e mal pagos e já temos o choque   brutal, a machadada inclemente dos centros de saúde dos localidades mais desprotegidas do país...

 

gostaria apenas que me dissessem quem paga tudo isto, ou melhor, quem está a lucrar com estes encerramentos...

 

quando temos ainda tanto para construir e nos permitimos a encerrar espaços construídos e equipados há menos de dois anos?...

 

o desemprego continua a alastrar, os cursos de faz de conta continuam a surpreender quem está desempregado e acredita que depois pode obter um emprego com as novas competências adquiridas...

 

não é certo que a democracia tem descambado em autocracia e não se peça responsabilidade aos ministros, que a sós, deliberam encerramentos  holocausticos , colocando as populações indefesas à beira de um ataque de nervos...

 

a globalização assusta, mas a autocracia ,a mim , assusta muito mais...

 

á necessário humanizar... é urgente cumprir as directrizes eleitorais e não baratinar o povo que de tão subsidista , quase se transforma ideologicamente naquela graçola, que já é anedota...( afinal o que fazes?... e ele responde ... - nada, compro tudo feito)...

 

eu até considero que em alguns aspectos evoluímos , mas frente às necessidades que são enormes,  estamos muito longe de ter evoluído o aceitável ...

 

estamos com um comportamento miserabilista ... intelectualóide ... computadorista e não percebemos que as relações humanos são importantes...

 

portanto amigos, não se espantem porque os gangs estão a proliferar...

 

nem inventem que a polícia e a justiça sabe o que faz...

 

com todo o respeito... não interessa eu saber o que tenho que fazer, se não o fizer...

mas para fazer o que eu devo, não pode ser isoladamente, são necessários apoios , comprometimentos...

 

2008 está aí, prontinho para rebentar no maior escândalo de todos... não, não estou a fazer previsões... esperem só para ver...

 

rebentará por certo e engolirá muitos apitos dourados...

 

não nos podemos ajoelhar mais, é preciso agir... é necessário trabalhar , colocar o governo a trabalhar em condições ... para o governo fazer o seu trabalho em condições , precisa de querer arrumar a casa , limpando o que está errado e sair para a rua, perguntar aos seus administradores o que se está a fazer... em que se está a gastar o dinheiro...

indagar se por acaso existem pessoas com capacidade de gerir...

 

mas estamos num mundo em que todos querem ser doutores, mas ninguém quer vergar a molinha...

 

o povo português precisa de aprumo e de estabilidade... este ano economicamente vai ser superdificil ...

chegará o dia em que nem subsídios haverá .. e depois?...

 

produzir ... ensinar ... trabalhar... rentabilizar ... democratizar ... educar...

 

ainda vamos a tempo... queira o governo aperfeiçoar os seus métodos e de certeza ganhará as próximas eleições ...

 

até a vontade chegar ... seremos um povo com opiniões mas acorrentadas ...

este é o perigo das autocracias... os gestos silenciosos...

 

lasalete

 

 

neste momento eu estou ...: desperta
publicado por lapieta@sapo.pt às 00:53

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

nova oportunidade...

2007... autocracia ... os...

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags