Terça-feira, 24 de Junho de 2008

a avenida era toda nossa...

 
O desfile do Coração da Cidade foi na voz da crítica um bom momento de S. João e eluminou a cidade por onde passou...
 
teve início na Rua Antero de Quental e de forma heróica lá chegou à Avenida dos Aliados...
 
mas, o caricato da situação é que durante todo o dia, devido à grandeza do desfile, comunicamos para todos os orgãos competentes e nada de efectivos policiais que acompanhassem mais de duzentas pessoas que iriam desfilar...
 
depois de serem requeridas as licenças respectivas, a única preocupação era de  que não poderíamos desfilar porque a Avenida dos Aliados estava sem trânsito, daí que, levarmos o carro de som estava fora de hipotese e nem seria possível permitir, que a camioneta que transportava a banda e que iria esperar por nós na Avenida, ali estivesse ,porque à hora que iriamos desfilar o transito não poderia acontecer no mesmo local ( 20,30 koras)...
 
chegamos por fim à Avenida ... apesar  da chuva que orvalhava quem passava , nós continuamos ...
paramos como combinado ao lado da Câmada do Porto, onde a banda nos esperava para podermos dar início à segunda parte do desfile... mas, para espanto de toda a gente, quando estavamos na Avenida, em plena noite de S. João, o trânsito circulava normalmente o que aconteceu durante as duas horas em que demorou o desfile...
 
sempre avisamos que iriamos ocupar grande parte do espaço ... o desfile do Coração da Cidade ocupava para gaudio de quem viu o desfile, complectamente a Avenida ... mais de meio kilometro de desfile...
 
lamentavelmente a comunicação social não registou o facto, pelo menos o esforço de centenas de pessoas que  se esforçaram por emprestar côr à noite de S. João...
 
mas o que mais doeu nesta cidade abafada e tumulária, foi encontrarmos a Câmara do Porto, complectamente às escuras... cheia de transito e dois palcos montados cada qual a tocar a sua música... quando entramos na Avenida os agentes municipais apesar de terem sido avisados, não viram com bons olhos que o Coração da Cidade ali descesse e apesar de verificarem que a banda ia tocar para o desfile , o elemento do palco em frente da Câmara se esforçou por berrar o mais possivel tentando de algum modo destruir o que de bom e real ali estava a acontecer...
 
naquele túmulo enorme atapetado de cimento e quase nu de vegetação era visivel a revolta de quem ali já se aglomerava para nos ver passar e lamentavam que um desfile daquela natureza  não merecesse de quem manda algum respeito...
 
todas as freguesias representadas vestiam de forma diferente  assim como os consehlos representados que vestiam a rigor e à época de 1900...
 
os arcos de desfile em número de 23 eram isoladamente e informação social de freguesia a freguesia...
 
os adereços na mão dos elementos femeninos do desfile eram tão bem feitos que a pololação pensava que o que levevamos na mão era de verdade...
 
ao laçar o olhar foi deveras surpreendente verificar que na totalidade o desfile envolvia complectamente a Avenida...
 
depois lá subimos para o nosso local de respeito a nossa instituição... e aí pelas ruas por onde passamos levando connosco a banda fomos deixando ao passar a alegria de outros tempos...
 
abriam-se as janelas e as varandas cheias de gwente, saudavam o nosso esforço...
as vendedeiras dispersas vinham até meio da pista para nos saudarem aplaudindo o colorido que estavamos a deixar por onde passavamos...
 
sem efectivos da polícia, fomos encontrá-los mais tarde
 em plena instituição ...
a polícia que não nos podia acompanhar, teve tempo para se deslocar à rua Antero de Quental, para multar os carros que estavam a impedir a rua , para saber que ruído se estava a fazer, porque é que estavamos a circular e tudo isto depois de nos garantirem que não tinham efectivos para se deslocarem connosco...
 
com licenças de ruído, licenças de ocupação da via pública , pedidas na Câmara com mais de 30 dias de antecedência, só as conseguimos, porque estivemos um dia complecto para as consegirmos, no dia 22 de Junho um voluntário passou um dia inteiro para arrancar as liçenças, que imaginesse até estavam numa secretária da secção que nada sabia a respeito...
 
sem ninguém para nos ajudar, ao pedirmos que o fizessem recebemos a resposta, que não foi isolada, de :-( ficam por vossa conta e risco, cortem a rua com as viaturas...) foi o que fizemos, mas afinal não podíamos fazer...
 
o S. João do Porto, tem que ser reabilitado e teremos que emprestar à Avenida dos Aliados, a sala de visitas da nossa cidade, o brilho de outros tempos, mas se o amor pelo Porto não acontece, demitam-se e deixem governar quem efectivemente sabe fazê-lo e pelo menos ilumonem a Câmara na noite de S. João...
 
nem todos têm a possibilidade de gozarem o S. João num barco ao longo do rio...
 
o Coração da Cidade levou à Anenida a mensagem de que apesar das dificuldades da vida não pensem em desistir...
 
como directora e mentora deste projecto eu só peço... não deixem morrer o S. João...
 
lasalete
neste momento eu estou ...:
publicado por lapieta@sapo.pt às 18:36

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 16 de Junho de 2008

olá ................

 

amigos não tenho passado por aqui , porque estou atarefadíssima com os figurinos da grande  rusga do Coração da Cidade...

 

para a próxima segunda feira é o grande dia...

 

a adesão ultrapassou largamente as expectativas ... descobri um lado diferente em muitos voluntários... esta é também uma maneira de reunir tanta gente que nunca se encontra porque são de equipas de trabalho diferente...

 

a grande marcha da alegria na noite de S. João vai dar que falar... ai se vai...

 

simpática a formação de largas dezenas de figurantes que este desfile vai levar até à Avenida dos Aliados...

 

no entanto ainda tenho um tempinho para desejar a todos vocês uma semana de trabalho muito simpática e lembrar para que apostem na vossa felicidade, porque ela está na vossa mão e não na mão de qualquer pessoa...

 

tentem a todo o custo treinar essa forma simpática de ser e apostem tudo...

 

permitam que a serenidade venha até vós de forma mais fácil, apenas espalhando o olhar em redor e perceber que o que vocês estão observando Deus o está igualmente...

 

não perturbem o mundo com a indignação, mas espalhem a paz e a alegria...

 

um óptimo dia e um grande beijinho ...

 

lasalete...

neste momento eu estou ...:
publicado por lapieta@sapo.pt às 08:59

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 10 de Junho de 2008

S. João de toda a gente ...

 

olá amigos blogueiros...

apesar dos inúmeros afazeres que no Coração da Cidade não podem deixar de ser observados, já que estamos diariamente a receber pedidos de auxílio de todos os lados...

 a nossa luta por um dia diferente no que concerneà noite de S. João continua de pé...

 

a adesão à rusga de S. João tem sido surpreendente, todos estão a querer integrar a marcha que levaremos até à Avenida dos Aliados também para mostrar à cidade o que na realidade fizemos no plano social...

 

nessa noite esperamos entegrar ao senhor presidente da câmara do Porto, um dossier completo, representativo de um ano das nossas actividades sociais e cumprimentá-lo, desejando uma agradável noite de S. João...

 

já estão a costurar-se as dezenas de trajes , todos eles belíssimos para essa noite ...

 

tudo  foi concebido pelos voluntários e com muito carinho...

 

como eu estou a informar, este desfile é imperdível...

 

avisamos todos os integrantes da marcha que os ensaios são às terças, quartas , quintas, sextas e Domingos, por isso mesmo, largue o computador e venha marchar...

 

um bom feriado para todos...

 

 

lasalete

 

 

neste momento eu estou ...:
publicado por lapieta@sapo.pt às 06:45

link do post | comentar | favorito
Sábado, 24 de Maio de 2008

S. João... no Coração da Cidade

 

 

ai S. João que chatice

a vida já custa tanto

que p'ra chegar à velhice

já nem te chega ser santo...

 

os preços de vento em popa

estão p'raí a disparar

por isso só temos sopa

ao almoço e ao jantar...

 

a gasolina está cara

ninguém trava o seu precinho,

o carro não anda a água,

nem sequer se mexe a vinho...

 

vamos reinar um pedaço

de noite não há idade,

cantar e dar um abraço

no Coração da Cidade...

 

O Coração da Cidade, inaugura este ano na noite de S. João o seu primeiro arraial em honra do Santo padroeiro da cidade...

 

Com banda de música e petiscos à altura das boas cozinheiras do coração, a sardinha assada, os pimentos assados, a boroa, o chouriço assado, as fêveras assadas e tudo a que temos direito nesta noite...

 

o arraial iniciar-se-á pelas 21 horas com saída da Avenida dos aliados e fará o percurso até às instalações da Rua Antero de Quental...

 

depois tudo será arraial e todos são chamados a bailar... até às tantas...

 

não faltarão os manjericos, a alfadega, a alface e os cheiros de S. João...

 

a este arraial chamamos todos os que quiserem, conviver e divertir-se...

 

à meia noite como antigamente acontecia, a regueifa quente com manteiga e o café de saco...

 

os preços serão o mais baixo possível e assim a noite de S. João não será tão cara como habitualmente...

 

esperamos estabelecer um laço forte entre todos os que vierem até nós, pois acreditamos que será uma noite inesquecível...

 

os padrinhos deste primeira rusga são uma surpresa...

 

se quiser participar na rusga do coração faça a sua inscrição... através do email...

lasalete.piedade@gmail.com">lasalete.piedade@gmail.com...

 

cá os esperamos com toda a alegria...

 

lasalete  

neste momento eu estou ...: vivinha da silva
publicado por lapieta@sapo.pt às 19:34

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 25 de Junho de 2007

ó patêgo ... olha o balão ...

 

esta continua a ser, a frase mais correcta para os distraídos que estão vivendo ao nosso lado e não funcionam...

até oa bichinhos sabem olhar para cima ...

mas para alguns humanos, o mundo gira apenas em volta deles próprios ... sempre olham para o seu umbigo, incapazes que são de levantar  o olhar...

 

hoje de manhã , lembrei-me desta frase, que inesperadamente libertei por brincadeira na noite e S. João , ao soltar o balão no ar ...

 

pois é ... não sei se vocês conviveram, se resolveram divertir-se ...

eu pela minha parte divertir-me imenso ...

 

soltei as mágoas e os dissabores ...

e ao soltar os balões de S. João, elas foram todas com eles ...

é para isso que servem os balões de S. João, para se encherem de tudo o que de ruim nós temos e de tudo o que dentro de nós nos incomoda...

devemos libertar-nos de todos os medos , para recomeçar de novo...

 

dizem que quem não sabe divertir-se, não sabe viver ... eu concordo... no sentido exacto do termo...

 

a noite se S. João, deve respirar de agradecimento a Deus,  por tudo o que ele concedeu a todos nós na vida ...

se na antiguidade refletia o sentido das colheitas ... o solestício de verão... na actualidade deve ser colocado em nossa vida como algo singular e precioso a que se chama RENOVAÇÃO ... porque colher o que não se semeou ainda continua a ser muito difícil , diria mesmo impossível ...

 

na vida tudo está prontinho a ser usado; e a alegria faz parte das situações maravilhosas que Deus emprestou ao homem para funcionar em pleno ...

 

quando nós usamos o dito popular ...ó patêgo olha o balão... serve então para despertar aqueles que se colocam á parte da humanidade, frustrados e temerosos e não vêm a vida a passar ... não registam nada a não ser os seus temores e as suas necessidades...

 

há que levantar o olhar e deixarmos de ser patêgos...

acordar os outros é também o nosso papel... e devemos fazer isso mesmo , sem medo de correr o risco de incomodar ... pois que há muito menino para aí, que não se incomoda com ninguém , mas acaba por incomodar toda a gente ...

 

tanto patêgo que vê o sofrimento alheio e passa por ele indiferente, como se nada estivesse a acontecer ... há que despertar sim ... chega de egoísmo ...

 

a magia de uma noite de verão como esta, também nos obriga a pensar ...e ao renovar energias, ficamos mais despertos e analisamos algumas situações de forma mais humana e inteligente ...

 

tive a sorte de estar no meio mais divertido que precisava ...

e a alegria não se fez esperar...

a fogueira dos nossos sentidos, precisa de lenha nova que faça arder pecados velhos...

todos devemos procurar a alegria e soltar os nossos diabinhos, para que recomecemos novinhos em folha...

 

dançar, cantar sem receio de ser apontado, mas simplesmente pelo prazer de conviver, ajuda muito ... para que os problemas que vêm a seguir se suportem com mais coragem e lucidez...

 

a noite de S. João é farta de significados e mostra que todos nós somos iguais e muito carenciados afectivamente... podemos não demonstrar, mas soltos, somos do mesmo jeito ... é só ter oportunidade...

 

quando os balões de S. João subiram, pedi a Deus que formalizasse com todos os que estão junto de mim uma palavra ... AMIZADE ... pois que sem ela a alegria e o bem estar é muito difícil de conceber ...

 

a noite de S. João , pela magia que encerra, é para mim uma noite que aprecio de forma muito especial, é uma noite que me deixa sossegada, pois que nessa noite não tenho encargos, estou livre para me divertir e acreditem ...

que bem que sabe... e que bem o fiz...

 

é para mim muito semelhante ao convívio de Natal ... os meus amigos são a minha família e saio renovada ... diferente ... feliz ... em paz ... de alma lavada...

 

graças a Deus pela noite que me proporcionou ...

a minha noite foi uma noite de amor,...

trouxe todas as estrelas para dentro da minha alma ...

estou feliz ...    lasalete

neste momento eu estou ...: em paz
publicado por lapieta@sapo.pt às 07:04

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 21 de Junho de 2007

meu querido S. João...

  

 

 

vai longe o tempo em que estava para chegar o S. João e já se afadigavam os grupos de jovens a combinar a noitada, para atirar pela noite fora a melhor noite do ano...

 

nos primeiros dias de Junho , já se podiam escutar os ecos da música dos bailaricos dispersos pela cidade ...

 

rapazes e raparigas subiam e desciam as Fontainhas em grupo organizado, com o cheiro de manjerico á mistura ...

o tilintar das louças de barro, o barulho do martelo na barraca da feira que subia medindo a força dos mais corajosos e a típica sardinha assada pingando no pão acompanhada de verde carrascão á vista de quem passava...

 

para os mais gulosos, as farturas e o pão do céu, com o doce da Teixeira que era um regalo, os caladinhos e os bolos de coco com pé de massa dura, faziam as delícias das crianças e dos mais velhos...

 

tudo igual ao de hoje... mas tudo diferente ...

 

as flores da Praça da Batalha,o cheiro a manjerico  e o ramo de cidreira que nos roubava o batom, a alfadega e a alface fresquinha, as flores e o alho porro não se podiam dispensar no S. João...

 

entretanto, chegou o martelinho de plástico ... tic .. tic .. tic ...

 

o alho porro envergonhado, retirou-se um pouco ...

e a cidade toda a noite ia e vinha ao som do fole do martelinho colorido...

 

eu ... embora não saibam tive a sorte de conhecer  o homem que introduziu o martelinho de plástrico no Porto para o S. João ...

criou outras formas de brinquedo para a festa...

mas, quem tira os cheiros á noite de S. João tira-lhe o encanto...

 

 

 

o fogo de artifício rematava o brilho da noite e ano após ano a cidade enchia de gente que atolava a ponte para ver a cidade invadida de luz caída do céu...

 

a noite era de folia...   

depois de corrermos meia cidade, era da praxe parar nas padarias que pela madrugada já faziam o pão do dia seguinte...

comprar a regueifa quentinha e chegando a casa era só beber o café a ferver com a manteiga a pingar na regueifa que sabia pela vida ... ai !... como sabia...

 

na manhã do dia de S. João enquanto meia cidade dormia, o cabrito começava a entrar no forno com a batatinha e o molho de cheiros...

os grelos salteados, o arroz de forno com os miúdos do mesmo, chegavam mais espertos que os olhos de quem estava sentado...

a canja de galinha e o doce de laranja vinham para juntar-se ao cansaço que já nem nos permitia comer...

 

enquanto em casa se preparavam todos os petiscos, os que estavam desocupados e ainda tinham força, visitavam as barracas da louça e com cuidado iam regateando, o preço, porque nesse momento estavam aptos a baixar o preço de uns tantos utensílios de barro ...

há que carregar  as assadeiras porque elas fazem falta  todo o ano...

 

meu querido Porto ... que saudade desses tempos... que magia ...

 

a noite mais longa do ano... fica na alma da gente do Porto ...

 

ninguém chama ninguém e todos se aproximam, porque a noite convida a dançar ...

 

soltam-se os corpos ... elevam-se as almas... a alegria anda no ar ... a rua é de toda a gente ... mas nessa noite ninguém para para pensar que a festa é feita em casa dos sem abrigo ... a rua ...

 

nessa noite mágica eles não dormem para que nós possamos reinar ...

 

depois, na calçada, ficam os sonhos da maior noite do ano,    os beijos que só o luar testemunhou e as orvalhadas que  sempre abençoam o cansaço de quem veio á festa mais bela do ano...

 

cansados mas felizes ... assim de deitam aqueles que sabem aproveitar a noite de S. João...

 

lasalete ...

neste momento eu estou ...: com alma de tripeira
publicado por lapieta@sapo.pt às 19:37

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

a avenida era toda nossa....

olá ................

S. João de toda a gente ....

S. João... no Coração da ...

ó patêgo ... olha o balão...

meu querido S. João...

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags