Sábado, 29 de Setembro de 2007

saúde + coração

 AMAR O MUNDO

 

 

 

 

SAÚDE + CORAÇÃO

 

 

 

A saúde dos mais pobres, é uma política de amor que não pode ser esquecida...

 

O Coração da Cidade, abriu hoje o primeiro consultório médico, para os seus utentes...

 

Foi gratificante, ver como os nossos amigos da rua se dispunham de imediato a procurar ajuda para os seus males...

 

a médica, que por sinal, é amorosa, fez questão de  almoçar com eles e na sala de jantar, foi prestando informações sobre o seu trabalho e porque motivo ali se encontrava...

 

foi bonito de ver a empatia entre médica e utentes...

 

iniciamos também a partir de hoje, um serviço de lava/pés, com tratamento, porque quem anda na rua ,tem um sofrimento muito grande e não tem capacidade de pagar uma consulta ou um tratamento de especialidade numa clínica de podologia ...

 

apelamos a quem possa ajudar-nos com a aquisição de medicamentos...

não estragando a medicação que têm em casa sem serventia nenhuma...

fiquem com a certeza de que, a entrega desses medicamentos, faz a diferença na vida de muitos seres humanos que têm dificuldade em adquirir medicação, porque não tem capacidade económica de a comprar...

além do mais são recursos que não devemos desperdiçar...

 

podem pensar que somos vaidosos por escrever neste espaço o que fazemos...

não o fazemos por vaidade , temos orgulho em tudo o que realizamos, porque é produto do nosso esforço ...

sem apoios estatais, realizamos tarefas inimagináveis, que outros se recusam a cumprir, porque por tudo e para tudo têm que ser pagos...

 

o trabalho voluntário feito com amor tem que ser encarado com mais capacidade de visão futura...

 

é lindo demais o esforço dos voluntários desta casa, que têm consciência de que O Coração da Cidade necessita da força do coração de cada um...

 

muito embora os problemas particulares, que todos temos, a partir do momento em que entramos nesta casa, o sorriso é o primeiro a aparecer e depois, olhando a miséria que se desenrola diante do nosso olhar, os nossos problemas perdem a importância que tinham...

 

talvez seja por isso, que todos os dias sem excepção, somos procurados por novos rostos no sentido de se inscreverem como voluntários nesta odisseia de amor...

 

viajar solidariamente é fabuloso...

 

venha experimentar , mas se não pode fazê-lo, seja voluntário à distância... se quer falar directamente para mim, então escreva ... lasalete.piedade@gmail.com

 

um abraço do tamanho do mundo...

lasalete     abraçar é bom

neste momento eu estou ...: em festa
publicado por lapieta@sapo.pt às 20:09

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 14 de Agosto de 2007

é preciso abrir certas cabeças...

Ser pobre é especialmente difícil , mas deparar com pessoas pouco solidárias, para não dizer de pensamento quadrado, é deveras complicado.

 

O episódio que vou narrar passou-se, em pleno século XXI , ou seja esta semana ...

 

Como é habitual, os seres humanos que nada possuem de seu e a quem teimosamente se vão chamando de pessoas sem abrigo, vêm a sua vida dificultada, não só pela situação em que se encontram e que parece eternizar-se, mas acima de tudo, sentem que são excluídos da sociedade, por todos os que sendo também seres humanos, de humanidade nada possuem... são tão pobres de entendimento , que lamentavelmente alguns não parecem pertencer à classe dos animais racionais...

 

Chegou até  nós, um filho da rua, que vem à instituição para tomar as suas refeições e a quem dispensamos atenção, também, no campo da sua higiene pessoal, dando-lhe banho e roupa decente, incentivando-o desse modo a apresentar-se bem perante todos os que o rodeiam e pouco a pouco ganhou hábitos de higiene, fazendo questão neste momento de andar sempre arranjadinho e muito limpo.

 

Como é normal, tomou o seu banho , mudou a roupa ... mas a responsável do dia, entendeu que estava na altura de cortar o cabelo...

 

Como a responsável não sabe de cabeleireiro , enviou o nosso amigo com um voluntário a um cabeleireiro de homem, com dinheiro na mão, para que lhe fosse feita a barba e o corte de cabelo e assim ficaria melhor ...

 

Lá foi o Valdemar todo satisfeito, de roupa nova e todo perfumado... mas... o problema, está na recusa de mais de quatro cabeleireiros, que se recusaram terminantemente a cortar o cabelo ao homem e só muito mais tarde um cabeleireiro mais consciencioso o aceitou como qualquer outro cliente...

 

O homem ía de banho tomado , bem cheiroso, limpinho e com o cabelo limpo, tinha dinheiro para pagar... mas não o aceitaram para cortar o cabelo...

 

Santa ignorância... como vamos mudar o mundo se a mentalidade dos que se acham mais que os outros não muda, nem a pagar...

 

São tão pobres as mentalidades que encontramos por aí, que até dão pena...

 

Será que um dia, os que se recusaram a cortar o cabelo a este homem , não vão precisar de ajuda... ou porque podem ficar na mesma situação, ou porque mais velhos, podem apresentar-se de forma a causarem repugnância a quem deles tenha que cuidar...

 

Cada vez mais, eu tenho em alta consideração, todos os que voluntariamente e sem nojo, apoiam,abraçando e beijando, aqueles que junto de  nós, para além da refeição diária, encontram o carinho e a certeza de que não os tratamos como animais...

 

Tantas igrejas a abarrotar de pseudo cristãos e tenho a certeza que em alguns cabeleireiros a televisão até estava a transmitir as imagens de Fátima...

 

Ainda não conseguimos, mas o nosso projecto de cabeleireiro ainda continua de pé para privar de constrangimentos os que nada têm além da mão de Deus sobre seus ombros...

 

amar ainda parece ser uma utopia em 2007...

 

lasalete

neste momento eu estou ...: a digerir a ignorância
publicado por lapieta@sapo.pt às 13:53

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 30 de Junho de 2007

o lado negro da vida...

 

Pedi autorização para publicar a sua história...

Vamos chamar-lhe Paulo...

e sobre ele vamos fazer uma viagem... simples e cpomplexa ao mesmo tempo, como são todas as histórias iguais a esta...

O nosso protagonista tem 40 anos, é um homem com aparência normal, simpático, de poucas falas, mas fala bem quando interpelado...

suave no trato ... é bondoso por natureza...

Paulo vem de uma família de classe média baixa, com emprego e sem problemas de maior, tem dois irmãos ... mas já não está em casa vai para muito , muito tempo...

 Por volta dos seus 14 anos, seu pai abandona o lar e deixa Paulo numa situação de tristeza e de irresolução emocional que não sabe como ultrapassar...

a rua foi a situação mais à mão que encontrou...

com liberdade total, sem o pai para controlar os seus impulsos e com a mãe fragilizado pela separação, Paulo vem descobrir a rua e todos os seus perigos...

a droga estava lá, linda e aberta a todos os momentos, senão para esquecer, pelo menos o servir, para lembrar a todas as horas que era hora de consumir ... Paulo consumia desesperadamente ...

os amigos do vício aconchegaram-no no seu meio e Paulo contorna cada vez mais as visitas a sua casa , escassas as visitas ao lar, como escassos são os  desejos de se fazer gente e de voltar a ter uma vida normal...

a partir dos 15 anos Paulo nunca mais tem sossego ... fuma drogas leves, mas aos 20 anos as drogas duras passam a fazer parte da sua vida... caminha a passos largos para a degradação total... transforma-se num farrapo humano...

aos 30 anos recebe ajuda... bem no fim da linha, sem força para se movimentar  aconselhado a fazer uma desintoxicação... aceita ... o vício é maior... não resulta ...

a rua tem um eco que toma conta das suas entranhas ... a cura física é apenas uma página ... falta-lhe amor ... a solidão em que entrou não lhe permite acionar a vontade ...

Paulo é um jovem adulto sem solução para a vida... vai para o estrangeiro , percorre de outra forma a escarpa da droga... as discotecas e o som inebriam a mente de Paulo ...

seduz e é seduzido ... um dia "o amor ", com garras afiadas de fada da noite , atrai  Paulo ao esconderijo da loucura...

o anjo negro da vida, ronda os seus propósitos ...

depois da bebida o som, depois do som mais bebida e termina num quarto qualquer, numa cama desconhecida, nos braços de alguém de quem nem sabe o nome...

a noite continua reunindo os incautos, são muitos, muitos os que a sombra espera do lado oposta da luz...

ao virar a esquina dos sentidos, Paulo adormece cansado ...

abandonado acorda de manhã... apenas os lençois frios e a luz que penetra pela fresta da persiana quebrada lhe dizem em linguagem quebrada, que dormiu ali ... com alguém...

... as roupas ainda estão pelo chão ...

os vómitos aceleram o processo da ressaca e Paulo procura  água fresca para se refazer...

no quarto de banho da pensão abre os olhos, chama pela companheira que passou a noite com ele, percebe que não está... 

mas deixou uma mensagem ... quem sabe o número de telefone ... lê a mensagem...???...!!!

 e fixa aterrado ... o espelho onde está escrita em papel amarrotado a mensagem, traduz a ladeira íngreme da morte ... nem queria acreditar... !!!

em letras visíveis sem engano algum, a companheira da morte deixa um aviso sério e comprometedor de vital importância... sem reticências o aviso diz em letras garrafais:

 " Benvindo ao mundo da SIDA"

e assim ... Paulo entra pelo outro  túnel sem volta...

arruma as ideias e vai confirmar ... afinal a vida não se enganava ... não era a primeira vez que aquela mulher ludibriava os amantes de uma suposta noite de prazer...

Paulo regressa a Portugal e faz silêncio deste episódio que não lhe abandona a mente... guarda durante muito tempo um segredo consigo ...

um dia tem uma dor profunda ... essa dor incomoda e a despropósito leva-o ao hospital ...

os exames complementares de diagnóstico,vêm por a descoberto a noite gélida na Suíça ... o segredo de Paulo emerge...

é do tamanho do mundo...

a partir daí faz um calvário de incerteza...

a dor... o desespero e a SIDA confirma-lhe dentro da alma ... estou aqui vim para ficar...

o Sarcoma di Kaposi visita-o entretanto... passa pela Abraço e aí conhece alguém que o ajuda e por quem se apaixona ... o Paulo casa e é feliz, faz desintoxicação , está limpo de drogas vai para 5 anos ...

a radioterapia e a quimioterapia, ajudam o Paulo ... hoje é um homem diferente , lúcido, sensato e muito responsável ...

hoje pedi para me contar a sua história ... relutante falou... rematou dizendo... o amor nunca me viu, no meu lugar esteve sempre o medo de morrer ...

falei-lhe de Deus... confessou que nunca pensou morrer porque nunca teve coragem de se matar... mas, quando estava muito aflito  pedia-Lhe ajuda...

- afinal o Paulo é um homem de coragem, viveu no inferno  sem morrer e ainda quer viver ...

depois desta afirmativa, olhou para mim e rematou : - agora vivo melhor... O Coração da Cidade modificou em muito a minha vida... já não me sinto tão só ...

entendi que não lhe podia pedir mais nada ... os seus olhos começavam a revelar as lágrimas que vieram espreitar em nome da dor que dentro de si lhe quer rebentar o peito...

mandei o Paulo descansar... pedi para ele  um lanche substancial, que a responsavél do dia providenciou, para ele levar ...

Paulo sentou-se na cozinha à espera, com a tranquilidade de quem sente que está bem e em paz ...

um outro homem que faz parte do Coração da Cidade, que saiu da rua e que já está connosco vai para alguns anos, olhou para ele e chorou... ele também sabe como doi estar só ... afinal os irmãos da rua são solidários...

a rua não amamenta, mas abraça ... e aos filhos habituais ensina solidariedade ... muito embora alguns se recusem a acreditar...

retirei-me e.................................................roguei...

    que Deus abençoe o Paulo e todos os Paulos do mundo ...

lasalete

neste momento eu estou ...: alerta
publicado por lapieta@sapo.pt às 09:56

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

CORAÇÃO DA CIDADE ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ MOVIMENTO ECUMÉNICO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ VOLUNTARIADO EM ACÇÃO ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


a nossa sede na Rua Antero de Quental, nº 806- Porto

desde a inauguração desta casa que os voluntários têm sido um marco de coragem e abnegação




saiba porquê.....


O Coração da Cidade é:

é um espaço de solidariedade universal

com preocupações constantes de actualização

ao serviço permanente da comunidade onde está inserido

de conforto e amparo, servido apenas por voluntariado

onde todos os serviços prestados são e serão sempre gratuitos

promotor do voluntariado e intercâmbio associativo

O Coração da Cidade,

já estendeu a sua acção

a outros espaços do distrito do Porto

criando para o efeito

uma cadeia de Lojas Sociais ,

que lhe permitam

uma maior sensibilização

para o vuntariado

e ao mesmo tempo

detectar

novos focos de pobreza

venha até ao Coração da Cidade

faça-se voluntário

e ajude a servir,

os que mais necessitam de auxílio



CADEIA SOLIDÁRIA um euro uma razão para ajudar o Coração


é o que estamos necessitando neste momento ...

O Coração da Cidade inicou um pedido de ajuda para que seja posivel ultrapassar as suas dificuldades

associe a sua vontade de ajudar á nossa causa e contribua comnosco...

seja um amigo d'O Coração da Cidade

esperamos o seu

ajude-nos a ajudar ...

apenas um euro

Millenium BCP

0033 000000 239551298 05


gifs

ainda que eu fale a linguagem dos anjos e dos santos... se não tiver caridade nada sou...

posts recentes

saúde + coração

é preciso abrir certas ca...

o lado negro da vida...

mais comentados

arquivos

tags

portugal

vida

porto

portoblogs

eu

amor

parlamento

actualidade

pobreza

solidariedade

politica

país

política

eu pensamento poesia blogs

blogs

poesia

eu pensamento blogs vida solidão pobreza

pensamento

solidão

pensamentos

todas as tags